conecte-se conosco


Mulher

Comer placenta tem benefícios? Médica explica prática de Mayra Cardi

Publicado

Desde que deu à luz,  Mayra Cardi compartilha nas redes sociais o dia a dia dessa nova fase de sua vida. Na semana passada, a empresária e life coach expôs na rede o seu mais novo hábito para a saúde: comer placenta.


Mayra Cardi afirma que adotou o hábito de comer placenta por conta dos nutrientes disponíveis no órgão
Reprodução/Instagram

Mayra Cardi afirma que adotou o hábito de comer placenta por conta dos nutrientes disponíveis no órgão

A atitude chamou a atenção dos seguidores da ex-BBB e fez com que ela fizesse uma série de publicações explicando os motivos para comer placenta . De acordo com Mayra, a decisão surgiu após ela descobrir uma série de benefícios que o consumo do órgão pode proporcionar à saúde da mulher após o parto.

 “Ali tem vários nutrientes que as grávidas perdem durante o parto, que elas precisam repor”, falou em seu Instagram. Para Mayra, o fato de a  placenta ser consumida por animais após o nascimento dos filhotes também contribuiu para sua decisão. “Todos os animais, sem exceção, comem a placenta. Só nós que não”, falou.

A life coach ainda explicou que o órgão pode ser consumido de diferentes formas, mas que ela escolheu a cápsula por amenizar o gosto. “Eu não como carne, mas mandei fazer em cápsula e estou tomando”, disse Mayra ao garantir que não sente gosto algum de placenta .

Mas será que a prática é mesmo benéfica à saúde?

Comer placenta tem benefícios?


Mayra Cardi fez capsulas para comer a placenta, porém, médica afirma que os benefícios da prática não são comprovados
Reprodução/Instagram

Mayra Cardi fez capsulas para comer a placenta, porém, médica afirma que os benefícios da prática não são comprovados

Apesar de Mayra argumentar a favor do consumo, a ginecologista e obstetra Ana Carolina Pereira afirma que até o momento nenhum trabalho comprova as vantagens e benefícios da ingestão da placenta. Na verdade, a especialista entende que a suplementação de nutrientes que as mulheres costumam buscar consumindo a placenta pode ser alcançada a partir de outras fontes, como remédios e alimentos.

Veja Mais:  Meu filho não come: dicas simples que vão te ajudar a superar essa situação

“Os animais fazem a ingestão de suas placentas por questão de instinto de preservação, já que vivem em meios inóspitos com possibilidade de escassez alimentar em algum momento. Os humanos não necessitam desse procedimento”, afirma.

Além da questão de repor certos nutrientes, Mayra falou sobre a placenta amenizar os sintomas de depressão pós-parto . Ana Carolina explica que a depressão pós-parto tem relação com a queda fisiológica dos hormônios e, principalmente, com pré-disposição genética.

Não há, portanto, nenhum estudo que comprove a relação entre o fato de ingerir placenta e a queda dos sintomas de depressão pós-parto. Nessa fase, o ideal é apoio familiar e acompanhamento obstétrico pós-parto para garantir a saúde e o bem-estar da mulher.

Sobre a placenta


A placenta é rica em nutrientes, por isso, algumas mulheres adotaram a prática de comer placenta após o parto
shutterstock

A placenta é rica em nutrientes, por isso, algumas mulheres adotaram a prática de comer placenta após o parto

A placenta é o órgão materno que existe apenas durante a gravidez e tem diferentes funções. É ela quem acomoda o bebê dentro do útero e garante a sua nutrição, transferindo nutrientes e o oxigênio do sangue da mãe para o bebê. A placenta é a responsável por fornecer ao bebê tudo o que ele precisa para se desenvolver.

É pelo fato de ser tão rica em nutrientes que as mulheres costumam consumi-la após o parto. Mesmo a prática de comer placenta não sendo tão incomum, é interessante buscar orientação médica sobre qual a melhor forma de repor nutrientes no pós-parto.

Veja Mais:  Com câncer terminal, mãe pede mais tempo com o filho e escola nega

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

11 aplicativos fitness para começar a praticar exercícios e controlar a dieta

Publicado

O que falta para você começar a se exercitar? As desculpas mais comuns para praticar atividade física são falta de tempo, preguiça e não gostar do ambiente das academias, entretanto a tecnologia pode ser uma ótima aliada para quem quer deixar o sedentarismo de lado, melhorar o desempenho físico e ainda ficar em forma. Para isso, existem muitas plataformas e aplicativos fitness com focos em diferentes objetivos.

Leia também: Mãe emagrece 40 kg com app de exercícios; saiba como usar bem esses apps


São vários os tipos de aplicativos fitness e você pode escolher um que atenda o que você busca e se encaixe na sua rotina
shutterstock

São vários os tipos de aplicativos fitness e você pode escolher um que atenda o que você busca e se encaixe na sua rotina

Os aplicativos fitness não substituem a orientação de um profissional qualificado, mas eles podem auxiliar quem deseja correr, definir os músculos, perder peso ou conseguir controlar a alimentação. Essas plataformas servem como um agente motivador que ajuda o usuário a manter uma rotina mais saudável de forma prática.

Plataformas e aplicativos fitness


Os aplicativos fitness pode ajudar a perder peso, definir o corpo e melhorar o condicionamento físico do usuário
shutterstock

Os aplicativos fitness pode ajudar a perder peso, definir o corpo e melhorar o condicionamento físico do usuário

Existem muitas opções de plataformas digitais e aplicativos fitness e suas funções são variadas. Para fazer a melhor escolha, basta ter em mente qual é seu objetivo principal. A parte boa é que muitas das opções são gratuitas e há opções que incentivam a fazer exercícios rápidos sem sair de casa, sendo possível realizar treinos de 15 minutos. Confira:

1. Queima Diária


Aplicativos fitness: o Queima Diária é uma plataforma que é considerada um Netflix de exercícios com programas com diferentes objetivos e todos em em português para facilitar o entendimento na hora da prática do exercício físico
Reprodução

Aplicativos fitness: o Queima Diária é uma plataforma que é considerada um Netflix de exercícios com programas com diferentes objetivos e todos em em português para facilitar o entendimento na hora da prática do exercício físico

Considerada um “Netflix” de exercícios físicos, essa plataforma online é maior da América Latina dedicada ao setor fitness e de bem-estar. A Queima Diária oferece um acesso ilimitado aos programas de exercícios físicos que vão do funcional ao cardio, da yoga ao pilates, do HIIT à dança.

Veja Mais:  Com câncer terminal, mãe pede mais tempo com o filho e escola nega

O acesso pode ser feito por meio de dispositivos móveis com sistema  iOS ou Android e também funciona via computador, notebook e Smart TV. Na plataforma, é possível encontrar mais de 250 videoaulas, que são dividias entre 18 programas que atendem objetivos diferentes e as necessidades de variados perfis de usuários, que pode escolher os conteúdos que desejam assistir.

Entre os programas disponíveis, destacam-se: o Mamãe Sarada, o Missão Fitness, o Desafio Yoga, o Cross Home, o Power Combat e o Power Hiit. Todos os programas são em português e isso facilita o entendimento do usuário. O valor do Queima Diária é R$29,90 por mês.

2. Jefit PRO


Aplicativos fitness: o Fetfit PRO é um app que conta com diversos tipos de exercícios físicos que podem ser feitos em casa
Reprodução

Aplicativos fitness: o Fetfit PRO é um app que conta com diversos tipos de exercícios físicos que podem ser feitos em casa

Esse aplicativo, disponível para iOS e Android, é como se fosse um personal trainer que conta com mais de mil exercícios diferentes que podem ser realizados em casa. Com a plataforma é possível criar programas de treinos personalizados e adaptados àquilo que a pessoa traça como objetivo.

Fora isso, também há ferramentas para registrar, acompanhar e analisar todos os detalhes dos treinos e, assim, você pode maximizar os resultados e saber quais são seus limites. O valor do Jefit PRO é de R$6,99 por mês.

3. Workout Trainer


Aplicativos fitness: o Workout Trainer é uma opção para quem busca exercícios físicos para emagrecer e motivação
Reprodução

Aplicativos fitness: o Workout Trainer é uma opção para quem busca exercícios físicos para emagrecer e motivação

O aplicativo foi desenvolvido por personal traines que criaram exercícios dinâmicos para quem quer emagrecer. A plataforma está disponível para iOS e Android e o interessante é que, além dos exercícios, há um conteúdo motivacional com mensagens de voz para estimular os usuários a treinarem com mais vontade.

Os treinos contam com exercícios aeróbicos, localizados e levantamento de peso sem precisar ter equipamentos de academia em casa, tudo para trazer mais comodidade e evitar gastos. O Workout Trainer é gratuito e possui algumas aulas pagas.

Veja Mais:  Bolsa de palha é o acessório que vai dominar a temporada primavera/verão

4. Charity Miles


Aplicativos fitness: o Charity Miles busca motivar seus usuários através de causas sociais, pois são feitas doações
Reprodução

Aplicativos fitness: o Charity Miles busca motivar seus usuários através de causas sociais, pois são feitas doações

Se você já gosta de se exercitar, mas está faltando motivação saiba que esse é um daqueles aplicativos fitness que utiliza uma causa social para incentivar o usuário a correr, pedalar e caminhar. A plataforma conta a distância que foi percorrida e oferece, em nome de quem está utilizando, dinheiro para caridade. O Charity Miles é totalmente gratuito.

5. Cyclemeter


Aplicativos fitness: o Cyclemeter é ideal para quem ama sair por ai pedalando e quer saber quais foram os resultados
Reprodução

Aplicativos fitness: o Cyclemeter é ideal para quem ama sair por ai pedalando e quer saber quais foram os resultados

Para quem curte pedalar, o Cyclemeter é uma boa opção. Considerado o aplicativo mais avançado para os ciclistas, ele transforma o dispositivo móvel do seu usuário um poderoso aliado para quem quer monitorar o próprio condicionamento físico por meio de mapas, gráficos, planos de treinos, cronômetro entre outras funções. O Cyclemeter é totalmente gratuito.

6. MyFitnessPal


Aplicativos fitness: com o MyFitnessPal é possível fazer o controle da dieta de forma dinâmica e sem perder a motivação
Reprodução

Aplicativos fitness: com o MyFitnessPal é possível fazer o controle da dieta de forma dinâmica e sem perder a motivação

Disponível para smartphones nos sistemas iOS e Android e também por website, o aplicativo traça uma dieta que ajuda os usuários a mudarem o estilo de vida com base em uma ingestão calórica que contenha os nutrientes ideais para a pessoa atingir sua meta traçada.

Leia também: Exercícios em casa: o que fazer, como e quais os cuidados para não se lesionar

Para isso, o aplicativo utiliza elementos de gamificação (dinâmicas e jogos) para motivar os usuários. Mesmo sendo originalmente em inglês, possui versão em português. O MyFitnessPal é mais um os aplicativos fitness totalmente gratuito.

Veja Mais:  Cesárea: OMS lança nova recomendação para reduzir procedimento

7. RunKeeper


Aplicativos fitness: o RunKeeper é uma app focado em corrida mostrando o percurso que o usuário percorreu
Reprodução

Aplicativos fitness: o RunKeeper é uma app focado em corrida mostrando o percurso que o usuário percorreu

Esse é um aplicativo popular para os amantes de corrida. A plataforma ajuda a monitorar o desempenho do usuário, seja na em uma corrida, caminhada, passeio de bicicleta, trilhas, mountain bike ou algo similar. O RunKeeper mostra estatísticas detalhadas sobre o ritmo, a distância, o tempo e as calorias queimadas do usuário durante a atividade física.

Outro detalhe é que é possível ouvir música durante o exercício e também dá para compartilhar as atividades físicas nas redes sociais e tirar fotos durante o percurso. O RunKeeper é totalmente gratuito.

8. Noom Coach


Aplicativos fitness: o Noom Coach pode ser usado para registar os exercícios que faz e também os detalhes da dieta
Reprodução

Aplicativos fitness: o Noom Coach pode ser usado para registar os exercícios que faz e também os detalhes da dieta

O aplicativo, disponível apenas na versão Android, faz o monitoramento dos exercícios físicos realizados pelo usuário, um registro de alimentação e também trabalha a motivação. A ideia é que esses registros ajudem a pessoa a ter uma visão geral da intensidade e frequência com que está se exercitando e se está levando a dieta a sério. O Noom Coach é totalmente gratuito.

9. GetFit: Excercícios em casa


Aplicativos fitness: com o GetFit você não terá mais a desculpa que não dá para fazer exercícios, pois pode fazer em casa
Reprodução

Aplicativos fitness: com o GetFit você não terá mais a desculpa que não dá para fazer exercícios, pois pode fazer em casa

Esse aplicativo está em iOS e Android trabalha a ideia de que para algumas pessoas o exercício físico em casa é a única opção disponível. A plataforma oferece planos de treino personalizados considerando gênero, peso, idade e as capacidades do usuário.

Os exercícios são demostrados em vídeos que foram gravados por profissionais e não necessitam de nenhum equipamento de academia. O GetFit é pago os valores dependem do plano escolhido, sendo o mensal cerca de R$ 75,00.

10. Freeletics


Aplicativos fitness: o Freeletics faz o usuário trabalhar com exercícios de alta intensidade baseados no HIIT
Reprodução

Aplicativos fitness: o Freeletics faz o usuário trabalhar com exercícios de alta intensidade baseados no HIIT

Seja para perder peso, ganhar músculo ou simplesmente ficar em melhor forma, o Freeletics é um aplicativo indicado. Os exercícios dos treinos são de alta intensidade, seguindo os princípios do HIIT, e podem ser feitos em lugar e a qualquer hora.

A ideia é fazer o usuário ficar em forma somente com movimentos, para isso, os exercícios foram pensados para a pessoa utilizar apenas o próprio peso corporal. Abdômen, braços, pernas, bumbum – é possível fortalecer e tonificar o corpo com os planos de treino seguindo direitinho. O valor do Freeletics é de R$ 20,00 por mês.

11. Smart Fit no Instagram


Aplicativos fitness: além dos apps é possível se exercitar seguindo as dicas dos vídeos feitos pela SmatFit no Instagram
Reprodução/Instagram

Aplicativos fitness: além dos apps é possível se exercitar seguindo as dicas dos vídeos feitos pela SmatFit no Instagram

A Smart Fit é conhecida por ser uma grande rede de academias e, percebendo que os alunos estão cada vez mais conectados e buscando por aplicativos e plataformas digitais, criou uma forma de incentivar as pessoas praticarem exercícios físicos em casa.

Para isso, toda segunda-feira a empresa lança um vídeo diferente no canal no IGTV, no Instagram, com treinos rápidos e fáceis. Não há custos para assistir aos vídeos.  

Leia também: Exercícios para fazer em casa: veja série para queimar gordura em 15 minutos

Vale ressaltar que para praticar atividade física, mesmo que por aplicativos fitness , é preciso estar com os exames em dia para não correr o risco de levar um susto durante o treino. Quanto à alimentação, também é preciso cuidado para não acabar fazendo dietas que podem causas problemas de saúde e o efeito sanfona. Por isso, sempre conte com o auxilio de um profissional qualificado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Como fazer co-wash? Conheça técnica de lavar o cabelo apenas com condicionador

Publicado

Você já ouviu algumas dicas sobre como fazer co-wash por aí? A técnica consiste em lavar os cabelos apenas com condicionador, sem usar qualquer tipo de shampoo. Essa ideia entra na mesma lógica dos  produtos leves , que possuem fórmulas com uma quantidade menor de componentes químicos, como alternativa para agredir menos o couro cabeludo e os fios. 


Aprender como fazer co-wash pode ser útil se você quer aderir à técnicas que agridem menos os fios e couro cabeludo
shutterstock

Aprender como fazer co-wash pode ser útil se você quer aderir à técnicas que agridem menos os fios e couro cabeludo

“A ideia é deixar os fios livres de sulfato, substância encontrada na maioria dos shampoos e que é responsável pela limpeza e espuma, mas também elimina o óleo natural e os lipídios do cabelo”, explica a hairstylist Camila Gomes, do Jacques Janine Fashion Mall. Segundo ela,  como fazer co-wash  não é um segredo: basta substituir o shampoo pelo condicionador

Com a busca por jeitos mais naturais de cuidar da beleza e do bem-estar em alta, essa técnica está ficando bastante popular. O hairstylist Rafael Fagundes ensina um passo a passo de como fazer co-wash e não errar na hora ao aderir à lavagem sem shampoo ; confira abaixo: 

  1. Molhe os cabelos com água morna e massageie por alguns minutos;
  2. Retire o excesso de água;
  3. Passe o condicionador na raiz e em todo o comprimento até as pontas, massageando bem o couro cabeludo para ativar a circulação e fazer uma boa limpeza;
  4. Massageie de cima para baixo para limpar os fios com o condicionador;
  5. Deixe agir por alguns segundos;
  6. Enxágue, sem deixar excesso de condicionador nos cabelos.
Veja Mais:  ‘Nail art’ com formigas de verdade causa polêmica nas redes sociais

Segundo o profissional, é extremamente importante massagear o couro cabeludo, porque esse é o jeito de conseguir eliminar um pouco da gordura do couro cabeludo. “Retirar o excesso de água dos fios também é essencial, porque muita água não deixa o condicionador penetrar. Além dessas etapas, lembre-se de não economizar produto, porque deve ser usado da mesma maneira que se usa normalmente o shampoo”, diz Rafael.

A especialista do Jacques Janine Fashion Mall complementa que a lavagem nas pontas ainda pode ser reforçada com a aplicação de um segundo condicionador, desde que este seja mais concentrado e sem óleo mineral. 

Como fazer co-wash depende da escolha de produtos


Segundo especialistas, o jeito certo de como fazer co-wash depende do tipo de produto que você escolhe para lavar os fios
shutterstock

Segundo especialistas, o jeito certo de como fazer co-wash depende do tipo de produto que você escolhe para lavar os fios

Apesar da ideia ser, basicamente, substituir um produto pelo outro, a prática não é tão simples assim. De acordo com o cabeleireiro e visagista Rudi Werner, do Werner Coiffeur, o principal motivo disso é que para ser considerado “produto leve”, o condicionador precisa ser isento de alguns componentes como: parafina, petrolatos e silicones insolúveis. “Esses ingredientes acabam grudando nos fios e só saem com sulfatos fortes”, explica. 

O especialista afirma que a melhor forma de escolher os produtos certos é lendo os rótulos, prestando bastante atenção nos ingredientes e pesquisando. “Além de garantir que o produto seja livre dos ingredientes mencionados acima, escolha um condicionador que possua algum agente de limpeza na composição, como o derivado do coco, chamado ‘cocamidopropyl betaine’, que é responsável por produzir uma limpeza mais completa.” 

Veja Mais:  Cesárea: OMS lança nova recomendação para reduzir procedimento

Outra questão que pode influenciar na eficácia de como fazer co-wash é o tipo de cabelo. “Essa técnica é indicada pra cabelos quimicamente tratados, ressecados, com luzes, mechas, crespos e cacheados. Para quem possui fios tingidos e lava todos os dias, o ideal é que você intercale o co-wash com a lavagem convencional utilizando o shampoo. Isso faz com que a tinta dure mais tempo”, aconselha Rudi. 

Rafael também indica prestar bastante atenção caso você tenha uma  raiz muito oleosa . “Nesse caso, o ideal é usar shampoo próprio na raiz e o condicionador no comprimento, pois pode piorar a oleosidade e causar problemas no couro cabeludo. Outra coisa é evitar fazer o uso da técnica de co-wash quem tem alguma doença tipo seborreia.”

Assim, você pode criar uma rotina do uso de co-wash e até, se necessário, intercalar a lavagem com shampoo. “A rotina pode ser feita a cada três ou quatro dias, seguindo o passo a passo corretamente, mas sempre recomendo a higienização com shampoo para evitar fungos e bactérias. Para isso, recomendo que os shampoos sejam livres de sulfatos”, diz o especialista.

“Pesquise bastante para conhecer as opções que o mercado oferece e escolha os produtos que melhor se adéquam ao seu tipo de fio. Não há regras, vai depender de cada tipo de cabelo. Quem tem cabelo oleoso, por exemplo, deve se organizar e escolher quais dias da semana irá fazer a co-wash, já aquelas que tem os fios mais ressecados podem usar apenas condicionador para higienizar os cabelos em todas as lavagens”, aconselha Camila Gomes. 

Veja Mais:  Áudios eróticos: mulheres buscam outra forma de consumir sexo

Co-wash pode beneficiar os cabelos?


Segundo especialistas, seguindo o passo a passo de como fazer co-wash pode ser bastante benéfico para os cabelos
shutterstock

Segundo especialistas, seguindo o passo a passo de como fazer co-wash pode ser bastante benéfico para os cabelos

O co-wash pode ser algo muito fácil de ser acrescentado à uma rotina de beleza e não é preciso, necessariamente, ser adepta de outras técnicas, como  “low poo” ou “no poo” , para começar a lavar os cabelos apenas com condicionador. “A técnica está diretamente ligada ao ‘low poo’ e ao ‘no poo’ e é praticado normalmente pelas pessoas adeptas à essas ideias. Mas, no geral, qualquer pessoa pode lavar os cabelos com condicionador”, comenta Rudi. 

O “low” e o “no” significam pouca e nenhuma espuma, respectivamente, também dipensam alguns agentes químicos e apostam em fórmulas de composição mais leves. Assim como fazer co-wash, a proposta é diminuir os danos causados por produtos com ingredientes agressivos. 

Por seguir a premissa de abolir alguns componentes químicos, apostar só no condicionador pode ser benéfico. “A técnica é perfeita para manter a hidratação natural dos fios e protegê-los de danos e ressecamentos causados pelo shampoo. Também é muito indicada para quem está passando pela transição capilar, pois mantém os fios mais nutridos e hidratados”, explica Camila.

Segundo Rafael, se tornar adepto da prática pode fazer muito mais do que apenas evitar o ressecamento do cabelo, já que também ajuda a diminuir o frizz e deixar os cachos mais definidos. “O mais importante na hora de aprender como fazer co-wash é seguir o passo a passo e usar os produtos corretos. Desse jeito, não tem erro”, finaliza. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Cuidados com a pele: óleos faciais

Publicado

Das grandes descobertas recentes e antigas sobre as possibilidades de mudança em nossa aparência, nada é tão perceptível quanto aos cuidados com a pele que protege o nosso rosto. A maquiagem tem o poder de nos transformar, porém uma pele bonita dá a base para esta transformação.


Cuidados com a pele -  beleza natural
Pinterest

Cuidados com a pele – beleza natural

Um rosto radiante é fruto de uma boa rotina de beleza, bons hábitos alimentares e atitude de prevenção. Neste cenário, se apresenta um novo e poderoso trunfo nos cuidados com a pele : os óleos faciais.

Com estas dicas, você vai descobrir por quê todos os tipos de pele deveriam estar usando este produto e quais medidas você pode tomar hoje para retardar o seu envelhecimento.


A pele necessita mais do que apenas uma hidratação

Os óleos faciais vem ganhando cada mais notoriedade. Eles chegam como resposta ao apelo por produtos de origem natural que provocam grandes resultados e pouco impacto no meio ambiente. Ele conquistou seu espaço graças à praticidade do uso, com apenas algumas gotas e uma rápida massagem você pode suavizar linhas de expressão, manter a hidratação e recuperar um pouco da elasticidade perdida.

Sua maior propaganda vem da constatação dos resultados: peles com aparência mais saudável e jovial se tornaram o carro-chefe deste produto democrático para todas as classes e idades, segundo a dermatologista Flávia Borges.

Veja Mais:  Bolsa de palha é o acessório que vai dominar a temporada primavera/verão

Assim como qualquer outro cosmético que é aplicado na face, cada óleo possui um extrato natural predominante indicado para um tratamento específico: base de óleo de oliva com vitaminas e antioxidantes para peles secas, extrato base de óleo de jojoba para cuidados com a pele oleosa e acneica , e óleo de amêndoas e de flor de abrunheiro para hidratação intensa.



Cuidados com a pele - Limpeza facial
Pinterest

Cuidados com a pele – Limpeza facial

O segredo para manter a pele jovem

A proteção solar é requisito obrigatório nos cuidados para manter a pele jovem .

“O sol é vital para o ser humano, porém a exposição prolongada resulta em melasmas – manchas escuras, e em fotoenvelhecimento, que é aceleração do processo natural de envelhecimento causada por raios solares” afirma Drª Flávia.

Portanto, existem produtos de beleza que são recomendados somente para a  noite para que seus componentes não reajam com a luminosidade, e outros que podem ser usados a qualquer hora do dia.

Os óleos faciais, por exemplo devem ser reservados para a rotina noturna de beleza, pois irá penetrar e agir por horas sem a influência de nenhum outro reagente.


Preparando a pele antes de dormir

Primeiramente, a limpeza. Se você usa maquiagem todos os dias, ou utiliza cremes faciais é necessário removê-los completamente antes de dormir. A pele precisa de descanso e esses resíduos se acumulam na superfície bloqueando os poros, com isso o seu organismo irá reagir produzindo mais oleosidade e poderão aparecer espinhas e inflamações.

Veja Mais:  Áudios eróticos: mulheres buscam outra forma de consumir sexo

Mesmo que você não utilize nenhuma maquiagem, ainda assim é preciso aderir à uma rotina de limpeza, já que o rosto está exposto à diversas substâncias durante o dia, como por exemplo a  poluição.


Cuidados com a pele - Massagem com óleos faciais
Pinterest

Cuidados com a pele – Massagem com óleos faciais

Após este processo, aplique gentilmente algumas gotas do seu óleo facial preferido e massageie suavemente.

Se estiver utilizando algum outro creme de tratamento, é importante que ele venha antes do óleo, pois este último penetra na pele e cria uma camada fazendo que o hidratante não fixe.




Cuidados para quem usa maquiagem todos os dias

Se você é daquelas mulheres que não abrem mão da maquiagem diária , o mesmo princípio se aplica, após a limpeza: hidratação. Apesar da sensação de maciez que o óleo facial traz, ele não hidrata a pele. A pele necessita de dois componentes para a hidratação completa: água e óleo, nesta exata sequência. Hidrate com um creme leve de sua preferência e finalize com duas gotinhas de óleo, massageando em movimentos circulares.

Com essas rotinas de cuidados com pele você poderá se empoderar do próprio reflexo e criar a partir de hoje bons hábitos que irão devolver a vitalidade para a imagem que você vê no espelho sem que você envelheça antes do tempo!

Comentários Facebook
Continue lendo

Colunista

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana