conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Curiosidades

Empresa aluga mulheres para encenarem choro em velórios de desconhecidos

Publicado

Carpideiras são promissoras no Congo, devido à crença tradicional do país
Reprodução/Congo Funeral Home

Carpideiras são promissoras no Congo, devido à crença tradicional do país

Um congolês resolveu acabar com os problemas dos velórios silenciosos em seu país e abriu uma empresa para oferecer o serviço de carpideira – mulheres que são pagas para chorarem em enterros – na República Democrática do Congo. Gilbert Kubali teve a ideia depois de perceber que na capital do país o negócio já é bem estabelecido e lucrativo.

Segundo o periódico inglês, The Economist Kubali enxergou uma oportunidade de monopolizar o negócio na cidade de Goma, leste do Congo, com 1 milhão de habitantes. O empreendedor espera conseguir cada vez mais clientes apostando nas habilidades de interpretação de suas contratadas e nas propagandas feitas por Kubali na cidade.

Por mais peculiar que pareça, a prática é promissora no país. A crença tradicional é de que o morto continua vivo por algum tempo após o seu coração parar de bater e que consegue “assistir” ao seu velório como se fosse a um filme. “Se você não chora, o morto ficará furioso”, explicou a carpideira Deborah Nzigire, de 65 anos, ao jornal. A população local acredita que os ancestrais furiosos podem voltar e perturbar a vida dos seus descendentes.

Além disso, os congoleses consideram vergonhoso e imprudente que um membro da família não chore no velório, atitude que pode ser interpretada como um sinal de que a pessoa pode ser responsável pela morte por meio de bruxaria. As carpideiras teriam, assim, a função de provocar as lágrimas dos familiares da pessoa morta.

Veja Mais:  Um freio nos exterminadores de empregos

Porém, engana-se quem pensa que é um serviço barato. O ‘aluguel’ de uma mulher por uma semana de luto custa em torno de US$ 1.500 (cerca de R$ 5.600), já que contabiliza, além os custos do empresário, o reembolso das carpideiras pelos seus gastos com alimentação, bebida e transporte.

De acordo com Deborah, o alto valor cobrado é necessário já que os problemas de pobreza são os que mais assombram a população congolesa e esse é o meio que as carpideiras encontraram para garantir alguma renda. “A todo o momento surge algum problema. Nossa mente vive ocupada e estamos o tempo todo nos perguntando onde conseguir algum dinheiro. Isto entristece e você chora. Estamos sempre prontas para chorar”, disse Deborah ao The Economist
.

A entrevista de emprego feita por Kubali é baseada em uma encenação feita pelas mulheres e, caso sejam convincentes, são recrutadas. O empresário ainda afirmou que, para aprimorar o trabalho das carpideiras, pretende enviar um profissional da capital do Congo
, Kinshasa, para treinar suas dez funcionárias.

Comentários Facebook

Curiosidades

Credo, que delícia? Carne fake feita em impressora 3D promete sabor de verdade

Publicado

IstoÉ Dinheiro

hamburguer fake do Burguer King
Divulgação/Burger King

Burger King e outras grandes redes de fast food como McDonald’s e KFC já apostam em carnes fakes

Reportagem da Bloomberg mostra o novo desafio das empresas do segmento das fakemeats , as ‘carnes’ que não têm origem animal e imitam o sabor, o aroma, a cor e a textura de carnes de origem animal. Bem, esse é o problema. Elas imitam mesmo?

Para muitos, ainda não, e a solução estaria no segmento de impressoras 3D . A reportagem vai até o laboratório da Redefine Meat, em Israel, uma startup em que engenheiros e pesquisadores de alimentos estão obcecados para chegar à carne fake perfeita.

Novo hambúrguer vegetal promete gosto de carne, será que funcionou? Nós testamos

Uma resposta de bilhões , já que redes globais como Burger King, KFC, McDonalds e Subway já embarcaram na onda.

A Redefine está construindo uma impressora 3D que, segundo ela, produzirá um bife de origem não animal tão gordo, suculento e perfeitamente carnudo que até o carnívoro mais dedicado não saberá a diferença.

“Todas as alternativas de carne fake hoje são basicamente uma massa homogênea de carne”, disse à Bloomberg Eshchar Ben-Shitrit, CEO da Redefine Meat. “Se você imprimir em 3D, poderá controlar e melhorar a textura e o sabor ”.

Empresas iniciantes como Redefine Meat e seus patrocinadores dizem que a impressão 3D promete proporcionar aos clientes a mesma experiência sensorial que comer um verdadeiro osso T ou assado de alcatra.

Veja Mais:  Por medo de boicote, Guedes não vai à CCJ discutir Previdência e oposição cobra

A tecnologia envolve o desenvolvimento de um design que pode ser impresso inúmeras vezes. Primeiro, o software de computador proprietário cria um modelo detalhado de um bife, incluindo músculo, gordura e sangue, com base no corte que ele estiver imitando.

Veganos atentos: Frango frito “fake” passa a ser comercializado pela KFC

Esse modelo é então transmitido para uma impressora carregada com “tintas” à base de plantas. Aperte o botão Iniciar e sai um “bife”.

Mudanças climáticas e preocupações com a saúde levam cada vez mais legiões de consumidores a produtos como os fabricados pela Beyond Meat e Impossible Foods, startups americanas tidas como pioneiras no segmento das carnes fake.

Imitar um corte real de carne se mostrou muito mais desafiador do que se imaginava. Isso ocorre porque replicar a sensação na boca e o apelo visual de um lombo suculento é muito mais difícil do que produzir um objeto starndard como um par de sapatos, por exemplo.

Outra startup que apelou ao 3D é a de Giuseppe Scionti, fundador da Novameat Tech, empresa espanhola. “Um bife é o santo graal da carne à base de plantas”.

E encontrar essa resposta vai mexer num segmento que já gira US$ 14 bilhões em vendas anuais em todo o mundo, de acordo com o Barclays, e crescerá para US$ 140 bilhões em dez anos. Dan Altschuler Malek, sócio-gerente da Unovis Partners, que administra o New Crop Capital, um fundo de risco que investe em negócios alternativos de proteínas, concorda.

Veja Mais:  Um freio nos exterminadores de empregos

À Bloomberg ele disse que há já muitos hambúrgueres de carne fake no mercado. “Quando surgirá o filé? Quando vai ter o lombo?”

Projetar uma textura realista é crucial. Ele vai além do sabor e afeta atributos como sensação na boca, na mastigação, e a sensação de vários gostos em uma única mordida. Isso significa que os engenheiros enfrentam a difícil tarefa de recriar com precisão camadas finas de fibras musculares e gorduras.

Burguer King lança hambúrguer de “carne fake” no Brasil

Scionti, da Novameat Tech, empresa que recebeu aporte da New Crop Capital, diz que a receita não é simples: “Você precisa criar ao mesmo tempo o sabor, a textura e a aparência da carne fibrosa, todo o tecido muscular”.

Tanto a israelense Redefine Meat quanto a espanhola Novameat dizem que fornecerão aos clientes, incluindo restaurantes, distribuidores de carne e varejistas, impressoras e cartuchos .

Para o protótipo de bife impresso em 3D da Novameat, apresentado pela primeira vez no Mobile World Congress, em Barcelona, ​​em fevereiro, os ingredientes incluíam arroz, ervilhas e algas marinhas.

A aparência do bife não foi das melhores… Scionti diz que o foco estava na textura e que agora ele está aperfeiçoando a aparência e, em seguida, se concentrará no sabor . Uma nova versão deve estar disponível em 2021. Ele espera construir uma gigantesca máquina produtora de bife pronta para uso industrial em 2022.

Veja Mais:  A grande mamata sindical

A Redefine Meat planeja apresentar seus bifes à base de plantas ao público no primeiro trimestre de 2020, e está particularmente focada na gordura . O CEO Ben-Shitrit diz que o sucesso futuro da imitação de carne depende de obter o pedaço certo. “Gordura é sabor, gordura é textura”, diz ele.

“Você precisa ter esse jogo entre as fibras musculares .” Outro problema, quando se chegar à equação aparência-textura-sabor-aromas, será ganhar escala.

A impressora da Redefine Meat pode entregar cinco bifes de 200 gramas em uma hora. A empresa espera acelerar esse processo para 10kg por hora até o final de 2020.

Como os ingredientes utilizados na Novameat são relativamente baratos, Scionti diz que tem certeza de que em alguns anos seu bife será mais barato que o real — no caso brasileiro isso não anda difícil.

Imprimir um bife de 200 gramas custa agora US$ 4 , mas ele acredita que caia para US$ 2 até o final do próximo ano, usando uma máquina de produção que custa US$ 15.000.

“A proteína vegetal é mais eficiente para produzir do que a proteína animal”, diz Scionti. “Nos próximos anos, temos certeza de que podemos ser competitivos e ainda mais baratos que a carne normal”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Tem até descoberta em velório: 10 histórias de traição que bombaram em 2019

Publicado

Descobrir uma traição não é um processo fácil. Junto com o sentimento de raiva, a pessoa que foi traída passa a sentir tristeza e indignação. Uma  pesquisa realizada pelo site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison, no ínício deste ano, aponta que o principal motivo para a infidelidade é o tédio no relacionamento.

traição
shutterstock

Ao longo do ano, o Delas contou várias histórias que envolvem traição; aqui, apresentamos as 10 que foram mais lidas

Seja por essa ou qualquer outra razão, histórias de traição ainda são comuns. Ao longo do ano, o Delas contou diversos casos. Relembre os que mais bombaram em 2019!

1. Noiva lê mensagens de traição no altar

noivos no altar
shutterstock

Na hora dos votos, noiva lê mensagens que revelam a traição do futuro marido e desmascara ele

Uma noiva conta que estava em um hotel na noite anterior à cerimônia quando recebeu uma mensagem de um número desconhecido com capturas de tela que mostravam a infidelidade do futuro marido. Diante do ocorrido, ela revolveu, enquanto estava no altar, ler a falar em voz alta o conteúdo explícito das mensagens e desmascarar homem.

Leia: Noiva lê mensagens de traição no altar e desmascara futuro marido

2. Mulher briga com família e se casa com amante

casal
Reprodução/Facebook/Stephania Meyer

Stephania Meyer e Michael Oshust se conheceram em um site de relacionamento extraconjugal e cometeram traição

Em 2004, Stephania Meyer, que hoje tem 47 anos, estava casada. Ao  Daily Mail  , ela conta que não estava satisfeita e não tinha nada em comum com o parceiro da época. Então, se entrou um site de relacionamento extraconjulgal, no qual conheceu Michael Oshust e cometeu traição. A família não reagiu bem e ela ainda se casou com amante.

Veja Mais:  Após mudanças na Previdência, outras reformas serão mais difíceis para governo

Leia: Após traição, mulher briga com família e se casa com amante: “Não me arrependo”

 3. Mulher expõe traição no Twitter

emily wilson
Reprodução/Instagram

Emily Wilson descobriu a traição sem querer, quando viu uma notificação de uma desconhecida no celular do namorado

Após voltar de uma viagem dos sonhos com o namorado, uma jovem descobriu que havia sido traída pelo parceiro. Os dois estavam juntos há três anos e planejaram passar as férias na Austrália. Arrasada, Emily Wilson, de 20 anos, decidiu então se vingar do (agora) ex.  Ao expor a traição no Twitter, ela viralizou.

Leia: Mulher descobre mensagens de namorado com amante e expõe traição no Twitter

4. Traição é descoberta durante velório

três pessoas em um banco
shutterstock

Mulher relata que descobriu durante o velório do seu avô que o ex-namorado a traiu com sua melhor amiga

Em entrevista ao  Delas , Ana* conta que descobriu no velório do seu avô que o ex-namorado, Pedro*, havia a traído com a sua melhor amiga, Fernanda*. E para completar a história de traição, quem revelou isso a ela foi a própria amante. “Enquanto ela falava que tinha ficado com o meu ex quando a gente namorava, o corpo do meu vô estava sendo levado”, diz.

Leia: Mulher descobre traição bem no meio de velório do avô

5.  Mensagem em caixa postal denuncia infidelidade

mulher que foi traída
Reprodução/Instagram/her.undiscovered.life

Crystal conta que, aos 25 anos, passou a desconfiar que o parceiro estava sendo infiel e foi atrás para descobrir a traição

Quando tinha 25 anos, Crystal McKenzie suspeitava que seu marido a estava traindo e decidiu buscar informações. Ela relata que já havia pesquisado os registros do celular dele várias vezes e ligou para um número que ele havia contatado com bastante frequência. Certo dia, uma mulher atendeu – e logo a traição foi comprovada.

Veja Mais:  Por medo de boicote, Guedes não vai à CCJ discutir Previdência e oposição cobra

Leia: Mulher diz como descobriu traição do marido a partir de mensagem em caixa postal

6. Duas surpresas desagradáveis em pouco tempo

mulher que foi traída
Reprodução/Facebook/Natasha Murdoch

O namorado de Natasha viajou com os amigos e, por lá, cometeu uma traição, que foi descoberta poucos dias depois

Em fevereiro de 2017, Natasha Murdoch, de 22 anos, que vive na Escócia, teve seu primeiro encontro com Matt*, que logo virou seu namorado, após conhecê-lo no Tinder. No entanto, o relacionamento do casal ficou abalado após a jovem receber uma mensagem de uma mulher desconhecida no Facebook. Além de ser traída, ela também pegou clamídia.

Leia: Jovem descobre traição do namorado e tem outra surpresa desagradável logo depois

7. ‘Interesse’ por cavalos era desculpa para cometer traição

interesse por cavalos
Reprodução/Facebook/Leanda Fearnley

Leanda Fearnley e Mark estavam juntos há 16 anos quando ela descobriu a infidelidade do parceiro

A inglesa Leanda Fearnley, de 32 anos, sempre adorou equitação e tem verdadeiro fascínio por cavalos. Ao The Sun , a mulher revelou os detalhes de seu relacionamento com ele e falou sobre a dor que sentiu ao descobrir a traição do homem. o homem passou a se ‘interessar’ por cavalos, mas tinha segundas intenções.

Leia: Mulher conta como descobriu traição após marido se “interessar” por cavalos

8. Traição do ex-marido envolve até a própria mãe da mulher

casal brigando
shutterstock

Em programa de rádio da Austrália, mulher desabafa sobre descobrir traição do ex-marido com a própria mãe

Para a australiana identificada apenas como Tanya, de 27 anos, a dor da traição foi ainda maior. O motivo? Em entrevista ao programa de rádio  The Kyle & Jackie O Show , a mulher conta que descobriu que seu ex-marido teve um caso com sua própria mãe. Ela diz que, quando se casou com o parceiro, era “ingênua e confiante.”

Veja Mais:  Saiba quando vale a pena antecipar a restituição do IR 2019

Leia: Mulher desabafa em rádio após descobrir traição do ex-marido com a própria mãe

9. Terreiro de Umbanda sinaliza infidelidade

umbanda
shutterstock

Mulher relata que em uma visita ao terreiro de Umbanda uma entidade a avisou sobre a traição do seu namorado

Em entrevista ao  Delas , Flavia* conta que descobriu a traição quando o seu relacionamento estava próximo de completar três anos – e tudo isso em um terreiro de Umbanda. Segundo ela, nesse momento o namoro já estava desgastado e ela já havia descoberto algumas mentiras. “Mas, até então, nada de absurdo”, conta.

Leia: Mulher descobre traição do namorado em terreiro de Umbanda

10. Traição com homem 11 anos mais velho ganha título de “melhor sexo”

traição
shutterstock

A mulher afirma que ficou envolvida emocionalmente com o homem, mesmo sabendo que eles estavam cometendo traição

Uma jovem de 21 anos (cuja identidade não foi divulgada) compartilhou no fórum  Mamamia  sua experiência se relacionando com um homem casado e 11 mais velho. No relato, ela conta que “caiu nos charmes dele” assim que o conheceu. Cero dia, eles marcaram de ir ao cinema durante o dia e foi quando a amizade evoluiu para uma  traição .

Leia: Mulher revela traição com homem 11 anos mais velho: “Melhor sexo da minha vida”

*Nomes fictícios

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Homem tem relacionamento com fantasma há dois anos e diz que “sexo é incrível”

Publicado

Gary DeNoia, de 35 anos, de New Jersey, nos Estados Unidos, passou a ter um relacionamento com Lisa depois que a viu em um restaurante enquanto jantava sozinho. A única questão é que ela é nada mais nada menos do que um fantasma . Em entrevista ao Daily Star , ele conta que não se assustou quando a viu.

Leia também: Mãe toma susto ao ver “moça fantasma” cuidando dos filhos na babá eletrônica

Gary DeNoia
Reprodução/DailyStar

Gary DeNoia, de 35 anos, de New Jersey,, passou a ter um relacionamento com Lisa, que é um fantasma

Juntos há dois anos, Gary afirma que a vida sexual deles é ótima. “É difícil de explicar, mas o sexo é incrível. Em primeiro lugar, é mais frio, devido à falta de calor corporal. No entanto, eu a sinto através das vibrações. A conexão que tenho com Lisa quando estamos transando é muito mais forte do que já tive com uma mulher viva. O desejo sexual dela é alto”, ressalta.

Leia também: Mulher que se casou com fantasma alega que ele tentou matá-la e faz exorcismo

Agora, em época de fim de ano, o homem diz que irá visitar seus pais durante as férias, mas que Lisa ficará em casa. “Ainda não estou pronto para apresentá-la para eles”, pontua. “Ela entende, mas certamente pressiona nossa relacionamento . Ela quer conhecer meus pais, mas acho que não vão reagir bem”, continua.

Veja Mais:  Economia tem melhor resultado do ano no 3º trimestre e PIB cresce 0,8%, diz IBGE

Leia também: Adepta da espectrofilia faz sexo com fantasma e planeja ter filho com ele

O plano é conseguir dar esse passo no Ano-Novo. “Espero que até lá eu esteja mais confortável”, pondera. Sobre os amigos, Gary já passou a apresentar Lisa, mas nem todos reagiram de forma positiva. “As pessoas ficam confusas ou acham que eu estou brincando. Mas, quando percebem que estou feliz, eles dão apoio”, ressalta.

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana