conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mulher

Concurso internacional elege as melhores fotos de parto, pós-parto e gravidez

Publicado

Fotos de parto costumam ser bastante emocionantes por captar um momento único e especial para as famílias. Diante disso, a Associação Internacional de Fotógrafos Profissionais de Nascimento (IAPBP, na sigla em inglês) elege e premia todos os anos as melhores imagens realizadas no contexto de um parto, seja antes, durante ou depois do nascimento de um bebê.

Leia também: “É ver o milagre da vida diante dos olhos”: como é ser uma fotógrafa de parto


A brasileira Bárbara Aviz destacou-se entre as fotos de parto, pós-parto e gravidez do concurso internacional
BARBARA AVIZ / IAPBP

A brasileira Bárbara Aviz destacou-se entre as fotos de parto, pós-parto e gravidez do concurso internacional

Foram escolhidas 25 fotos de parto , pós-parto e gravidez como os melhores cliques da edição de 2019. Entre eles, o nome de uma brasileira se destacou. Bárbara Aviz, de Santa Catarina, foi a única profissional do país a aparecer nessa edição com uma foto na categoria “menção honrosa”.

A fotógrafa apresentou uma foto sensível, que mostra o encontro emocionante de uma garota com seu irmãozinho recém-nascido. O registro (imagem acima) recebeu o nome de “Doce encontro dos irmãos”.

Fotos de parto, pós-parto e gravidez vencedoras do concurso


A primeira das fotos de parto tem o nome de “Nosso bebê arco-íris finalmente está aqui”, e foi escolhida pelo júri e membros
BELLE VERDIGLIO – PERTH BIRTHPHOTOGRAPHER/ IAPBP

A primeira das fotos de parto tem o nome de “Nosso bebê arco-íris finalmente está aqui”, e foi escolhida pelo júri e membros

A escolha das fotos de parto, pós-parto e gravidez não é feita de forma simples e aleatória. A competição divide seu prêmio principal em dois tipos diferentes, sendo um voltando para o júri oficial e o outro que é feito a partir da escolha dos próprios membros da associação. Cada um contém seis categorias diferentes: “vencedor geral”, “trabalho de parto”, “parto”, “ pós-parto ”, “detalhes do parto” e “primeiras 48h”.

Veja Mais:  Noiva surpreende pai em hospital para dançar com ele no dia do casamento

Nove fotos foram premiadas pela IAPBP. Além dessas, outras entraram para a lista dos vencedores dessa edição e receberam menção honrosa. A imagem emocionante acima foi feita pela fotógrafa australiana Belle Verdiglione, do site Belle Verdiglione Photography. Com o nome de “Nosso bebê arco-íris finalmente está aqui”, essa foi a foto vencedora escolhida tanto pelo júri quanto pelos membros da associação.

Veja as outras fotos que se destacaram no concurso:

Leia também: Bebê segura o dedo de obstetra em parto cesárea e registro emociona

Trabalho de parto


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha do júri na categoria
DORA BARENS GEBOORTEFOTOGRAFIE/ IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha do júri na categoria “trabalho de parto”

“Nascimento na água ao pôr-do-sol” foi a imagem escolhida pelo júri para a categoria “trabalho de parto”. O clique é da fotógrafa Dora Barens, do site Dora Barens Geboortefotografie, da Holanda.


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha dos membros para a categoria
CINDY WILLEMS – BIRTH DAY GEBOORTEFOTOGRAFIE/ IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha dos membros para a categoria “trabalho de parto”

Já a escolha dos membros foi o clique “Meu amor, minha heroína”, clicado pela fotógrafa Cindy Willems, do site Birth Day Geboortefotografie, também da Holanda.

Parto


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida para a categoria
ASHLEY MARSTON BIRTH PHOTOGRAPHY/ IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida para a categoria “parto” pelo júri

“Muitas mãos” foi a imagem escolhida pelo júri. A responsável pelo clique foi a fotógrafa Ashley Marston, do site Ashley Marston Photography, do Canadá.

Veja Mais:  Vida perfeita no Instagram? Influenciadora abre debate nas redes sociais

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha dos membros para a categoria
BRITTANY FISHER – MICAH LYNN BIRTH STORIES / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha dos membros para a categoria “parto”

Pelos membros, foi a foto “Eles disseram que não podia fazer isso”. A foto foi clicada pela fotógrafa norte-americana Brittany Fisher, do site Micah Lynn Birth Stories.

Pós-parto


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha do júri para a categoria
JERUSHA SUTTON PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: escolha do júri para a categoria “pós-parto”

A foto escolhida pelo júri recebe o nome de “A limpeza mais gloriosa de todas”. A imagem foi feita pela fotógrafa australiana Jerusha Sutton, do site Jerusha Sutton Photography.


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida pelos membros para a categoria
HEATHER SEARS PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida pelos membros para a categoria “pós-parto”

“Esconde-esconde” foi o clique escolhido pelos membros da associação. A responsável pela foto foi a norte-americana Heather Sears, do site Heather Sears Photography.

Detalhes do parto


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida para a categoria
SAMANTHA EVANS – SEVAN PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida para a categoria “detalhes de parto”

A foto da escolhida pelo júri e pelos membros para a categoria “detalhes do parto ” foi a “Envolvido”, feita pela fotógrafa Samantha Evans, do site Sevan Photography, do Canadá.

Primeiras 48 horas


Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida para a categoria
KIMBERLY KIMBLE – RUSHES & WAVES / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: foto escolhida para a categoria “primeiras 48 horas”

Tanto o júri quanto os membros escolheram a mesma foto: “Esses somos nós”, imagem feita pela fotógrafa Kimberly Kimble, do site Rushes & Waves, dos Estados Unidos.

Veja Mais:  Mulher aceita ser barriga de aluguel para evitar que amiga fique paraplégica

Leia também: Fotógrafa cria projeto emocionante de imagens que representam parto na água

Menção honrosa


Fotos de parto, pós-parto e gravidez:
BELLE VERDIGLIO – PERTH BIRTHPHOTOGRAPHER/ IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: “Bebê nascido nas mãos do pai” recebeu menção honrosa

Veja algumas das fotos que receberam menção honrosa. A segunda das fotos de parto que receberam menção honrosa foi a impactante imagem “Bebê nascido nas mãos do pai”, clique feito pela fotógrafa Belle Verdiglione, do site Belle Verdiglione Photography, da Austrália.


Fotos de parto, pós-parto e gravidez:
LAWREN SNAPKA – LAWREN ROSE PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: “A separação final” recebeu menção honrosa

Outra foto que recebeu menção honrosa foi “A separação final”, feita pela fotógrafa norte-americana Lawren Snapka, do site Lawren Rose Photography.


Fotos de parto, pós-parto e gravidez:
AMANDA DITZEL – RALEIGH BIRTH PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: “Com mulher” recebeu menção honrosa

Outro clique emocionante foi o da fotógrafa norte-americana  Amanda Ditzel, do site Raleigh Birth Photography, que recebeu o nome de “Com mulher”.


Fotos de parto, pós-parto e gravidez:
DEBORAH ELENTER – NEO PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: “Não consigo parar de te olhar” recebeu menção honrosa

“Não consigo parar de te olhar” foi a imagem feita pela fotógrafa “Deborah Elenter”, do site Neo Photography.


Fotos de parto, pós-parto e gravidez:
SARAH WIDNYANA – LIFE & LENS PHOTOGRAPHY / IAPBP

Fotos de parto, pós-parto e gravidez: “Nascimento deixa a sua marca em todos nós” recebeu menção honrosa

Os detalhes captados pela fotógrafa australiana Sarah Widnyana, do site Life & Lens Photography, emocionam. A foto recebe o nome de “Nascimento deixa sua marca em todos nós”.


Parto, pós-parto e gravidez:
SHEA LONG – COASTAL LIFESTYLES PHOTOGRAPHY / IAPBP

Parto, pós-parto e gravidez: “De todos os ângulos” recebeu menção honrosa

“De todos os ângulos”, clique feito pela fotógrafa canadense Shea Long, do site Coastal Lifestyles Photography, também recebeu menção honrosa no concurso de fotos de parto , pós-parto e tudo o que envolve o nascimento

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Terapeuta de 90 anos cita os piores erros que estão atrapalhando sua vida sexual

Publicado


Depois de alguns anos o sexo caiu na rotina? Veja quais erros você está cometendo que podem estar acabando com sua vida sexual e dicas para recuperar agora toda a chama da relação
shutterstock

Depois de alguns anos o sexo caiu na rotina? Veja quais erros você está cometendo que podem estar acabando com sua vida sexual e dicas para recuperar agora toda a chama da relação

Se alguém tem experiência para falar sobre sexo, essa pessoa é Ruth Westheimer. Aos 90 anos, a terapeuta sexual segue dando conselhos para ajudar casais a melhorarem suas vidas debaixo dos lençois. Em entrevista recente ao programa americano “Today”, por exemplo, ela apontou quais os maiores erros que as pessoas em um longo relacionamento cometem e que atrapalham a vida sexual. Será que você se encaixa em algum dos casos?

Leia também: Apimente a relação com 30 posições sexuais

Segundo Dra Ruth, como é conhecida mundialmente, são três os erros que mais afastam os casais atualmente e prejudicam a vida sexual . A boa notícia é que com medidas simples é possível contornar a situação e recuperar toda aquela chama da relação. Veja os detalhes: 

Erro #1: quando a vida sexual fica em seguno plano


O maior erro, segundo a terapeuta, é colocar a vida sexual em segundo plano
shutterstock

O maior erro, segundo a terapeuta, é colocar a vida sexual em segundo plano

Esse é o maior erro de todos, de acordo com a especialista. E ela é bem direta ao dar uma solução para esse problema: “Tenha certeza de que você realmente quer fazer sexo com seu parceiro. Pare de dizer que  sexo não é tão interessante quanto há 20 anos. No lugar disso, fale o quanto você tem sorte por ter um parceiro”. 

Veja Mais:  Fonte da juventude? Sexo uma vez por semana pode te deixar 15 anos mais “jovem”

Erro #2:  celular é mais importante que o outro


Vocês passam mais tempo no celular do que conversando um com o outro? Está aí mais um erro que atrapalha a vida sexual
shutterstock

Vocês passam mais tempo no celular do que conversando um com o outro? Está aí mais um erro que atrapalha a vida sexual

Sim, estamos em um mundo conectado, mas isso pode ser um perigo para a vida a dois. Muitos casais ficam tanto tempo com seu celulares, seja em redes socias, troca de mensagens ou outros aplicativos, que esquecem dos parceiros. E aí voltamos ao primeiro erro da lista. O celular vem antes até do sexo, mesmo que muitos nem percebam isso. 

A dica de Dra Ruth é se desconectar dos aparelhos e buscar mais aproximação no mundo real. “Deixe o celular do lado de fora do quarto porque você precisa conversar de fato com seu parceiro. Se tivesse de escolher uma coisa que é a mais importante em um relacionamento é o diálogo. Vocês precisam conversar um com o outro “. 

Erro #3: falta de tempo


Não desanime com a falta de tempo e procure criar momentos a dois para apimentar a vida sexual
shutterstock

Não desanime com a falta de tempo e procure criar momentos a dois para apimentar a vida sexual

Esse é um problema geral e que também acaba influenciando no sexo e afastando os casais:  a falta de tempo. Se há filhos, então, a coisa fica ainda mais complicada. Entretanto, segundo Dra Ruth, isso não é motivo para desanimar e abandonar a relação a dois. 

Leia também: 10 hábitos que você deve evitar para salvar um relacionamento desgastado

Veja Mais:  Noiva surpreende pai em hospital para dançar com ele no dia do casamento

“Para ser realista, as pessoas mais velhas não têm a mesma resistência que as pessoas mais jovens”, reconhece a terapeuta sexual. “E os pais, principalmente, têm dificuldade de encontrar tempo para si”, continua. 

“Para eles eu falo em alto e bom tom: vão para um motel! Vocês não precisam passar a noite inteira lá, pode ser apenas algumas horas. Aproveitem para tomar um banho de banheira, beber champagne, jantar e fazer um bom sexo. Depois voltem para casa e paguem a babá”, aconselha a babá. Esse momento a dois já vai apimentar a vida sexual de vocês. 


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Professora “imita” aluna e corta cabelo depois de criança ser vítima de bullying

Publicado

Uma professora de educação infantil dos Estados Unidos chamou a atenção com uma bela atitude recentemente. Depois de ver uma aluna sofrer bullying porque tinha o cabelo curto, ela decidiu também cortar os fios para mostrar que todos podem usar os cabelos da forma que quiserem. 


Professora Shannon Grimm aparece com o cabelo curtinho ao lado da aluna que sofreu bullying na escola
Divulgação/Willis ISD

Professora Shannon Grimm aparece com o cabelo curtinho ao lado da aluna que sofreu bullying na escola

Leia também: Solidariedade: crianças raspam a cabeça para apoiar mãe e amigo

“Precisava mostrar que garotos podem ter cabelo comprido como as garotas e que as garotas podem ter cabelo curto como os garotos”, afirma Shannon Grimm, professora da escola Meador Elementary School,  em Willis, no Texas, em entrevista ao programa de TV “Today”. 

A história começou com a pequena Priscilla, de 5 anos. A garotinha era constantemente vítima de provocações dos colegas de escola por causa dos fios curtos. Depois das férias, a professora decidiu adotar um corte bem parecido com o da criança. 

Leia também: Como reverter e evitar o bullying entre crianças e adolescentes

Ela conta ao “Today” que os alunos ficaram chocados quando a viram com o novo visual, mas o resultado foi positivo. Segundo a professora, Priscilla ficou muito empolgada com a atitude dela. “Sua confiança aumentou”, completa Shannon. 

Decisão de cortar o cabelo


Shannon e a pequena Priscilla com o mesmo corte de cabelo e laços combinando
Divulgação/Willis ISD

Shannon e a pequena Priscilla com o mesmo corte de cabelo e laços combinando

Shannon diz também que não fácil decidir abanonar os longos fios, mas que não se arrepende. “Sabia no meu coração que era isso que eu precisava fazer”, diz a professora. 

Veja Mais:  Vida perfeita no Instagram? Influenciadora abre debate nas redes sociais

Ela espera que o gesto possa servir de exemplo no futuro e em outros casos de bullying. “Na vida sempre teremos alguém que não será legal com a gente. Mas tudo se resume a que você faz e como voê reage a isso”, analisa Shannon. 

Leia também: Como lidar com um filho que pratica bullying?

De acordo com a professora, a pequena Priscilla concorda com ela. “Ela me disse: ‘Quando for grande como você, terei amigos que serão maus comigo, mas eu serei boa com eles como você’”. 

Para completar, a professora ainda comprou laços iguais que ela e a aluna usam como adereço de  cabelo na escola. “Os laços representam força, família e que tem alguém olhando por ela”, detalha Shannon. “Vou continuar usando o laço. Estou aqui por ela”, finaliza. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Medalhista olímpico dá dicas para quem quer começar a correr em provas de rua

Publicado

Quer começar a correr em provas de rua e não sabe o que fazer? Apesar de parecer simples se aventurar nesse meio, já que estamos falando de provas que acontecem em vias públicas, alguns cuidados são necessários para evitar lesões e possíveis complicações aos corredores.

Leia também: É corredor de rua? 5 exercícios para melhorar desempenho e ganhar velocidade


Antes de começar a correr em provas de rua, alguns cuidados com a alimentação e o preparo físico são necessários
shutterstock

Antes de começar a correr em provas de rua, alguns cuidados com a alimentação e o preparo físico são necessários

É preciso muito treino, hidratação e alimentação adequada para garantir força e resistência durante o percurso. Veja as principais dicas do medalhista olímpico Robson Caetano, embaixador do Viva a Longevidade, do Grupo Bradesco Seguros, para quem quer começar a correr em provas de rua. 

Leia também: 6 corridas diferentes para desafiar seus limites ou apenas se divertir

Principais cuidados para quem quer começar a correr


Medalhista olímpico indica que o primeiro passo para quem quer começar a correr é buscar orientação médica
shutterstock

Medalhista olímpico indica que o primeiro passo para quem quer começar a correr é buscar orientação médica

Para quem está começando, um primeiro passo pode ser buscar acompanhamento médico para encarar essa jornada. Segundo Robson Caetano, o profissional irá te orientar o quanto de intensidade você pode realizar para não se machucar. “Essa troca com o profissional de educação física pode ser a chave do sucesso nas corridas de rua , mas se você não tiver o acompanhamento, a declaração de aptidão para a prática da atividade de corrida já é o suficiente”, fala. 

Veja Mais:  Móveis planejados para cozinha ajudam a ganhar espaço e trazem conforto

Após isso, é hora de treinar e criar condicionamento físico. Além do acompanhamento médico, para quem está começando o treino deve ter cautela e precaução para evitar possíveis lesões.

“As lesões podem ser evitadas se quem pratica a atividade de corrida realizar exercícios de alongamento, coordenação e se mantiver focado em seu objetivo. Eu não posso garantir que não haja imprevistos, mas isso já ajudará”, fala. 

Além disso, é fundamental manter uma alimentação apropriada para garantir um corpo forte e leve. “Assim você sofrerá menos com o treinamento, que é usado exatamente para essa manutenção da sua capacidade física e de peso”, explica o medalhista.

O que fazer antes da minha primeira corrida?


Quem quer começar a correr deve redobrar a atenção com hidratação e alimentação às vésperas da prova
shutterstock

Quem quer começar a correr deve redobrar a atenção com hidratação e alimentação às vésperas da prova

Com a aproximação da prova, você deve dar uma atenção mais cuidadosa aos preparativos para a competição. O medalhista explica que poucos dias antes da prova o treinamento diminui tanto de volume quanto de intensidade.

“Há um aumento considerável de hidratação, afinal ao longo de uma prova, o desgaste físico se dá principalmente em função da desidratação, e, para evitar esse desgaste se faz necessária a melhora da hidratação”, aconselha.

Além disso, acompanhado da grande ingestão de água na véspera da prova, é válido consumir uma quantidade generosa de carboidrato. “O açúcar encontrado nas massas será útil para a combustão de energia no músculo”, explica.

Veja Mais:  Vanda Jacintho recebe amigos hoje para seu private sale de Natal

Leia também: Corrida na esteira, na rua ou na areia? Qual o melhor exercício para emagrecer?

Durante o percurso


Se você quer começar a correr em provas de rua, é importante lembrar que durante o percurso os cuidados continuam
shutterstock

Se você quer começar a correr em provas de rua, é importante lembrar que durante o percurso os cuidados continuam

E os cuidados continuam após o início da corrida de rua . De acordo com Robson Caetano, a hidratação ainda é o ponto chave para aguentar o trajeto. Ele explica que é interessante fazer a manutenção hídrica, com intervalos entre três a quatro quilômetros para a reposição. Já nos atletas de alto rendimento, muitos se hidratam em momentos entre 5 a 8 quilômetros, e apenas molham a boca sem ingerir muitos goles – apenas saboreiam a água e seguem. 

Agora que você já sabe como começar a correr e se preparar para as provas de rua, é hora de amarrar o tênis, colocar uma roupa adequada e partir para o treino! 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana