conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Famosos

Autora de “After” espera que filme ajude jovens mulheres a assumir sexualidade

Publicado

 “Fallen” (2016), “Dezesseis Luas” (2013) e “Se Eu Ficar” (2014) são produções que miram o público infanto-juvenil e que tentaram reproduzir o grande fenômeno cultural que foi “Crepúsculo”. A série cinematográfica adaptada da obra de Stephenie Meyer gerou algumas fanfics – como são conhecidas as histórias criadas por fãs inspiradas por uma determinada obra. Assim nasceu “50 Tons de Cinza”, outro gigantesco fenômeno cultural que migrou dos livros para os cinemas e que agora suscita comparações com “After”, fanfic que rendeu quatro livros e cujo filme estreia em 11 de abril no Brasil.


A autora Anna Todd no centro com os protagonistas de After, Hero Fiennes Tiffin e Josephine Langford
Divulgação

A autora Anna Todd no centro com os protagonistas de After, Hero Fiennes Tiffin e Josephine Langford

Em “After” , Tessa Young (Josephine Langford) é uma estudante dedicada, filha obediente e namorada fiel, em seu primeiro semestre na faculdade, experiência que irá descortinar uma série de novas possibilidades para ela. É lá, por exemplo, que ela conhece Hardin Scott (Hero Fiennes-Tiffin), um encantador e rebelde garoto que a leva a questionar tudo o que ela pensava que sabia sobre si mesma e sobre o que ela quer para sua vida.

Leia também: “Homem-Aranha no Aranhaverso” investe na linguagem da HQ e moderniza personagem

No Brasil para promover o filme e seu novo livro “Stars – As Estrelas Entre Nós”, o primeiro volume de uma nova trilogia protagonizada por uma jovem mulher, a autora Anna Todd bateu um papo com o iG Gente  sobre as expectativas para o lançamento, como é escrever sobre sexo para jovens mulheres no mundo de hoje e como ela se parece mais com o rebelde Hardin do que com a heroína de sua obra mais famosa.

Veja Mais:  Bruna Marquezine é alfinetada por David Brasil após deixar de segui-lo

Anna Todd, em passagem anterior pelo Brasil, quando veio para a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo para divulgar After
Reprodução/Instagram

Anna Todd, em passagem anterior pelo Brasil, quando veio para a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo para divulgar After

“Eu não me incomodo com as comparações com ’ 50 Tons de Cinza ’, observa de pronto a americana de 29 anos, casada e mãe de um garoto. “Eu adoro escrever sobre questões que envolvem sexo e eu absolutamente amo ‘50 tons’. Amo o que ele fez pelas mulheres.  Eu não teria esse trabalho como escritora e não veria meu livro virar filme se não fosse por ele”.

Todd argumenta que apesar de perpassar temas de natureza sexual o filme não tem tantas cenas de sexo como o teaser sugere. “Isso é uma coisa do marketing”, revela ela. Todd diz que já assistiu ao filme e está muito feliz com o resultado. Ela admite que possa haver uma ou outra mudança em relação à versão que ela já assistiu e aquela que chegará às telas de cinema em alguns meses.

Leia também: “Avatar”, “Os Simpsons” e outros aniversariantes da cultura pop em 2019

A americana diz que sua obra e o filme, no qual ela participou ativamente desde o processo de roteirização até a escolha do elenco, tem o objetivo de ser progressista em relação à maneira como as meninas lidam com sua sexualidade. “Hollywood e toda a indústria cultural sempre permitiram que os meninos fossem meninos, mas geralmente recrimina um comportamento sexual mais liberal das garotas”, explica Todd novamente evocando os efeitos positivos de um best-seller como o dela e o de E.L James. 

Veja Mais:  42ª Mostra de SP terá 19 longas cotados ao Oscar de melhor filme estrangeiro

A autora reconhece que há sim elementos autobiográficos em Tessa, mas diz ser mais parecida com Hardin do que com a protagonista da série. “Eu simplesmente tenho muito da impulsividade dele e de sua inquietação”.


Cena do filme After, que estreia em 11 de abril nos cinemas
Divulgação

Cena do filme After, que estreia em 11 de abril nos cinemas

Leia também: “Cinquenta Tons de Liberdade” põe fim à série sem abrir mão dos erros do passado

Todd argumenta que tinha consciência de que muita coisa do livro seria deixada de fora ou adaptada para o cinema, mas que ficou muito feliz de participar da produção do filme e de ser ouvida. “After” , que também é dirigido por uma mulher, Jenny Gage, representa uma das maiores expectativas da Diamond Films, distribuidora independente de filmes independente em países latinos, para 2018. A série já vendeu mais 11 milhões de exemplares em todo mundo.

Comentários Facebook

Famosos

Roteirista de “Bright”, da Netflix, recebe novas acusações de abuso sexual

Publicado

Max Landis, roteirista do filme “Bright”, foi acusado novamente de abuso sexual. De acordo com uma reportagem especial do site Daily Beast , oito mulheres contaram seus relatos, detalhando os abusos. 

Leia também: Acusado de assédio, Cuba Gooding Jr. alega inocência; investigação continua

Max Landis
Reprodução/Instagram

Max Landis é acusado de abuso sexual por oito mulheres


A reportagem começa com a declaração de Ani Baker, ex-namorada do roteirista, que publicou uma mensagem em seu Instagram. “Se você encontrou minha página via Max Landis , oi. Eu vou te falar algumas informações sobre ele, porque a experiência/relacionamento com essa pessoa é realmente destrutivo, cheia de dor e um trabalho emocional que você não precisa gastar a sua energia e tempo”, declarou.

Leia também: Caio Blat curte comentário de fã e renova polêmica de assédio

Baker recebeu diversas histórias de outras mulheres que também acusaram o cineasta de ter sido abusivo. Umas delas, Julie (que teve seu nome verdadeiro trocado), contou que se relacionou com Landis por dois anos.

“Isso se tornou obscuro e sombrio, conforme nosso relacionamento se tornava mais tumultuado. Isso me levou a ser mais abusada. Ele disse que me ver chorando o excitava e ele gritava e me humilhava até que eu chorava. Depois, ele fazia sexo comigo enquanto eu continuava a chorar, sem nenhum respeito ou esforço para fazer as coisas direito. Ele me sufocou até eu desmaiar e fez coisas degradantes que eu não consigo escrever no papel”, afirmou.

Veja Mais:  Em “Órfãos da Terra”, Helena e Elias sofrem grave acidente

Leia também: Kevin Spacey comparece, de surpresa, a julgamento por assédio

Uma outra jovem, Verônica, também relatou ter sido abusada por Max, dizendo que ele tentou fazer sexo com ela em um hotel. “Eu disse que estava desconfortável com a situação e não queria novamente. Ele ficou furioso e começou a gritar comigo, e jogou as coisas no quarto do hotel. Eu encolhi em um canto do quarto e ele se queixou que eu não estava sendo um bom encontro”, disse.

Esta não é a primeira vez que Max é acusado de algo tão grave. Em 2017, após o lançamento de “ Bright ”, ele também foi acusado de abuso sexual e assédio por uma atriz, Anna Akana. A partir daí, outras acusações contra ele vieram à tona.

Além do filme da Netflix, Max Landis também escreveu “Poder Sem Limites”, estrelado por Michael B. Jordan em 2012. Além disso, ele é filho do lendário cineasta John Landis, diretor de “Um Lobisomem Amricano em Londres”. Os dois, inclusive, trabalham num remake do filme. 

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Famosos

Sabrina Sato fala sobre corpo após maternidade: “ganhei mais curvas”

Publicado

Sabrina Sato é a capa da nova edição da  Women’s Health . Para a publicação, a apresentadora posou de roupas justas fazendo caras e bocas.

Leia também: Sabrina Sato entrega que casamento com Duda Nagle será ano que vem

Sabrina Sato
Divulgação/ Women’s Health

Sabrina Sato

Além dos cliques,  Sabrina Sato também aproveitou para falar sobre a maternidade e o pós-gestação. “Amamentação dá muito cansaço, nossa! A gente fica sem forças. Eu tinha muita energia e, amamentando, não tenho mais esse pique. Eu me canso rápido”, confessou a japonesa.

Leia também: Sabrina Sato surge só de toalha com Zoe e famosas se derretem: “Dia de banho”

Sabrina Sato
Divulgação/ Women’s Health

Sabrina Sato

Sinônimo de beleza e boa forma, a apresentadora mostrou tranquilidade e autoconfiança ao falar sobre a relação com o corpo nesta fase. “Minha nutróloga disse que meu corpo vai voltar, que era para curtir a gravidez, o pós-parto. Mas já fiz minhas campanhas fitness, usei biquíni com a família toda. Sempre fui uma pessoa muito bem resolvida com meu corpo. Estou nem aí”, garantiu à  Women’s Health .

A mudança no corpo, inclusive, está sendo muito bem recebida por ela: “Acho que meu peito está muito mais bonito, a barriga ainda está voltando. Acho legal que depois da gravidez ganhei mais curvas. Não tinha nada de quadril. Não achei ruim”.

Sabrina Sato
Divulgação/ Women’s Health

Sabrina Sato

Leia também: Sabrina Sato exibe corpão ao vestir maiô pela primeira vez após gravidez

Veja Mais:  Zezé Di Camargo posa ao lado de Sérgio Moro e divide opiniões nas redes sociais

Sem muita preocupação, ela ainda revelou que está sempre rodeada de comida em sua casa e, contrário do que muitos pensam,  Sabrina Sato afirma que não hesita em comer as guloseimas: “Então eu desço na cozinha, se estou com vontade de alguma coisa, e sempre tem comida sem ser light: feijão com linguiça, panquecas, lasanha, estrogonofe. Aí acabo atacando a comida dos outros”.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Famosos

Luciana Cardoso, esposa de Faustão, posa com bailarinas em viagem

Publicado

Luciana Cardoso, esposa do Faustão, vem usando suas redes sociais para publiar várias fotos de uma viagem que fez com algumas das bailarinas do “Domingão do Faustão”.

Leia também: Faustão recebe homenagem da esposa em aniversário: “Orgulho de estar a seu lado”

Luciana Cardoso e amigas
Reprodução/Instagram

Luciana Cardoso e amigas


Luciana Cardoso fez um cruzeiro ao lado das amigas por alguns países da Europa, como Itália, Grécia e Montenegro. No Instagram, a morena registrou os momentos mais legais da viagem.

Leia também: Mulher de Faustão festeja com equipe do “Domingão” e cativa famosos

“Todas trabalhadas nas cores. #naviodasminas”, intitulou uma dos cliques. Além dela, as bailarinas e repórteres da atração também publicaram fotos dos passeios em suas respectivas redes sociais.

Leia também: Mulher de Faustão usa vestido que casou para celebrar união: “ainda serve”

Luciana Cardoso e amigas
Reprodução/Instagram

Luciana Cardoso e amigas


Luciana Cardoso é casada com o apresentador há cerca de 16 anos e, juntos, os dois são pais de João Guilherme e Rodrigo. Além deles, Fausto ainda é pai de Lara, fruto de um relacionamento anterior.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Veja Mais:  42ª Mostra de SP terá 19 longas cotados ao Oscar de melhor filme estrangeiro
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana