conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mulher

Comer placenta tem benefícios? Médica explica prática de Mayra Cardi

Publicado

Desde que deu à luz,  Mayra Cardi compartilha nas redes sociais o dia a dia dessa nova fase de sua vida. Na semana passada, a empresária e life coach expôs na rede o seu mais novo hábito para a saúde: comer placenta.


Mayra Cardi afirma que adotou o hábito de comer placenta por conta dos nutrientes disponíveis no órgão
Reprodução/Instagram

Mayra Cardi afirma que adotou o hábito de comer placenta por conta dos nutrientes disponíveis no órgão

A atitude chamou a atenção dos seguidores da ex-BBB e fez com que ela fizesse uma série de publicações explicando os motivos para comer placenta . De acordo com Mayra, a decisão surgiu após ela descobrir uma série de benefícios que o consumo do órgão pode proporcionar à saúde da mulher após o parto.

 “Ali tem vários nutrientes que as grávidas perdem durante o parto, que elas precisam repor”, falou em seu Instagram. Para Mayra, o fato de a  placenta ser consumida por animais após o nascimento dos filhotes também contribuiu para sua decisão. “Todos os animais, sem exceção, comem a placenta. Só nós que não”, falou.

A life coach ainda explicou que o órgão pode ser consumido de diferentes formas, mas que ela escolheu a cápsula por amenizar o gosto. “Eu não como carne, mas mandei fazer em cápsula e estou tomando”, disse Mayra ao garantir que não sente gosto algum de placenta .

Mas será que a prática é mesmo benéfica à saúde?

Comer placenta tem benefícios?


Mayra Cardi fez capsulas para comer a placenta, porém, médica afirma que os benefícios da prática não são comprovados
Reprodução/Instagram

Mayra Cardi fez capsulas para comer a placenta, porém, médica afirma que os benefícios da prática não são comprovados

Apesar de Mayra argumentar a favor do consumo, a ginecologista e obstetra Ana Carolina Pereira afirma que até o momento nenhum trabalho comprova as vantagens e benefícios da ingestão da placenta. Na verdade, a especialista entende que a suplementação de nutrientes que as mulheres costumam buscar consumindo a placenta pode ser alcançada a partir de outras fontes, como remédios e alimentos.

Veja Mais:  Família causa polêmica ao levar criança a sex shop e comprar pirulito de pênis

“Os animais fazem a ingestão de suas placentas por questão de instinto de preservação, já que vivem em meios inóspitos com possibilidade de escassez alimentar em algum momento. Os humanos não necessitam desse procedimento”, afirma.

Além da questão de repor certos nutrientes, Mayra falou sobre a placenta amenizar os sintomas de depressão pós-parto . Ana Carolina explica que a depressão pós-parto tem relação com a queda fisiológica dos hormônios e, principalmente, com pré-disposição genética.

Não há, portanto, nenhum estudo que comprove a relação entre o fato de ingerir placenta e a queda dos sintomas de depressão pós-parto. Nessa fase, o ideal é apoio familiar e acompanhamento obstétrico pós-parto para garantir a saúde e o bem-estar da mulher.

Sobre a placenta


A placenta é rica em nutrientes, por isso, algumas mulheres adotaram a prática de comer placenta após o parto
shutterstock

A placenta é rica em nutrientes, por isso, algumas mulheres adotaram a prática de comer placenta após o parto

A placenta é o órgão materno que existe apenas durante a gravidez e tem diferentes funções. É ela quem acomoda o bebê dentro do útero e garante a sua nutrição, transferindo nutrientes e o oxigênio do sangue da mãe para o bebê. A placenta é a responsável por fornecer ao bebê tudo o que ele precisa para se desenvolver.

É pelo fato de ser tão rica em nutrientes que as mulheres costumam consumi-la após o parto. Mesmo a prática de comer placenta não sendo tão incomum, é interessante buscar orientação médica sobre qual a melhor forma de repor nutrientes no pós-parto.

Veja Mais:  Horóscopo do dia: previsões para 2 de julho de 2019

Comentários Facebook

Mulher

“Me senti humilhada”, diz jovem que usou saia considerada “inadequada” por RH

Publicado

source

Lillie Cattell, de 18 anos, era estagiária há 11 meses na empresa Warwick Estates, em Harlow, na Inglaterra, quando foi confrontada sobre a roupa que usava. Na semana passada, a jovem diz um que uma pessoa da equipe de Recursos Humanos lhe disse que sua saia era “inadequada” para o ambiente de trabalho.

Leia também: Professora obriga menina a trocar de roupa por achar vestido “inadequado”

Lillie Cattell: mulher com saia arrow-options
Reprodução/Facebook/Lillie Cattell

Lillie Cattell foi trabalhar com uma saia que foi considerada “inadequada” pela área de Recursos Humanos da empresa

Segundo o portal essexlive.news , Lillie conta: “Ela me disse que o que eu estava usando era inadequado e me mandou para casa para me trocar. Eu fiquei frustrada e com raiva dentro de mim porque eu já tinha usado a mesma  saia várias vezes antes. Eu apenas disse tudo e fui embora.”

A jovem ainda diz que, segundo seus pais, ela se vestiu “de maneira inteligente” e ainda acrescenta: “Eu estava com vergonha de ter que sair, pegar minhas coisas e explicar ao meu gerente porque eu estava saindo. Quando entrei no carro, estava tendo um ataque de pânico. Não conseguia respirar.”

Leia também: Mulher é convidada a se retirar de restaurante por roupa “provocante demais”

Na volta para casa, enquanto seu pai dirigia, Lillie conta que ele precisou o carro na estrada. “Eu estava histericamente chorando. Apenas me senti humilhada”, ressalta. “Eu recebo um salário baixo e eles queriam que eu fizesse uma viagem de 40 minutos até minha casa para mudar de roupa ”, completa.

Veja Mais:  “Nem na ausência e nem diante de nossos ‘erros’ podemos compensar com presentes”

A estagiária ressalta que uma reunião informal foi oferecida para discutir a situação, mas ela recusou e diz que sentia que estava sendo “tratada como uma criança”. Lillie deveria deixar a empresa em 4 de setembro, mas decidiu sair antes por conta de toda a confusão com a roupa usada por ela.

Leia também: Noiva expulsa de festa convidado vestido com farda militar: “Estava inadequado”

A jovem, que se sente vestida apropriadamente com a saia , acha que a empresa precisa fazer algumas mudanças sérias em suas políticas para evitar que isso aconteça com outra pessoa. “É preciso haver um código de vestimenta definido. As meninas não vão usar a mesma coisa que uma mulher de 40 ou 50 anos”, aponta. De acordo com o essexlive.news , a Warwick Estates não quis comentar o caso.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

“Acham que ele é ‘sugar daddy’”, diz jovem 42 anos mais nova que o namorado

Publicado

source

A jovem Urszula Grzelak, de 19 anos, é de Varsóvia, na Polônia, e conheceu o atual namorado, Nigel Thorpe, de 61 anos, durante uma visita aos parentes que vivem no Reino Unido em agosto de 2016. A diferença de idade de 42 anos faz com que as pessoas chamem o homem de sugar daddy e considerem o relacionamento “doentio”.

Leia também: Mensagem de texto enviada errada faz mulher de 59 anos conhecer marido de 29

casal é criticado por conta da diferença de idade: arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Urszula Grzelak e Nigel Thorpe relatam sofrer com os comentários negativos sobre a diferença de idade


Juntos há três anos, o casal relata ao site Daily Mail que sofre constantemente com comentários negativos a respeito da relação por conta da diferença de idade. Urszula afirma que é rotulada como “gold digger” – termo usado para se referir à pessoa que engata um relacionamento com interesse em dinheiro ou status. Enquanto isso, Nigel é apontado como ” sugar daddy “.

Eles se conheceram por meio da tia de Urszula e a jovem afirmou que a paixão pela música os uniu. “Não demorou muito para duas pessoas que amam heavy metal se conectarem e se aproximarem”, diz ela.

Leia também: Casal tem 28 anos de diferença de idade e mulher diz: “Não importa o que pensam”

Casal é reprovado e sofre com comentários


Quando retornou para a Polônia, Urszula contou aos pais o que sentia por Nigel e teve um retorno negativo por parte dos familiares, que a obrigaram a não entrar mais em contato com o homem.

“Meus pais significam muito para mim. Eles estavam sempre lá quando eu precisava deles. Quando essas pessoas importantes da minha vida desaprovam meu relacionamento, dói muito”, desabafa ela. “No final, eles não tiveram sucesso, porque eu ainda mantive contato com Nigel e nossos sentimentos ficaram cada vez mais fortes”, pontua a jovem. Atualmente, de acordo com o casal, os pais dela aprovaram a relação e torcem por eles.

Com isso, Urszula, ao terminar o ensino médio, se mudou para o Reino Unido com o objetivo de morar com o homem e, depois de enfrentar a desaprovação dos familiares, era momento de lidar com os comentários de pessoas estranhas.

“Descrevem nosso relacionamento como polêmico e doentio . Eles fazem comentários desagradáveis, olham para nós ou apontam o dedo em nossa direção”, explica ela.

“Tivemos uma situação na Victoria’s Secret, onde todos estavam nos encarando. Eles estavam conversando sobre nós e rindo”, relata. Outra situação semelhante ocorreu em uma joalheria: “Acham que ele é um rico ‘ sugar daddy ‘ tentando agradar sua ‘ sugar baby ‘”, relembra Urszula.

A jovem conta que os funcionários da loja conversavam entre eles que era para mostrarem a ela tudo o que havia no estabelecimento porque o companheiro compraria.

Para superar os olhares e “fofocas”, a jovem diz que a solução é ignorar qualquer tipo de negatividade e focar apenas na alegria dela e do parceiro. “Não vai resolver nada tentar discutir com as pessoas”, garante a menina.

O casal não vê problemas em ser reprovado pelos estranhos, mas pede que não ultrapassem os limites e sejam “prejudiciais” ou “abusivos”. “Apontar os dedos na rua e gritar alto não é a maneira de expressar opiniões ou discordar sobre algo. As pessoas precisam entender que todos somos muito diferentes, mas ninguém pode julgar ou prejudicar as pessoas por causa disso”, diz Urszula.

Leia também: No funeral do marido, viúva usa vestido e ouve que deveria ter “perdido peso”

Para finalizar, a jovem aconselha casais que passam pelo mesmo problema por conta da diferença de idade . “Para aqueles que querem namorar pessoas muito mais velhas ou mais jovens, tenham certeza de que se o seu coração lhe disser que é isso, aceite. O amor é mais forte que qualquer coisa. Não há limites para o amor”, conclui.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Pensa em fazer um treino ao ar livre? Saiba como se exercitar em 15 minutos

Publicado

source

Women's Health

“Não vou conseguir ir à academia hoje”. Provavelmente você já ouviu e até mesmo falou esta frase pelo menos uma vez na vida. Bom, temos uma notícia para te dar: o treino ao ar livre é a opção perfeita para quem não tem tempo ou dinheiro para ir à academia. Então, se você costumava usar essa desculpa, pode esquecer!

Leia também: Correr na esteira ou ao ar livre: o que é melhor para perder peso?

treino ao ar livre arrow-options
shutterstock

Rodrigo Ruiz aponta os benefícios do treino ao ar livre e passa série completa para fazer em apenas 15 minutos

Além de ser uma opção sem custo financeiro e que pode ser realizada em praticamente qualquer local, se exercitar ao ar livre faz muito bem para o corpo e mente. “

O contato com o meio ambiente e a sensação de respirar ar puro despertam o corpo. É como uma injeção de ânimo muito bem-vinda (principalmente se for logo pela amanhã) somado à Vitamina D do contato com o sol”, avalia Rodrigo Ruiz, personal fighting de artistas como Sabrina Sato, Anitta e Mariana Rios. “Além disso, pode diminuir o estresse, tensão e depressão, problemas diretamente ligados à prática de atividade física .”

Leia também: Férias na praia? Confira treino funcional para não largar a rotina fitness

Mesmo sendo indicado para qualquer pessoa apta a praticar exercícios, existem alguns cuidados para fazer um treino outdoor . “Nos dias frios, é importante ter certeza de que você fez um bom aquecimento para não correr o risco de sofrer lesões. Já quando estiver calor, a hidratação deve ser extrema”, indica Ruiz. E não se esqueça de usar filtro solar, mesmo que não seja um dia ensolarado.

Veja Mais:  Família causa polêmica ao levar criança a sex shop e comprar pirulito de pênis

Quer começar a fazer exercícios ao ar livre? Rodrigo Ruiz montou um treino de 15 minutos para você fazer em qualquer lugar. Olha só:

Aquecimento

– Articulações: faça rotação do pescoço, braços, cintura e joelhos, dez vezes para cada lado.
– Cinco minutos de corda (pode ser substituído por 50 polichinelos, 10 agachamentos ou 10 minhocas – andar com as mãos no chão até formar a prancha e voltar até ficar em pé)

Treino

Faça 4 séries dos seguintes exercícios:

– 50 abdominais
– 10 agachamentos com avanço em cada perna
– 10 flexões de braço
– 10 agachamentos normais

Leia também: Treino para emagrecer: veja sugestões para fazer em 30, 45 e 60 minutos

Treino ao ar livre

No dia 17 de agosto, Rodrigo Ruiz comandou um treino outdoor para o público da 9ª edição do Rocky Spirit no Parque Villa-Lobos, em São Paulo. “Final de semana com treino funcional, com uma galera com muita energia. Obrigado Rocky Spirit por promover este evento que une esporte e filmes”, disse ele.


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana