conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Política MT

Assembleia participa de Conferência Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável

Publicado

Com o objetivo de participar das discussões sobre os projetos e práticas desenvolvidos em todo mundo para a promoção de uma economia com crescimento pleno, que se baseie no bem-estar social e que esteja centrada em reduzir os riscos ambientais e conservar o meio natural, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) integra a comitiva do estado na Terceira Conferência Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável, que acontece hoje e amanhã (10 e 11), na Cidade do Cabo, na África do Sul.

“A Assembleia, desde 2016, integra o programa estadual “Ciclos – Parceria para Economia Verde” (PEV-MT), que discute metodologias para o crescimento e fortalecimento das ações sustentáveis, e essa é uma oportunidade do parlamento mato-grossense acompanhar as legislações mais modernas que regulamentam as políticas públicas para o desenvolvimento sustentável”, destaca a servidora do Núcleo Ambiental Margareth Pozzobom. Segundo ela, trata-se de uma discussão muito atual sobre o contexto de desenvolvimento que considera a política econômica integrada às práticas sustentáveis de preservação dos recursos naturais e em consonância com o desenvolvimento social.

Para a coordenadora do Ciclos, Rita Chilleto a parceria entre os dois poderes garante todo arcabouço jurídico para implantar o sistema. “É importante destacar que Mato Grosso foi o primeiro estado brasileiro a aderir a Parceria para Ação pela Economia Verde (PAGE, na sigla em inglês), uma iniciativa conjunta da Economia Verde da UNIDO, OIT, UNITAR, PNUD e ONU Meio Ambiente”, afirma.

Veja Mais:  Botelho classifica 19ª legislatura como a ‘geração da transição’

Rita explica que, quando começou, em 2016, o comitê que compõe o Ciclos decidiu trabalhar em cinco eixos basicamente: uso de fontes de energia renováveis, estímulo à agricultura familiar sustentável, turismo sustentável, planejamento e ordenamento territorial e construções sustentáveis. Tudo isso para a promoção da economia verde, que busca conciliar a noção de produção de baixo carbono, o uso eficiente e sustentável dos recursos naturais e a inclusão social. E, com essas vertentes, teve início o trabalho para capacitar e orientar tecniciamente a sociedade para investir nestes ramos.

“A Assembleia, como membro do comitê, participa ativamente dos debates e dos planejamentos, contribuindo para que os projetos não fiquem na base de governo, mas que sejam um plano de estado, indiferente da mudança de representantes”, destaca Margareth.

Além do Executivo e do Legislativo também participam do projeto representante da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade de Mato Grosso (Unemat), Instituto de Federal de Educação de Mato Grosso (IFMT), além de Organizações Não Governamentais (ONGs).

Conferência Ministerial Page 2019 – O evento, que reúne participantes de diversos países entre representantes de governos, sociedade civil, setor privado, parceiros de desenvolvimento, pesquisadores, meios de comunicação e público em geral, visa divulgar estudos e experiências, ampliar parcerias e promover um debate aberto sobre o que é preciso para realizar a transição para uma economia verde, no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza.

Veja Mais:  Secretária de Meio Ambiente é convidada a participar de debate na AL

 A primeira conferência aconteceu em Dubai, em 2014, e a segunda em Berlim, em 2017. No encontro deste ano, as pautas são Finanças Verdes- como conseguir Recursos, Estratégias e Políticas para uma Economia Verde, Inclusão Econômica e Social e Consumo e Produção Sustentáveis ​​- Economia Circular.

Comentários Facebook

Política MT

Thiago Silva faz lançamento de projeto musical para crianças

Publicado

Foto: Assessoria

O deputado estadual Thiago Silva – MDB, fez o lançamento do projeto Tocando em Frente, em Rondonópolis. A iniciativa, que tem o apoio do parlamentar, apresenta como finalidade a formação de músicos para igrejas e comunidade em geral.

O lançamento da ação aconteceu em um dos polos do projeto, na Assembleia de Deus Ministério Madureira, região do Jardim Iguaçu. O trabalho vai atender jovens e adolescentes de 8 a 16 anos de idade, que tenham vontade de aprender a dominar acordes do violão e produzir música. “É uma bela inciativa. Hoje igrejas da cidade, de qualquer denominação, encontram dificuldade para formar músicos. Tenho certeza que essa iniciativa vai ajudar tanto na formação de novos talentos e incluir muitos jovens que não teriam condições de pagar aulas particulares. Além do mais eles receberão as orientações dentro de um templo religioso, o que afasta de perigos como a violência e drogas”, conta Thiago.

Além do Jardim Iguaçu, o Tocando em Frente também estará presente também em outros 4 polos, e terá capacidade inicial para 150 jovens. “Vamos começar com esses núcleos, onde identificamos uma grande demanda do público-alvo. Conforme a procura estudaremos a ampliação para outras regiões da cidada”, explica o pastor Jorge Estevan.

Os alunos terão como instrutor e renomado músico Valdick Arantes, que depois passar uma temporada na Europa volta para o Brasil para aplicar um método de aprendizagem para violão. “Lá no velho continente eles estimulam o aluno que teve um progresso maior a trabalhar com outro que com menos progresso. Dessa forma os dois aprendem e assim fica mais fácil evoluir. É um método bem prático. Logo esses garotos estarão espalhados pela cidade e darão muito o que falar. Essa é uma bela inciativa”.

Veja Mais:  Deputado apresenta Lei que garante transporte interestadual gratuito para jovens de baixa renda

Thiago Silva afirma ainda, que o trabalho poderá ser expandido para outros municípios, conforme os resultados obtidos em Rondonópolis. “Pela seriedade das pessoas que estão a frente do Tocando em Frente tenho certeza que será um sucesso. Apoiarei este projeto e assim que ele estiver a todo vapor em Rondonópolis vamos trabalhar pela implantação em outros municípios. Música é vida e forma cidadão de bem”, completa.

As aulas do Tocando em Frente são de graça. Informações estão disponíveis pelo telefone 9994-6224, com Flávia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputado defende Parque Tecnológico para Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) pediu, por forma de indicação, que o Governo do Estado, viabilize a implantação do Parque Tecnológico no município de Rondonópolis. O parlamentar esclarece na justificativa que o Parque Tecnológico tem como foco promover pesquisa e inovação e propiciar a cooperação entre instituições, universidades e empresas que atuam na área de tecnologia.
O parlamentar ainda explica que com o Parque Tecnológico o desenvolvimento de novas modalidades de pesquisa e gestão e até mesmo atração de indústrias pode ter um ganho em Rondonópolis e região.  “O nosso objetivo é que Rondonópolis possa agregar valor à matéria prima, exportar conhecimento para o Brasil e exterior, gerando assim emprego e renda, se tornando um polo tecnológico”, disse o parlamentar.
Thiago, quando foi vereador em Rondonópolis, trabalhou em diversos projetos ligados a área de tecnologia e educação. Ele foi o autor da lei que criou a Semana Municipal de Ciência e Tecnologia que instituiu a Feira de Ciência e Tecnologia e Inovação (Feciti), a Lei da Inovação, a medalha Jovem Cientista e o COMCITI – Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia, fomentando a discussão e incentivando a população na busca por troca de experiências e inovação tecnológica.
Na Assembleia, o deputado preside a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Deputados vistoriam escola a Escola Estadual José Pedro Gonçalves
Continue lendo

Política MT

Requerimento ao TRE pede informações sobre o desempenho do cadastramento biométrico do Araguaia

Publicado

Foto: Marcos Lopes

 Durante a sessão de quarta-feira (22.03) o deputado Dr. Eugênio (PSB) apresentou um requerimento pedindo informações ao Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), sobre o número do desempenho do cadastramento biométrico dos eleitores das cidades de Água Boa, Barra do Garças, Canarana e Nova Xavantina.

O pedido de informações apresentado pelo parlamentar visa o acompanhamento em números e percentuais de cadastros biométricos que foram efetivados nas 26 cidades que se encontram com o processo e prazo regulamentado pela Portaria CRE/MT nº 1/2019.

Recentemente, o parlamentar esteve em Água Boa e realizou o cadastramento biométrico. “Resido na cidade de Água Boa e já fiz meu cadastro, porém tenho recebido algumas indagações dos cidadãos acerca do processo em curso. Por isso quero ter em mãos os dados, para acompanhar de fato o processo”, argumenta Dr. Eugênio.

Na tribuna, Dr. Eugênio falou sobre o prazo estabelecido pelo TRE e destacou que “o gabinete recebeu um pedido de um aumento do prazo para o cadastramento que vence agora no final de março”.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Projeto de lei propõe que agentes penitenciários recebam cautela permanente de arma de fogo
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana