conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Após superar roubo e furacão, Italo Ferreira vence de jeans e prancha emprestada

Publicado

Italo Ferreira arrow-options
ISA

Italo Ferreira venceu sua bateria com shorts jeans e prancha emprestada

O brasileiro Italo Ferreira precisou superar uma maratona de obstáculos para vencer sua bateria de estreia nos Jogos Mundiais de surfe, na praia de Miyasake, no Japão. Nesta terça-feira (10), o surfista foi direto do aeroporto para a disputa da competição sem bagagem nenhuma, e precisou improvisar.

Leia também: Discussão entre surfistas na praia termina com assassinato a facadas

Italo Ferreira chegou na praia faltando 9 minutos para o fim de sua bateria. Sem tempo, pegou uma prancha emprestada com o também brasileiro Filipe Toledo e entrou com a bermuda jeans que já estava usando. Apesar do tempo curto, Italo conseguiu pegar boas ondas e derrotar seus adversários.

“Do aeroporto direto para a bateria. Uma das coisas mais loucas que já fiz”, escreveu oo surfista em suas redes sociais.

A saga do brasileiro começou na última semana, quando teve carro e passaporte furtados na cidade de Los Angeles. No dia seguinte ele viajaria para o Japão , mas precisava de novos vistos para o país asiáticos e para os Estados Unidos, onde voltará na próxima semana.

Leia também: Gabriel Medina tem vídeo íntimo com duas garotas vazado na internet; assista

Ainda sem o visto americano, Italo Ferreira embarcou rumo ao Japão, mas oa chegar no país teve outro imprevisto: um furacão atingiu a cidade de Tóquio, o que atrasou mais ainda sua chegada em Miyazaki para a disputa dos Jogos Mundiais de surfe .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Mais:  “Ele me faz ser um jogador melhor”, diz Cristiano Ronaldo sobre Messi

Esportes

STJD descarta anulação de jogo entre Náutico e Paysandu pela Série C

Publicado

Náutico garantiu acesso para a série B nos pênaltis arrow-options
Reprodução/Instagram

Náutico garantiu acesso para a série B nos pênaltis

Por unanimidade, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) julgou improcedente o pedido do Paysandu de anulação da partida contra o Náutico, que garantiu o acesso da equipe pernambucana à Série B do Campeonato Brasileiro.

Leia também: Vídeo mostra jogador do Chelsea dando cabeçada antes de ser espancado em bar

O pedido da equipe paraense foi negado por 7 votos a 0. Depois de o relator, Mauro Marcelo de Lima e Silva, ter votado pela improcedência da solicitação, Otavio Noronha, Ronaldo Piacente, Rodrigo Raposo, José Perdiz e Antônio Vanderler também votaram contra o pedido de impugnação da partida , assim como o presidente do STJD , Paulo Cesar Salomão Filho.

Paysandu  entrou com o pedido de impugnação alegando que o time foi prejudicado pelo árbitro Leandro Vuaden , que marcou um pênalti polêmico a favor do  Náutico  aos 49 minutos do segundo tempo. O pedido de impugnação por parte do Paysandu teve o apoio da Federação Paraense de Futebol.

Vuaden assinalou o pênalti após a bola tocar na mão do jogador Uchôa. O Náutico converteu a penalidade, empatou o jogo em 2 a 2 e levou a decisão para a disputa de pênaltis. Nela, o Timbu saiu vencedor e garantiu o acesso à Série B do Brasileirão. A alegação do Paysandu era a de que o árbitro cometeu “grave erro de direito ao marcar erroneamente um tiro penal”.

Repercussão entre os torcedores

Com a decisão do STJD, os internautas não perderam tempo e passaram a postar memes, que logo viralizaram nas redes sociais. Veja alguns:


Internautas não perdoaram a derrota do Paysandu no STJD arrow-options
Reprodução

Internautas não perdoaram a derrota do Paysandu no STJD


Internautas não perdoaram a derrota do Paysandu no STJD arrow-options
Reprodução

Internautas não perdoaram a derrota do Paysandu no STJD


Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Antonio Brown é demitido do Patriots após acusações de estupro e assédio

Publicado

Antonio Brown arrow-options
Getty Images

Antonio Brown foi demitido do Patriots por conta da acusação de estupro sofrida

Após ser alvo de acusações de estupro e assédio, o jogador Antonio Brown não faz mais parte do elenco dos New England Patriots. O clube comunicou a decisão por meio de seu Twitter na tarde desta sexta-feira. O jogador era considerado a principal contratação da temporada na NFL, anunciado pelos atuais campeões no início deste mês. 

Leia também: Antonio Brown atira móveis do apartamento no 14º andar e quase mata criança

“O New England Patriots está dispensando Antonio Brown . Nós apreciamos o trabalho duro de muitas pessoas nos últimos 11 dias, mas sentimos que é melhor seguir outra direção nesse momento”, informa o comunicado, creditado a um porta-voz da franquia.

Nesta quinta-feira, o jornal Boston Globe já havia revelado que a Nike rescindiu o contrato de patrocínio com o wide receiver . Segundo a publicação, a fabricante já estudava o rompimento com o atleta, e tinha preocupação com relação ao cumprimento de clásulas contratuais, como aparições públicas. O jogador já havia perdido o patrocínio da Xenith, marca de capacetes de proteção, após as acusações.

Brown foi denunciado por uma ex-treinadora, Britney Taylor, que o acusou de tê-la assediado por três vezes entre os anos de 2017 e 2018, ter cometido um estupro na última delas. A defesa de Brown negou as acusações de Taylor e afirmou que a relação foi consensual.

Veja Mais:  Empresário é preso por assediar jogadores das categorias de base da Roma

Poucos dias depois, uma artista contou à revista Sports Illustrated que  Antonio Brown teria aparecido nu em um cômodo onde ela pintava um trabalho encomendado por ele. Novamente, o atleta negou a acusação. Além deste relato, a publicação trazia ainda depoimentos de 24 ex-funcionários do jogador, que relatavam “um padrão de comportamento bizarro” e assédio moral por parte do jogador. Além disso, a revista teria obtido acesso a 12 processos nos quais o jogador é acusado de não pagar seus funcionários.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Vídeo mostra jogador do Chelsea dando cabeçada antes de ser espancado em bar

Publicado

Drinkwater arrow-options
Reprodução

Drinkwater, meia do Chelsea e que está emprestado ao Burnley, foi espancado em bar

O meio-campista inglês Danny Drinkwater , que pertence ao Chelsea e está emprestado ao Burnley, também da Inglaterra, foi brutalmente espancado em um bar da cidade de Manchester há duas semanas.

Leia também: Jogador do Chelsea, Tammy Abraham é vítima de racismo e sofre ameaça de morte

Segundo o jornal The Sun, o atleta do Chelsea  foi atacado por um grupo de seis pessoas após tentar sair com a mulher de Kgosi Ntlhe, jogador do modesto Scunthorpe United e que também estava no local.

A publicação revela que  Drinkwater  “tentou insistentemente” sair com a mulher. “Ele não a ia deixar em paz”, afirmou uma fonte ao jornal. “Eu não me importo, cara. Ela irá para casa comigo”, teria dito o atleta, segundo essa mesma fonte.

Em imagens divulgadas pelo jornal, o jogador de 29 anos aparece se agarrando com o Ntlhe durante a briga, até o momento em que acerta uma cabeçada nele.

Após a confusão dentro do bar, os seguranças tiraram os envolvidos do local e, na rua, as coisas pioraram. “Acertaram ele com um objeto no rosto e no corpo. Estava batendo muito nele e pulando em sua perna, tentando quebrá-la”, relatou uma testemunha.

Veja Mais:  Em dia de despedidas de Ribéry e Robben, Bayern goleia e é campeão alemão

Leia também: Jorge Jesus recebeu proposta do Chelsea, mas preferiu o Flamengo

“Sabiam que ele era uma estrela da  Premier League. Foi muito desagradável, tinha sangue para todos os lados”, afirmou uma outra fonte ao jornal inglês.

Na semana anterior ao fato, após a derrota do Burnley diante do Liverpool por 3 a 0, ambos os times responsáveis por Drinkwater (Chelsea e o próprio Burnley) afirmaram que o jogador havia tido uma “lesão misteriosa” no tornozelo.

O atleta teve uma lesão séria nos ligamentos do tornozelo, fazendo com que ele fique fora dos gramados por um mês. Além disso, Drinkwater ficou com um olho roxo, testa inchada, ombros e braços machucados e uma bochecha cortada.

Leia também: Torcedores do Chelsea atacam restaurante de David Luiz: “Lixo, cheio de cobras”

“Danny está absolutamente humilhado agora e sabe que não pode mais se colocar em uma posição que essas coisas acontecem, independentemente de quem é o culpado”, afirmou um amigo do jogador do  Chelsea  ao The Sun.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana