conecte-se conosco


Carros e Motos

Conheça as 5 principais novidades que vão estrear em 2019 no Brasil

Publicado

O ano que vem promete. Vão ser vários os modelos que vão chegar ao mercado. Mas, entre os principais lançamentos de 2019 existem alguns carros que merecem destaque. Na lista abaixo você poderá saber detalhes sobre eles e esperar que cheguem às lojas para decidir de valem a pena ou não na comparação com as opções que já estão sendo oferecidas atualmente.

LEIA MAIS: VW T-Cross: andamos no protótipo do novo SUV. Confira as primeiras impressões

1 – Volkswagen T-Cross (abril)


VW T-Cross  é um dos lançamentos de 2019 que vão dar o que falar. Chegará para brigar com HR-V, Creta e companhia
Divulgação

VW T-Cross é um dos lançamentos de 2019 que vão dar o que falar. Chegará para brigar com HR-V, Creta e companhia

 O utilitário esportivo compacto da marca alemã  está entre os lançamentos de 2019 e vai chegar apenas em abril, mas promete balançar o segmento. Chegará com uma série de atrativos, como os motores 1.0 (128 cv) e 1.4 (150 cv), ambos turbinados, com injeção direta de combustível e com a possibilidade de serem acoplados ao câmbio automático, de seis marchas.

 Bom também é que o volume do porta-malas do VW T-Cross pode variar entre 373 litros e 420 litros por causa do banco traseiro deslizante. Entre os opcionais, os destaques ficam por conta do teto solar panorâmico, do sistema de sol de alta-fidelidade (300 watts) e do que faz o carro estacionar sozinho, precisando apenas usar os freios para controlar a velocidade. 

Veja Mais:  Nova Honda CRF 250F 2019 chega com o motor da CB Twister

2 – Chevrolet Bolt (primeiro semestre)


Como primeiro carro elétrico da GM no Brasil, o Chevrolet Bolt está entre os lançamentos importantes de 2019
Divulgação

Como primeiro carro elétrico da GM no Brasil, o Chevrolet Bolt está entre os lançamentos importantes de 2019

 O primeiro carro totalmente elétrico que a GM vai vender no Brasil chegará pelo preço sugerido de R$ 175 mil. A reportagem de iG Carros chegou da dar uma volta no modelo, que impressionou pelo bom desempenho, aliado ao silêncio ao rodar.  O motor consegue render nada menos que 36,7 kgfm de torque e 230 cv, números suficientes para acelerar de 0 a 100 km/h em meros 6,5 segundos, de acordo com a fabricante. 

LEIA MAIS: celeramos o único elétrico Chevrolet Bolt trazido ao Brasil

Bom também é que todo o fluxo de energia do carro pode ser monitorado por uma tela de 10,2 polegadas, que também exibe informacões do computador de bordo e as imagens das câmeras espalhadas pelo carro, que podem gerar visão de 360°. Conforme a fabricante, o Chevrolet Bolt pode rodar, em média 383 quilômetros até precisar de recarga nas baterias. Mas isso pode aumentar bastante conforme o modo de direção selecionado, o trajeto, a temperatura ambiente entre uma série de variáveis.

3 – Hyundai HB20 (segundo semestre)


Hyundai Saga, mostrado no Salão do Automóvel,  servirá de base para o novo HB20,  um dos lançamentos de 2019
Cauê Lira

Hyundai Saga, mostrado no Salão do Automóvel, servirá de base para o novo HB20, um dos lançamentos de 2019

 O novo Hyundai HB20 vai ter linhas do protótipo Saga EV, mostrado no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, em novembro último. Entre os principais destaques estéticos estarão itens como a frente totalmente reestilizada, com novos faróis, ampla grade e para-choque envolvente. Vincos laterais pronunciados também vnoa chamar atenção, bem como a traseira com a luz de ré incorporada ao para-choque, como na primeira geração do Ford Focus.  Além disso, haverá novos conjuntos de rodas e calotas e novos traços na linha de cintura, o que ajudará a deixar o novo HB20 hatch com desenho mais arrojado.

Veja Mais:  Hyundai apresentará conceito de SUV compacto elétrico no Salão do Automóvel

 No conjunto mecânico, entre as novidades do novo compacto poderá aparecer uma versão 1.0 turbo, com injeção direta e o 1.6 de três cilindros, mais eficiente que o atual, mesma cilindrada, mas com quatro clindros. Na transmissão, não são esperadas mudanças. Hoje em dia, a Hyundai oferece caixa automática ou manual, ambas de seis marchas.  

4 – Renault Logan/Sandero ( segundo semestre)


Renault Logan mudará no ano que vem. A versão que será vendida no Brasil também está entre os lançamentos de 2019
Divulgação

Renault Logan mudará no ano que vem. A versão que será vendida no Brasil também está entre os lançamentos de 2019

 A principal novidade da marca francesa no Brasil em 2019 será a versão renovada da dupla Sandero/Logan. Entre as mudanças, vão se destacar as lanternas traseiras maiores que as atuais, chegando a ocupar uma parte da tampa do porta-malas.  Além disso, a frente vai passar a ter LED nos faróis, item que será obrigatório em todos os carros feitos no Brasil a partir de 2021.

LEIA MAIS: Eis a nova traseira da versão renovada do Renault Sandero

Os retoques no desenho do Sandero não serão as únicas novidades do modelo, que ficará um pouco mais refinado por dentro. Bom também é que o acabamento será um pouco mais caprichado e a central multimídia mais moderna, compatível com Android Auto e Apple Car Play. No conjunto mecânico haverá opção de câmbio automático CVT, o mesmo usado no SUV Duster. Entretanto, os motores deverão continuar os mesmos da linha SCe, que ainda não atuais e eficientes.

Veja Mais:  Renault Twizy tem potencial para solucionar problema detrânsito

5 – Nissan Leaf (junho)


Nissan Leaf é o modelo elétrico da marca japonesa que o terá como um dos principais lançamentos de 2019 no Brasil
Divulgação

Nissan Leaf é o modelo elétrico da marca japonesa que o terá como um dos principais lançamentos de 2019 no Brasil

 Seguindo a leva de carros elétricos que vão chegar ao Brasil em 2019, a Nissan chegará com o Leaf, pelo preço sugerido de R$ 178.400. O modelo já tem uma história de sucesso no resto do mundo, com 365 mil unidades vendidas em 51 países. E conta com bateria com garantia de oito anos e que terá reutilizada depois que terminar a vida útil conforme os estudos feitos com a Universidade de Santa Catarina.

LEIA MAIS: Nissan apresenta o elétrico Leaf e o SUV híbrido X-Trail no Salão do Automóvel

O Leaf entrega 150 cv de potência e 32,6 kgfm de torque. De acordo com a Nissan, uma recarga total em tomada doméstica leva em torno de oito horas. Com “tanque cheio”, o modelo que está entre os principais lançamentos de 2019 é capaz de percorrer até 240 km. A geração anterior do modelo da marca japonesa chegou ao Brasil apenas para ser utilizada como táxi.

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Nova CNH é adiada. Agora, entrará em vigor apenas em 2023

Publicado


Nova CNH será de plástico e terá um microchip que terá uma série de informações do motorista, entre as novidades
Divulgação

Nova CNH será de plástico e terá um microchip que terá uma série de informações do motorista, entre as novidades

É adiado o prazo para entrar em vigor o novo modelo de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Agora só passará a valer a partir de 2022. De acordo com a Resolução nº 747, “órgãos e entidades executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal” terão até 31 de dezembro de 2022 para “adequar seus procedimentos”.

LEIA MAIS: CNH passa a contar com QR Code contra falsificações

Portanto, apenas depois disso é que a CNH será atualizada no País. Ou seja, as mudanças serão implementadas, de fato, a partir de 2023. As diferenças começam pelo aspecto de um cartão de crédito, feito de material plástico. haverá um microchip que vai armazenar diveras informações do motorista, inclusive biométricas, e um código QR parecido com o impresso na CNH atual a partir de maio último.

Outra novidade importante é que com a nova CNH será possível pagar tarifas de pedágio, metrô e ônibus. Além disso, o novo documentos poderá servir como identificação em bancos e outros órgãos públicos como uma forma mais segura para evitar fraudes.

O custo de emissão da nova CNH vai variar de acordo com o que definir o Detran de cada estado  e o novo documento será emitido automaticamente conforme for sendo necessária a renovação. 

Veja Mais:  Mercedes confirma que vai trazer o novo Classe A a partir de dezembro

LEIA MAIS: CNH Digital: Veja as vantagens e o que é preciso para conseguir o documento

Antes de todas as mudanças previstas na CNH, o documento já passou por uma série de alterações recentes para aumentar a segurança e a praticidade. Além de ter mudado de cor, a partir de fevereiro passou a valer a versão digital, armazenada no celular, que substituiu a impressa.  

Como funciona o QR Code da CNH


Código QR Code fica impresso no verso da CNH e pode ser lido com um aplicativo gratuito no celular
Divulgação/Detran

Código QR Code fica impresso no verso da CNH e pode ser lido com um aplicativo gratuito no celular

 A resolução 598 do Conselho Nacional de Trânsito (Conatran)  determina que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deve vir com o QR Code impresso no verso do documento. O código, lido facilmente por máquinas específicas ou por aplicativos para celulares, servirá para evitar fraudes e falsificações da habilitação. As CNHs emitidas a partir de maio virão com a novidade e a mudança será feita gradativamente.

Localizado no verso de toda CNH , o QR Code ocupa um quadrado de 5 cm x 5 cm, todo na cor preta. Para ler o código, gerado automaticamente pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), basta baixar o aplicativo Lince (disponível para Android e iOS) criado pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública que também cuida do banco de dados do Denatran. 

LEIA MAIS: Governo desiste de adotar as novas regras de renovação da CNH

Veja Mais:  Redação do iG elege os carros dos sonhos

Ao ler o QR Code no verso da CNH , o aplicativo mostra todos os dados do condutor, incluindo foto, puxando as informações diretamente do sistema do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach). Dessa forma, os agentes de trânsito podem verificar na hora se as informações no documento físico são as mesmas do banco de dados, identificando falsificações  na hora, inclive mostrando a foto do motorista.

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Volkswagen prepara segunda geração do Up! elétrico para 2020

Publicado


Volkswagen Up! elétrico é o novo projeto da montadora alemã, mas não terá a plataforma dos futuros eletrificados
Divulgação

Volkswagen Up! elétrico é o novo projeto da montadora alemã, mas não terá a plataforma dos futuros eletrificados

A Bloomberg, agência de economia, apurou que o Volkswagen Up! elétrico de 18 mil euros (cerca de R$ 78 mil) será lançado. Trata-se de uma estratégia curiosa, uma vez que a família I.D. não incluía um modelo nessa faixa de preço. A má notícia é que, assim como acontece com o e-Up! atual, tudo indica que a nova geração ficará restrita ao mercado europeu.

LEIA MAIS: Carros elétricos e híbridos da VW entrarão no lugar dos a combustão, em 2026

O InsideEVs, site especializado em carros elétricos, conversou com Matt Renna, vice-presidente da Volkswagen América do Norte durante o Salão de Los Angeles. O executivo já foi gerente de produto da Tesla, ou seja, entende quando o assunto é o mercado dos carros elétricos. Renna explicou que a marca alemã não irá adicionar um veículo “surpresa” em sua linha I.D. Ao invés disso, a Bloomberg dizia sobre o novo Volkswagen Up! elétrico . A VW irá colocar baterias melhores no subcompacto VW e-Up! , para aumentar sua autonomia e até o seu desempenho.

LEIA MAIS: Audi e-Tron GT conceitual, com 590 cv, é revelado no Salão de Los Angeles (EUA)

O executivo não quis falar quando ele será lançado, já que não é o mercado pelo qual é responsável, mas o que se fala é que o carro elétrico mais em conta da VW será lançado em meados de 2020. Na realidade, o novo e-Up! não ganhará a plataforma MEB da Volkswagen, que será usada na linha I.D.. No seu lugar, deve continuar a base NSF, utilizada só por ele (e suas variantes SEAT e Skoda).

Veja Mais:  Redação do iG elege os carros dos sonhos

LEIA MAIS: Salão do Automóvel 2018 apresentará o VW I.D Crozz, SUV elétrico de 2020

Volkswagen Up! elétrico no Brasil?


Chegada do Volkswagen Up! elétrico ainda é incerta, mas tem chances, tal como o Golf GTE, que chega em 2019
Divulgação

Chegada do Volkswagen Up! elétrico ainda é incerta, mas tem chances, tal como o Golf GTE, que chega em 2019

No Brasil, ainda não existem informações sobre um possível lançamento do e-Up!. No entanto, a reportagem de iG Carros conversou com Pablo Di Si, Presidente da VW América do Sul, sobre planos para o lançamento de elétricos no país. O executivo confirmou o Golf GTE para o ano que vem e disse que a Volkswagen terá uma ampla variedade de carros 100% elétricos em seu portfólio global. Quanto ao subcompacto, se for viável, irá trazer, mas as estimativas apontam que custaria acima dos R$ 100 mil, ou o equivalente a sedãs e SUVs médios.

LEIA MAIS: Volkswagen elétrico da família I.D terá até 500 km de autonomia

Se a possibilidade for a produção do Volkswagen Up! elétrico no Brasil, como todo o ferramental e processo industrial já está instalado, uma possível conversão do modelo para um carro totalmente elétrico seria a justificativa para manter o compacto em linha por mais tempo. Deveremos esperar o desenrolar das estratégias da VW, que para 2026, decidiu que somente carros elétricos e híbridos sairão das fábricas da matriz. No Brasil não deveremos esperar que isso aconteça já na próxima década.

Veja Mais:  Harley-Davidsonantecipa sua linha 2019

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Ford EcoSport e Ranger têm descontos que podem chegar a R$ 25 mil

Publicado


Ford EcoSport recebe descontos com a intenção de retomar um pouco de sua popularidade no mercado
Divulgação

Ford EcoSport recebe descontos com a intenção de retomar um pouco de sua popularidade no mercado

A Rede Ford CAOA, encerra o ano de 2018 com promoção para Ford EcoSport Titanium (R$ 85.500 — desconto de R$ 15 mil) e Ranger XL (R$ 105.700 — desconto de R$ 25.790). O SUV vem equipado com câmbio automático de seis marchas, motor 2.0 de176 cv e 22,5 kgfm, além de um pacote de itens de série que inclui: central multimídia com tela de 8 polegadas, sensor de chuva, sistema de monitoramento de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, direção elétrica, ar-condicionado automático e digital, luzes diurnas em LED, bancos revestidos em couro, faróis com lâmpadas de xenônio, teto solar elétrico, rodas de liga leve de 17 polegadas, entre outros.

LEIA MAIS: Veja os 5 SUVs compactos com os custos de seguro mais em conta de hoje em dia

Já a picape traz cabine dupla, motor 2.2 Diesel de 160 cv e 39,3 kgfm e tração 4×4. A lista de equipamentos inclui diferencial traseiro blocante, controle adaptativo de carga, assistente de partida em rampas, controle automático em descidas, controle anti-capotamento, direção elétrica, rádio com comando de voz e controles no volante, entre outros. Tanto o Ford EcoSport 2019 na versão titanium quanto o Ford Ranger 2019 na configuração XL Cabine Dupla serão, com esses descontos, dão lugar às ofertas do black friday, que diminuiram os preços do EcoSport SE 1.5, Focus SE 1.6, Fiesta SE 1.6, Ranger Limited 3.2 e toda a linha Ka.

Veja Mais:  Conheça o novo aplicativo para carro que poupará o seu dinheiro com manutenção

LEIA MAIS: Ford Ranger 2019 chega com redução de preço em todas as suas versões

Desempenho do Ford EcoSport e do Ranger nas vendas


Se entre os SUVs o Ford EcoSport tenta se recolocar, entre as picapes a montadora aposta no Ranger
Divulgação

Se entre os SUVs o Ford EcoSport tenta se recolocar, entre as picapes a montadora aposta no Ranger

O EcoSport emplacou um total de 2.994 unidades em novembro. Em 5º lugar no ranking de SUVs, não foi um resultado bastante significativo se comparado à sua média anual, o que explica os descontos para a versão de topo, a com menor saída. Para tomar o líder do segmento Hyundai Creta como referência — o mais vendido entre julho e setembro, e no mês passado — vendeu 5.171 unidades no mesmo mês, ou mais de mil unidades de vantagem em relação ao segundo colocado, o Nissan Kicks (4.040).

LEIA MAIS: Saiba detalhes sobre o lançamento do Ford Ecosport, primeiro SUV bem sucedido

Enquanto isso, o Ranger vendeu 1.572 unidades, o que o coloca em 3º lugar entre as picapes médias. No topo, o Toyota Hilux, com 3.382 emplacamentos. A briga foi acirrada com o VW Amarok, que teve 1.540 unidades. Trata-se de um segmento com pouca participação no mercado (2,19% em novembro e 1,18% no ano), mas que ainda sim representa uma fatia de faturamento considerável para as montadoras.

LEIA MAIS: Veja as picapes que poderiam se dar muito bem no mercado automotivo brasileiro

Veja Mais:  Toyota registra patente do novo RAV4 no Brasil

Segundo a marca, o  Ford EcoSport e o Ranger têm condições especiais de financiamento para quem comprar qualquer versão de ambos os modelos, como por exemplo os planos com entrada e saldo em 36 parcelas mensais, com taxa de juros de 0%. Ainda segundo a Ford, entre os descontos de carros , garante que se trata de uma grande aposta para alavancar as suas vendas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana