conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Famosos

Agora ele foi longe demais: todas as vezes que Tarantino exagerou na dose

Publicado

source

Nesta quinta-feira (15) estreou “ Era Uma Vez…em Hollywood ”, nono – e possivelmente penúltimo – filme de Quentin Tarantino. O celebrado diretor americano cravou seu nome em Hollywood por conta de seu cinema inventivo, mas cheio de referências aos seus próprios ídolos.

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Outra característica sempre presente nos longas do diretor é a violência e os temas polêmicos. É assim com o sucesso mais recente, onde ele reconta uma conhecida história. Se em “ Bastardos Inglórios ” ele muda o destino de Hitler, em “ Era Uma Vez…em HollywoodTarantino revive o assassinato da atriz Sharon Tate, vivida no longa por Margot Robbie.

Embora o tema em si seja polêmico, o que causou controvérsia foi outra cena, envolvendo Bruce Lee. Vivido por Mike Moh, o mestre das artes marciais aparece em uma cena com Cliff Booth (Brad Pitt). Lee é extremamente arrogante e fica listando seus feitos, até que diz, cheio de si, que derrotaria Muhammad Ali. Desafiado por Cliff, ele acaba sendo atirado em um carro.

A filha de Lee, Shannon Lee, não gostou e disse que o pai foi mostrado como um “arrogante idiota” e não “alguém que teve que trabalhar três vezes mais para conseguir o que outros conseguiam naturalmente”.

“Os Oito Odiados”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

O longa é uma segunda versão de “Cães de Aluguel” de época e se passa quase inteiro em um ambiente. Ainda assim, “Os Oito Odiados” (2015) nunca perde o ritmo agitado e é cheio de reviravoltas. O filme não tem nenhuma cena que passa dos limites, mas se envolveu em algumas polêmicas de bastidores. A primeira dava conta da falta de mulheres – são apenas duas atrizes – no elenco.

Veja Mais:  Briga entre HBO e Netflix e despedida de “The Americans” darão tom de Emmy 2018

O longa também teve seu roteiro vazado antes das gravações, o que fez com que Tarantino quase desistisse de gravá-lo. Mais recentemente, a crítica veio do músico Ennio Morricone, autor de famosas trilhas-sonoras do cinema. Ele teria dado uma entrevista à Playboy onde criticava Tarantino e o chamava de “cretino”. Morricone depois negou ter feito essas declarações.

“Django Livre”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

O filme por si só já foi polêmico pela forma como Tarantino trata a escravidão. O diretor Spike Lee, na época, criticou Tarantino por transformar a injustiça sofrida por negros em um “spaghetti western”. “Django” (2012) é um dos filmes mais violentos do cineasta, e mostra em detalhes a crueldade sofrida por escravos. Em uma cena sádica, Django (Jaime Foxx), acompanhado de Calvin (Leonardo DiCaprio), assiste a punição de um escravo que “burlou as regras”: ele é comido por cães raivosos.

“Bastardos Inglórios”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Não dá para dizer que o diretor chegou a passar dos limites, mas ele com certeza reescreveu a história ao matar Hitler queimado dentro de um cinema em “Bastardos Inglórios” (2009).

“A Prova de Morte”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Em 2007 Tarantino, ao lado de Robert Rodriguez, lançou “Grindhouse” – um conjunto de dois filmes. Ele dirigiu um deles, “A Prova de Morte”, o quinto filme de sua carreira. O longa mostra um grupo de amigas se divertindo livremente quando conhecem um dublê que acaba tentando mata-las.

Veja Mais:  Sucesso literário, no cinema “O Pintassilgo” tem prejuízo histórico

As amigas abusam de looks sensuais, shorts curtos e atitudes sexy que foram apontadas como estereótipos que diminuem a importância das mulheres no cinema, relegando-as a objetos. O filme, porém, vai além e oferece uma vingança também característica dos filmes de Tarantino.

“Kill Bill Vol. 1 e 2”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Dessa vez Tarantino foi longe demais mesmo. “Kill Bill” foi um sucesso em 2003, quando foi lançado, ele imediatamente se transformou em um cult. A sequência no ano seguinte concluiu a saga da noiva (Uma Thurman) e marcou o retorno da parceria da atriz com o diretor.

Foi apenas em 2018, após a era “Me Too”, que os bastidores da produção vieram a tona. Um vídeo sem cortes da gravação de uma cena mostram Thurman sofrendo um acidente ao dirigir sem segurança. Tarantino chegou a admitir a culpa por não garantir a segurança da atriz, que seguiu tendo boa relação com o diretor.

“Jackie Brown”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Baseado em um livro com uma protagonista branca, Tarantino transformou a mocinha em Jackie Brown para que Pam Grier pudesse interpretá-la. O filme de 1997,que desenvolve um debate racial e social, fez com que o diretor tivesse um inimigo bem público: Spike Lee. O diretor foi muito crítico a Tarantino, especialmente pelo uso excessivo da palavra “nigger” – termo pejorativo para descrever negros.

Veja Mais:  Caso Neymar acirra briga pela audiência entre Record e SBT

“Pulp Fiction”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Um dos filmes mais celebrados do diretor, “Pulp Fiction” (1994) tem muitos momentos marcantes. A cena do roubo no começo, o famoso diálogo entre Vincent Vega (John Travolta) e Jules Winnfield (Samuel L. Jackson) sobre o “royale with cheese” e Travolta e Uma Thruman dançando, entre outros.

Mas, para um filme que já tem tantos momentos chocantes, um passou dos limites: quando o lutador Butch Coolidge (Bruce Willis) e o criminoso Marsellus Wallace (Ving Rhames) são feitos reféns e abusados sexualmente por um homem. A cena é muito chocante até mesmo para os padrões Tarantinescos.

“Cães de Aluguel”

filme de tarantino arrow-options
Divulgação

Filmes de Quentin Tarantino

Uma excelente estreia de um diretor, “Cães de Aluguel” tem muitos elementos que se repetiriam nos oito filmes seguintes do cineasta. E como ele faria pelo resto da carreira, algumas cenas são chocantes. A mais impactante, no entanto, é quando Blonde (Michael Madsen) corta a orelha de um policial.

Leia também: Será? Tarantino falou sobre possibilidade de fazer “Kill Bill 3”

Esse tipo de cena de violência explícita se tornaria uma das marcas de Tarantino , mas em 1992 foi muito chocante, mesmo para um filme feito para impactar.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
publicidade

Famosos

Gastando demais? Rainha Elizabeth desembolsa mais de R$ 160 mil em presentes

Publicado

source

Se você acha que está gastando muito nas suas compras de Natal, fique sabendo que a Rainha Elizabeth gasta mais de R$ 160 mil todos os anos em presentes, de acordo com um dos ex-funcionários do Palácio.

Leia também: Família Real: Imprensa tenta aposentar Rainha Elizabeth II à força

Rainha Elizabeth II arrow-options
Reprodução/Instagram/@theroyalfamily

Rainha Elizabeth II


Segundo a fonte, a Rainha Elizabeth compra mais de 620 presentes anualmente, além de enviar 750 cartões de Natal para familiares, amigos e funcionários do palácio e de famílias nobre por todo o Reino Unido.

Leia também: Príncipe Harry processa jornais por colocarem escutas telefônicas

A Rainha tradicionalmente entrega os presentes para os funcionários em uma sala no Palácio de Buckingham duas semanas antes do Natal. “Nós fazíamos uma fila, e ela entregava pessoalmente os presentes para cada um de nós. Ela nos dizia algo muito breve, como ‘obrigada pela ajuda durante o ano’, e nos desejava um feliz Natal”, revelou o ex-funcionário.

Leia também: Mulher que acusa príncipe Andrew de estupro processa o falecido Jeffrey Epstein

Sobre os presentes escolhidos pela Rainha Elizabeth , o entrevistado contou que eles variam: “Às vezes é um vale presente para uma livraria, às vezes uma peça de porcelana, ou mesmo um pudim de Natal. E todos vêm com um cartão assinado por ela e pelo Príncipe Philip”.

Veja Mais:  Caso Neymar acirra briga pela audiência entre Record e SBT

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Famosos

Atriz da Globo é traída pelo namorado com modelo; assista ao vídeo

Publicado

source

Por essa nem a coluna esperava. O chef de cozinha Alessandro Mota, leia-se namorado de Dandara Mariana, atriz da Globo , foi filmado traindo a artista com uma modelo. Nas imagens que a coluna teve acesso com exclusividade, Alessandro aparece aos beijos com uma moça chamada Alana Oliveira.

Leia também: Caio Castro não assume Grazi por estar pegando outra ao mesmo tempo

Dandara Mariana arrow-options
Divulgação

Dandara Mariana

O flagra aconteceu no último domingo (08), em um bar no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Quem estava no local notou, inclusive, que o namorado da atriz da Globo tinha até crises de ciúmes de quem se aproximava demais de Alana, que no caso, é sua vizinha.

Leia também: Atriz fala sobre abusos e Faustão interrompe: “Não é o programa da Fátima”

Enquanto o chef estava aos beijos com outra mulher, Dandara Mariana disputava mais uma rodada do “Dança dos Famosos”, do “Domingão do Faustão “, em São Paulo. A coluna enviou o vídeo do flagra para a assessoria da atriz, que optou não comentar o assunto.

Leia também: Nota para Dandara Mariana no “Dança dos Famosos” causa desconforto no público

A atriz da Globo e Alessandro reataram o namoro há poucas semanas, após o casal ter dado um tempo no relacionamento. No curto período em que esteve solteira, Dandara ficou com o ator Caio Castro. Mas o affair terminou depois que ela descobriu que estava em meio a um triângulo amoroso com Grazi Massafera.

Veja Mais:  Paula Fernandes fica de fora da lista de convidados da estreia de “AMIGOS”

Assista ao vídeo:


Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Famosos

Após alegar agressão, atriz da Globo é condenada a indenizar namorado

Publicado

source

Douglas Sampaio saiu vitorioso no processo por danos morais movido contra sua ex-namorada Jeniffer Oliveira. A ação teve início após ele ter sido difamado e pintado por ela publicamente como agressor. A atriz da Globo foi condenada a pagar R$ 10 mil de indenização com juros e correção monetária desde o dia do episódio em que os dois protagonizaram uma briga em um restaurante do Rio, em 2018.

Leia também: Jeniffer Oliveira sobre agressão: “É cômodo que mulheres sejam loucas”

Atriz Jeniffer Oliveira arrow-options
Reprodução/ Instagram

Atriz Jeniffer Oliveira


Leia também: Jeniffer Oliveira aponta motivos para suposta agressão do namorado

Sylvio Guerra, advogado de Douglas Sampaio , disse que vai recorrer da decisão por conta do valor estipulado pelo juiz. “Não concordo com o valor que o juiz arbitrou e vou recorrer da sentença, tendo em vista que eu requeri R$ 100 mil e ele deu apenas R$ 10 mil. Ele não levou em consideração as imagens (das câmeras de segurança que mostram que de fato não houve agressão como relatado por Jeniffer) que eu exibi das mídias. Entretanto, estamos muito felizes pela vitória”, disse o advogado do ator à coluna.

Douglas Sampaio arrow-options
Reprodução/Instagram

Douglas Sampaio

Leia também: Atriz de “Malhação”, Jeniffer Oliveira, acusa ex-namorado de agressão física

Em junho de 2018, Jeniffer Oliveira publicou imagens de seu corpo com hematomas, alegando ter sido agredida por seu então namorado Douglas Sampaio, enquanto o casal curtia uma noitada em um restaurante bar no Rio. Na ocasião, ela chegou a registrar queixa contra o ator da Globo em uma delegacia por agressão. No entanto, no decorrer da investigação as câmeras de segurança do restaurante revelaram que não houve agressão e Douglas foi inocentado da acusação.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Veja Mais:  Mudanças na Lei Rouanet serão divulgadas oficialmente e dividem produtores
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana