conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Economia

Carrefour tem o maior faturamento do varejo brasileiro; confira o ranking

Publicado

source
carrefour arrow-options
DANIEL DE CERQUEIRA – 16.5.2004

O Carrefour foi o varejista que mais faturou em 2018.


Um ranking divulgou as 120 empresas com maior faturamento no varejo brasileiro. Quem ficou no topo foi o Carrefour , com faturamento anual de R$56,3 bilhões. Na sequência, estão GPA, Via Varejo, Walmart e Lojas Americanas. Os dados são do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo, o IBEVAR.

Juntas, as 120 empresas representam um faturamento anual de R$254 bilhões. Esse valor representa quase 30% do total gasto pelos brasileiros no varejo de bens. Com o PIB brasileiro na casa dos R$5,6 trilhões, as famílias consomem R$4,4 trilhões anualmente e, destes, R$1,2 trilhões vai para o varejo de bens. 

Leia também: Faturamento da indústria sobe 26,4% em junho, mas tem queda entre trimestres

No total das vendas do varejo, o segmento que se destaca é o de hiper e supermercados, bebidas e fumo, com 33,8% do total – não é a toa que três empresas desta categoria estejam entre os cinco maiores faturamentos. Em seguida, o segmento de veículos, motos, partes e peças representa 25,9% das vendas, acompanhado de tecidos, vestuário e calçados, com 9,6%. 

Além de Carrefour, GPA, Via Varejo, Walmart e Lojas Americanas, também ocupam o top 10 de faturamento as empresas Magazine Luiza, Raia Drogasil, Renner, Drogarias DPSP e Guararapes. 

Veja Mais:  Qual o melhor modelo de currículo para a vaga dos seus sonhos? Baixe as opções

A pesquisa trouxe, ainda, os campeões em faturamento por segmento. Dentre os hiper e supermercados, Carrefour, GPA e Walmart vieram acompanhados de Cencosud e Dia, 11º e 12º no ranking geral, respectivamente. Dentre os vendedores de eletroeletrônicos e móveis, Via Varejo e Magazine Luiza encabeçaram a lista que traz Máquina de vendas, Lojas Cem e Fast Shop na sequência. 

Leia também: Pelo segundo ano, Boticário é a marca mais admirada do varejo nacional

Em Moda e Esporte, além de Renner e Guararapes, Havan (13ª no geral), Pernambucanas e C&A se destacam em faturamento . O top 3 de fast-foods traz Mc Donald’s, Habib’s e Burger King. No ranking geral, a categoria não faz tanto sucesso quantos os supermercados, por exemplo. Mc Donald’s está em 25º, Habib’s em 40º e Burger King em 42º. Na frente dos dois últimos está a Cacau Show,  em 31º na lista geral. A empresa também está no topo da lista de lojas especializadas, seguida de Kalunga e DPaschoal.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook

Economia

Ex-vendedor de picolé, hoje fatura R$ 12 milhões e ensina: crie probabilidades

Publicado

source
Luis Fernando Câmara arrow-options
Divulgação

Luis Fernando Câmara foi vendedor de sorvetes em Cravinhos, no interior de São Paulo e hoje tem empresa com valor estimado em R$ 50 milhões

Luis Fernando Câmara iniciou sua carreira como vendedor de picolé aos 11 anos para poder comprar o lanche da escola. Aos 16 era instrutor de informática e com 17 abriu seu primeiro negócio , uma farmácia.

“Precisei me emancipar para abrir a primeira farmácia, mas não parei mais”, conta o empresário de Cravinhos, interior de São Paulo, que hoje tem uma holding de empresas do setor de educação, varejo e tecnologia que fatura R$ 12 milhões por ano e com valor estimado em R$ 50 milhões.

Montou o negócio de madrugada e comprou empresa onde trabalhava: aprenda com ele

“Determinação, perseverança, disciplina, isso é o básico. O que vai fazer a pessoa ter sucesso no negócio é ter um comportamento probabilístico , ou seja, criar probabilidades para vender”, afirma Luis Fernando que tem, entre seus negócios, a Vox2you, única rede de escolas de oratória do País.

O empresário de 29 anos explica que criar  oportunidades de vendas exige disciplina e ação.

“Se você faz 30 contatos de vendas em um dia, com taxa de conversão de 10%, são três vendas. Se você conseguir multiplicar isso, suas vendas vão crescer. Então, tem que ligar todo dia, não adianta ficar só no planejamento do negócio , é preciso agir”, explica.

Veja Mais:  Brasileiros acreditam que não há progresso sem redução de desigualdades

Desistir jamais? Empresário abriu mão de lojas e hoje fatura R$ 600 milhões

Segundo Luis Fernando, o comportamento probabilístico também traz escalabilidade ao negócio. A Vox2you foi criada em 2015 e, por meio da franquia , foi sendo replicada pelo país. Hoje são 32 escolas pelo país, mais de 10 mil alunos formados e 300 empregos gerados.

Em 2019, Câmara criou uma microfranquia da Vox2you que permitiu um crescimento de 128% no número de unidades na comparação com 2018. No ano passado eram 14 escolas.

“A escalabilidade está ligada aos canais de venda , é importante ter uma cultura na empresa de criar canais de vendas,  e gastar energia para vender e poder escalar”, ensina.

Inspiração

O contato com outros empreendedores de sucesso também foi um dos fatores de sucesso na avaliação de Luis Fernando Câmara.

Ele conta que em seu primeiro negócio, a farmácia, a segunda unidade não funcionou porque ele não conseguia competir com as grandes redes.

Como ganhar dinheiro na internet? Veja dicas de um milionário do mercado digital

“Quis abrir uma farmácia grande e não deu certo. Então resolvi procurar ajuda entre os empresários de Cravinhos, os milionários, e ninguém quis falar comigo. Então resolvi procurar os bilionários , e fui muito bem recebido”, relata.

Segundo Luis, com cerca de 20 anos, teve apoio de empreendedores como Luíza Trajano , do Magazine Luíza, Flávio Augusto da Silva , da rede Wise Up e Jorge Paulo Lemann , de marcas como Ambev, Henz e Burguer King.

Veja Mais:  Startup apresenta táxi voador com previsão de estreia em 2025

Sociedade

empresarios arrow-options
Divulgação

Luis Fernando Câmara e seu sócio João Valdir Fernandez Junior: crescimento com oratória

Uma parceria também foi a base do sucesso da Vox2you. Em 2010, Luis Fernando decidiu abrir uma empresa de vendas diretas e chamou o coaching e professor de oratória João Valdir Fernandez  Junior para aprimorar a abordagem comercial da equipe.

Ao conhecer a metodologia de Junior, porém, Luis Fernando viu ali uma chance de negócio . “Fizemos uma pesquisa e descobrimos que 60% dos profissionais têm medo de falar em público”, explica.

Ele ainda ressalta a satisfação pessoal que alcançou por atuar no mercado de educação . “Tivemos, por exemplo, um aluno que venceu a gagueira com as nossas aulas e uma aluna que era muito tímida e em quatro meses foi capaz de dar uma palestra para 300 pessoas”, relata.

“Ganhar dinheiro é importante, garantir o conforto da família, mas ainda melhor é ter a oportunidade de mudar a vida das pessoas por meio da educação”, conclui.

Entre os próximos passos de Luis Fernando está a abertura da empresa a investidores na Bolsa de Valores (IPO) em um prazo de dois a três anos.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Operação de ‘guerra’ e agências vazias no segundo dia de saques do FGTS

Publicado

source
Governo quer aquecer economia com liberação do FGTS arrow-options
Gabriel Guedes/Brasil Econômico

Governo quer aquecer economia com liberação

RIO — Os clientes interessados no  saque emergencial do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço  ( FGTS ) encontraram os bancos vazios neste sábado chuvoso no Rio. Para atender o público, a  Caixa Econômica Federal decidiu abrir, extraordinariamente, todas as suas agências na cidade, com esquema especial definido de acordo com o volume de depósitos em cada uma delas. Porém, o clima foi de tranquilidade.

Leia também: Saiba como retirar o FGTS: Caixa divulga calendário para saques

“A gente se preparou para a guerra. Se viesse uma multidão, estávamos prontos para atender todo mundo”, comentou o superintendente regional da Caixa para a Zona Norte do Rio, Cláudio Martins, especulando que o baixo movimento se deva ao nível de informação dos clientes. “Não aparece gente querendo se informar se tem ou não direito ao saque. Todo mundo já sabe, acompanha tudo pelo aplicativo .”

A reportagem do GLOBO percorreu cinco agências na parte da manhã, espalhadas por três bairros. Em todas, com exceção de uma em Bonsucesso, era possível contar nos dedos o número de clientes. Segundo Martins, apenas em Bonsucesso, Bangu e Queimados houve bastante procura por saques do FGTS e informações sobre o programa do governo federal de incentivo ao consumo.

Leia também: Devedor de pensão alimentícia não poderá fazer saque emergencial do FGTS

Veja Mais:  Proposta para militares eleva contribuição previdenciária de 7,5% para 10,5%

Leonardo Ferreira esteve numa agência da Caixa em Bonsucesso, uma das mais movimentadas da cidade neste sábado

Leonardo Ferreira, de 32 anos, que trabalha há dez anos numa empresa de montagem industrial, usou o telefone para se assegurar que tinha direito a receber R$ 500 do seu FGTS, e foi neste sábado a uma agência em Bonsucesso para efetuar o saque. Mas em vez de gastar com compras, como esperava o governo, ele vai usar o dinheiro para pagar dívidas com o IPVA .

“Esse dinheiro dá uma ajuda a quem estava com dívidas, como eu, mas podia ser uma quantia maior”, reclamou Ferreira.

O garçom Antônio Bezerra Mourão, de 54 anos, fez críticas ao programa do governo, mas, como tem direito ao saque, vai usar o dinheiro para quitar dívidas e pagar contas.

A calculadora usa como base o saldo do trabalhador na data da simulação. O valor ficará sujeito a novos depósitos mensais, que serão feitos pelo empregador até a data do saque, e à correção de 3% mais Taxa Referencial (TR) ao ano.

 “Eu não queria que o dinheiro fosse retirado do meu FGTS, mas o depósito é automático”, criticou Mourão, cearense de Nova Russas que se mudou para o Rio quando tinha 19 anos e trabalha, desde então, num restaurante árabe. “O Michel Temer tentou e não deu em nada. Está todo mundo desempregado.”

Veja Mais:  Startup apresenta táxi voador com previsão de estreia em 2025

Por causa do baixo valor a que tinha direito, Rogério Volponi, de 48 anos, foi a uma agência neste sábado para conferir o depósito, mas não fez saques: preferiu deixar o dinheiro na conta para gastos do dia a dia. Trabalhador informal há três anos, Volponi tinha uma pequena quantia numa conta inativa do FGTS, referente a um breve período que trabalhou com carteira assinada.

“Se eu coloco o dinheiro no bolso, não durava uma semana”, brincou Volponi. “A gente vive uma recessão. Essa medida é paliativa , não vai movimentar muito a economia. O consumo não vai voltar ao nível que a gente via há alguns anos.”

Os saques emergenciais do FGTS, limitados a R$ 500 por cada conta vinculada no fundo, começaram nesta sexta-feira. Nesta primeira leva, apenas pessoas nascidas entre janeiro e abril, com poupança ou conta-corrente na Caixa, estão aptos a receber.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

De cobertura a carro de luxo: o que você pode ter com os R$ 100 mi da Mega-Sena

Publicado

source

Com uma série de prêmios acumulados, o sortudo que acertar as seis dezenas da Mega-Sena a serem sorteadas na noite deste sábado (19) poderá ficar rico embolsando R$ 100 milhões.

Para quem sequer imagina o que fazer com esse dinheiro, preparamos uma lista com itens importantes – e luxuosos – que podem entrar na sua lista de desejos. Spoiler: ainda sobram R$ 500 mil para você fazer aquela tão sonhada viagem ao exterior. 

Cobertura em Ipanema (R$ 30 milhões)

Varanda de apartamento de luxo arrow-options
Viva Bem Real / Reprodução

Cobertura em Ipanema pode ser opção

Para morar em um dos metros quadrados mais caros do Brasil e ainda ter uma vista de frente para o mar, o futuro milionário pode investir R$ 30 milhões e comprar uma cobertura com 360 m², cinco quartos e uma piscina no terraço.

Relógio Rolex Chronograph 1942 (R$ 5 milhões)

relógio da marca rolex arrow-options
Rolex / Reprodução

Rolex pode custar mais de US$ 1 milhão

Obter um dos únicos 12 relógios do modelo Chronograph 1942 da marca Rolex pode custar caro para um comprador. Quando leiloado, o objeto chegou a bater a marca de US$ 1,16 milhão, equivalente a R$ 5 milhões.

Leia também: Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado de R$ 100 milhões

McLaren Senna (R$ 8 milhões)


Um modelo esportivo pode ser o pedido certo para quem ficou milionário e pensou em trocar de carro. Comprar um dos únicos 500 modelos do McLaren Senna produzidos no mundo pode custar R$ 8 milhões.

Helicóptero Robinson R66 (R$ 4,5 milhões)

helicóptero subindo arrow-options
Creative Commons

Helicóptero pode fazer viagens curtas ficarem mais rápidas

Evitando o táxi aéreo, o ganhador da Mega-Sena pode ter um helicóptero para chamar de seu. Com R$ 4,5 milhões, é possível comprar um helicóptero modelo R66 da Robinson Helicopter, que tem capacidade de chegar em velocidade de até 259 km/h, com espaço para quatro passageiros.

Jatinho Cessna Citation CJ3+ (R$ 32 milhões)

avião em pista arrow-options
Wikimedia Commons

Jatinho pode levar passageiros para viagens mais longas

Para evitar filas de aeroportos em viagens mais longas, um jatinho particular com assentos ajustáveis para seis passageiros pode ser a solução. Por US$ 7,9 milhões (equivalente a R$ 32 milhões), o futuro milionário consegue adquirir um jatinho do modelo Citation CJ3+, da fabricante Cessna.

Iate Azimut 83 

Iate de luxo no mar arrow-options
Azimut / Reprodução

Comprar iate de luxo pode ser opção para quem acertar os seis números da Mega-Sena

Seja para aproveitar uma praia ou desopilar no fim de semana, comprar um Iate pode ser a solução. O modelo de luxo Azimut 83 tem 200m², três andares e quatro suítes especiais para os navegantes.

Veja Mais:  Prefeitura propõe anistiar 150 mil imóveis na cidade de São Paulo

As apostas da Mega-Sena custam a partir de R$ 3,50 e podem ser feitas até às 19h deste sábado (14). O sorteio será realizado por volta das 20h. 

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana