conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Carros e Motos

Aceleramos os novos BMW Z4 e M850i no Autódromo de Interlagos

Publicado

source
BMW Z4 branco arrow-options
Divulgação
BMW Z4 ao lado do cupê grande M 850i forma a dupla das principais novidades da linha M que chega ao Brasil

As vendas das marcas de luxo no Brasil cresceram meros 0,23% no primeiro semestre, de acordo com a Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos) e a disputa pela liderança do segmento está acirrada em 2019 entre  Mercedes e BMW, que lança a nova geração do roadster Z4 M40i (R$ 386.950) e o cupê grande M 850i (R$ 799.950)  como parte de uma série de lançamentos da linha M de esportivos.

LEIA MAIS: Aceleramos na pista o superesportivo Mercedes-AMG GT R de R$ 1,2 milhão

 A reportagem de iG Carros esteve no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e conta o que achou das duas principais novidades depois de ter tirado a balaclava e o capacete, com a cabeça fria e após ter baixado a taxa de adrenalina nas veias.   

BMW Z4

 Todo novo, o roadster a marca alemã passa a compartilhar vários componentes com o Toyota Supra. É o esportivo leve, compacto e bem acertado que todo entusiasta gosta de guiar. Claro que se não tivesse tanta ajuda da eletrônica seria mais divertido, mas lá fomos nós, passando dos 200 km/h nas retas e contornando as curvas no limite de aderência.

Feito apenas para o motorista e uma boa companhia, o Z4 M40i é puro deleite. Vem com motor 3.0, de seis cilindros em linha, um dos únicos que sobraram hoje em dia. É conhecido pelo funcionamento redondo, com alto rendimento. Nessa versão, chega nos 340 cv e nada desprezíveis 51 kgfm de torque, o que foi mais do que suficiente para valer a pena as três voltas na pista que tinha direito.

LEIA MAIS:  Novo Porsche 911: lendário cupê beira a perfeição na linha 2020

Veja Mais:  Salão Duas Rodas 2019 abre pré-venda com ingressos promocionais

A boa relação entre peso e potência de apenas 4,5 kg/cv é um dos pontos que mais contribuem com a agilidade e o conjunto bem acertado do novo Z4 M40i. A tração traseira também ajuda, bem como a rigidez a estrutura e a rapidez com que funciona o câmbio automático ZF, de 8 marchas, que até parece um automatizado, de dupla embreagem, de tamanha a rapidez que faz as trocas.

interior do BMW Z4 arrow-options
Divulgação
BMW Z4 M40i tem interior sofisticado e com acabamento caprichado. Mas, para um roadster, bem que poderia ser mais simples

As leis da física também dizem que o baixo centro de gravidade contribui com a estabilidade nas curvas e o Z4 tem apenas 114 milímetros de vão livre do solo. Com isso, basta apontar o focinho do carro para a tangência da curva na velocidade certa que o roadster se mostra tão obediente quanto um Golden Retriever.

Saindo da reta oposta, depois da freada e de contornar a Curva do Lago, acelero e encho os olhos com o fôlego dos seis cilindros trabalhando. É algo que empolga. Ainda bem que existem vários recursos que ajudam a manter o carro equilibrado, com o diferencial traseiro autoblocante (que traciona mais a roda com mais aderência) e os pneus Michelin de perfil baixo (255/35R 19 na frente e 275/35R 19 atrás).

O que também causa boa impressão no novo Z4 é a posição de dirigir com ajustes elétricos para chegar à regulagem perfeita. O cluster é digital, com tela de alta resolução, mas confesso que instrumentos analógicos tradicionais me agradam mais em com esportivo de verdade como é o carro desse BMW. Isso porque fica muita informação para pouco tempo que se tem para desviar o olhar do para-brisa em velocidades mais altas.

Veja Mais:  Monza Classic 500 EF: a versão exclusiva de um sucesso de vendas

  Tradicional mesmo, apenas a capota de tecido, que abre e fecha em apenas 10 segundos. Fica recolhida no porta-malas de 281 litros quando não está sendo usada e se mostra uma melhor solução que as coberturas metálicas que chegaram a ser usadas no passado por fatores como maior praticidade, leveza e menores custos de manutenção.

 M850i

 Chega a vez de acelerar o maior e mais caro modelo da pista, O novo BMW M850i. Não por acaso, para me acompanhar durante as voltas na pista, estava o veterano Maurizio Sala, que entre outros feitos tem um terceiro lugar nas 24 Horas de Le Mans de 1995. Sair do Z4 e entrar nesse cupê de 4,85 metros de comprimento por 1,90 m de largura é o mesmo que trocar um quitinete por um apartamento de luxo com varanda gourmet.

LEIA MAIS: Jaguar F-Type P300: gato selvagem mostra suas garras

Quanto espaço….E com direito a requintes como alavanca de câmbio trasparente, largos bancos revestidos de couro com todos os ajustes elétricos, com aquecimento e refrigeração, tapetes de veludo e sistema de som de alta-fidelidade assinado pela renomada Bowers & Wilkins apenas para citar três itens da longa lista de equipamentos.

interior do BMW M 850i Coupe arrow-options
Divulgação
BMW M850i tem interior espaçoso e requintado, o que inclui alavanca transparente entre os detalhes

O nível de sofisticação do M850i pode incluir faróis de laser, teto de fibra de carbono, sistema que faz o carro estacionar sozinho, direção nas quatro rodas, reconhecimento noturno de pedestres, serviços de concierge, entre outros. No meio dessa modormia toda o que mais interessava na hora era acelerar.

E como acelera. A BMW diz que o carro é capaz de fazer de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos, tempo para dono de supercarro algum achar defeito. Na arrancada é possível utilizar o controle de largada, recurso que faz o cupê disparar como um foguete. Não é para menos, sobra força debaixo do capô: são brutais 76,5 kgfm de torque a baixos 1.800 rpm. Na mesma saída da Curva do Lago com o Z4, o M 850i mostrou apetite para engolir o pequeno roadster.

Veja Mais:  Peugeot revela cupê conceitual elétrico e autônomo no Salão de Paris

LEIA MAIS: Michelin lança pneu para supercarros no Brasil. E nós aceleramos alguns deles

Quando chegar o ainda mais insano BMW M8 o principal rival será o Mercedes S63 Coupé AMG, que vem com motor V8 biturbo de 612 cavalos e passa de R$ 1 milhão. Um pouco abaixo desse patamar está o Audi RS5 ,de 450 cv e quase R$ 600 mil. Uma briga de gigantes da qual também pode participar o Porsche Panamera Turbo, de 550 cv e beira os R$ 900 mil. Quem vai encarar? 

Fichas técnicas

BMW Z4 M40i

Preço:  R$ 386.950

Motor: 3.0, seis cilindros em linha,  gasolina, turbo

Potência: 340 cv a 5.000 rpm

Torque: 51 kgfm entre 1.600 rpm e 4.500 rpm

Transmissão: Automático, de oito marchas, tração traseira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira)/ multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos ventilados (traseiros)

Pneus: 225/35 R19 (dianteiros) e 275/35R 19 (traseiros)

Dimensões: 4,32 m (comprimento) / 1,86 m (largura) / 1,30 m (altura), 2,47 m (entre-eixos)

Tanque : 52 litros

Porta-malas: 281 litros

 0 a 100 km/h: 4,5 s

Vel. max: 250 km/h

BMW M 850i xDrive Coupé

Preço:  R$ 799.950

Motor: 4.4, 8 cilindros em V,  gasolina, turbo

Potência: 530 cv a 5.500 rpm

Torque: 76,5 kgfm entre 1.800 rpm e 4.600 rpm

Transmissão: Automático, de oito marchas, tração integral

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira)/ multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos ventilados (traseiros)

Pneus: 245/35 R20 (dianteiros) e 275/30R 20 (traseiros)

Dimensões: 4,85 m (comprimento) / 1,90 m (largura) / 1,34 m (altura), 2,82 m (entre-eixos)

Tanque : 68 litros

Porta-malas: 420 litros

 0 a 100 km/h: 3,7 s

Vel. max: 250 km/h


Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros e Motos

VW revela novo SUV que deve chegar ao Brasil no fim do ano que vem

Publicado

source
VW Atlas Cross Sport cinza arrow-options
Divulgação
VW Atlas Cross Sport tem jeito de cupê e cinco lugares no lugar de sete do Atlas convencional

A Volkswagen mostra fotos e detalhes do novo SUV Atlas Cross Sport, modelo que deverá substituir o Touareg no Brasil. Com ares de cupê, a novidade  vem com cinco lugares e detalhes remetem a um aspecto mais ousado dentro da linha de utilitários esportivos da marca alemã.

LEIA MAIS: Confira quais serão os novos modelos da VW no Brasil até 2025

As imagens da versão esportiva R-Line revelam itens exclusivos, como as rodas de aro 21 e os para-choques com detalhes cromados e grade frontal com três barras horizontais. Também chamam atenção as largas entradas de ar embutidas no para-choque.

Com espaço de sobra, o VW Atlas Cross Sport vem com entre-eixos de 2,97 metros e nada menos que 1.141 litros no porta-malas, volume que chega a 2.203 litros com a segunda fileira de assentos rebatida. Além de espaçoso, o SUV também conta com um pacote tecnológico interessante.

Entre outros itens, o novo modelo tem controle de cruzeiro adaptativo (mantém distância constante do carro da frente),  alerta de mudança indevida de faixa, leitor de placas de trânsito,  acesso à internet via 4G, som de alta-fidelidade com 12 alto-falantes, multimídia com tela de 10,25 polegadas, bem como bancos com sistemas de ventilação e aquecimento, entre outros itens.

Veja Mais:  Veja 5 carros que pertenceram ao heptacampeão Michael Schumacher

LEIA MAIS:  VW confirma que fabricará SUV com ares de cupê em São Paulo

São duas as opções e conjunto mecânico no VW Atlas Cross Sport: 2.0, turbo, de 239 cv e 35,7 kgfm de torque, ou V6 3.6, capaz de render 280 cv e nada desprezíveis 36,8 kgfm. Ambos podem ser acoplados ao câmbio automático de 8 marchas que transmite a força do motor para as rodas dianteiras ou para as quatro, como opcional. 

Volkswagen Touareg sobe no telhado 

VW Touareg prata arrow-options
Divulgação
Volkswagen Touareg ficou sofisticado demais para o Brasil e deverá ceder lugar ao Atlas Cross Sport em 2020

 No Brasil, o VW Touareg ficou muito sofisticado para a marca alemã. O modelo mais caro da fabricante alemã deixou de ser vendido no Brasil por conta do preço elevado, mas continua fazendo parte da estratégia da VW na Argentina. A expectativa é vender ao menos 100 unidades no primeiro ano de mercado no país vizinho.

O modelo é feito sobre a plataforma MLB, que também equipa os irmãos Porsche Cayenne, Audi Q7, Bentley Bentayga e Lamborghini Urus. De acordo com Guillermo Fadda, vice-presidente de vendas para a Argentina, a nova geração do VW Touareg continua sendo um modelo de luxo excepcional, porém com valor mais acessível. 

LEIA MAIS: VW prepara fábrica na Argentina para produzir novo SUV médio

Apesar de compartilhar a base com SUVs de Porsche, Audi e Bentley, o Touareg sempre foi um veículo para quem busca luxo, segurança e discrição. Lançado globalmente em 2002, o primeiro SUV da Volkswagen já ultrapassou  a marca de 1 milhão de unidades vendidas.

Veja Mais:  Peugeot revela cupê conceitual elétrico e autônomo no Salão de Paris

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Yamaha revela dois novos scooteres elétricos que estarão no Salão de Tóquio

Publicado

source
Yamaha arrow-options
Divulgação
Yamaha E01: Opção que terá o maior número de produção e vendas, uma vez que se propõe a atender mais requisitos

A Yamaha anuncia dois novos scooteres elétricos para o Salão de Tóquio (Japão), entre os dias 23 de outubro e 4 de novembro: o E01 e o E02. Ambos marcam a primeira vez que a fabricante aposta no segmento EV. O E01 terá a maior quantidade de ofertas, com uma produção comparável à de um scooter convencional, enquanto o E02 será menor e mais orientada para transporte urbano. A usabilidade do primeiro pode ser comparada ao do Neo 125, e o segundo se porta mais como uma “cinquentinha”.

LEIA MAIS: Yamaha MT-03 surge renovada e com mais tecnologia para a linha 2021

Yamaha E02 arrow-options
Divulgação
E02: A mais simples das duas, voltada apenas ao transporte urbano

No ano passado, a Yamaha anunciou uma parceria com Gogoro para apresentar novos modelos elétricos. A empresa tem trabalhado no desenvolvimento de uma rede de estações de troca de baterias. Pode-se supor que a bateria removível do E02 seja um produto dessa parceria. Além disso, há grandes possibilidades dessa parceria dar luz a outro modelo elétrico, com tecnologias de condução autônoma. Ainda por lá, a montadora japonesa também lançará as novas YZF-R1 e Ténéré 700.

LEIA MAIS: Honda CBR 300RR surge pela primeira vez e deverá ir ao Salão de Milão

Mais motos no Salão de Tóquio

Honda arrow-options
Divulgação
Nova Honda Trail é o novo modelo da moto que inspirou a criação da Honda Biz no Brasil

Outras novidades para o evento chega de sua maior rival: a Honda. A fabricante vai apresentar a CT 125, Super Cub que originou a Biz no Brasil, mas que chega renovada com atributos off-road. Como diferenciais, a Honda CT 125 tem pneus de uso misto e escapamento alto, passando pela lateral da moto, ao estilo “scrambler”. Além disso, traz para-lama dianteiro de aço, tomada de ar do motor em posição elevada e a grande área para carga atrás do assento do piloto.

LEIA MAIS: Yamaha revela veículo elétrico que mistura de scooter, triciclo e patinete

Honda scooteres arrow-options
Divulgação
A resposta da Honda aos scooteres da Yamaha, ou vice-versa

Não é só a Yamaha que terá scooteres elétricos no Salão de Tóquio 2019 . A Honda vai também vai apresentar a sua tecnologia de baterias portáteis para o segmento. Em 2018, a marca se uniu às rivais Yamaha, Suzuki e Kawasaki para desenvolvê-las. O Benly será o scooter urbano a estrear as novas tecnologias, pensado para pequenos deslocamentos e também transporte de carga (na versão Gyro e).

Veja Mais:  Veja 5 carros que pertenceram ao heptacampeão Michael Schumacher

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Nissan mostrará novo carro elétrico urbano no Salão de Tóquio

Publicado

source
Nissan IMk arrow-options
Divulgação
Modelo conceitual IMk será mostrado pela Nissan como nova proposta de carro elétrico urbano

O carro elétrico mais vendido do mundo, o Nissan Leaf, ganhará um irmão que vai ser apresentado no Salão de Tóquio, marcado para ocorrer de 25 de outubro a 4 de novembro. Trata-se do carro urbano IMk, que estará entre os 14 novos modelos de uma nova família de veículos da marca japonesa, como o SUV Juke 2020.

LEIA MAIS: Volvo XC40 elétrico chegará ao Brasil com ênfase na parte da segurança

Nissan IMk arrow-options
Divulgação
O IMk combinará linhas modernas e limpas com a tecnologia EV

O Nissan IMk , por enquanto, será apresentado como carro-conceito compacto com nova linguagem de design. Segundo a montadora, ele vai oferecer um conjunto elétrico adequado para as grandes metrópoles. “Esse é um pequeno carro elétrico para uma nova era. Ele foi projetado para circular em paisagens urbanas. Combina uma aparência moderna e limpa com a tecnologia EV de ponta”, explica Asako Hoshino, vice-presidente executivo da Nissan.

A montadora ainda não revelou detalhes sobre o trem de força do carro-conceito. Diz apenas que será baseado na experiência da empresa com o Leaf e deve ser um pequeno EV de luxo.

LEIA MAIS: Ford quer vender um milhão de carros eletrificados por ano na Europa

Nissan IMk arrow-options
Divulgação
Nissan terá novas tecnologias inteligentes voltadas para mobilidade e assistência ao motorista

Salienta, ainda, que o IMk traz uma visão do Nissan Intelligent Mobility, tecnologia que evolui em direção à eletrificação e conectividade. Ou seja, terá um avançado sistema de assistência ao motorista.

Veja Mais:  Dafra revela nova trail 190 cc junto a um novo scooter 300 cc

Juke 2020

Nissan Juke arrow-options
Divulgação
O SUV Juke, maior que o Kicks, chega em sua nova geração e poderá ter opção elétrica

A introdução de uma variedade de modelos elétricos baseados na nova plataforma Leaf faz parte do plano da Nissan de que as vendas de veículos elétricos representem 20% de seus negócios até 2020. A Nissan também prepara o lançamento do SUV Juke, com opção elétrica. O novo modelo movido a bateria estará à venda em 2020.

LEIA MAIS: City K-ZE, primo do Kwid, chega como opção de SUV elétrico de baixo custo

O modelo regular à combustão do Nissan Juke de segunda geração foi lançado no início de setembro e vai ser oferecido no Brasil. Construído sobre a plataforma modular CMF-B , o Juke é maior que o Kicks , modelo da marca já vendido no mercado brasileiro. A gama de motores é formada por propulsores turbo 0.9 e 1.2 litro, além de um 1.5 a diesel. A tração nas quatro rodas será opcional.

O esforço da Nissan com o carro elétrico já foi demonstrado pelo êxito do Leaf que há oito anos está no mercado. Aproveitar esse sucesso para lançar mais modelos elétricos é um caminho sem volta.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana