conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Debates abordam importância da convivência e da solidariedade para o fortalecimento de uma educação mais inclusiva

Publicado

Jorge Pinho

Aconteceu no Hotel Fazenda Mato Grosso o Seminário Educação Étnico-racial: perspectiva inclusiva, diversificada e intercultural esta semana. Nesta sexta-feira (23) as conferências estão focadas na aprendizagem e desenvolvimento humano e na importância dos brinquedos e brincadeiras para o fortalecimento da educação inclusiva e a corporeidade no espaço escolar.

Durante todo o seminário, representantes dos fóruns de educação e diversidade étnico-racial se manifestaram em relação a convivência e a solidariedade, para o fortalecimento do processo dos direitos humanos e a educação. O presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso, Manoel da Silva disse que existe um interesse legítimo da Prefeitura de Cuiabá em relação às questões que envolvem o negro, o índio e o imigrante, e a inclusão dos grupos, na promoção da educação. “Temos a Lei 10.639 e precisamos que o professor receba essa formação para que possa trabalhar o tema em sala de aula. O Brasil há muito tempo viveu a escravidão então é fundamental que os estudantes reconheçam a importância de continuar a luta por esse resgate histórico”, lembrou o ativista.

Da mesma forma, Edevander Pinto, representante do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Cuiabá destacou questões ligadas ao negro que precisa ser valorizado em todas as suas frentes de lutas, a fim de resgatar seus direitos. “Para nós, do conselho, o seminário é de extrema importância, um espaço onde podemos promover as discussões e revisar a nossa história a fim de ampliar a luta do negro em Mato Grosso. Nesse processo, é fundamental o compromisso da gestão pública”, disse.

Veja Mais:  Edital do 1º Concurso Público da Assistência Social será publicado no dia 12 com 288 vagas

O líder indígena e conselheiro Escolar, Filadelfio de Oliveira, ao falar sobre diversidade e cenário político, disse que essa continua sendo a luta dos 43 povos indígenas ainda existentes em todo o estado. “Ficamos à mercê da história e no esquecimento. Precisamos, de fato, fortalecer o nosso povo, a nossa comunidade, principalmente as nossas crianças e a nossa cultura. A educação e o respeito são fundamentais nessa reflexão”, ressaltou o líder Umotina, ao lembrar que o povo índio vem sofrendo com ações que denigrem e aumentam o sofrimento das nações indígenas.

Em sua palestra sobre A Educação em Direitos Humanos e Cidadania, o professor doutor em Educação, Luiz Augusto Passos, disse que as questões da cidadania e educação não poderiam deixar de fazer parte dos debates e que, elementos fundamentais para entender as provocações da sociedade, num momento decisivo para a sociedade brasileira, que busca sua afirmação no tema. “Não existe cidadania fora da condição humana. Essa não é uma condição externa, não é algo que se põe nas pessoas, quem nasce em pele humana é humano, e tem direitos. Ter isso em mente implica toda dimensão de que a gente se põe na perspectiva de uma educação que se paute daquilo que é solidariedade, a convivência entre todos e os direitos humanos”, disse Luiz Augusto Passos, que vem trabalhando em diversas frentes de pesquisa voltadas ao tema na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Veja Mais:  Cuiabá recebe mais de 100 obras e projetos no tricentenário

Segundo o pesquisador, no atual estágio e cenário da educação pública brasileira, na qual está se construindo essa ponte de interesse social, há um esforço das populações negra, indígena, de migrantes e outros agentes sociais, que buscam essa justiça social por meio da boa convivência, da ternura e da esperança para todos. “Como trabalhar essas questões em sala de aula, no dia a dia da comunidade escolar, com alunos e professores, com servidores da educação e comunidade. Essa é o que a sociedade está nos perguntando. É mais difícil em sala de aula, por que pressupõe que os educadores corporifiquem aquilo que é da sua natureza humana, corporifiquem a sua dimensão política”, finalizou Passos.

Seminário

O evento, uma iniciativa do Ministério da Educação, promovido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, reuniu até sexta-feira (23), no Hotel Fazenda Mato Grosso, profissionais da Educação de 40 municípios do interior do Estado e da capital para discutir temas ligados aos direitos humanos e educação inclusiva.

Comentários Facebook

Na Capital

Gabarito preliminar das provas objetivas do Concurso da Educação já estão disponíveis

Publicado

Jorge Pinho

O gabarito preliminar das provas objetivas do Concurso Público da Secretaria Municipal de Educação, aplicadas no domingo (15) já estão disponíveis no site do Instituto Selecon, organizador do certame. Aqueles que discordarem do gabarito têm até esta terça, 17 de setembro, para entrar com recurso. A solicitação deverá ser feita no site do organizador, www.selecon.org.br.

No último domingo, dos 46.787 inscritos, 8.374 (17,9%) faltaram à prova. De acordo com Marcus São Thiago, diretor de Concursos e Processos Seletivos do Instituto Selecon, o índice de faltosos ficou abaixo da média. “Tivemos inscritos de vários municípios de Mato Grosso e até de outros estados. A procura foi grande e o percentual de faltosos baixo, considerando a média histórica de ausentes em concursos, que costuma ser de 25%. Isso mostra que há um grande interesse pelo concurso promovido pelo Município”, avaliou Marcus São Thiago.

De acordo com o diretor, a aplicação dos exames ocorreu sem grandes problemas. “Um grupo registrou ocorrência porque se inscreveu para atuar como fiscal do concurso em um link fake, sem nenhuma relação com o Selecon”, explicou Marcus São Thiago destacando ainda que a parceria com as Secretarias de Educação e de Mobilidade Urbana e o apoio da Polícia Militar e das empresas de ônibus foram fundamentais para garantir o sucesso da aplicação das provas. “Foi montado um esquema especial. Tínhamos mais de cinco mil colaboradores atuando e quase 40 mil candidatos estiveram presentes circulando pela cidade. Os transtornos do trânsito foram superados e o suporte do poder público foi fundamental para garantir a mobilidade das pessoas, a segurança e o sucesso da aplicação das provas, que começaram no horário previsto e transcorram sem problemas”, disse Marcus São Thiago.

Veja Mais:  Primeiros 100 reeducandos começam a trabalhar em novembro, determina Pinheiro

No domingo, a secretária de Gestão de Cuiabá, Ozenira Felix acompanhou a realização das provas. O concurso, apesar de ser o maior já realizado pela Prefeitura de Cuiabá, não teve problemas. “As expectativa da gestão é de que encerrado todo o processo, possamos dar início a convocação dos aprovados, no início do ano que vem, para que possam já participar das primeiras formações”, destacou ela.

O secretário de Educação, Alex Vieira Passos disse que a realização do Concurso Público é um passo fundamental nas mudanças que estão sendo promovidas em Cuiabá. “A gestão Emanuel Pinheiro está investindo, melhorando a qualidade da Educação no município, investindo em formação continuada para os profissionais para que esse trabalho se reflita de forma positiva para os nossos alunos”, salientou.

A próxima fase do concurso público será de Análise de Títulos e Avaliação Prática somente para alguns cargos, para os candidato aprovados nas provas objetiva e discursiva. O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 29 de novembro, para cargos sem avaliação prática, e no dia 30 de dezembro, para cargos com avaliação prática.

O certame vai preencher 2.002 vagas de forma imediata, além de formar cadastro de reserva. Os cargos de níveis médio, médio técnico e superior têm remunerações que vão de R$ 1.198,96 a R$ 3.567,59 mensais. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Veja Mais:  Edital do 1º Concurso Público da Assistência Social será publicado no dia 12 com 288 vagas

SERVIÇO

Informações: www.seleclon.org.br

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Via que liga bairros da região Leste recebe iluminação pública

Publicado

Gustavo Duarte

A Prefeitura de Cuiabá executou o trabalho de iluminação pública em um trecho de quase dois quilômetros da Rua Um, que se inicia nos fundos do condomínio Belvedere e passa pelo bairro Itamarati, na região Leste. Recentemente pavimentada, a via recebeu a instalação de 40 novas luminárias, compostos por braços e lâmpadas de LED, além da substituição de 13 conjuntos do tipo vapor de sódios também por luzes de LED.    

A Rua Um é uma das opções de trajetos utilizadas por moradores de bairros como Jardim Imperial, Recanto dos Pássaros e Santa Cruz, para ter acesso a Avenida Dante Martins de Oliveira (Av. dos Trabalhadores). A previsão é de que, por conta da obra de construção do viaduto José Maria Barbosa – Juca do Guaraná, na Avenida Profª Edna Maria Albuquerque Affi (Av. das Torres), a via torne-se mais uma rota alternativa ao milhares de motoristas da região.

“Essa é uma rua que já era muito utilizada por motoristas. A pavimentação intensificou esse fluxo e, acreditamos que, com as intervenções nas Av. das Torres, ele irá aumentar ainda mais. Nesse sentido, a Prefeitura está fazendo a parte dela para assegurar que o motorista, o pedestre e o ciclista sintam-se tranquilos durante o trajeto”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.  

O serviço de iluminação foi coordenado pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e realizado com o objetivo de garantir a melhoria na claridade e na segurança daqueles que trafegam pela via. Com a instalação concluída, a preocupação do Município agora se dá no trabalho de manutenção da aparelhagem. Para isso, conta com um setor totalmente capacitado para o atendimento e ainda com a colaboração da própria população.

Veja Mais:  Creas oferece sexta da beleza masculina para pessoas em situação de rua

“Nossa secretaria é responsável por fazer a manutenção na iluminação pública de toda a cidade. Infelizmente, ainda não contamos com um sistema que nos permite identificar possíveis falhas em tempo real. Por isso, sempre orientamos que, ao se deparar com algum tipo defeito que atrapalhe a claridade de uma determinada via, o cidadão entre em contato conosco pelo telefone (65) 3645-5522 ou WhatsApp 9 9318-8761”, explica o secretário José Roberto Stopa.

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

População comparece na retomada do atendimento do Restaurante Popular

Publicado

José Ferreira

O Restaurante Popular foi reaberto nesta segunda-feira (16) e recebeu grande demanda já no primeiro dia de retomada do atendimento à população.

Antes das 11h, horário previsto para início dos serviços, usuários já aguardavam a abertura da unidade. 

O cardápio do dia foi arroz, feijão, salada crua, fricassê de frango e batata palha. Além do suco de abacaxi e como sobremesa uma fatia de melancia. 

O aposentado Benedito Antunes, 76 anos, é um dos usuários mais antigos do local e foi um dos primeiros da fila a servir a refeição e comemorou o retorno do funcionamento. “Eu que moro sozinho em casa, sai mais em conta almoçar aqui do que preparar o almoço em casa. A qualidade está ótima, o local bem mais arejado. Estão todos de parabéns. Vou continuar frequentando o local com toda certeza”, disse.

São servidas em média 1,2 mil refeições por dia, agora sendo preparadas pela Empresa Eco & Sapore Fornecimento de Alimentos Eireli que venceu a licitação com contrato de um ano de prestação de serviços e fornecimento de refeições a preços populares em forma de bandejão com qualidade. 

O proprietário da empresa, Antônio Millan disse estar muito satisfeito em poder ofertar os serviços prestados pela Empresa que fornece uma média de 500 mil refeições em todo o Brasil, e agora Cuiabá passa a contar com o atendimento. “O nosso lema é oferecer uma alimentação de qualidade, altamente balanceada, de baixo custo e prezando sempre o consumidor final. A nossa prioridade é fazer com que os clientes saiam do restaurante satisfeitos”, comentou Antônio.

Veja Mais:  Modelo de gestão adotado pelo Cuiabá-Prev atrai previdências de outros estados

Todos os dias são servidos arroz, feijão, salada e carne (com a opção de carne branca ou vermelha) acompanhado de suco e sobremesa. “Temos um cálculo nutricional de todas as refeições, sempre buscando variar o cardápio, de acordo com a época e com a cultura local. Comidas típicas também serão preparadas para a população cuiabana”, ressaltou a nutricional da empresa, Cristina Zago.

O valor que está sendo cobrado é de R$ 3,47, sendo esse o valor de cada refeição. Caso a pessoa queira repetir tem que pagar por outra refeição. “A população está tendo que desembolsar R$ 0,47 a mais do que era pago anteriormente, R$3,00 por refeição. No entanto, já estamos fazendo um estudo técnico e jurídico para que seja mantido o preço anterior. O que a Prefeitura quer é sempre ofertar um serviço de qualidade, com o menor preço a ser pago pela população que necessita dos serviços ofertados pela administração pública”, esclareceu o secretário municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Wilton Coelho.

Quem também foi conferir os novos serviços foi o Srº Josemar Antunes. “Provei, gostei e aprovei. Refeição de alto nível. Valeu a pena ficar esse tempo fechado e retomar o atendimento com comida boa. Estou satisfeito”, comentou.   

O Restaurante Popular funciona de segunda a sexta-feira, das 11 às 14 horas e fica na Rua Barão de Melgaço, nº 3.161, bairro Centro, Cuiabá-MT.

Veja Mais:  Mulheres se destacam no curso de Pintor de Obras do projeto Qualifica Cuiabá 300

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana