conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Curiosidades

Amamentação prolongada: mãe é criticada por amamentar filha até quase10 anos

Publicado

A norte-americana Sharon Spink, 50 anos, é protagonista de um surpreendente caso de amamentação prolongada: ela conseguiu amamentar sua filha Charlotte por nove anos e nove meses. No entanto, essa jornada não foi fácil. Ao site “Practical Parenting”, ela conta que foi muito criticada ao longo desses anos por ainda amamentar a filha.

Leia também: Amamentação tardia rende críticas e mãe responde nas redes sociais

Em caso de amamentação prolongada, norte-americana amamenta a filha até os nove anos e nove meses de idade
Reprodução/Facebook

Em caso de amamentação prolongada, norte-americana amamenta a filha até os nove anos e nove meses de idade

Sharon conta já havia tentado a amamentação prolongada com seus outros três filhos, mas não deu certo. “Amamentei meus dois primeiros filhos por algumas semanas e a Isabel por cerca de seis meses, mas tive problemas e senti falta de apoio. Quando Isabel tinha quatro meses, ela emagreceu e eu tive que suplementar com fórmula. Por isso, eu estava determinada a amamentar Charlotte até quando ela quisesse”, diz. E isso durou quase 10 anos.

“É bom para a criança controlar quando ela quer desmamar, em vez de forçar o problema. Ela naturalmente se desmamou no início deste ano. Foi um processo gradual e a escolha foi dela. Charlotte ainda mamava uma vez por mês ou quando não se sentia bem. Agora ela não faz mais isso”, fala a mãe.

Leia também: Amamentação tardia: mãe posta foto com filha de dois anos e é criticada

Veja Mais:  Sologamia: mulher se “casa” com ela mesma para celebrar o amor próprio

Detalhes da amamentação prolongada

Mãe defende que a amamentação prolongada estreitou os laços com a filha e proporcionou uma série de benefícios à saúde
Reprodução/Facebook

Mãe defende que a amamentação prolongada estreitou os laços com a filha e proporcionou uma série de benefícios à saúde

O objetivo inicial de Sharon era ultrapassar a marca de dois anos, recomendada pela Organização Mundial da Saúde, sendo os seis primeiros meses de aleitamento exclusivo e até os dois anos ou mais de forma complementar. No entanto, Charlotte foi longe.

“Quando ela tinha quatro anos e já dormia a noite toda no quarto dela, eu nem percebia quando vinha mamar na minha cama. Eu acordava e sempre perguntava se ela tinha mamado e a resposta era sim”, relata a mãe.

Aos cinco anos de idade, Charlotte mamava cerca de três vezes por dia. Essa frequência foi diminuindo gradualmente até ficar apenas uma vez por mês. A mãe ainda fala que a partir dessa idade, parou de amamentar a filha em locais públicos e a orientou a não falar sobre isso com as pessoas por conta dos comentários negativos que recebia. De acordo com Sharon, as poucas pessoas que a apoiavam eram mães engajadas na causa da amamentação.

Apesar das críticas, ela não hesitou em continuar amamentando a filha. “O desmame natural e progressivo foi o que idealizei para nós. Eu espero, quando ela for mais velha, que se lembre de todo sentimento de conforto e segurança. O peito era uma segurança para Charlotte. As crianças acham muito conforto no seio, e quanto mais elas envelhecem, mais precisam deste conforto muito mais do que nutrição.”

Veja Mais:  Noiva admite engordar madrinhas para ser “a mais bonita” nas fotos de casamento

Leia também: “É a conexão mais profunda”, diz mãe deficiente visual sobre amamentação

Além do vínculo afetivo que a amamentação proporcionou, Sharon reconhece os benefícios para o sistema imunológico da filha.  “Charlotte é muito saudável e raramente fica doente devido aos benefícios do meu leite. Ela não teve nenhuma infecção no ouvido, tosse ou resfriado por um longo tempo.”

Sharon finaliza dizendo que a amamentação prolongada é muito mais comum do que se imagina e encoraja as outras mães a fazerem o mesmo. “Eu só quero dizer para as mães que estão se perguntando ‘devo ou não devo?’ que isso é normal e faz bem para as crianças. Sinto que meu corpo fez o que deveria ser feito. Temos que apoiar as mães sobre suas escolhas.”

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Curiosidades

Noiva sugere que madrinha grávida faça aborto para não “estragar casamento”

Publicado

Casos de “bridezillas” são mais comuns do que podemos imaginar. Dessa vez, a atitude de mais uma noiva deu o que falar. Em uma publicação em um grupo do Facebook, uma das madrinhas explica a situação constrangedora que viveu com uma de suas amigas durante o planejamento da cerimônia.

Leia também: Noiva expulsa convidados do casamento por levarem filhos sem permissão

noiva surtando no celular
shutterstock

Noiva sugere que madrinha faça aborto para não ter problemas em seu casamento; caso repercutiu negativamente

“Cerca de um ano antes do casamento, descobri que estava grávida. Sempre me disseram que eu não poderia ter filhos – e obviamente minha filha não estava planejada, mas engravidei. Então, contei à noiva e esperava que ela ficasse feliz com a notícia, mas não foi isso que aconteceu”, começa.

A mulher continua a explicação. “Ela, imediatamente, me disse que eu ficaria tão estressada em escolher meu vestido no pós-parto . Ainda me lembrou que era um casamento que não teria crianças e, após explicar o quanto isso seria difícil para mim, me questionou, por mensagem de texto, se eu não achava melhor fazer um aborto”, diz.

Leia também: Noiva é criticada após alegar que madrinha grávida vai acabar com seu casamento

A autora da publicação diz que precisou ler a mensagem várias vezes antes de acreditar que era verdade. “Perguntei se ela havia sugerido aquilo de forma séria para que eu fizesse o seu casamento ser mais suave. Ela me disse que eu estava arruinando a minha vida e depois ligou para a mãe dela para que ela me falasse sobre o aborto”, explica.

Veja Mais:  Após mudar o nome da filha 3 vezes, mãe confessa que às vezes se confunde

Em seguida, conta que a mãe da noiva enviou uma mensagem. “Ela disse parabéns e falou que sempre estaria lá para me apoiar, não importa o que eu escolhesse, e para eu ligar para ela caso precisasse de orientação”, diz.

Leia também: Noiva não quer que irmã seja sua madrinha por estar “visivelmente grávida”

“Obviamente, não falei com a noiva novamente. Recebi o convite de casamento e nunca confirmei a minha presença. Uma gestante de oito meses tomou o meu lugar de madrinha e usou um vestido que facilmente teria acomodado o meu corpo pós-parto”, ressalta.

Repercussão nas redes sociais

noiva no celular
shutterstock

A história da noiva rendeu diversos comentários negativos na internet. “Realmente perturbador”, diz um

Alguns membros do grupo ficaram em choque com a história e a atitude da noiva . “Pedir a alguém para fazer um aborto para garantir que o casamento seja tranquilo é realmente perturbador”, diz um. “Inacreditável”, comenta outro. “Espero que você tenha amigos muito melhores agora”, sugere mais um.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Surpresa! Mulher só descobre gravidez na hora do parto

Publicado

A britânica Klara Dollan, de Londres, acordou e achou que seria mais um dia normal na sua rotina. No entanto, começou a sentir dores no estômago na hora de ir trabalhar. Mal sabia ela que, na verdade, tratava-se de uma gravidez.

Leia também: Adolescente acorda de coma e descobre que deu à luz 

Mulher com filha no parque
Reprodução/Facebook

Klara Dollan achou que estava apenas com dor de estômago, mas, na verdade, eram as contrações de uma gravidez surpresa

Para aliviar as dores, ela tomou apenas um parecetamol antes de seguir para o trabalho, afinal, era seu primeiro dia em um novo emprego. Ao site “The Guardian” , ela conta que algumas horas depois trabalhando seguiu passando mal e precisou voltar para casa. Lá, descobriu que o mal-estar era, na verdade, uma gravidez e, sozinha, deu à luz uma menina em seu próprio banheiro.

Klara fala que um vizinho a ouviu gritando e chamou uma ambulância. Apesar de toda a confusão a filha, Amelia, nasceu saudável.

Leia também: Mulher descobre gestação 30 minutos antes do parto acontecer

Gravidez surpresa

Mãe e filha sentadas no parque
Reprodução/Facebook

A britânica estava acostumada a não ficar menstruada e tomava anticoncepcional, por isso nem chegou a cogitar gravidez

A britânica conta que estava acostumada a não ficar menstruada e que tomava pílula anticoncepcional para se prevenir, mas havia parado por duas semanas. Klara chegou a ganhar peso, mas achou que era uma consequência do fim do relacionamento com o pai da criança. Não desconfiava que estava grávida .

Veja Mais:  Confira as 5 multas mais absurdas já registradas no Brasil

“Não havia nada aparecendo. Eu não estava sentindo nada. Não tinha sintomas, desejos, náusea, nada”, fala ela ao jornal. Por conta disso, a hora de dar à luz foi uma grande surpresa. “Meu corpo estava apenas me dizendo para acabar com aquela dor. Então, vi uma cabeça saindo. Eu fiquei em choque absoluto”, lembra.

Leia também: Com barriga chapada, mulher descobre que estava grávida apenas no 9º mês

De acordo com as informações do “The Guardian”, é mais comum do que se imagina uma mulher seguir com uma gestação sem saber. Inclusive, existe um nome para o fenômeno. Para os médicos, chama-se “ gravidez enigmática”. Um estudo publicado em 2002 no “British Medical Journal” aponta que acontece em cerca de uma em cada 2,5 mil gestações.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Sogra descobre que não terá netos e pede reembolso pelo casamento do filho

Publicado

A sociedade é um reduto de pressões… Se o casal está junto a mais tempo, logo vem a pergunta: “Quando sai o casamento?”. Se já são casados, a pressão é pela chegada dos filhos. Esse tema gerou uma briga grande em família entre uma sogra e uma nora, que resolveu desabafar em um fórum online.

Sogra clama por netos, mas não sabe que filho fez vasectomia e nora ligou as trompas. Veja detalhes dessa história
shutterstock

Sogra clama por netos, mas não sabe que filho fez vasectomia e nora ligou as trompas. Veja detalhes dessa história

Leia também: Por que engravidar no mundo atual não é uma opção para estas mulheres

Sem se identificar, a mulher fez um post no Reedit detalhando relacionamento difícil com a sogra por causa da cobrança incessante por netos. A história envolve crise de choro e até um pedido de reembolso pelo que foi gasto no casamento.

Sogra x nora

Sogra vive em pé de guerra com a nora porque sonha com netos, e briga familiar vai parar em fórum online
shutterstock

Sogra vive em pé de guerra com a nora porque sonha com netos, e briga familiar vai parar em fórum online

De acordo com a mulher em seu relato no fórum, a mãe do marido fazia perguntas sobre quando viriam os netos desde a época do noivado. Tudo só piorou depois da união, mesmo que ela e marido, que hoje já são casados há cinco anos, tenham deixado claro que estão 100% seguros que não querem ter filhos.

Leia também: Como é criar uma criança em um mundo que diz abertamente que odeia crianças?

Veja Mais:  Noiva admite engordar madrinhas para ser “a mais bonita” nas fotos de casamento

A mulher conta ainda que o marido já passou por uma  vasectomia e ela fez laqueadura. Entretanto, ela diz que até pouco tempo a sogra não sabia desses procedimentos.

Ela detalha ainda mais um episódio complicado com a mãe do marido. Recentemente, em um churrasco de família , a mulher ficou controlando o que a autora do post iria beber porque um filho poderia estar a caminho.

“Ela disse: ‘Por favor, é hora de vocês finalmente levarem isso a sério. Deixe essa cerveja de lado e finalmente diga que podemos esperar que vocês estão tornando a família algo oficial”.

A autora do post fala ainda que a conversa sobre os netos durou 15 minutos, até que ela perdeu a paciência e contou sobre as cirurgias dela e do marido para não terem filhos.

Ela diz que a mãe do marido não reagiu nada bem à notícia, chorou e ainda fez uma exigência: queria o reembolso do valor que havia pago no casamento do filho com a nora – 400 libras usadas no jantar de ensaio para o casamento.

No fórum, a mulher quer saber se a atitude dela foi errada e também opniões sobre a exigência da “monster-in-law”. A discussão, segundo reportagem do Mirror, já soma mais de 300 comentários e muitos apoiam a nora.

“Você não está errada. Odeio pessoas que fazem pressão sobre decisões importantes das nossas vidas. Não é a vida e não é uma escolha dela vocês terem ou nõ filhos”, escreve um usuário do Reddit.

Veja Mais:  Homem forja próprio sequestro para fugir de casamento em São Paulo

Outro acha que o valor exigido pela sogra é até pouco comparado a toda dor de cabeça que parece ter sido os últimos anos. “Não parece um preço alto para calá-la para sempre”.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana