conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Portal Agro

Conab estima colheita recorde de 238,9 milhões de toneladas de grãos

Publicado

O 9º Levantamento da Safra de Grãos 2018/2019, divulgado nesta terça-feira (11), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), indica que a produção no Brasil para este período pode chegar a 238,9 milhões de toneladas, a maior da história. o recorde anterior foi registrado no período 2016/17, de 237,6 milhões, apurado após a atualização da safra de inverno e culturas de 2ª e 3ª safras.

O resultado positivo se deve especialmente ao crescimento da produção de milho. A estimativa da Conab representa crescimento de 4,9% ou 11,2 milhões de t, na comparação com a safra 2017/18. A área plantada deve ficar em 62,9 milhões, superando os 61,7 milhões de ha a safra anterior, com aumento de 1,9%. O maior crescimento área ocorreu nos plantios de soja, 672,8 mil hectares, milho segunda safra, 795,3 mil hectares e algodão, 425 mil hectares.

A produção do milho primeira safra está estimada em 26,3 milhões de t. O destaque é para a Região Sul do país, que representa mais de 45% do total. Houve uma redução de 2% na área cultivada desta cultura, especialmente em Minas Gerais, Maranhão e no Piauí. Já o milho segunda safra teve aumento de 31,1% na produção, impulsionado principalmente pelos incrementos esperados em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná. A área cultivada também alcançou um acréscimo de 6,9%, em comparação com 2017/18.

Veja Mais:  Vacinação contra febre aftosa imunizou 98,50% do rebanho previsto

A soja deve alcançar 114,8 milhões de t, 3,7% a menos do que na safra 2017/18. Desse total, 8% estão nas Regiões Centro-Oeste e Sul. Houve um crescimento de 1,9% na área de plantio.

A produção de arroz está prevista em 10,5 milhões de t, 12,9% a menos que na safra passada, principalmente em razão das reduções ocorridas nos estados produtores de destaque: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso e Tocantins.

No feijão primeira safra houve diminuição de 13,2% na área e 22,8% na produção em comparação com 2017/18. O feijão segunda safra teve 1,47 mil hectares cultivados, com destaque para Ceará, Mato Grosso e Paraná, como as maiores áreas plantadas no período. O plantio do feijão terceira safra está em andamento, com estimativa de área semeada de 591 mil hectares.

Safra inverno 2019

Com o início do plantio, a partir de abril, estima-se a produção das culturas de inverno (aveia, canola, centeio, cevada, trigo e triticale) em cerca de 0,8% superior à obtida em 2018.

Clique para obter mais informações sobre a produção de grãos no Brasil

Mais informações para a imprensa:Gerência de Imprensa
(61) 3312-6338/6344/6393/2256/6364/6389
imprensa@conab.gov.br

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook

Portal Agro

Mapa incentiva produção e aquisição de alimentos orgânicos para a merenda escolar

Publicado

Como parte das ações de estímulo à produção de alimentos orgânicos nos municípios, para serem destinados às escolas municipais e estaduais do país, o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), está apoiando a Santa Flor 2019 – Feira das Flores e da Agroecologia, que acontece em Santa Clara do Sul (RS). Além de incentivar a produção e o comércio de flores, o evento tem o objetivo de fomentar as agroindústrias familiares e a cultura orgânica, com a realização de debates sobre os temas e a exposição e venda de produtos ligados aos setores. 

A abertura oficial, realizada na tarde de ontem (19), contou com a presença do ministro da Cidadania, Osmar Terra, e do secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke, que defendeu a importância de ampliar a participação da produção orgânica nas refeições servidas aos estudantes de todas as etapas da educação básica pública.

“Estamos trabalhando em algo que vai contribuir de forma significativa para a promoção de hábitos saudáveis entre milhares de estudantes brasileiros. Por determinação da ministra Tereza Cristina, iniciamos várias mobilizações pelo país, fomentando o aumento de produtos orgânicos na merenda escolar. O intuito é incentivar que prefeitos construam projetos de apoio ao setor e comprem alimentos dos seus agricultores, de preferência da produção orgânica”, disse Schwanke.

A proposta do Mapa é expandir a presença dos orgânicos nas unidades escolares do país, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), ação do governo federal que garante a alimentação escolar a todos os estudantes dos ensinos infantil, fundamental e médio das escolas públicas e filantrópicas. Isso acontece por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento para a Educação (FNDE), que repassa os recursos financeiros para todos os estados e municípios.

Veja Mais:  Prêmio Semeando o Bem premia 13 projetos sociais e ambientais de produtores de algodão

A Lei da Alimentação Escolar determina que, do total dos recursos financeiros repassados aos municípios pelo FNDE para alimentação escolar, no mínimo 30% devem ser empregados na compra de alimentos produzidos pela agricultura familiar. “Em Santa Clara do Sul, 60% dos alimentos que vão para a merenda escolar já são orgânicos. O município está sediado no Vale do Taquari, que é um grande produtor de alimentos. E aqui existe um projeto de inserção dos seus agricultores na produção de alimentos orgânicos, que passa a ser um referencial para o Brasil. A iniciativa já conta com 30 produtores certificados”, ressaltou Schwanke.

A quarta edição da Feira Santa Flor segue até domingo (22). Na programação, cerca de 15 eventos técnicos, 14 shows e mais de 100 expositores. O evento é uma realização da Prefeitura de Santa Clara do Sul e parceiros, com o apoio do Mapa, da Embrapa Clima Temperado e da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado do Rio Grande do Sul.

Informações à imprensaCoordenação-Geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

Portal Agro

Inscrições para seminário internacional sobre agricultura na América Latina vão até 30 de setembro

Publicado

As inscrições para o seminário “Desafios e Oportunidades para a Agricultura na América Latina” vão até o dia 30 de setembro. No evento, que ocorrerá no Rio de Janeiro entre os dias 10 e 11 de outubro, serão apresentadas e debatidas as principais conclusões do estudo divulgado recentemente pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre papel da agricultura na América Latina e no Caribe. O evento terá tradução simultânea.

De acordo com o assessor do Departamento de Estudos e Prospecção da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SPA/Mapa) e presidente do Sistema de Informações de Mercado Agrícola do G20 (Amis), Marcelo Guimarães, o estudo enfatiza o papel determinante que a agricultura da América Latina desempenhou para a redução da pobreza rural ao longo dos últimos 30 anos na região. “Mesmo em momentos de crise econômica, o setor agrícola funcionou como um amortecedor contra os efeitos mais perversos dos períodos recessivos na América Latina”, afirmou o economista.

Programação 

Renomados palestrantes de diversos países (Canadá, Argentina e Estados Unidos) e representantes de organismos internacionais (FAO, IICA, BID, OMC e a própria OCDE) tratarão de temas que constarão dos painéis no primeiro dia do encontro, como as situações dos mercados agrícolas mundiais, os desafios e políticas públicas para a agricultura na América Latina e as perspectivas e os conflitos comerciais.

No segundo dia de reunião, os especialistas vão abordar o desenvolvimento sustentável dos biocombustíveis na América Latina, o papel da inovação tecnológica na agricultura da região, logística e infraestrutura e crédito rural em um contexto de mudanças no Brasil.

Irão participar do evento o secretário-executivo do Mapa, Marcos Montes, e o ex-ministro Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Estudos do Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas (FGV), professor de Agronegócios da Esalq/USP e embaixador da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) para as cooperativas. Também estará presente o chefe da Divisão de Comércio e Mercados Agroalimentares da OCDE, Jonathan Brooks.

>> Confira aqui a programação completa 

O encontro, promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a FGV, será realizado no auditório do Centro Cultural da fundação, na Praia de Botafogo. A OCDE e o  Amis, em parceria com a  FAO, também apoiam a realização do encontro.

Reunião do Sistema de Informações de Mercado Agrícola (Amis)

Nos dias 8 e 9 de outubro, os representantes dos países-membros e dos organismos internacionais participantes do Amis estarão reunidos para a 16ª reunião do Grupo de Informações daquela instituição. O encontro também será na FGV.

Informações à imprensaCoordenação-Geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Veja Mais:  Prêmio Semeando o Bem premia 13 projetos sociais e ambientais de produtores de algodão
Continue lendo

Portal Agro

Mapa apoia Agrohackathon 2019, que vai debater soluções tecnológicas para a gestão de riscos rurais

Publicado

O uso da tecnologia aliada na gestão dos riscos da produção agrícola será debatido pelos participantes do Agrohackathon 2019, entre os dias 11 e 13 de outubro, no Setor de Ciências Agrárias da UFPR, em Curitiba. No evento, estudantes de todo Brasil irão identificar problemas sobre o monitoramento da produção, seguro rural e Proagro, avaliação de riscos, e sinistros, desenvolvimento de produtos inovadores e integração de bancos de dados para a gestão da agricultura com a utilização de tecnologias como drones, equipamentos digitais, bancos de dados, aplicativos e plataformas digitais para o desenvolvimento de soluções que possam ser aplicadas na prática.

O Agrohackathon será realizado pelo Centro de Economia Aplicada, Cooperação e Inovação do Agronegócio da Universidade Federal do Paraná (CEA-UFPR), em parceria com o Campus Curitiba da Universidade Federal Tecnológica do Paraná (UTFPR).

Para o diretor do Departamento de Gestão de Riscos da Secretaria de Política Agrícola, Pedro Loyola, que representará o Ministério da Agricultura, o Agrohackaton vai propiciar a interação das demandas das políticas do governo com as soluções da academia com pesquisas aplicadas. “Vamos contribuir também com a proposição de problemáticas reais do seguro e do Proagro para serem resolvidas durante o evento”, explica. 

O professor Gilson Martins, coordenador do evento pelo CEA-UFPR, explica que o evento é importante para estimular a produção de soluções tecnológicas de acordo com as necessidades do mercado. “Trata-se de uma oportunidade para que os estudantes entendam às necessidade dos produtores, órgãos do governo e empresas privadas e utilizem seus conhecimentos para propor soluções tecnológicas práticas”, diz. 

O evento deverá contribuir para a melhoria de programas como o seguro rural e Proagro, pois as tecnologias desenvolvidas poderão ajudar na redução de custos para o produtor e para a melhoria operacional dos programas do governo. O professor Roberto Cândido, da UTFPR, acrescenta que, por ser um evento multidisciplinar, o Agrohackaton é uma oportunidade única para fazer estudantes da tecnologia e das ciências agrárias trabalharem juntos.”

Para a vice-reitora da Universidade Federal do Paraná, a professora Graciela Inês Bolzón de Muñiz, a universidade deve sempre valorizar esse tipo de iniciativa. “É uma oportunidade de juntarmos a academia e os diferentes setores da sociedade e propormos soluções que gerem valor, unindo a criatividade, o conhecimento e as necessidades da economia”, diz. 

Veja Mais:  Desperdício de alimentos e comércio na internet estão em debate na OCDE, em reunião com a presença do Mapa

O Sistema FAEP/SENAR e o Sistema Ocepar também apoiam a iniciativa, que deverá contar ainda com a participação de seguradoras e organizações do agronegócio.    

As inscrições para o evento podem ser feitas até o dia 26 de setembro. 

Informações à imprensaCoordenação-Geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana