conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Engenheiro agrônomo de Rondonópolis vai presidir os trabalhos de câmara setorial na ALMT

Publicado

A 1ª reunião está marcada para o próximo dia 10 de junho. O debate vai ser no período vespertino, o horário não foi confirmado

Foto: Assessoria

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso instalou hoje (14) a Câmara Setorial Temática para estudar e discutir estratégia da agronomia e da engenharia para o crescimento sustentável do estado de Mato Grosso. A CST tem o prazo de 180 para fazer o levantamento sobre o assunto, mas pode ser prorrogada por um período igual.

Durante a instalação da CST, o deputado Sebastião Rezende (PSC), fez a entrega do relatório da Câmara Setorial Temática que discutiu o “fortalecimento da engenharia e do desenvolvimento logístico de Mato Grosso. Essa CST foi criada em 2017. O relatório foi formatado pelo procurador da Assembleia Legislativa, Ricardo Riva.

O deputado Sebastião Rezende é o autor das duas CSTs. Segundo ele, o momento é importante para o Legislativo estadual discutir o assunto com outras instituições públicas e privadas do estado de Mato Grosso.

 “A CST vai buscar mais ações que possam vir ao encontro dos interesses do desenvolvimento e crescimento econômico e social em todo o Estado. Agora, com o relatório pronto vamos trabalhar para que as propostas sugeridas produzam eco junto a sociedade e, com isso, virem lei”, destacou Rezende.

Para comandar os trabalhos da CST foi definido o nome do engenheiro agrônomo e diretor da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Rondonópolis (Aeagro), Marcelo Capellotto. Ele disse que os trabalhos vão ser embasados em três temas específicos. Mas para isso, afirma que vai contar com a colaboração de várias instituições parceiras.

Veja Mais:  Casos de dengue e chikungunya registram queda, mas atenção deve ser redobrada no período chuvoso

Dentro dessa linha trabalho, ele pontua que a primeira delas está voltada para a sustentabilidade relacionada à segurança alimentar. Mas para que tudo dê certo, é preciso que seja necessária a implementação de novas tecnologias, principalmente, para aplicação de produtos defensivos agrícolas nas lavouras. “Hoje, o mundo é muito rápido. As leis atuais não acompanham essa evolução do mundo”, disse.

A outra vertente que a CST deve colocar em estudo é o de trabalhar com a produção agrícola produzida nos cinturões verde. Segundo ele, é uma alternativa de fixar o produtor rural em sua região. “A produção verde, o cinturão verde é diferenciado a diversas regiões do estado”, disse Marcelo Capellotto.

Outra proposta defendida por ele é de a CST trabalhar com o desenvolvimento da logística em infraestrutura voltado para o escoamento da produção e para a entrada de insumos agrícolas em Mato Grosso. “Hoje, Mato Grosso tem uma visão de crescimento gigante, mas não estamos prontos. Precisamos preparar para isso”, destacou Marcelo Capellotto.

Para o cargo de relator foi definido nome do procurador da Assembleia Legislativa, Ricardo Riva, que foi relator da CST do “fortalecimento da engenharia e do desenvolvimento logístico de Mato Grosso”.

Ricardo Riva, em sua fala, disse que o relatório da CST instalada em 2017 será transformado em minuta (sugestão de projeto de lei) e encaminhado ao Executivo estadual. Uma das propostas sugeridas é de os programas em infraestrutura integrado terem uma visão mais privilegiada e um planejamento a longo prazo. Nesse caso, definindo as prioridades técnicas de investimentos e não políticos.

Veja Mais:  Pavimentação está sendo finalizada no prolongamento da avenida Otaviano Muniz

A outra, de acordo com Riva, é valorizar os serviços ecossistêmicos, que estão mais relacionados à agronomia. “Aqui, é saber quanto vale uma área que está inserida em uma reserva legal ou em uma área de proteção ambiental, para com a finalidade de estabelecer uma multa que será aplicada a alguém que cometeu um ato ilícito”, explicou o procurador.

E por último, ele citou a valorização dos engenheiros de todas as áreas funcionais. Segundo ele, a proposta sugere que todas as prefeituras tenham um organograma definindo um assessor técnico especializado em engenharia para acompanhar os prefeitos.

“Às vezes o prefeito não tem conhecimento técnico em determinada área. Em uma reunião, por exemplo, com um funcionário da Caixa Econômica para liberar um financiamento, ele não tem conhecimento técnico para agilizar a negociação. Para isso, há a necessidade de um técnico engenheiro para viabilizar a negociação”, disse Ricardo Riva.

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea MT), João Pedro Valente, afirmou que CST vai contribuir para a formatação de projetos de lei para o desenvolvimento e crescimento do Estado. Segundo ele, o Crea MT terá participação mais intensa.

“A CST atual trata do desenvolvimento da agricultura no estado de Mato Grosso e, por isso, entende que há duas vertentes: uma do agronegócio (bem desenvolvido e pujante no cenário nacional) e outra da pequena propriedade com dificuldade de subsistência. Mas há um entendimento e que todos criem condições de sobrevivência em suas propriedades e, com isso, ajudem a promover o desenvolvimento do Estado”, disse Pedro Valente.

Veja Mais:  Nome de novo diretor técnico da Coder passa por sabatina

A CST de estratégia da agronomia e da engenharia para o crescimento sustentável do estado de Mato Grosso foi requerida pelo deputado Sebastião Rezende (PSC) e conta com o apoio da Procuradoria da Assembleia Legislativa e participação de representantes do Crea MT, Aagro, Aprosmat, Superintendência Federal de Agricultura do Mapa, Comitê Estratégico Soja Brasil,  Univag, Associação dos Engenheiros Agrônomos de Primavera do Leste, Unemat, Empaer MT, Ampa, Indea MT, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato),  UFMT, Fundaper e Aprosoja MT.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Com 74,6 % dos votos professor Vlademir é eleito presidente do Sipros

Publicado

Foto: Assessoria

O professor da rede estadual de ensino Vlademir Ribeiro Marcondes é o novo presidente do Sindicato dos Professores e Servidores Públicos da Região Sul Mato-grossense (Sipros). A eleição foi realizada na sexta-feira (23).

Vlademir que concorreu ao cargo pela Chapa 1, obteve 239 votos,74,6%, contra 77 votos 24,6% da Chapa 2 que teve como candidata a professora Vila Moreira.

O presidente eleito do Sipros agradeceu a expressiva votação. “Eu queria deixar o meu muito obrigado a todos aqueles compareceram para votar, em especial aqueles que confiaram voto na nossa chapa. Vamos trabalhar agora para colocar em prática, o que apresentamos no papel. Posso garantir a todos os filiados que o bom trabalho realizado pela atual diretoria terá continuidade. Nossa intenção é ampliar os serviços e atrair novos membros”, conta Vlademir.

Vlademir é professor do Estado desde 2000. É formado em matemática e mestre na área.

O atual presidente do Sipros, José Antônio Fávero afirmou que todo o processo aconteceu dentro da normalidade. O bom nível de campanha foi lembrando pelo gestor. “Foi uma campanha dos dois lados. As chapas foram atrás de apresentar propostas e conquistar eleitores. A baixaria foi deixada de lado. Estão de parabéns, deram exemplo que deve ser seguido por nossos políticos”.

A diretoria que comandará o Sipros pelos próximos 3 anos terá Vlademir como presidente, José Antônio como presidente de honra, Cristhiane Souza Postil (1º vice), Fábio Sandro Lemos de Lima (2º vice), Francileide Fontinelle Passos (Secretaria Geral), Elies Lopes de Farias (1ª Secretário), Valdelice de Oliveira Holanda (2º Secretário), Maria da Paz da Silva (Tesoureira Geral), Givanildo Fávero (1º Tesoureiro), Rosamir Dorileo Fermino (2º Tesoureiro), Fabio Júnior Rodrigues, Paulo Sergio Pereira, Vanderlei Lima Pereira (Conselho Fiscal), Nilza de Souza Vaz, Nilson Brasiliano, Reinaldo Rodrigues Dias (Conselho Fiscal –Suplentes).

Veja Mais:  Projeto de lei que isenta moradores de pagar 'IPTU' tramita na câmara

Atualmente o Sipros conta com quase 2 mil filiados. O Sindicato que em sua grande maioria é formado por profissionais da rede estadual de educação já aposentados exerce função social e assistencial. A sede social é uma das melhores da cidade contribui para o aumento de filiados. Atualmente são quase 1.200 sócios.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Reginaldo presta homenagem para Bombeiros de Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

O vereador Reginaldo Santos (Cidadania), através da Câmara de Vereadores de Rondonópolis, presta nesta segunda-feira (26), homenagem para soldados do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Rondonópolis.

O ato será realizado durante Sessão Solene, às 19h, na casa de leis. Serão homenageados 32 militares da reserva e 18 da ativa. “Esses homens são verdadeiros heróis, muitos são da primeira composição do Corpo de Bombeiros de Rondonópolis. Toda homenagem para estas pessoas é mais do que justa”, comenta Reginaldo.

A homenagem requerida pelo vereador é aberta para toda sociedade.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Nome de novo diretor técnico da Coder passa por sabatina
Continue lendo

Rondonópolis

Estratégias de leitura e currículo na educação em pauta na Semana Municipal de Educação Infantil

Publicado

Foro: Assessoria

Rondonópolis está comemorando a Semana da Educação Infantil e a programação que a Secretaria Municipal de Educação apresenta nesta sexta-feira (23) conta com duas palestras para abrir a discussão sobre o currículo na educação infantil e fazer os participantes pensar em novos modelos de trabalho para criar e estimular o interesse das crianças pela leitura.

No período da tarde, a doutora Kênia Aquino, professora da Universidade Federal de Jataí, em Goiás, apresentou de forma didática a palestra com tema Estratégias de Leitura na Primeira Infância. Contando a história de um livro de literatura infantil brasileira a palestrante utilizando o enredo fictício para mostrar a criatividade e a imaginação infantil.

Cerca de 600 profissionais da educação infantil se inscreveram para assistir a palestra da doutora em educação e por meio dela aprender técnicas de como atrair a atenção das crianças que estão na chamada primeira infância para o mundo dos livros e levar esses ensinamentos para os alunos da rede municipal.

A secretária do Educação do município Carmem Garcia Monteiro comentou que está muito contente com a participação maciça dos profissionais da educação infantil no evento. Ela disse que esse é o momento de todos os integrantes discutirem sobre a infância e a educação, enfatizando o protagonismo das crianças, onde todas devem ser autoras de sua própria história.

Carmem Monteiro afirma que os profissionais devem respeitar as opiniões, os pensamentos das crianças, visto que elas são sujeito ativo no protagonismo de suas histórias. As famílias também têm papel importante nesse contexto, pois, como lembra a secretária, elas devem entender o papel das unidades escolares para o crescimento integral dos filhos e par o sucesso deles na jornada escolar.

Veja Mais:  Sanear realiza manutenção da bomba do poço artesiano que abastece a região do Conjunto São José e Jardim Liberdade

A programação do dia termina com a apresentação da palestra Currículo na Educação Infantil, ministrada pela professora mestre Brigida Couto Mendes que atua na Secretaria de Estado de Educação.

Amanhã (24) os profissionais participam de minicursos sobre organização e práticas pedagógicas na educação infantil que acontecem das 7:30 às 11:30 no auditório da escola Centro Integrado de Ensino CIE, na Vila Aurora.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana