conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Famosos

Destino de João Gilberto será definido em nova audiência

Publicado

Uma audiência na 5ª Vara de Órfãos e Sucessões no Rio dessa sexta-feira (14) escreve mais um capítulo no processo que define o futuro de João Gilberto — como informou a coluna de Ancelmo Gois no GLOBO desta quinta-feira (13). Estarão presentes apenas o juiz Renato Lima Charnaux Sertã e os advogados das partes — o próprio cantor e seus filhos Bebel Gilberto e João Marcelo Gilberto.

Leia também: Entenda o caso de interdição de João Gilberto pela família

Caso João Gilberto ganha novo capítulo nessa sexta-feira (14)
Divulgação

Caso João Gilberto ganha novo capítulo nessa sexta-feira (14)

Em abril de 2018, João Marcelo acusou Bebel de roubar dinheiro de João Gilberto  . Ela tem a curatela do pai — interditado provisoriamente enquanto não se chega à sentença final do processo sobre a interdição.

“Ele se sente um prisioneiro, a Bebel só dá R$ 1.000 por semana. Ela está roubando todo o dinheiro do meu pai , vivendo que nem uma rainha. Cortou o orçamento dele para pedir comida no restaurante Degrau (no Leblon), o que ele fazia há anos”, disse João Marcelo na ocasião.

Mesmo sendo Bebel a curadora do pai, o advogado de João Marcelo, Gustavo Carvalho Miranda – que estará na audiência com o sócio Raphael Fonseca –, conseguiu junto ao juiz o direito de representar também o cantor  . “Não entendo como se permitiu isso”, diz Simone Kamenetz, advogada que representa Bebel.

Veja Mais:  Em “Verão 90”, Mercedes acaba com a relação de Patrick e Gisela pessoalmente

“Quando o juiz determinou a curatela mesmo antes da sentença foi porque entendeu que de fato há indícios fortes de que João precisa de uma pessoa para gerir suas decisões. E Bebel é sua curadora”, conclui a advogada de Bebel

Simone conta que João Marcelo não procurou a irmã em momento nenhum para saber do pai ou ter acesso às prestações de contas que ela é obrigada a fazer como curadora. Ele tem alegado que Bebel lhe sonega informações sobre as condições físicas e financeiras de João.

“Na audiência, será ouvido o perito médico nomeado pelo juiz para avaliar João Gilberto”, conta Miranda, advogado que irá representa-lo. “Foi feita uma perícia inicial no final de 2018 e ainda será feita uma nova, que incluirá análise de exames médicos que estão sendo providenciados por sua companheira, Maria do Céu. O que exatamente o perito irá dizer, não sabemos”, conclui.

Leia também: Anitta, Gusttavo Lima e os famosos enrolados com a Justiça no começo de 2018

Processo vem de 2017

Bebel Gilberto e João Gilberto em foto antiga publicada pela filha nas redes sociais
Reprodução/Instagram

Bebel Gilberto e João Gilberto em foto antiga publicada pela filha nas redes sociais

O advogado diz que levará também questionamentos do próprio João sobre seu processo de interdição: “Serão discutidos os rumos da interdição, com foco no seu bem-estar. Estamos representando João a fim de obter para ele, sua companheira, Maria do Céu , e seu filho João Marcelo todos os esclarecimentos necessários”.

Veja Mais:  Carol Dantas posa com Davi Lucca e rebate comentário maldoso na web

Bebel Gilberto pediu em novembro de 2017 a interdição do pai, o que significa que ele não estaria mais autorizado a praticar atos como assinar contratos e movimentar dinheiro, por ser percebido como incapaz de tomar decisões dessa natureza.

Na época, sua advogada explicou a medida num texto, dizendo que João “já vem apresentando, há alguns anos, um quadro de confusão mental, que não lhe permite compreender com clareza e exatidão os atos jurídicos que lhe são solicitados por terceiros, resultando numa situação atual de absoluta penúria financeira”.

“Nossa ideia desde o início era fazer o processo junto com João Marcelo, filho de João Gilberto  , que na época fez exigências, como, por exemplo, não gastar nenhum tostão”, explica Simone. “Depois ele parou de nos responder. Agora reapareceu com um advogado para entrar no processo tardiamente. Mas ainda bem que entrou”, finaliza.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook

Famosos

Cid Moreira tem seu Instagram hackeado

Publicado

Cid Moreira
Reprodução/Instagram

Cid Moreira

Ontem o apresentador com o Boa Noite mais famoso do Brasil, Cid Moreira, que há pouco tempo se tornou um digital influencer, teve sua conta oficial do Instagram @ocidmoreira (com quase 300 mil seguidores) invadida por um hacker.

Leia também: Aos 91 anos, Cid Moreira se divide entre Brasil e EUA e vive fase instagrammer

Sua conta está temporariamente fora do ar. Cid Moreira aguarda que as devidas providências sejam tomadas pela plataforma. Estamos de olho!

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Veja Mais:  Carol Dantas posa com Davi Lucca e rebate comentário maldoso na web
Continue lendo

Famosos

Bella Thorne posta nudes nas redes sociais após ser ameaçada por hacker

Publicado

Parece que ataque hacker não acontece só lá em Brasília. A atriz Bella Thorne, ex-Disney, postou em suas redes sociais algumas fotos íntimas suas após sofrer ameaças de um hacker.

Leia também:  Juju Salimeni anuncia nas redes sociais fim do casamento com Felipe Franco

bella thorne atriz
Reprodução/ Instagram @bellathorne

Atriz Bella Thorne publicou fotos íntimas suas nas redes sociais

A atriz postou as imagens seguidas da frase. “F**-se o poder que você acha que tem sobre mim. Vou escrever sobre isso no meu próximo livro”, escreveu Bella Thorne em sua conta oficial do Twitter. A atriz compartilhou fotos em que parte de seus seios são expostos.

Juntamente com as fotos, Bella escreveu um comunicado. “Ontem, todas as minhas m** foram hackeadas. Nas últimas 24 horas venho sendo ameaçada com meus próprios nudes. Eu me sinto vigiada e sinto que uma pessoa tirou de mim algo que eu só queria como especial para uma outra pessoa ver. Ele [o hacker ] me mandou várias foto de outras celebridades e disse que não ia parar comigo”.

“Por muito tempo eu deixei homens tirarem vantagem de mim e estou cansada disso. Estou acabando com isso porque é minha decisão agora, você não tem o direito de tirar isso de mim. Posso dormir melhor esta noite, sabendo que tomei o poder de volta. Aqui estão as fotos com que ele me ameaçou, em outras palavras, aqui estão meus seios. Ah, e o FBI vai bater na sua porta em breve, se cuide”, finalizou.

Veja Mais:  Cena deletada de “Game of Thrones” prova teoria de Jon Snow com dragões

Nos comentários da postagem, a atriz recebeu mensagens de apoio de algumas meninas que enviaram “Seja forte”, enquanto outros questionaram a veracidade da acusação “Não acredito em você, prove” escreveu um usuário.

Leia também:  Sasha confessa que se incomodava com a fama: “Minha atitude era fugir”

Bella Thorne tem 21 anos e ficou conhecida ao interpretar CeCe Jones na série do canal Disney Channel, Skate it Up. Ela também protagonizou filmes como A Babá e D.U.F.F.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Famosos

Resistência da música nacional, João Rock chacoalha establishment dos festivais

Publicado

Comemorando 17 anos de estrada, a edição de 2019 do João Rock mostrou que é possível sim fazer um grande festival totalmente made in Brazil. Dessa vez a programação foi recheada por nomes já tradicionais da música nacional – o que é seu ponto positivo, é também, em paralelo, sua fraqueza para tomar fôlego no futuro.

Leia também: João Rock une rap e Nordeste e aponta rumos da música brasileira

Com um line-up consagrado atravessando quase 50 anos de história do nosso País, o João Rock teve como destaques da programação nomes como Alceu Valença, Pitty e Marcelo D2, mas já abrindo também espaço para a nova geração.

João Rock 2019
Rafael Cautella

Tomada aérea do João Rock 2019

Queda de braço de gigantes

Olhando para o mesmo modelo de vender a “experiência” que outros festivais de músicas já renomados por aqui como Lollapalooza e Rock in Rio adotam, o João Rock tem como sacada prestigiar somente produtos nacionais.

A comparação com seus primos nesse cenário é o maior desafio a ser superado. Afinal, é necessário bater de frente com lendas mundiais e atrações internacionalmente quentes para conseguir seu lugar ao sol. Isso requer muita estratégia de curadoria e logística para não fazer feio no fim do dia. Não pela falta de artistas nacionais de qualidade, é claro, mas pelo deslumbramento que bandas de fora causam por aqui. Um spoiler: a fórmula proposta tem dado certo. Mas o caminho ainda é longo.

Veja Mais:  Com 10 anos deestrada, banda White Lies lança “Five” e problematiza o Brit Rock

Sorry, we don’t speak in english…

Rael e Emicida
Divulgação

Rael e Emicida se apresentam no palco principal do João Rock 2019

Em um cenário onde todos estão se rendendo para abrir as portas para convidados de fora, parece ser um ato de resistência valorizar o que é produzido em terras brasilis. Nada daquele português forçado falando um “o-bri-ga-dou brazil” no palco. O que é oferecido é muito mais genuíno do que isso – e a impressão é que os próprios artistas valorizam isso.

Em um dos shows de destaque da noite, o CPM22 elogiou a trajetória do evento e agradeceu por fazer parte dessa história. Remar contra a maré tem dado certo – ponto positivo para quem está por trás do evento.

Leia também: Resistência a Bolsonaro e “fogo a racistas” marcam shows de rappers no João Rock

O modelo parece ter conquistado o público também. Este ano foram 65 mil pessoas acompanhando o melhor que o bom e velho português tem a oferecer e sem deixar nada a desejar perto dos demais festivais que rolam por aqui que se sustentam na base de artistas internacionais. Não somos e nem deveríamos aceitar que nossa cultura seja coadjuvante no seu berço.

Porém, é preciso ter atenção à viabilidade no longo prazo – quando trabalhamos com artistas já consagrados, o cardápio pode se tornar repetitivo. Houve quem já tenha pontuado isso nos corredores e backstage do evento este ano dizendo que faltava novidade e obras que sejam atuais e relevantes.

Veja Mais:  Famosos chegam ao velório de MC Sapão, no Rio de Janeiro

Próxima geração

Pitty
Divulgação

Pitty durante sua apresentação no João Rock 2019

Não que haja qualquer problema em trazer figuras já carimbadas da nossa música . Pelo contrário, são elas que endossam a força de qualquer evento. Mas é preciso ter faro para andar para o lado certo e não cair no comodismo de trazer sempre mais do mesmo.

É uma faca de dois gumes não se render à pressão de internacionalização, porém o que não falta de forma alguma no Brasil são artistas de qualidade para preencher essa necessidade. Este ano já tivemos indícios dessa atenção com o novo: BaianaSystem se apresentou no palco principal no meio de dois nomes de peso – Zeca Baleiro e Alceu Valença.

Leia também: Line-up do palco Brasil não extrapola previsibilidade no João Rock 2019

É possível manter a identidade e continuar um festival totalmente nacional, mas não sem antes encarar os desafios que esse posicionamento traz. Resta só saber se o público estará aberto a viver a pluralidade da nossa cultura ou se veremos no futuro o João Rock dependendo de nomes estrangeiros.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana