conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Política MT

Assembleia Social promove Semana das Crianças

Publicado

Criançada no Moto Grosso Brasil 2019

Foto: Karen Malagoli Bom mesmo é ganhar brinquedo!

Foto: Karen Malagoli Até a diretora Dani Paula entrou na brincadeira

Foto: Karen Malagoli

A Semana das Crianças da Assembleia Social se encerra como deve ser: pequenos gargalhando, brincando com palhaços, pulando corda, comendo cachorro-quente, ganhando presentes e cansando os tios e tias da equipe e das parcerias.

Além da entrega de presentes na Aldeia Umutina, do repasse de brinquedos na Creche Municipal Lais Amicucci, da festinha no Projeto Reforço Escolar (bairro Serra Dourada) e do Agendamento Escolar no espetáculo Fiu-Fiu (já noticiados), ainda houve um fim de semana com de atividades.

O sábado (12) começou na Escola Municipal Gracildes Melo Dantas, bairros Altos da Glória (próximo ao lixão de Cuiabá), em comemoração voltada para 300 crianças, quando a Assembleia Social disponibilizou a equipe de Assistência Social, para orientações às famílias e levantamento de demandas.

Na mesma tarde, a Assembleia Social foi parceira do Moto Grosso Brasil 2019, contribuindo com a estrutura do evento e proporcionando uma tarde inesquecível para crianças com câncer. Um passeio de limusine – do Hospital de Câncer ao Clube da Caixa, onde foi a ação, espetáculo de Palhaçaria e shows musicais.

Marya Eduarda Rocha (10 anos) e Antoniela Bertolini (8) – charmosa com uma tiara de orelhas de coelho – dançavam aos comandos das palhacinhas da tarde. Até a banda de rock estava no clima: todos vestidos de Batman – boa parte acabou de sair da infância, um grupo de maioria de adolescentes.

Veja Mais:  Projeto de lei aponta necessidade de mudanças na política de doação de órgãos

Paralelamente, parte da equipe de servidores da Assembleia Social participou do Dia das Crianças em Rosário Oeste, na comunidade do bairro Aeroporto, quando a ALMT disponibilizou ônibus para levar funcionários e voluntários da Ong Jovens Solidários e do Projeto Semear para brincar com as crianças.

Dia das Crianças é para brincar

O domingo (13) foi de brincadeiras no Espaço Multiuso do bairro Nova Esperança, localizado entre os polos Pedra 90 e Tijucal, na região do Coxipó, em Cuiabá. Houve desenho, pintura facial, massinha, cabo de guerra, pula corda, corrida do saco, queimada, futsal, bambolê… Tudo isso comandado pela Ong Jovens Solidários, que atendeu prontamente ao convite da Assembleia Social.

A unidade social da ALMT forneceu a estrutura para o evento: palco e sonorização, banheiros químicos, tendas, água, lanche e brinquedos. Além das equipes de trabalho dos Jovens Solidários, ainda passeavam entre as crianças uma Minnie e uma palhacinha. E, com rostinhos pintados, desfilavam pequenos super-heróis.

Rihana Marcela de Oliveira, de quatro anos, personificou uma ‘menina-maravilha’, enquanto manipulava o bambolê. De poucas palavras, contou que gosta da Mulher Maravilha de tal forma que ganhou da avó uma camiseta da personagem.

Já no fim da manhã, formaram-se as filas para ganhar os brinquedos, entregues pelas mãos do presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), e parceiros. O evento contou ainda com a representação da deputada Janaina Riva (MDB), por meio da chefe de gabinete Quézia Limoeiro.

Veja Mais:  Medicamentos poderão ser distribuídos gratuitamente à população carente de MT

“A gente trabalha de domingo a domingo, cansa, mas sai de energia renovada de ver a alegria dessa criançada. É uma honra ser instrumento de acolhimento a esses pequeninos que, assim como todo mundo, merecem celebrar”, comentou Daniella Paula Oliveira, diretora da Assembleia Social.

Além das ações listadas a Assembleia Social contribuiu com outras iniciativas promovidas por entidades filantrópicas, como a Associação de Amigos do Bairro CPA e a Ong Voluntários da Alegria, por meio do repasse de brinquedos.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Moradores de Barão de Melgaço reclamam de valores abusivos nas contas de energia

Publicado

Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

 Na manhã de segunda-feira (11), o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC), presidente da CPI da Energisa na Assembleia Legislativa (ALMT) participou de uma audiência pública na Câmara Municipal de Barão de Melgaço (cerca de 110 km de Cuiabá), para debater os aumentos abusivos nas contas de energia e a baixa qualidade dos serviços prestados à população pela empresa concessionária de energia elétrica Energisa S/A.

O parlamentar ouviu diversos depoimentos de pessoas que estão se sentindo prejudicadas pela empresa. Entre eles,  o de um morador da cidade, dizendo que costumava pagar R$ 300,00 de energia e, nos últimos meses, a fatura chegou a R$ 900,00. E por esse motivo acabou tendo que fazer empréstimo para saldar a conta.

"Minha conta vinha pouco mais de R$ 300,00. De repente foi pra mais de R$900,00 e, como eu estava sem dinheiro, tive que fazer um empréstimo para pagar”, conta o idoso.

Para Benedito, a empresa Energisa está prejudicando muito os moradores e também o comércio da cidade. "O mau funcionamento da energia na cidade tem prejudicado minha família. Meu filho tem sorveteria e, para produzir e conservar o produto, ele depende 100 % de energia e o meu genro, que é cabeleireiro, também não tem como exercer a sua profissão sem energia”, disse o morador, indignado.

Josias é outro que está tendo seu comércio afetado pela falta de energia e pelo aumento abusivo nas faturas. “Geralmente, quando estou com a pousada cheia hóspedes, a energia acaba e demora três ou mais horas para voltar, já aconteceu de retornar só no dia seguinte. Mais o problema maior é o abuso nas contas. Eu costumava pagar cerca de R$ 600,00 mensal e no mês de setembro a conta chegou a mais de R$ 5.000,00, e isso no momento que a minha pousada menos recebe clientes. Terei que vender meu carro para pagar a fatura", contou desolado, o comerciante.

Veja Mais:  Medicamentos poderão ser distribuídos gratuitamente à população carente de MT

“Esses problemas afetam a todos nós. Não podemos nos calar temos que estar unidos nessa luta por um preço justo nas faturas de energia e por serviços de qualidade para toda a população matogrossense”, declarou o parlamentar.

Sob a presidência do deputado Elizeu Nascimento, foi instalada no dia 8 de outubro, na Assembleia Legislativa, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de averiguar possíveis irregularidades, praticadas pela Energisa. A comissão terá 180 dias para apurar os indícios de irregularidades e, nesse momento, está levantando todas essas denúncias.

A reunião, requerida pelo presidente da Câmara Municipal de Barão de Melgaço, vereador Ênio de Arruda Júnior, contou com a presença do prefeito da cidade, Elvio de Souza Queiroz, de autoridades locais e de centenas de moradores.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Comissão de Agropecuária e Regularização Fundiária limpa a pauta de projetos

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

A Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e Regularização Fundiária da ALMT, aprovou durante a reunião desta terça-feira (12), 11 projetos de leis e 17 processos do Intermat. Na oportunidade o presidente da Comissão, deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, disse que a equipe técnica recebeu três ofícios com respostas referentes a processos envolvendo análises de documentações. Outros seis processos aguardam respostas do Incra sobre à sobreposição de demarcação de terras.

“O Intermat não tem que ser um órgão arrecadador e sim regulador da questão fundiária. Assim o Estado vai ganhar bastante com esse método, por isso que, ultimamente, os processos estão caminhando para soluções rápidas”, explicou Nininho (PSD).

Para o vice-presidente da comissão, deputado Xuxu Dal Molin (PSC), os membros do grupo estão trabalhando para limpar a pauta em todas as reuniões. “Não estamos deixando acumular processos, pois isso prejudica o estado. Todos eles foram analisados e receberam aprovação, outros com pedidos de vista. Mas, o mais importante é não deixar ficar parados os documentos e estamos conseguindo, um exemplo disso, podemos citar a planta frigorífica de Nova Marilândia, que foi credenciada para exportação para a China”, ponderou ele.

O deputado destacou também que por intermédio de ações da comissão junto ao governo chinês, o Estado voltará a exportar carne. “Mato Grosso cresceu muito e essa comissão trabalha em prol do desenvolvimento do estado. O que me preocupa é que até agora ninguém sentou entre os Poderes para discutir gestão ou enxugamento de despesa", disse. 

Veja Mais:  Projeto de Lei de Max Russi quer facilitar identificação em bancos de dados públicos e evitar fraudes

De acordo com Dal Molin, atualmente, Mato Grosso não é mais competitivo como em épocas anteriores. Isso, segundo o deputado, traz preocupação com o futuro da agropecuária, que é considerada 70% da economia mato-grossense.

“A situação me preocupa e estamos observando esse problema. Não podemos atravessar o próximo ano sem colocar o dedo na ferida, principalmente, em gestão pública onde tem que enxugar a máquina e o estado voltar a ser competitivo e dar condições de trabalho para os servidores. Tem que diminuir a conta”, exemplifica o deputado.

Ao final da reunião, o deputado Nininho também reforçou a opinião de Dal Molin, explicando que o momento requer cuidados para o setor agropecuário, "pois o produtor e ocidadão de uma forma geral não aguenta mais taxa ou tributação. O governo está preocupado e prepara um projeto de adesão à reforma tributária nacional. Se nós não tivermos a sensibilidade de votarmos a reforma, o estado vai virar um caos. Somente este ano prevê um déficit de mais de um bilhão e trezentos milhões de reais. Vai ser discutido com a Assembleia e essa proposta, chegando aqui, entendo que vai evitar que medidas mais drásticas sejam tomadas”, concluiu o deputado. 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Relator vota favorável e ONG Anjos de Patas deve se tornar utilidade pública

Publicado

Foto: LENITA VIOLATO

O deputado estadual e relator na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), Silvio Fávero (PSL), concedeu parecer favorável ao Projeto de Lei nº 1117/2019, que torna Utilidade Pública a Organização Não Governamental ‘Anjos de Patas’. De acordo com Fávero, a ‘Anjos de Patas’ cumpre às exigências previstas em lei, para que se receba o título de Utilidade Pública, como por exemplo, possuir Utilidade Pública Municipal e funcionamento há mais de um ano consecutivo, como consta no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). A proposta foi analisada nesta terça-feira (12).

A ONG está situada em Tapurah, cidade distante a 430 quilômetros da Capital mato-grossense. A ‘Anjos de Patas’ foi criada com o objetivo de proteger e resgatar animais abandonados e vítimas de maus-tratos. E, por ser uma entidade sem fins lucrativos, enfrenta dificuldades em manter não só o espaço onde abriga os animais, mas a manutenção do local, medicações, tratamentos dos considerados ‘anjos de patas’, além da alimentação diária.

Preocupado com isso, foi apresentado um projeto de lei que declara de Utilidade Pública Estadual a ‘ONG Anjos de Patas, com intuito de possibilitar que a mesma receba recursos financeiros do Poder Público, firmar convênios, receber verba por meio de emenda parlamentar e, principalmente, a possibilidade de receber apoio do estado para continuar a prestação de serviço.

“A iniciativa é justa e a causa é nobre, considerando que o abandono de animais é diário e pouquíssimas cidades possuem um planejamento previsto por lei para a vacinação e castração de animais de rua, além de outros cuidados necessários para evitar até mesmo a proliferação de zoonoses. E, em razão de o projeto cumprir as normas constitucionais e infraconstitucionais, meu relatório, sem dúvida, é favorável”, avaliou o relator, deputado Silvio Fávero.

Veja Mais:  Lúdio Cabral pede suspensão da tramitação da LDO

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana