conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Confira curiosidades sobre o Monster Jam, evento que invade a Arena Corinthians

Publicado


Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez
Facebook

Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez

Com centenas de eventos pelo mundo e mais de um milhão de fãs no Facebook, o Monster Jam é o maior espetáculo de ação em quatro rodas do mundo. São caminhões trucks gigantes com aproximadamente 3 metros de altura e largura, 5 metros de comprimento e peso de 6 toneladas.

Leia também: Da Playboy para a F1 feminina; conheça a “coelhinha” que é favorita na W Series

No Monster Jam , as máquinas se enfrentam em provas que mesclam manobras radicais, altura e distância de cada salto e momentos em que o piloto consegue sair de situações que podem levar o monster truck à destruição são somente algumas das emoções que aguardam o público durante a apresentação.

Retornando à Arena Corinthians , em São Paulo, no dia 15 de dezembro, a atração contará com uma apresentação às 14h e uma sessão extra às 20h. Na parte da manhã, ocorrerá a Pit Party, momento em que os fãs podem encontrar os pilotos e os monster trucks , tirar fotos e pedir autógrafos.

Confira abaixo algumas curiosidades sobre o Monster Jam


Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez
Facebook/Reprodução

Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez

  • Altura – Aproximadamente 3,6 metros
  • Largura – Aproximadamente 3,6 metros
  • Comprimento – Aproximadamente 6 metros
  • Peso – 5.4 toneladas
  • Tamanho do pneu – 167cm x 109 cm em uma roda de 63,5 cm
  • Tipo de Motor – Big Block American V8 com injeção supercharged
  • Tamanho do motor – menos de 14,6 metros cúbicos / 9,4 litros de deslocamento
  • Cavalos de força (HP) – 1350 – 2000+
  • Velocidade máxima – 113 Km/h (os Monster trucks são equipados com tacômetros que medem a velocidade de trabalho de um motor em comparação com os velocímetros que medem a velocidade do veículo)
  • Amortecedores – de 20 a 32 polegadas com suspensão ajustáveis de nitrogênio ou Coilovers
  • Chassis – Feito de aço customizados com mínimo de 8 pontos ligados ao chassi principal
  • Corpo – Composto de fibra de vidro com para-brisa da Lexan
  • Capacidade do tanque de Combustível – 83 litros
  • Tipo de Combustível – 99,9% Metanol (Álcool)
  • Economia de Combustível – 17 litros por quilômetro
  • Segurança do truck – Inspeção de mais de 50 pontos de segurança antes de cada show / O Interruptor de ignição remota (RII), permite que os operadores de pista possam desligar um caminhão a qualquer momento / Há um sistema de extintor de incêndio a bordo
  • Segurança do motorista – Cinto de segurança de corrida de 5 pontos / macacão, calçados, luvas e capacete de corrida resistentes ao fogo
  • Trailer de Transporte (carregado) – 28 toneladas
Veja Mais:  Douglas Costa revela advertência de Tite após cusparada: “Ele falou o que pensa”

Leia também: Fórmula 1 em 2019 terá a menor média de idade entre os pilotos da história

Atualmente, os trucks do Monster Jam têm estruturas leves e pneus mais pesados que conferem mais força ao veículo, sem alterar a velocidade, a manobrabilidade e a segurança.

  1. Estrutura do truck
    – Feita a partir de fibra de vidro, o Monster Truck é projetado para a criação de um personagem ou tema. Trucks personalizados podem ser esculpidos à mão em isopor e madeira, que servem de molde para criar a estrutura do truck ou ainda podem ser criados por computadores.
  2. Assento do piloto
    – A maioria dos Monster Trucks acomoda o piloto centralizado no interior do veículo para que ele tenha a melhor visão da pista e para que o peso seja melhor distribuído. Os assentos são moldados conforme o corpo de cada piloto e todos utilizam protetores de cabeça e pescoço para garantir a segurança em terrenos com obstáculos e com irregularidades.
  3. Pintura
    – A maioria dos trucks do Monster Jam® tem obras personalizadas e altamente projetadas. A pintura é cara e consome tempo, já que alguns trucks exigem mais de 40 horas desse tipo de trabalho. Os fabricantes sempre têm muito trabalho, já que suas criações são, com frequência, destruídas durante os shows.
  4. Motores
    – Construídos de forma customizada, os motores possuem supercharger, que conferem mais potência ao carro e utilizam metanol. Os trucks do Monster Jam® queimam até 10 litros do material por corrida e chega a potência de 1.500 cavalos.
  5. Sistema de Suspensão
    – Para permitir que os pilotos suportem os impactos durante o evento, cada truck é equipado com amortecedores especialmente projetados, cheios de óleo e gás nitrogênio, que são instalados com cada pneu.
  6. Pneus
    – Cada pneu é feito sob medida. Possuem 1,67m de altura e 1,1m de largura. Em média cada time do Monster Jam® utiliza 8 jogos de pneus por ano. Os pneus são projetados de maneira diferente para satisfazer as diversas condições da pista e a preferência do motorista. Fazer apenas um pneu requer mais de 50 horas de trabalho.
Veja Mais:  Barcelona entra em acordo com Bayern e fecha com Vidal por três temporadas

Sobre o evento Monster Jam


Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez
Facebook/Reprodução

Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez

No Monster Jam, os Monster Trucks se enfrentam em três formas diferentes de competição:

  • Corrida lado-a-lado – corrida tradicional, onde o primeiro caminhão que cruzar a linha de chegada, com o menor número de penalidades, é declarado vencedor;
  • Competição em duas rodas – os pilotos precisam mostrar seus melhores movimentos em duas rodas durante um tempo determinado. Cada motorista recebe duas tentativas;
  • Competição Freestyle – permite que os motoristas mostrem suas habilidades dentro de um tempo determinado. Nesta categoria, os torcedores atuam como juízes. 

Curiosidades sobre o Monster Jam


Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez
Facebook/Reprodução

Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez

  • 2017 foi o 25º aniversário do evento;
  • Mais de 4 milhões de fãs participam de eventos da Monster Jam® todos os anos ao redor do mundo;
  • A final mundial em Las Vegas, reúne 32 dos principais trucks do mundo para competirem pelo Campeonato Mundial de Freestyle e Corrida. Os competidores só podem competir mediante um convite;
  • Uma equipe de corrida da Monster Jam® viaja 72.400 quilômetros por ano por terra para participar de eventos;
  • Monster Trucks comuns custam 600 mil dólares por ano com construção, equipe, reparos e transporte, para se manterem na turnê do Monster Jam;
  • Carros comuns, com lataria de metal, são os veículos normalmente esmagados durante um evento de Monster Truck;
  • Os carros, bem como vans, ônibus, motor-homes, aviões e ambulâncias, são obtidos a partir de ferros-velhos locais e devolvidos após cada evento.
  • Número médio de carros esmagados por ano: 3.000.
  • 650 mil jardas (equivalente a quase 600 km) de terra são usadas anualmente para criar as trilhas do Monster Jam;
  • A Monster Jam Dirt Crew usa 100.000 caminhões de terra por ano para criar todas as pistas do Monster Jam;
  • Para construir uma pista, 3.000 peças de equipamentos são usadas anualmente;
  • Demora até 12 horas para construir uma pista em arenas e até 20 horas para construir uma pista de estádio;
  • Três profissionais são necessários para construir uma pista em arena e 10 são necessários para construir uma pista de estádio;
  • Demora até 16 horas para montar o Monster Jam® em um estádio e até seis horas para a montagem do evento em arena
Veja Mais:  Documentário sobre reconstrução da Chape abre festival de cinema na Espanha

Pilotos e treinos

  • Os pilotos de Monster Jam treinam na Monster Jam University por mais de 100 horas antes de competir em um evento;
  • A idade média de um piloto do Monster Jam é de 32 anos;
  • Um esporte em que pilotos masculinos e femininos competem nos mesmos eventos para os mesmos campeonatos;
  • Cada macacão utilizado pelo piloto é personalizado e resistente ao fogo com três camadas de proteção;
  • Todos os capacetes, protetores de cabeça e pescoço usados são resistentes ao fogo. Eles também comportam um rádio;
  • Um piloto não tem apenas um cinto de segurança, é necessário um arnês com cinco pontos de contato.

Programação do Monster Jam 2018


Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez
Facebook

Monster Jam invade a Arena Corinthians mais uma vez

1ª Apresentação

10h – Pit Party
12h – Encerramento da Pit Party
12h – Abertura dos portões para entrada do público
14h – Início da primeira apresentação
16h30 – Encerramento da primeira apresentação

2ª Apresentação

18h – Abertura dos portões para entrada do público
20h – Início da segunda apresentação
22h30 – Encerramento da segunda apresentação

Leia também: Organizadores planejam mudanças para o calendário da Fórmula 1. Saiba quais

A duração de cada evento do Monster Jam é de aproximadamento 150 minutos e a classificação é livre. Ingressos e informações estão no site monsterjam.com.

Comentários Facebook

Esportes

Três brasileiros disputam título em torneio de surfe de Sidney, na Austrália

Publicado


Tatiana é uma dos três brasileiros em torneio australiano de surfe
WSL / Ethan Smith

Tatiana é uma dos três brasileiros em torneio australiano de surfe

Há duas semanas do início do Mundial de Surfe, que começa no dia 03 de abril, alguns atletas da elite já aquecem em eventos menores também organizados pela WSL. No QS 6000 Vissla Sidney Surf Pro, na Austrália, quatro sul-americanos disputam as finais deste domingo.

Leia também:  Veja quais são as novidades anunciadas pela Liga Mundial de Surfe em 2019

Os brasileiros Jadson André, Jessé Mendes, Tatiana Weston-Webb e o peruano Alonso Correa, venceram suas baterias no sábado de ondas de 2-3 pés em Manly Beach e seguem na disputa do título do surfe .

Jadson não perde mais a liderança do ranking do WSL Qualifying Series, a divisão de acesso para a elite do surfe, e terá um duelo sul-americano com Alonso Correa, valendo a última vaga para as semifinais.

Jessé Mendes disputa a segunda bateria com o australiano Nicholas Squiers e a sua namorada, Tatiana Weston-Webb, enfrenta a australiana que lidera o QS feminino, Isabella Nichols.

As meninas abriram o sábado de ondas pequenas, mas com boa formação para manobras de borda e aéreas também, que os homens escolheram para arrancar as maiores notas do dia. A gaúcha Tatiana Weston-Webb entrou no quarto duelo do dia e começou bem, manobrando forte uma boa onda que valeu 8,33. Isabella Nichols, adversária de Tatiana, teve nota 13,26 no duelo australiano com Sophie McCulloch.

Veja Mais:  Inter de Milão é absolvida pela Fifa por suposta violação no ‘caso Modric’

Leia também:  Recordista de ondas gigantes, Maya Gabeira vira Barbie em edição especial

Tatiana Weston-Webb é a única representante da América do Sul desde as oitavas de final femininas. Já na categoria masculina, foram seis disputando classificação no sábado e apenas metade avançou para as quartas de final.

Jessé Mendes foi o segundo membro da Brazilian Storm a entrar na água, depois de Thiago Camarão que não se classificou. O paulista empatou esse placar em 1 a 1, somando duas notas na casa dos 6 pontos para despachar Jacob Willcox por 12,60 a 8,93. O peruano Alonso Correa venceu o australiano Liam O´Brien por 13,57 a 10,80 pontos.

O líder do QS Qualifying Series da WSL , Jadson André começou fulminante a temporada 2019, decidindo os títulos das duas únicas etapas que competiu esse ano. Venceu o Oi Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha e ficou em segundo na disputa de Newcastle no domingo passado, perdendo para o paulista Alex Ribeiro.

Neste sábado, Jadson André disputou a última bateria do dia com o neozelandês Ricardo Christie e venceu por 13,97 a 13,30 pontos.

Leia também:  Após curtir carnaval, Gabriel Medina mira tri mundial e vaga para Olimpíadas

As etapas do QS 6000 masculina e feminina do Vissla Sydney Surfe Pro são transmitidas ao vivo da Austrália pelo site oficial da WSL e as quartas de final devem começar as 7h00 do domingo em Manly Beach, 17h00 do sábado no fuso horário de Brasília.

Veja Mais:  Aos 31 anos, Stephen Curry é um dos maiores nomes do basquete americano atual

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Tottenham divulga vídeo time-lapse do seu novíssimo – e lindo – estádio; confira

Publicado


Novo estádio do Tottenham em Londres, na Inglaterra
Reprodução

Novo estádio do Tottenham em Londres, na Inglaterra

O Tottenham está bem perto de inaugurar o seu mais novo e belo estádio na cidade de Londres, na Inglaterra – a estreia oficial será no dia 3 de abril, contra o Crystal Palace, pelo Campeonato Inglês.

Leia também: Jogador é agredido por torcedor rival e marca gol da vitória em clássico inglês

Antes, porém, o Tottenham fará dois eventos testes no local. Um deles será já neste domingo, em um jogo das categorias de base do clube.

Em sua conta oficial do Twitter, o time londrino divulgou um vídeo bem legal mostrando a construção do estádio em um time-lapse , desde 2016 até os dias atuais. Confira abaixo:

O Tottenham Hotspur Stadium começou a ser projetado em março de 2015, sendo que a previsão era de que ele fosse entregue em setembro de 2018. Porém, falhas nas garantias de segurança atrasaram as obras, e o time foi obrigad obrigado a atuar em Wembley.

Leia também: Manchester City ajudará financeiramente vítimas de abuso sexual

Visualizar esta foto no Instagram.

Football’s coming home. #COYS

Uma publicação compartilhada por Tottenham Hotspur (@spursofficial) em 23 de Mar, 2019 às 7:06 PDT

O primeiro jogo do Tottenham em seu novíssimo estádio será transmitido para o mundo todo. Menos para a Inglaterra.

Leia também: Para Guardiola, Manchester City ainda é “adolescente” na Liga dos Campeões

A situação que parece ser estranha tem uma explicação: os dois canais que transmitem a Premier League no país já definiram as suas grades do dia e horário do duelo contra o Crystal Palace, com a Sky Sports optando pelo duelo entre Manchester City e Cardiff City, enquanto a BT Sport não tem mais direito a nenhum jogo do Spurs na sua lista.

Desta forma, apenas os 62 mil torcedores que forem ao estádio terão a chance de assistir a este encontro histórico para o  Tottenham .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Mais:  Três jogadores são punidos por briga generalizada na NBA
Continue lendo

Esportes

Atleta recebe notícia da morte do pai após jogo de basquete universitário

Publicado


Phil Cofer, atleta do basquete universitário, recebeu notícia da morte do pai após jogo da NCAA
Reprodução

Phil Cofer, atleta do basquete universitário, recebeu notícia da morte do pai após jogo da NCAA

Na última quinta-feira (21) o atleta de basquete universitário Phil Cofer passou por um momento delicado. Após a vitória de seu time, o Seminoles da Flórida State Univesity, o ala-pivô recebeu a notícia da morte de seu pai, Mike Cofer, em telefonema da mãe.

Leia também:  Rodada da NBA tem atuação de gala de Harden e LeBron fora dos playoffs

Mike era um ex- atleta de futebol americano que atuou como linebacker no Detroit Lions nos anos 80. Ele foi diagnosticado em 2007 com amiloidose, uma doença rara que afeta órgãos e tecidos, e faleceu aos 58 anos por complicações da doença.

O técnico do Seminoles, Leonard Hamilton, conhecia Mike e o descreveu como uma pessoa forte. “Ele sempre enfrentou todos os dias com o coração de um leão, com uma tremenda quantidade de coragem, e ele passou o mesmo aspecto mental e emocional para seu filho, Phil”.

Apesar da perda, Phil estará com a equipe neste sábado para a segunda partida da NCAA contra o Murray State e deve retornar a Fayetteville, onde mora sua família, após o jogo.


Mike Cofer, pai do atleta do Seminoles da Flórida, faleceu aos 57 anos vítima de doença rara
Reprodução

Mike Cofer, pai do atleta do Seminoles da Flórida, faleceu aos 57 anos vítima de doença rara

Leia também:  PSG tem ‘time dos sonhos’ para a disputa da Liga dos Campeões 2020; veja

Veja Mais:  Inter de Milão é absolvida pela Fifa por suposta violação no ‘caso Modric’

“Você nunca quer ver algo assim, você nunca quer passar por algo assim, especialmente em um momento como este. Mas vamos nos unir e ser fortes para ele. O que ele precisa, nós conseguimos. Nós realmente não sabemos o que vem por aí. Nós apenas sabemos que temos um jogo e temos que tentar ganhar para ele”, disse o companheiro de equipe Terance Mann.

Sabendo da doença do pai de Phil, no início da temporada universitária o Seminoles tinha dedicado o desempenho da equipe a Mike.

Leia também:  Guga Kuerten convida Roger Federer para fazer dupla com ele no Brasil

“Ele [Phil] está magoado, mas ele quer que a temporada continue sendo especial. Nós vamos dar tudo o que temos”, afirmou o atleta PJ Savoy, armador da equipe.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana