conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Carreta percorre Estado levando experimentos científicos

Publicado

O MT Ciências – Circuito Itinerante da Ciência de Mato Grosso é um projeto da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) que percorre os municípios do Estado levando equipamentos científicos em uma carreta com baú adaptado. O Circuito Itinerante foi o destaque dessa semana do programa ‘Conectados’, produzido pela Seciteci.

De acordo com o governador do estado, Mauro Mendes, o projeto é uma grande oportunidade para ampliar o conhecimento dos estudantes mato-grossenses. “A carreta do ‘MT Ciências’ pode inspirar, trazer criatividade e conhecimento aos alunos, já que dispõe de diversos recursos e equipamentos tecnológicos sofisticados. É uma experiência muito bacana, principalmente para crianças e adolescentes”, afirmou.

Um dos destaques da carreta é o gerador de Van De Graaff, que arrepia os fios do cabelo dos visitantes, em função da energia eletrostática. Outro experimento que desperta a curiosidade dos visitantes é a bicicleta que funciona com um gerador acoplado à roda que é movimentada pelos pedais e transforma energia mecânica em energia elétrica.

Para a aluna Ana Luiza da Silva, a bicicleta foi a novidade que mais chamou a sua atenção. “Hoje em dia se gasta muito energia e as pessoas não se preocupam em economizar. A gente só usa e não se preocupa com a conta de luz. Então se existissem mais bicicletas assim, usaríamos a energia natural e não a elétrica”, enfatizou ela.

Veja Mais:  Congresso em Cuiabá discutirá tendências no tratamento das patologias do quadril

Já o estudante Maik Renan Cavanha ficou fã da energia cinética. “Gostei quando mostrou a natureza, os bichos, mas gostei mesmo da energia cinética. Dentro da sala de aula não dá para termos ideia de como as coisas funcionam. E na prática é bem mais legal, poder acompanhar, tocar, é muito interessante”, contou animado.

Segundo o professor da Unemat, Alexandre Faleiros, a carreta proporciona experiências que os estudantes não têm oportunidade de vivenciar no dia a dia. “Isso é muito importante para incentivar o gosto pela ciência, a vontade de estudar, de aprender. E não somente para os alunos, mas para todo cidadão, pois gera um diferencial para o conhecimento”.

Em todo o país, existe somente outro estado que possui unidades móveis no mesmo padrão da carreta ‘MT Ciências’: Minas Gerais.  Entretanto, a de Mato Grosso é a maior e mais bem equipada. Além dos recursos internos, existem vários atrativos na área externa do circuito. Um deles é o planetário digital, que proporciona aos visitantes uma imersão por meio dos vídeos projetados em 360º que abordam assuntos de astronomia.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Nilton Borgato, falou sobre o novo formato de atendimento às cidades mato-grossenses. “Nosso maior objetivo é popularizar a ciência no estado e, por meio de um termo de cooperação com os municípios, conseguimos avançar muito nesse projeto para levar conhecimento para alunos, professores e comunidade”, concluiu.

Veja Mais:  Primeira-dama incentivará a expansão de projetos sociais com enfoque esportivo para todo Estado

Programa

O ‘Conectados’, que está sendo produzido pela Seciteci desde o mês de junho, tem como objetivo divulgar ações relacionadas às áreas de ciência, tecnologia e inovação. Em suas edições, o programa trata de temas relevantes para a sociedade, que vão desde empreendedorismo e cases de sucesso, até as novidades tecnológicas mais recentes. Para ter acesso a todos os programas, acesse o canal do YouTube da Secretaria: https://www.youtube.com/channel/UCZASKdvkdZbfkAoCRbUafwg.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Seduc vai entregar kits para reforçar escolas indígenas estaduais

Publicado


As 71 escolas indígenas da rede estadual de ensino serão contempladas com um “kit utensílio” com 27 itens para a cozinha das unidades escolares, passando por materiais para os alunos E para o imóvel. Serão 99 kits que atenderão também as salas anexas das escolas indígenas. O anúncio foi feito durante o Encontro de Diretores das Escolas Estaduais Indígenas, realizado no Hotel Fazenda em Cuiabá, pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Segundo o secretário Adjunto Executivo Alan Porto, a aquisição está na fase de formação de preços na Superintendência de Aquisições (Suaq) da Seduc e o prazo para a entrega, sem intercorrências, é de 100 dias.

“Esse prazo de 100 dias se encerra no início de junho. É o tempo de estar chegando nas escolas indígenas. E se a escola tiver salas anexas, vai receber mais de um kit”, destaca.

Além do kit, Alan Porto anunciou o repasse do recurso complementar de cerca de R$ 6.100 para cada escola. Esse montante não impede a unidade escolar solicitar também a verba emergencial.

“Apesar de nossas escolas indígenas serem um desafio de logística, vamos entregar no prazo. Para chegar em algumas unidades escolares, além do asfalto, utilizamos estrada de chão e também navegação fluvial”, assinala.

O anúncio foi bem recebido pelos diretores. É o caso do diretor Nilson do Carmo Kayabi, da EEI Juporijup, no município de Juara (a 709 quilômetros a médio-norte da Capital), que ficou satisfeito ao saber que está na lista dos contemplados.

Veja Mais:  Agências de viagens também podem ser acionadas em caso de cancelamento de voos

“Esse kit será de suma importância para nossa escola, pois teremos um atendimento melhor para nossos alunos. Agora já temos onde servir a alimentação escolar”, comemora.

O assessor pedagógico Vanderlei Carvalho, do município de Juara (a 709 quilômetros a médio-norte da Capital) acredita que os kits vão refletir no trabalho dos professores e no aprendizado dos alunos. “A alimentação escolar flui para o aprendizado. Com os kits, o resultado será o melhor possível”, frisa.

Vanderlei lembra que as escolas colocam esse material no plano de ação, mas nunca chegam às escolas. “Com a garantia da entrega, vai dar uma alavancada no trabalho, desde o administrativo ao pedagógico, um reforço no aprendizado”, explica.

Kit completo

Para o kit utensílio, as escolas indígenas receberão bacia, caldeirão, canecões, assadeiras, canecas, panelas, colheres entre outros.

Dentro desse kit, haverá também conjuntos da alimentação escolar para os alunos: garfo, cumbuca e caneca, todos em polipropileno. Algumas escolas receberão também bebedouro e ventiladores.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Diretores da Politec realizam reuniões estratégicas com servidores e instituições públicas

Publicado


Entre os dias 17 e 20 de fevereiro, a equipe da Diretoria Geral da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) percorreu as unidades da instituição que fazem parte da Coordenadoria Regional de Sinop e as Gerências Regionais da Politec de Sorriso, Alta Floresta e Guarantã do Norte.

A finalidade das visitas foi alinhar as medidas de gestão que estão sendo conduzidas pela Diretoria Geral nas áreas de pessoal, e de infraestrutura das unidades. Entre as medidas discutidas estão o estudo das demandas de produtividade, a padronização dos laudos periciais de trânsito, de drogas, de eficiência de drogas e de necropsia, dentre outras, em busca da melhoria na qualidade dos produtos e serviços da instituição.

Outra temática abordada na reunião com os servidores foram assuntos operacionais. Na oportunidade, o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, apresentou os índices de homicídios registrados pela Secretaria de Segurança no ano passado em cada regional, para analisar a quantidade de demandas atendidas pelas unidades.

As reuniões oportunizaram o diálogo e aproximação da gestão com os servidores, esclarecendo dúvidas e acolhendo reivindicações dos servidores locais.

Em decorrência da comemoração dos 30 anos de criação da instituição, que serão completados no dia 18 de dezembro, os diretores explicaram, ainda, sobre as ações e os eventos que estão sendo organizados para celebração da data. 

Para a aferição da qualidade dos serviços prestados pela instituição ao judiciário, os gestores se reuniram com o promotor de justiça de Nova Mutum Henrique de Carvalho Pugliesi, com a promotora de Justiça de Guarantã do Norte,  Rebeca Santana Rego, e com o Juiz especializado da Vara de Combate ao Narcotráfico de Sinop, Mario Machado. Na oportunidade, os diretores solicitaram o apoio das instituições para o investimento em infraestrutura e ampliação na cobertura de atendimento da Politec na região Norte.

Veja Mais:  Governo analisa medidas jurídicas em defesa das famílias do Distrito de Jarudore

Em todas as reuniões, os promotores e magistrado foram unânimes em reconhecer a importância da Politec dentro da persecução penal na produção das provas periciais.

Os gestores reuniram-se, também, com os prefeitos de Guarantã do Norte, Érico Stevan Gonçalves e com o vice-prefeito de Nova Mutum, Leandro Felix. Em Nova Mutum, foram discutidas a possibilidade de implantação de uma gerência regional da Politec por meio de parcerias entre estado e município.

Participaram da reunião o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, o diretor-geral adjunto, Renato Barbosa Guanaes Simões, o diretor de Interiorização, Mairo Fabio Camargo e o coordenador regional da Politec de Sinop, Marcio Alexandre Prado Monteiro Silva.  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Bombeiros de Nova Mutum salvam vida de criança de um ano

Publicado


Os bombeiros de Nova Mutum salvaram a vida de uma criança de um ano que estava asfixiada com uma pomada. O salvamento foi realizado na manhã deste sábado.

De acordo com o registro, os pais do bebê foram até o quartel desesperados e informaram que o filho havia ingerido uma pomada, o que obstruiu totalmente as suas vias áreas. A criança estava com a pele roxa e não respirava.

O soldado BM Dourado recebeu a criança e imediatamente aplicou a Manobra de Heimlich, fazendo com que a criança repelisse o corpo estranho e voltasse a respirar.

Imediatamente, os bombeiros se deslocaram até o hospital Santa Rosa, em Nova Mutum, onde a criança foi entregue a equipe médica de plantão. De acordo com as informações, o garoto está bem e aguarda o resultado de exames para saber se chegou a broncoaspirar o produto ou não.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Fapemat financia pesquisa de plantio com menor impacto ambiental
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana