conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

Bolsonaro defende indicação de “amigo particular” para cargo na Petrobras

Publicado

Presidente Jair Bolsonaro repercutiu as críticas recebidas pela segunda indicação polêmica para cargos públicos na mesma semana
Reprodução/Flickr

Presidente Jair Bolsonaro repercutiu as críticas recebidas pela segunda indicação polêmica para cargos públicos na mesma semana

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) repercutiu as críticas que recebeu após a nomeação de um “amigo particular” para a gerência de inteligência e Segurança da Petrobras através de sua conta oficial no Twitter. Bolsonaro chegou a publicar que “a era do indicado sem capacitação técnica acabou”, mas depois que foi descoberto que o indicado era próximo ao presidente, o post foi apagado e republicado sem a frase.

Tanto no tweet original como no “editado”, Bolsonar o aproveitou para elogiar o “brilhante currículo” de Carlos Victor Guerra Nagem e atacar a imprensa. Segundo o presidente, apesar do indicado ser “capitão-tenente da Marinha, mestre em Administração pela Coppead/UFRJ e funcionário da Petrobras há 11 anos” dos quais seis são locados na área de Segurança Corporativa, para alguns “setores da imprensa” trata-se apenas de um “amigo de Bolsonaro”.

Há instantes, o presidente Jair Bolsonaro mostrou que segue incomodado com o assunto e publicou uma nova mensagem irônica na qual pede “desculpas à imprensa” por não estar indicando “inimigos paras postos em meu governo”.

Veja Mais:  “Temos muita esperança de que Lula saia da prisão antes do Natal”, diz Gleisi

O nome de Carlos Nagem ainda será submetido a procedimentos internos de governança corporativa da Petrobras , incluindo as respectivas análises de conformidade e integridade antes de ser confirmado.

De qualquer forma, a indicação do amigo de Bolsonaro é a segunda que causa polêmica na mesma semana, isso porque, na última terça-feira (8), foi descoberto que o filho do vice-presidente Hamilton Mourão, Antonio Hamilton Rossell Mourão, passará ao cargo de assessor especial da presidência do Banco do Brasil.

Vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, participou da posse do novo presidente do Banco do Brasil, Rubens Novaes, que escolheu seu filho para um dos cargos de confiança que receberá R$ 36 mil

Marcos Corrêa/PR

Vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, participou da posse do novo presidente do Banco do Brasil, Rubens Novaes, que escolheu seu filho para um dos cargos de confiança que receberá R$ 36 mil

O novo cargo do filho de Mourão foi confirmado ao iG pela assessoria do BB que também afirmou que o novo posto é um dos três cargos de confiança que estão diretamente ligados ao novo presidente da Instituição, Rubens Novaes, indicado pelo novo ministro da Economia, Paulo Guedes, e empossado em cerimônia realizada na última segunda-feira (7) com a presença do próprio general Mourão.

A assessoria, no entanto, esclareceu que o cargo não se trata de uma promoção ou uma ruptura no plano de carreira do banco, mas sim de uma convocação para cargo de confiança. Dessa forma, caso Rubens Novaes sai do comando do banco público em algum momento, Rossell Mourão voltará ao cargo anterior como assessor na área de agronegócio do Banco do Brasil.

Veja Mais:  COE resgata três turistas que se perderam em trilha na Serra do Mar, em SP

A indicação polêmica fez com que o PSOL fosse à Comissão de Ética Pública da Presidência da República para abrir uma representação questionando sobre a moralidade e a legalidade da nomeação.

“A nomeação do filho do vice-presidente, uma semana depois da posse do novo governo, não foi apenas inadequada ou extemporânea. Ela fere princípios que devem orientar a administração pública. Diante da indignação popular com a nomeação, o governo deveria voltar atrás. Sem isso, não nos resta alternativa senão provocar a Comissão de Ética Pública da Presidência da República”, afirma Juliano Medeiros, presidente do partido.

A representação se baseia em um decreto, que trata sobre o nepotismo, e dispõe que, no âmbito de cada órgão e de cada entidade, são vedadas as nomeações, contratações ou designações de familiar de Ministro de Estado, familiar da máxima autoridade administrativa correspondente ou, ainda, familiar de ocupante de cargo em comissão ou função de confiança de direção, chefia ou assessoramento, para cargo em comissão ou função de confiança.

De acordo com o decreto, as vedações “estendem-se aos familiares do Presidente e do Vice-Presidente da República e, nesta hipótese, abrangem todo o Poder Executivo Federal.” Na representação, o PSOL destaca ainda um trecho do código de conduta da alta administração federal da Presidência da República, que também trata sobre o nepotismo.

O filho de Mourão é funcionário de carreira do banco estatal há 18 anos e ganhava um salário de cerca de R$ 12 mil por mês. Agora, o salário do filho do general da reserva e vice de Bolsonaro vai aumentar para R$ 36 mil (em valores brutos), mais do que ganharão os próprios presidente e vice. Além disso, a nora de Mourão, Silvi Letícia Zancan Mourão, também é funcionária da instituição.

Veja Mais:  Temporal causa alagamentos e deixa o Rio de Janeiro em estágio de atenção

Indicado para a Petrobras era “amigo particular” de Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro (PSL) já chegou a pedir votos para
Reprodução/Facebook

Presidente Jair Bolsonaro (PSL) já chegou a pedir votos para “amigo particular” Carlos Victor Guerra Nagen que foi candidato a vereador por Curitiba nas eleições 2016

Já no caso de Carlos Nagem, o jornal O Globo revelou que, ainda em 2016, Bolsonaro gravou um vídeo pedindo votos para o então candidato a vereador por Curitiba com o nome de Capitão Victor. Na gravação, o novo presidente classifica o seu indicado como “meu amigo particular”.

Apesar do padrinho político, Capitão Victor (PSC) não conseguiu votos suficientes para se eleger em nenhuma das duas tentativas de ocupar cargos públicos: em 2002, para deputado federal pelo Paraná, e em 2016, para vereador de Curitiba. Ambos são amigos há mais de 30 anos e se conheceram no Exército.

Presidente Jair Bolsonaro e indicado para cargo de alto escalão na Petrobras são amigos há mais de 30 anos e presidente já pediu votos para o então candidato a vereador
Reprodução/Facebook

Presidente Jair Bolsonaro e indicado para cargo de alto escalão na Petrobras são amigos há mais de 30 anos e presidente já pediu votos para o então candidato a vereador

No vídeo, Bolsonaro diz que Carlos Nagem “é um cidadão que conheço há quase 30 anos. Um homem de respeito, que vai estar à disposição de vocês na Câmara lutando pelos valores familiares. E quem sabe, no futuro, tendo mais uma opção para nos acompanhar até Brasília”. Se tiver a indicação confirmada, o salário de Carlos Nagem passará dos atuais R$ 15 mil mensais para mais de R$ 50 mil.

Comentários Facebook

Nacional

Marco Aurélio diz que remete ‘ao lixo’ reclamações como a de Flávio Bolsonaro

Publicado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello disse nesta sexta-feira (18) que vai assinar a decisão do caso do senador eleitor Flávio Nantes Bolsonaro (PSL) já na manhã do dia 1º de fevereiro, uma sexta-feira, porém, o primeiro dia de trabalho do tribunal após o fim do recesso do Judiciário.

Em entrevista ao blog da jornalista Andreia Sadi, o relator sorteado do caso no STF declarou que não se trata de uma antecipação da decisão, mas que tem negado seguimento de reclamações assim, “remetendo [os pedidos como esse] ao lixo”. 

“O Supremo não pode variar dando um no cravo outro na ferradura. Processo não tem capa, tem conteúdo. Tenho negado seguimento a reclamações assim, rmeetendo ao lixo”, afirmou Marco Aurélio Mello para depois dizer que “não é antecipação de decisão. É só coerência com o que, até aqui fiz. Já na sexta-feira, pela manhã, assinarei a decisão – sexta dia 1º de fevereiro”.

Na véspera, no entanto, o ministro já tinha dito que tomaria sua decisão já no primeiro dia de trabalho após o recesso do judiciário, mas que pretendia continuar de férias até lá. Na ocasião, o ministro atré brincou dizendo que “estou no Rio, pelo menos desta vez ninguém vai me caçar – só quem com c cedilha”, brincou.

Veja Mais:  Temporal causa alagamentos e deixa o Rio de Janeiro em estágio de atenção

*Em atualização

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Incêndio atinge o Instituto do Coração, no centro de São Paulo

Publicado


Chamas atingem o Instituto do Coração (Incor) no centro de São Paulo
Divulgação

Chamas atingem o Instituto do Coração (Incor) no centro de São Paulo

Um incênio atinge, nesse momento, o hospital Instituto do Coração (Incor) na região da Avenida Paulista, no centro de São Paulo. De acordo com o corpo de bombeiros, 14 viaturas foram deslocadas para o combater as chamas, que teriam começado no quinto andar do complexo.

Ainda não há informações sobre as causas do incêndio e nem sobre vítimas. Os telefones do local não atendem.

* Mais informações em breve.

Comentários Facebook
Veja Mais:  MPE defende proibição do slogan ‘Haddad é Lula’ e quer que o PT devolva recursos
Continue lendo

Nacional

Não lembra a senha do Enem? Veja como recuperar login para acessar notas

Publicado

Para recuperar o login do Enem 2018, basta acessar a Página do Participante e clicar no campo
Reprodução

Para recuperar o login do Enem 2018, basta acessar a Página do Participante e clicar no campo “Esqueci minha senha”

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os resultados individuais do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018) nesta sexta-feira (18). Para conseguir acessar as notas, porém, os estudantes precisam fazer logino no site com CPF e senha. Os participantes que não se lembram da senha cadastrada, porém, precisam fazer o processo de recuperação do código.

Para recuperar o login do Enem 2018, basta acessar a  Página do Participante e clicar no campo “Esqueci minha senha”. O estudante deverá, então, confirmar o e-mail cadastrado no sistema para receber uma senha temporária.

Quem esqueceu a senha e também não tem acesso ao e-mail cadastrado tem a opção de informar novos contatos para receber a senha temporária. Em ambos os casos é preciso informar o CPF e responder ao desafio de figuras que aparecerá na tela. O Inep disponibilizou um passo a passo  para o caso de dúvida.

Nesta sexta-feira, as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram divulgadas também na Página do Participante e no aplicativo oficial do Enem. Os mais de 4,1 milhões de participantes já podem acessar quanto obtiveram em cada uma das provas de linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação.

O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro de 2018. Desde o dia 14 de novembro, estão disponíveis as provas e os gabaritos oficiais. Também estão disponíveis vídeos com os enunciados e as opções de respostas da videoprova em Língua brasileira de sinais (Libras).

Veja Mais:  Hospital suspende alimentação de Bolsonaro por via oral após inchaço abdominal

No dia 18 de março, o Inep divulgará o espelho da redação, ou seja, detalhes da correção dessa prova. Isso é feito após os processos seletivos dos programas federais. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso.

A nota dos treineiros, aqueles que ainda não concluíram o ensino médio e fizeram a prova apenas para testar os conhecimentos também será divulgada, mas apenas no dia 18 de março, assim como o espelho das redações.

Com o Enem 2018, os estudantes poderão concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), e participar do  Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana