conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Diretoria geral promove café da manhã para prestigiar ex-diretores da PJC

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um café da manhã, com intuito de reunir os ex-delegados gerais e ex-diretores da Polícia Judiciária civil, foi promovido pela Diretoria Geral da PJC, na manhã de terça-feira (10.09), na sede da Instituição, em Cuiabá.

Na ocasião também foi realizada homenagem ao delegado geral da gestão anterior, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi (atual diretor da Diretoria de Atividades Especiais), que teve o quadro com sua fotografia colocado na “Galeria de Diretores”, figurando assim, na história da Polícia Civil de Mato Grosso.

No encontro, o delegado geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende, agradeceu a presença de todos, lamentou pela ausência dos que não puderam estar presentes, e iniciou dizendo sobre a importância do caminho trilhado pelos ex-gestores, que possibilitou os grandes avanços e conquistas da PJC-MT.

Mario Resende mencionou sobre os progressos, das buscar pelas melhorias e investimentos na infraestrutura, tecnologia, contratação de pessoas, entre outros recursos, lembrando também da necessidade de ser criativo, em tempos de extrema crise financeira e falta de efetivo.

O delegado geral apresentou para os antecessores, as novidades e frentes de trabalhos que estão sendo desenvolvidas para um futuro breve. Ele explanou um pouco sobre a aplicação e padronização da nova identidade visual da Polícia Civil a nível nacional, implementação do sistema de inquérito policial eletrônico, reformas nas unidades policiais de todo Estado, construção da sede própria, além de outros projetos e planejamentos.

Veja Mais:  CB-300 Veloz e motociclista furioso é preso por tráfico de drogas no Bairro Dom Osório

“Em tempos de grandes mudanças e progressos, tudo só está sendo possível, devido ao trabalho dos senhores, que durante a carreira profissional foram personalidades que contribuirão grandiosamente para o crescimento e fortalecimento da nossa Instituição”, parabenizou Mario Dermeval.
 

O homenageado, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, falou da enorme satisfação de estar ao lado de pessoas que fizeram a história da Polícia Civil. “Foi de grande relevância o trabalho de cada um que passou por aqui, compartilhando experiências e que de forma brilhante, lutaram para o engrandecimento da Polícia”, enalteceu Fernando Vasco.

Ainda na ocasião, um dos convidados, o delegado Marcos Aurélio Veloso e Silva, no seu breve discurso, titularizado como “upgrade”, emocionou a todos, relembrando acontecimentos marcantes na sua carreira policial, além de momentos indescritíveis ao lado de amigos e colegas, numa época em que até para se comunicar era trabalhoso.

“Assistindo aos longos desses 30 anos de exercício da profissão, a cada década, o tempo não para, e a lei da física é quase que questionada. Hoje o que está acontecendo nos sonhávamos a anos atrás. A Polícia Civil conquistou humanização e respeito”, disse Marcos Aurélio Veloso e Silva.

Ao final da visita e bate papo, foi feita o descerramento do quadro na galeria de diretores da PJC-MT, em homenagem ao ex delegado geral Fernando Vasco Spinelli Pigozzi.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Trabalho integrado reduz ocorrências de roubo a banco em 50%

Publicado

De janeiro a setembro deste ano houve uma queda de 50% nas ocorrências de roubos e furtos a banco em todo Estado. De acordo com dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), foram 70 ocorrências de roubos em 2019 contra 141 em 2018.

O resultado positivo é reflexo do trabalho de inteligência e da integração entre as polícias Militar e Judiciária Civil, que têm intensificado as ações de prevenção e combate à pratica criminosa nos 141 municípios.

A estatística que obteve a maior redução foi o furto tentado, que neste ano registrou 38 ocorrências, contra 79 de 2018, ou menos da metade. Em relação ao furto consumado, foram 28 casos este ano e 54 no ano passado – 26 ocorrências a menos.

Os dados da Sesp também informam o modo de ação dos criminosos. Em 34 das 70 ocorrências registradas neste ano, ou 49%, os assaltantes tentaram entrar nas agências quebrando as paredes. Em 29 ocorrências, ou 41%, a ação criminosa ocorreu direto nos caixas eletrônicos. Os 10% restantes são de casos em que os criminosos entraram na agência de outras maneiras.

Os dados traçam ainda o dia da semana com a maior incidência do crime e o horário. As madrugadas registraram 47 ocorrências e os dias de maior incidência são os domingos, segundas e quartas-feiras. Foram registradas ocorrências de roubos ou furtos a banco em 25 cidades. Cuiabá é a cidade com mais ocorrências, 36, seguida por Várzea Grande, com seis.

Veja Mais:  Drogas são apreendidas e quatro pessoas são detidas

O delegado titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Flávio Stringueta, destacou que tem intensificado as investigações e o trabalho integrado junto a Polícia Federal para coibir a prática de furtos a estabelecimentos bancários.

“Podemos associar a redução com o trabalho investigativo e de campo entre as equipes do GCCO e os agentes federais”.

Ele acrescentou ainda que a queda dos números pode estar relacionada a migração para outro crime: o roubo e furto de defensivos agrícolas.

O comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis destacou o trabalho de planejamento desenvolvido juntos aos Comandos Regionais em todo Estado. Frisou ainda as unidades especializadas como Rotam, Bope, Força Tática, além do policiamento que desenvolve diariamente as ações ostensivas nas áreas onde estão as agências bancarias.

“Trabalhamos com medidas operacionais com objetivo de equacionar e unir força. Vamos continuar no mesmo ritmo até o final do ano”.

O coronel frisou ainda as rondas ostensivas. “Parte das ocorrências foram tentativas de roubos ofuscadas pela atuação da polícia. Analisamos os locais onde acontecem os casos e intensificamos as abordagens e policiamentos. Desta maneira, conseguimos direcionar os nossos policiais de forma mais técnica para o trabalho”, concluiu.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende integrante de facção responsável por fomentar tráfico no distrito da Guia

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um integrante de facção criminosa, responsável pela distribuição de drogas e recolhimento do dinheiro proveniente do comércio ilícito, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (14.10), no distrito de Nossa Senhora da Guia, município de Cuiabá. A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE), com apoio do canil do Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE).

O trabalho integrado aconteceu no final da tarde, para cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, contra o alvo já conhecido da polícia, Adilson Ferreira dos Santos, 34, autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Com ele, foram apreendidas várias porções de pasta base, uma porção de cocaína, mais de R$ 800 em dinheiro, além de outros objetos utilizados para a traficância.

Durante diligências, foi apurado que a casa do suspeito, localizada ao lado de uma unidade do Programa Siminina, no distrito de Nossa Senhora da Guia, funcionava uma boca de fumo. De acordo com as investigações, Adilson tinha funções específicas dentro da organização criminosa e usava um veículo para fazer a entrega de drogas a mando dos líderes. Ele ainda seria responsável por recolher o dinheiro oriundo do tráfico nos pontos de venda, e por reabastecer os comércios ilícitos.

Com base nos indícios, a DRE representou pelo pedido de busca e apreensão, expedido pelo juiz da 13ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá. Com a ordem judicial, os policiais civis em parceira com agentes do SOE acompanhados com cão farejador, foram até o referido endereço, onde foram encontradas várias porções de pasta base, uma porção de cocaína, mais de R$ 800 em dinheiro, além de outros objetos. 

Veja Mais:  Homem agride mulher com cadeira e vai para na delegacia em Rondonópolis

Diante do flagrante, o suspeito foi conduzido para DRE junto ao material apreendido, interrogado e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado para audiência de custódia ficando à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Criminoso envolvido em vários roubos é preso após assalto a empresa de Várzea Grande

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um criminoso envolvido em vários assaltos a mão armada em empresas da região metropolitana foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (14.10), em trabalho realizado pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

O suspeito, Antonio Henrique Pereira da Silva, conhecido como “Ceará” ou “Cearazinho” foi preso pouco após ser reconhecido por uma das vítimas e foi identificado como autor de, pelo menos, outros três roubos cometidos em empresas de Cuiabá e Várzea Grande.

As diligências iniciaram após a vítima procurar a Derf-VG para comunicar o roubo em sua empresa, no bairro Cristo Rei. Na ocasião, dois homens armados invadiram o local, renderam as vítimas e subtraíram alianças, relógios, aparelhos celulares, ferramentas e R$ 300 em dinheiro, entre outros pertences.

Através do arquivo fotográfico da Derf-VG, a vítima reconheceu Antonio Henrique como um dos autores do roubo. Com base na informação, os policiais saíram em buscas do suspeito, o qual foi encontrado em posse de uma pistola Colt .45, um carregador com três munições, aparelhos celulares, relógios, tablet e R$ 500 em dinheiro.

Na delegacia, as vítimas identificaram seguramente o suspeito como autor do roubo durante o reconhecimento pessoal. Os materiais apreendidos com ele também foram reconhecidos pelas vítimas como parte dos objetos roubados da empresa.

Veja Mais:  Polícia Civil prende último foragido da operação Polygonum

Após ser interrogado, pela delegada Elaine Fernandes da Silva, o conduzido foi autuado em flagrante pelo crime de roubo majorado. Segundo a delegada, o suspeito é contumaz na prática de assaltos e já condenado a sete anos de reclusão por envolvimento em roubo majorado. “Ele foi colocado em liberdade em abril deste ano e já retornou a atuar com a prática criminosa”, disse a delegada.

O suspeito foi reconhecido como autor de, pelo menos, outros três assaltos a mão armada praticados em menos de um mês, sendo o roubo em uma sorveteria, ocorrido na tarde de domingo, ocasião em que subtraiu R$ 500, roubo de uma loja do Subway, ocorrido no dia 17 de setembro, no bairro Jardim das Américas e o terceiro caso ocorrido no dia 23 de setembro em uma loja de peças automotivas no bairro Dom Aquino.

As diligências estão em andamento para prender o segundo envolvido no roubo, também já identificado em investigações da Derf-VG.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana