conecte-se conosco


Economia

Banco do Brasil tem lucro de R$ 3,4 bilhões no terceiro trimestre

Publicado


Além do lucro: a carteira de crédito do Banco do Brasil atingiu R$ 686,3 bilhões em setembro de 2018, uma elevação de 0,1% em relação a junho e de 1,4% na comparação com setembro do ano passado
Reprodução/Facebook

Além do lucro: a carteira de crédito do Banco do Brasil atingiu R$ 686,3 bilhões em setembro de 2018, uma elevação de 0,1% em relação a junho e de 1,4% na comparação com setembro do ano passado

O Banco do Brasil teve lucro de R$ 3,4 bilhões no terceiro trimestre de 2018, 14,3% a mais do que no trimestre anterior. No mesmo período do ano passado, o lucro havia aumentado 12,8% ante o segundo trimestre de 2017. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (8), na cidade de São Paulo.

Leia também: Bancos brasileiros crescem no terceiro trimestre e têm maior lucro desde 2006

Ainda segundo o balanço do período, o lucro do Banco do Brasil foi de 165% ante o primeiro trimestre de 2016. A carteira de crédito atingiu R$ 686,3 bilhões em setembro de 2018, uma elevação de 0,1% em relação a junho e de 1,4% na comparação com setembro do ano passado.

De acordo com os dados, a carteira de crédito para as pessoas físicas cresceu 2% e atingiu R$ 184,6 bilhões em setembro. O aumento está relacionado à diversificação do mix, que inclui financiamento de veículos, cartão de crédito, financiamento imobiliário, crédito consignado, CDC Salário e empréstimo pessoal. Em junho de 2018, esse valor foi de R$181 bilhões.

As contratações de crédito imobiliário para pessoa física registraram alta de 73,1% de janeiro a setembro e totalizaram R$ 6,6 bilhões, ante os R$ 3,8 bilhões dos nove primeiros anos de 2017. O saldo da carteira de crédito imobiliário aumentou 9,9%, chegando em R$ 48 bilhões em setembro passado – mais de R$ 4 bilhões acima do registrado no mesmo mês de 2017.

Veja Mais:  Reforma Tributária deve priorizar empregos

Os dados mostram ainda que a carteira de pessoa jurídica somou R$ 263,9 bilhões em setembro, dos quais R$ 39 bilhões de micro e pequenas empresas (MPE) e R$ 224,9 bilhões de médias e grandes empresas e governo. O valor representa um aumento de 0,2% em relação a junho de 2018.

Leia também: Duas em cada três operações bancárias são feitas via internet e telefone

“A carteira das MPEs está em quase R$ 40 bilhões porque tem um perfil diferente de quando estava em um patamar de R$ 100 bilhões. Com este mix que estamos constituindo agora, é difícil atingir esse mesmo patamar em um curto espaço de tempo”, explicou o novo presidente do Banco do Brasil, Marcelo Labuto. “A expectativa é começar a retomar o crescimento a partir [dos dados coletados após o mês] de setembro”.

Níveis de inadimplência


A inadimplência do Banco do Brasil registrou queda no terceiro trimestre, ficando abaixo da média do mercado. “A expectativa é de que ainda há um grau de melhoria
Shutterstock

A inadimplência do Banco do Brasil registrou queda no terceiro trimestre, ficando abaixo da média do mercado. “A expectativa é de que ainda há um grau de melhoria”, comentou Marcelo Labuto

A inadimplência do Banco do Brasil registrou queda de 2,83% no terceiro trimestre do ano, ficando abaixo da média do mercado (3%). “A expectativa é de que ainda há um pequeno grau de melhoria, porque estamos fazendo melhorias no crédito para o agronegócio que devem refletir na inadimplência total do banco. Mas a inadimplência deve ficar estável nesse patamar”, disse Labuto.

Veja Mais:  Confiança do consumidor cresce pelo segundo mês seguido, mas segue muito baixa

No setor do agronegócio, a carteira de crédito teve aumento de 4,2%, totalizando R$ 188,2 bilhões. Os desembolsos para o Plano Safra no terceiro trimestre cresceram 28,7%, atingindo a marce de R$ 28,7 bilhões.

Leia também: Copom mantém Selic em 6,5% ao ano na primeira reunião após as eleições

O presidente ainda ressaltou que o banco está buscando diversificação e passará a entregar crédito no mesmo nível que os concorrentes. Para tanto, a instituição visa estreitar a relação com os clientes e oferecer créditos adequados às necessidades do correntista.

“Precisamos continuar crescendo. Somos um banco competitivo e relevante sob a ótica de quantidade de clientes e a expectativa é a de continuarmos atraindo clientes, pessoa física ou jurídica, para que possamos ter base negocial ainda maior para continuar com a estratégia de diversificar os produtos e desconcentrar os resultados”, declarou Labuto.

Novo presidente do Banco do Brasil


Quanto aos resultados do terceiro trimestre, o presidente do Banco do Brasil disse estar muito satisfeito:
Divulgação

Quanto aos resultados do terceiro trimestre, o presidente do Banco do Brasil disse estar muito satisfeito: “Estamos conseguindo números mais consistentes para os nossos investidores e acionistas”

Na última segunda-feira (5), o Diário Oficial da União publicou uma edição extra para anunciar a nomeação de Marcelo Augusto Dutra Labuto como novo presidente do Banco do Brasil. Labuto ocupava a vice-presidência de Negócios e Varejo da instituição e agora substitui Paulo Rogério Caffarelli, que pediu demissão há cerca de duas semanas.

Veja Mais:  Paulo Guedes promete priorizar Previdência e defende votação da reforma de Temer

Graduado em administração, o novo presidente, segundo o site do Banco do Brasil, é funcionário da instituição há 26 anos. Labuto já ocupou os cargos de diretor de Empréstimos e Financiamentos; gerente-geral da Unidade de Governança Estratégica; e diretor-presidente da BB Seguridade S.A.

Leia também: Presidente do BB, Paulo Caffarelli pede demissão e parte para o setor privado

Quanto aos resultados do terceiro trimestre deste ano, o presidente do Banco do Brasil disse estar muito satisfeito. “Estamos muito felizes com o resultado. Conseguimos estruturar uma formação de resultados e a cada trimestre estamos conseguindo resultado maior, mais forte, consistente, sustentável e previsível para os nossos investidores e acionistas”, celebrou.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Concursos públicos da semana oferecem 2.735 vagas com salários de até R$ 18 mil

Publicado


Concursos públicos da semana oferecem vagas com salários de até R$ 18 mil
shutterstock

Concursos públicos da semana oferecem vagas com salários de até R$ 18 mil

No terceiro trimestre de 2018, o Brasil registrou taxa de desemprego de 11,9%, a menor obtida durante todo o ano, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE). A Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (Pnad Contínua Tri) também revelou que os índices de desemprego permaneceram estáveis em 21 dos 27 estados do País. Apesar disso, ainda são 12,5 milhões de brasileiros desocupados e um grande número de pessoas empregadas em áreas de pouca estabilidade. Em um mercado cada vez mais marcado pelas incertezas e vagas temporárias, quem busca algo mais estável pode encontrar boas oportunidades nos concursos públicos com inscrições abertas em diversas áreas.

O coach de carreira e professor Gabriel Henrique, da Central de Concursos, empresa referência em cursos preparatórios para concursos públicos , fez uma lista com os erros mais recorrentes entre os que buscam oportunidades no setor público, e que, portanto, devem ser evitados. Confira a lista de recomendações e, na sequência, os concursos públicos com vagas abertas nesta semana.

Falta de um plano de estudos

Para obter um resultado satisfatório o ideal é montar um esquema de estudo eficaz. Todo plano de longo prazo exige ajustes durante o caminho. No caso do concurso público não seria diferente. Todo mês o candidato deve buscar novas metas, e preparar um novo quadro de horários, tomando como base o seu desempenho no mês anterior. As lições mais importantes vão surgir das “falhas”. Analise detalhadamente suas ações para entender qual foi o seu erro e poder corrigi-lo a tempo.

Não analisar o edital corretamente

O edital de abertura é um documento de fundamental importância. Nele está descrito tudo que diz respeito ao concurso, conteúdo de prova, datas, exigências do cargo, salário, dentre outros. Muitos candidatos não analisam atentamente o documento. É um erro que pode causar um prejuízo imenso, que vai desde estudar matérias desnecessárias até perder o prazo de inscrição, por exemplo.

Desorganização

Para estudar corretamente é primordial que se tenha organização. Este é um dos fatores que mais influenciam para obter um bom resultado. Otimize seu tempo e separe os horários e dias que tem disponíveis, o importante é a qualidade com que absorve a informação e não a quantidade de tempo de estudo. Elabore um quadro mensal com as atividades obrigatórias, isso vai ajudar na organização das ideias, e a partir daí o candidato poderá distribuir as disciplinas para que não deixe de ver o conteúdo por muito tempo.

Veja Mais:  Gastos de brasileiros no exterior caem 7,87% em julho em relação a 2017

Falta de foco

Para um bom desempenho é necessário direcionar sua concentração de maneira a eliminar atividades desnecessárias, que por muitas vezes acabam tomando um tempo precioso. Lembre-se de que tudo ao seu redor será mais prazeroso que estudar. Não se deixe levar por outras atividades que podem tentá-lo a deixar os estudos em segundo plano.

Ansiedade

Você não irá aprender todo o conteúdo necessário do dia para a noite. Trata-se de um processo que demanda tempo. Portanto, não deixe que a ansiedade atrapalhe seu rendimento. Prepare-se gradualmente, de maneira constante e progressiva, sempre resolvendo testes e trabalhando com a repetição, recurso fundamental para fixar os conteúdos.

Desmotivação

A palavra “desistir” não deve fazer parte do vocabulário do concurseiro. A simples possibilidade de mudar de vida já é algo motivador para o candidato. A perseverança é a chave do sucesso. Quando se trata de concursos não se estuda para passar e sim até passar. Persista! Nem todos são aprovados na primeira prova.

Leia também: Economia tem crescimento de 1,74% no terceiro trimestre, aponta Banco Central

Anotou as dicas? Agora confira abaixo os concursos públicos que estão com inscrições abertas até esta sexta-feira (23):

Concursos públicos da semana


Os concursos públicos da semana são dispostos por dias e estados, e oferecem milhares de oportunidades pelo Brasil na semana
shutterstock

Os concursos públicos da semana são dispostos por dias e estados, e oferecem milhares de oportunidades pelo Brasil na semana


20/11/2018

Mato Grosso

No centro-oeste do País, há 12 vagas para nível superior na prefeitura de Ipiranga do Norte, com salários de até R$ 3.683,89.

Edital e inscrições

Também para ensino superior são as 3 oportunidades da Câmara Municipal de Nobres, que pode pagar até R$ 5.122,37.

Edital e inscrições 

Mato Grosso do Sul

A prefeitura de Dourados tem vaga para os três graus de escolaridade (fundamental, médio e superior). São 25 oportunidades de até R$ 2.873.

Edital e inscrições 

Paraná

18 vagas foram abertas pela prefeitura de Jaguariaíva, com salários que chegam a R$ 1.107,39.

Edital e inscrições

Rio de Janeiro

Na prefeitura de Italva, no Rio de Janeiro, 120 vagas de emprego com salários de até R$ 7.600,97 foram aberta. Candidatos com qualquer um dos três níveis de escolaridade possuem oportunidades.

Edital e inscrições

Rio Grande do Sul

A prefeitura de Herval tem oportunidades para todos os níveis de escolaridade. São 12 vagas a pagamentos de até R$ 2.070.

Veja Mais:  Senado rejeita projeto sobre a venda de distribuidoras da Eletrobras

Edital e inscrições 

Rondônia

Na Câmara Municipal de Vilhena, há 41 vagas abertas, que podem pagar até R$ 4.000.

Edital e inscrições 

Roraima

330 vagas foram abertas pela Polícia Civil de Roraima para quem tem curso médio ou superior. Os salários chegam a R$ 18.387,42.

Edital e inscrições 

Santa Catarina

Em Santa Catarina, candidatos com ensino fundamental, médio ou superior completo podem tentar uma vaga na prefeitura de Ibiam. Os salários chegam a R$ 3.223,84.

Edital e inscrições 

São Paulo

A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro abriu 90 vagas para todos os níveis de escolaridade. As oportunidades vão até R$ 4.941,87 em pagamentos.

Edital e inscrições 

Na prefeitura de Itatiba, a vaga para curso superior paga R$ 2.529,50.

Edital e inscrições

21/11/2018

Espírito Santo

São 112 vagas na Secretaria Estadual de Saúde do Espírito Santo. Os salários podem variar até R$ 9.699,69 e há oportunidades para ensinos médio, técnico e superior.

Edital e inscrições 

Mato Grosso

A prefeitura de Apiacás tem 46 vagas para os níveis fundamental, médio e superior. Os salários vão até R$ 12.978,00.

Edital e inscrições 

Rio Grande do Norte

84 vagas que pagam até R$ 10.000 estão disponíveis na prefeitura de Jardim de Piranhas. Há oportunidades para os três graus de escolaridade.

Edital e inscrições 

Santa Catarina

A prefeitura de Garopaba oferece 26 vagas para ensinos fundamental, médio e superior, que podem pagar até R$ 13.745,82.

Edital e inscrições 

Já a prefeitura de Imbituba tem 16 vagas abertas de até R$ 2.083,33.

Edital e inscrições 

São Paulo

Na Câmara Municipal de São João da Boa Vista, 3 vagas para ensino médio e superior têm salários de até R$ 3.687,14.

Edital e inscrições 

 Ensinos médio e superior também são cobrados nas 106 vagas disponibilizadas pela prefeitura de Bragança Paulista, que podem pagar até R$ 4.947,40.

Edital e inscrições 

Já a prefeitura de Miguelópolis abriu 18 oportunidades para os três níveis de escolaridade. Os salários vão até R$ 2.757,84.

Edital e inscrições

22/11/2018

Maranhão

A prefeitura de Pastos Bons abriu 80 vagas de emprego com remuneração de até R$ 3.500. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade.

Edital e inscrições 

Minas Gerais

São 105 vagas abertas pela prefeitura de Brumadinho para quem tem ensino médio completo. Entre elas, os salários podem chegar a R$ 1.017,94.

Veja Mais:  Reforma Tributária deve priorizar empregos

Edital e inscrições 

Paraná

A prefeitura de Pontal do Paraná tem 15 vagas para os níveis fundamental, médio e superior completos, com remunerações de até R$ 2.691,22.

Edital e inscrições 

Já a prefeitura de Sulina oferece 11 oportunidades que vão até R$ 1.329,75 para curso superior.

Edital e inscrições 

Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul (RS), a Brigada Militar oferece 250 vagas para curso superior, com salários que podem chegar a R$ 11.620,55.

Edital e inscrições 

Oferecendo o mesmo salário, o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul está com 50 oportunidades de emprego.

Edital e inscrições 

Ainda com salários que vão até R$ 11.620,55, são 200 vagas na Polícia Militar do RS.

Edital e inscrições

Já na prefeitura de Alegria, as vagas disponíveis são para pessoas com ensino fundamental ou superior completos, e podem pagar até R$ 4.752,78.

Edital e Inscrições 

Santa Catarina

A prefeitura de Petrolândia abriu 24 vagas para os trÊs graus de escolaridade. As oportunidades tem remuneração de até R$ 3.058,60.

Edital e inscrições 

Na prefeitura de São José, são 54 vagas para curso superior e salários de até R$ 2.864,17. 

Edital e inscrições 

São Paulo

A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, em São Paulo, abriu 550 vagas de até R$ 13.589,46 para trabalhadores com ensino fundamental, médio e superior completos.

Edital e inscrições 

23/11/2018

Minas Gerais

Na prefeitura de Varginha, os salários para quem tem curso superior podem chegar a R$ 5.368,23. São sete vagas disponíveis.

Edital e inscrições 

Para quem tem Ensino Médio, a prefeitura de Florestal disponibiliza 18 vagas com salários que podem chegar a R$ 1.020,02.

Edital e inscrições 

Paraíba

São 220 vagas abertas pela prefeitura de Conceição para todos os três graus de escolaridade (fundamental, médio e superior). Os valores pagos vão até R$ 4.000

Edital e inscrições 

Paraná

No Paraná, há 17 vagas que exigem nível fundamental ou superior e pagam até R$ 3.842,84.

Edital e inscrições 

Pernambuco

25 vagas foram abertas pela Secretaria de Planejamento, Administração e Gestão de Pessoas do Recife. Elas exigem nível médio ou superior e podem ter salários de até R$ 7.374,00.

Edital e inscrições 

São Paulo

No sudeste, o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) abriu 28 vagas para curso superior. Os salários vão até R$ 5.371,65.

Edital e inscrições 

Leia também: Começa amanhã pagamento de abono do PIS/Pasep para nascidos em novembro

E aí? Algum desses concursos públicos com inscrições abertas até esta sexta-feira (23) na lista lhe pareceu interessante? Então corra, inscreva-se, prepare-se e boa sorte!

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Equipe econômica do governo Bolsonaro está praticamente fechada

Publicado


Há pouco mais de um mês para a posse de Bolsonaro, equipe econômica de seu governo está praticamente fechada
Wilson Dias/Agência Brasil – 7.11.2018

Há pouco mais de um mês para a posse de Bolsonaro, equipe econômica de seu governo está praticamente fechada

Faltando pouco mais de um mês para a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, a equipe econômica de seu futuro governo está praticamente fechada. Para completar a lista de nomes que comandarão a economia do País, faltam apenas os anúncios oficiais de dois cargos. A gestão Bolsonaro assume o governo no dia 1º de janeiro de 2019.

Leia também: Empresas brasileiras mostram otimismo após eleição de Bolsonaro, aponta Markit 

Além de passar pela aprovação do futuro presidente, todos os nomes que irão compor a equipe econômica de Bolsonaro também passaram pelo economista Paulo Guedes. Guedes ficará com o comando do “superministério” da Economia (uma pasta que vai englobar Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio Exterior) e está ao lado do presidente eleito desde o início do período eleitoral.

A equipe conta com os economistas Roberto Campos Neto, que irá presidir o Banco Central (BC); Joaquim Levy, que vai presidir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Roberto Castello Branco, que assumirá o comando da Petrobras e Mansueto Almeida, que ficará à frente da Secretaria do Tesouro Nacional.

O futuro presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto , é atualmente executivo do Banco Santander e substituirá Ilan Goldfajn no cargo. Ao assumir, Campos Neto terá a missão de levar adiante o projeto de independência do BC defendido por Paulo Guedes , que deseja que o mandato da instituição financeira não coincida com o do Presidente da República.

Veja Mais:  Estimativa para a inflação cai de 4,16% para 4,05%, aponta Boletim Focus

Para assumir o BC, Campos Neto será sabatinado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e deverá ter seu nome aprovado tanto pelo colegiado quanto pelo plenário da Casa.

Joaquim Levy, que foi ministro da Fazenda no segundo mandato do governo de Dilma Rousseff e secretário do Tesouro durante a primeira gestão de Lula, vai deixar o cargo de presidente do Banco Mundial (BM) para assumir a chefia do BNDES . A promessa, durante a sua gestão, é de que ele realize um ajuste fiscal para conter os gastos públicos do banco de fomento. Bolsonaro já afirmou que retirará o sigilo das operações feitas pelo BNDES .

Já o comando da Petrobras por Roberto Castello Branco foi confirmado nesta segunda-feira (19) por Guedes, logo depois da confirmação de Castello Branco. Quem também aceitou o convite foi Mansueto Almeida, que irá permanecer na presidência da Secretaria do Tesouro Nacional, cargo que exerce desde abril deste ano.

Apenas dois cargos da equipe econômica de Bolsonaro ainda não estão decididos


Ivan Monteiro pode integrar a equipe econômica de Bolsonaro
iG São Paulo

Ivan Monteiro pode integrar a equipe econômica de Bolsonaro

Entre os cargos que ainda não tem nomes confirmados, estão as presidências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. Entretanto, de acordo com informações divulgadas hoje (19) pelo jornal O Estado de S. Paulo, Ivan Monteiro, que atualmente está na direção da petroleira, pode assumir o comando do Banco do Brasil .

Veja Mais:  Gastos de brasileiros no exterior caem 7,87% em julho em relação a 2017

Depois de não expressar vontade em permanecer na presidência da estatal alegando desgaste e a finalização da reestruturação financeira da empresa, Monteiro deve entrar na presidência do Banco do Brasil em 2019.

Caso o convite seja aceito por Monteiro, a equipe econômica de Bolsonaro cogita dois nomes para a presidência da Caixa Econômica Federal: Rubem Novaes, ex-diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e professor da FGV, ou Pedro Guimarães, sócio do Banco Brasil Plural.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Começa amanhã pagamento de abono do PIS/Pasep para nascidos em novembro

Publicado


Abono salarial para nascidos em novembro começará a ser pago nesta terça (20)
Reprodução

Abono salarial para nascidos em novembro começará a ser pago nesta terça (20)

Começará a ser pago, nesta terça-feira (20), o quinto lote do abono salarial do PIS/Pasep para quem trabalhou em 2017. A partir desta data, poderão sacar o dinheiro do PIS os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em novembro e os servidores públicos com número de inscrição do Pasep terminado em quatro.

Leia também: Empresas brasileiras mostram otimismo após eleição de Bolsonaro, aponta Markit

O valor do abono salarial varia de R$ 80 a R$ 954, de acordo com o tempo trabalhado no ano passado. Quem nasceu entre julho e outubro ou tem inscrição terminada entre zero e três já teve o saque liberado e continua podendo retirar o dinheiro até junho do ano que vem.

Quem perde o prazo de saque do abono salarial deve ficar sem o dinheiro, que vai para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Entretanto, já houve casos de trabalhadores que conseguiram na Justiça o direito de receber o dinheiro após o período indicado. 

Calendário de pagamento do abono salarial

PIS


Calendário de pagamento do abono salarial dos trabalhadores do setor privado (PIS)
Reprodução

Calendário de pagamento do abono salarial dos trabalhadores do setor privado (PIS)

Pasep


Calendário de pagamento do abono salarial para servidores públicos (Pasep)
Reprodução

Calendário de pagamento do abono salarial para servidores públicos (Pasep)

Quem tem direito ao abono salarial?

  • Quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2017
  • Ganhou, em média, no máximo dois salários mínimos por mês
  • Está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos
  • Está com os dados informados corretamente ao governo, pela empresa onde trabalhava
Veja Mais:  Senado rejeita projeto sobre a venda de distribuidoras da Eletrobras

Como conferir se tenho direito ao benefício?

PIS (trabalhador de empresa privada):

  • Aplicativo Caixa Trabalhador

  • Site da caixa ( www.caixa.gov.br/pis )
  • Telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207
  • Telefone 158 da central de atendimento do Ministério do Trabalho
  • Postos da Superintendência Regional do Trabalho, antiga DRT

Pasep (servidor público):

  • Telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos)
  • Telefone 158 da central de atendimento do Ministério do Trabalho
  • Postos da Superintendência Regional do Trabalho, antiga DRT

Onde é feito o saque do abono salarial?

  • Funcionários de empresa privada, que tenham Cartão Cidadão e senha cadastrada: o saque pode ser feito em caixas eletrônicos da Caixa e lotéricas
  • Quem não tem o cartão cidadão pode fazer o saque em uma agência da Caixa, com documento de identificação
  • Correntista individual da Caixa receberá o abono diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação
  • Servidores públicos devem fazer o saque nas agências do Banco do Brasil, com documento de identificação. Servidores correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta. Mais informações pelo telefone do BB: 0800 729 0001.

Leia também: Mais de 1,85 milhão de trabalhadores ainda não sacaram abono salarial de 2016

O abono salarial referente ao ano de 2016, que havia terminado em junho, foi reaberto em julho e poderá ser sacado até 30 de dezembro de 2018 tanto para o PIS quanto para o Pasep. 

Veja Mais:  Especialista dá dicas de como aumentar a segurança no seu condomínio

Comentários Facebook
Continue lendo

Colunista

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana