conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mulher

Após quase 70 anos, mãe encontra filha que achou que havia morrido no parto

Publicado

A norte-americana Genevieve Purinton passou 88 anos da sua vida acreditando ter perdido sua filha na hora do parto. “Eu pedi para ver o bebê e eles disseram que ela morreu, isso é tudo o que eu me lembro”, conta ao “NBC NEWS” sobre o parto que aconteceu em 1949. No entanto, o que a mãe não imaginava era que 69 anos depois ela descobriria que, na verdade, sua filha está viva.

Leia também: Mulher reencontra filho três décadas depois de entregá-lo para adoção


Após quase 70 anos separadas, mãe tem encontro emocionante com filha que achou que havia morrido na hora do parto
Reprodução/Instagram

Após quase 70 anos separadas, mãe tem encontro emocionante com filha que achou que havia morrido na hora do parto

O que acontece é que a informação que Genevieve tinha sobre sua filha era falsa. Na realidade, Connie Moultroup foi adotada e viveu a maior parte da vida sem conhecer a mãe biológica. No entanto, hoje, com 69 anos de idade, Connie finalmente pôde se encontrar com a matriarca.

O contato entre as duas só  foi possível graças a um kit de teste de DNA feito nos Estados Unidos que ajuda a saber quem são seus ancestrais.

Mãe e filha se encontram


O encontro entre mãe e filha foi possível graças a um kit de teste de DNA que te permite encontrar seus ancestrais
Reprodução/Instagram

O encontro entre mãe e filha foi possível graças a um kit de teste de DNA que te permite encontrar seus ancestrais

Quem fez o teste foi a filha de Connie, Bonnie Chase, 50 anos. Ela comprou o KIT de DNA nas festas de 2017 para testar seus próprios genes. No entanto, Bonnie acabou descobrindo alguns primos e ficou sabendo sobre Genevieve. “Minha mãe sempre fantasiava sobre a minha avó biológica. Era o sonho da vida dela conhecer minha vó”, comenta.

Veja Mais:  Alergia e intolerância alimentar: como identificar os sintomas?

Leia também: Após encontrar foto antiga, mulher descobre que filho “viaja no tempo”

A história chegou até Genevieve que descobriu o telefone da filha e ligou para ela contando que achava que era sua mãe biológica. “Nós choramos muito. Foram muitas lágrimas o tempo todo desde então. Tem sido realmente incrível”, fala Connie. Ela ainda comenta que descobriu qual seria seu nome original, Margaret Ann Mitch.

“Foi como um presente de Natal legal que mudou completamente nossas vidas”, diz a neta Bonnie.

Leia também: Depois de 10 anos, mulher encontra irmã gêmea de filha adotada

Jasmin Jimenez, porta-voz da AncestryDNA, empresa responsável pelo teste de DNA afirma que está feliz pelo fato da empresa ter ajudado a promover o encontro entre mãe e filha quase 70 anos depois. “Desejamos a ela e a sua família o melhor, e que isso seja apenas o começo de um relacionamento duradouro”, fala.

Comentários Facebook

Mulher

Madrinha não quer ir à despedida de solteira: “Cheio de pessoas bêbadas”

Publicado

Uma madrinha passa por um dilema e resolveu pedir ajuda aos internautas do Reddit. Ela tem um parente que está com câncer e não deseja comparecer à despedida de solteira da noiva por não querer passar a noite rodeada de “pessoas bêbadas”.

Leia também: Noiva pede que madrinha mude cor dos cabelos para que evitar “concorrência”


madrinha chorando no casamento
shutterstock

Madrinha diz que está sem clima para festas e, por isso, não deseja participar da despedida de solteira da amiga


Na rede social, a madrinha começa o texto explicando a situação debilitada do parente. Entre outras coisas, a mulher diz que ele está internado e recebeu a sentença de que tem poucos dias de vida.

“Ele é a única prioridade da minha família agora e estamos todos devastados. Ele está sofrendo e passamos nossos dias no hospital”, conta ela. Em seguida, a dama de honra pontua que não está com nenhuma vontade de festejar devido aos acontecimentos recentes.

“Eu não quero comparecer [ao casamento]. Não posso pensar em nada pior agora do que receber um grupo de 14 convidados, agir feliz – sendo que fiquei chorando na última semana –, e passar minha noite em um clube cheio de pessoas bêbadas”, diz a madrinha.

A noiva não reagiu como o esperado

Ela, então, decidiu conversar com a noiva para explicar a situação e informar que não queria mais ir à despedida de solteira . A amiga, no entanto, exigiu a participação dela. “Ela nem sequer considera a possibilidade de eu não estar presente”, relata.

Veja Mais:  Alergia e intolerância alimentar: como identificar os sintomas?

Leia também: Noivado termina após cachorro passar mal em festa de despedida de solteira

A dama de honra afirma que esperava mais compreensão por parte da amiga, visto que ela perdeu o pai há alguns anos, vítima de câncer. “Meu namorado e minha família acham que ela está sendo ridícula”, escreve ela no texto.

“Estou ficando irritada por ela não me dar a opção de fazer o que eu preciso. Eu não quero decepcioná-la, pois ela significa muito para mim, mas não estou em posição de apoiar ela e a sua festa agora”, explica a mulher.

O desabafo rendeu mais de 40 opiniões sobre o assunto, a maioria delas declarando que a mulher não deve satisfação à noiva. “Você e sua família vêm em primeiro lugar”, responde um usuário da rede social.

Outro pediu para ela ser mais direta: “Ela não está sendo uma bridezilla porque você apenas sugeriu que não quer ir. Você precisa dizer que você não vai”, comenta. A madrinha rebateu destacando que a amiga não reagiu bem quando ela tentou dizer que não iria.

Leia também: Madrinha descobre traição de padrinho – e ex-noivo – antes de casamento da amiga

Um internauta diz ter entendido a noiva. “Ela ainda pode pensar que sair à noite seria bom para você”, opina. “Por favor, diga a ela de forma clara que você está emocionalmente exausta e sofrendo. Se ela é uma boa amiga, ficará chateada, mas vai compreender”, acrescenta ele.

Veja Mais:  Educação sexual das meninas deve começar em casa com vibrador, diz especialista

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

3 maneiras de hidratar o cabelo usando bicarbonato, vinagre de maçã e limão

Publicado

Existem mil e uma  receitas caseiras para cuidar dos fios, cada uma com um propósito diferente . Quando a ideia é hidratar o cabelo, há alguns ingredientes que são mais conhecidos e bem fáceis de achar no mercado, como é o caso do limão, do bicarbonato de sódio e do vinagre de maçã. 


cabelo hidratado
shutterstock

Alguns ingredientes simples, como bicarbonato de sódio, vinagre de maçã e limão podem ajudar na hora de hidratar o cabelo


Além de ser uma forma econômica de hidratar o cabelo , esses ingredientes ajudam a dar um aspecto saudável aos fios, além de deixá-los soltos, sedosos e com brilho por mais tempo. Se você quer aprender como incluir essas receitas fáceis de fazer em casa na sua rotina de beleza, o tricologia Carlos Henrique Camilo dá as dicas abaixo:


1. Hiratar o cabelo com bicarbonato de sódio

“O bicarbonato de sódio evita o acúmulo de resíduos no couro cabeludo, pois ele age na limpeza profunda dos fios e da cabeça”, explica o especialista. Segundo ele, o item é ótimo para eliminar o aspecto sujo dos fios, ocasionados pelo suor, poluição e agentes externos.

Veja o modo de usar: 

  1. Dilua uma colher de sopa do bicarbonato de sódio em um copo de água morna;
  2. Aplique nos fios;
  3. Faça massagens nos fios e depois enxágue em água abundante.

O bicarbonato deve ser usado por, no máximo, duas vezes por semana.

Veja Mais:  Cosméticos multifuncionais: vale a pena fazer esse investimento?

2. Hiratar o cabelo com vinagre de maçã

O vinagre de maçã serve para ser usado em conjunto com o bicarbonato e dar um resultado ainda melhor para a receita anterior. “De acordo com o Ph do vinagre, ele agirá em dupla com o bicarbonato e, enquanto um age limpando profundamente, o outro fecha as cutículas, exatamente como um bom shampoo, seguido de um bom condicionador”, diz Carlos. 

No caso, é só subsistuir a água morna pelo vinagre:

  1. Dilua uma colher de sopa do bicarbonato de sódio em um copo de vinagre de maça;
  2. Aplique nos fios;
  3. Faça massagens nos fios e depois enxágue em água abundante.

3. Hiratar o cabelo com limão

Falando de ingredientes baratos e que ajudam no ritual de beleza, não podemos esquecer do limão , que dá força para os fios, reduz a queda e dá um brilho extra aos cabelos. “Ele tem um Ph ácido e, por isso, faz uma limpeza profunda no couro cabeludo e reduzindo a oleosidade”, indica o tricologista.

Aprenda o passo a passo: 

  1. Esprema o suco de três limões;
  2. Misture com água morna;
  3. Passe nos fios e deixe agir por 5 minutos;
  4. Enxágue em água abundante.

Lave a cabeça com o seu  shampoo de uso habitual e use a mistura duas vezes por semana para hidratar o cabelo . Só não continue usando durante muito tempo, pois pode causar efeito contrário e deixar os fios ressecados. Também tenha cuidado ao tomar sol enquanto o produto estiver no cabelo ou na pele, já que ele pode provocar queimaduras.

Veja Mais:  Mãe de trigêmeos mostra barriga pós-parto: “Oque uma mulher precisa passar”

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

7 maneiras de melhorar seus resultados na corrida

Publicado

Women's Health

De acordo com dados da Running USA, organização que promove a prática da corrida nos EUA, o sexo feminino já é maioria em provas de 5 km, 10 km e meia maratona (21 km) lá no país.


amigas correndo
shutterstock

A corrida tem conquistado cada vez mais mulheres e há algumas táticas que você pode adotar para melhorar seu desempenho

Leia também: É corredor de rua? 5 exercícios para melhorar desempenho e ganhar velocidade

Aqui no Brasil, o caminho parece ser o mesmo. Na última Maratona do Rio de
Janeiro, realizada em junho, 67% dos participantes na corrida de 6 km e 55% na de
21 km eram mulheres.

Se você faz parte (ou pretende fazer) desse grupo, confira algumas dicas para melhorar seus resultados na corrida.

7 segredos para melhorar seus resultados na corrida

1. Foque nos minutos

“Para quem está começando, é mais indicado para garantir bons resultados na corrida é fazer treinos que têm como meta correr por tempo do que por distância”, acredita Mirinda Carfrae, triatleta australiana. Assim fica mais fácil garantir que a atividade física tenha duração suficiente para o seu corpo evoluir.

Além disso, você joga para fora a preocupação de ter de cumprir uma quilometragem. Procure fazer três treinos de 20 a 40 minutos por semana, em dias alternados. Você vai perceber melhora a cada dia.

Veja Mais:  Amamentação prolongada rende críticas e mãe responde nas redes sociais

2. Respeite o descanso

Correr é viciante, você vai ver. No entanto não cometa o erro de sair para treinar todos os dias. “É muito importante respeitar o tempo que seu organismo precisa para se recuperar após uma atividade física (geralmente de 24 a 48 horas). Se não fizer isso, você pode sofrer uma lesão ou prejudicar sua evolução no esporte e até a sua saúde”, alerta Juliana Oruê, educadora física e coordenadora da Universidade da Corrida (UniRun), em Jundiaí (SP).

3. Aposte na caminhada

Caso não consiga correr durante todo o treino, você pode andar sem culpa. “Alternar corrida com  caminhada é uma boa solução para melhorar o condicionamento. Muitas vezes, é melhor fazer uma atividade assim por 40 minutos do que tentar correr e não completar o treino porque ficou cansada demais”, orienta Daniel Neves, treinador e coordenador técnico da assessoria esportiva DPN Run, em São Paulo.

Inicialmente, você pode correr dois minutos e andar dois até cumprir o tempo programado de exercício. “Quando sentir que ficou fácil, aumente o tempo de corrida e diminua o de caminhada. Continue progredindo desse modo e logo você irá conseguir correr sem parar por 20 ou 30 minutos”, completa Daniel.

4. Ajuste a postura

Manter o posicionamento correto do corpo ao correr é importante para evitar lesões, além de fazer com que você se sinta confortável e economize energia para se mover – o que possibilita correr por mais tempo.

Veja Mais:  Mãe de trigêmeos mostra barriga pós-parto: “Oque uma mulher precisa passar”

“O ideal é flexionar os cotovelos em 90 graus e movimentar os braços para a frente e para trás, sempre ao lado do corpo. Não os deixe cruzar o tronco, isso causa desequilíbrio”, aconselha Bruna Guido, treinadora da assessoria esportiva MB Personal Trainers, em São Paulo.

Procure sempre manter seu corpo levemente inclinado para a frente. “Assim, a força da gravidade facilita a corrida”, indica Bruna, que também é atleta e está sempre no pódio das provas disputadas em São Paulo.

5. Inspire-se no HIIT

Treinos intervalados são ótimos para ganhar velocidade. Neles, você realiza séries de corrida em alta velocidade, com um período de descanso entre elas (oito acelerações de 200 metros com um minuto de intervalo entre eles, por exemplo). “Esse tipo de treino aumenta a capacidade aeróbica, o que faz com que o corpo seja capaz de suportar uma corrida mais rápida durante mais tempo”, diz Camilo Alves, treinador da assessoria esportiva Run & Fun, em São Paulo.

Importante: como os intervalados exigem bastante dos músculos, não é indicado que atletas iniciantes o realizem mais de uma vez por semana.

Leia também: Saiba como fazer um treino de HIIT sem riscos

6. Encare subidas sem medo

Não fuja das rampas, pois elas ajudam a dar força muscular, resistência e velocidade, além de queimar mais calorias, segundo uma pesquisa da University of Georgia (EUA). “Para superar as subidas, pise com a parte da frente do pé e dê passadas curtas e rápidas”, sugere Camilo.

Veja Mais:  Mulher conta como conseguiu emagrecer mais de 30 kg em apenas 7 meses

Procure incluir as ladeiras em sua rotina aos poucos, para permitir que o corpo se adapte. “No início, encarar um treino com subidas a cada dez dias já está
ótimo. Em pouco tempo você estará pronta para deixar qualquer inclinação para trás”, acredita Daniel.

7. Tenha cuidado com as descidas

Sim, depois de vencer uma grande subida, os declives são ótimos. No entanto correr ladeira abaixo exige boa técnica, pois o impacto nas articulações é maior que no plano. “Na descida, contraia o abdômen para manter o tronco estabilizado, aumente a frequência das passadas e aterrisse com a parte da frente do pé, não com o calcanhar”, ensina Bruna.

Mais: “Evite frear o corpo, pois isso gera uma sobrecarga nos músculos da parte de trás da coxa”, finaliza a treinadora.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana