conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Equipe do Réveillon 300 Anos faz vistoria na Orla do Porto

Publicado

A equipe da organização da festa de Réveillon dos 300 Anos, da Prefeitura de Cuiabá e seus parceiros, vistoriou toda a Orla do Porto, na manhã desta quarta-feira (12). O intuito foi fazer o reconhecimento da área e debater, com os presentes, a organização do evento. Na ocasião, foram pontuados sobre os planos de mobilidade, saúde, limpeza, segurança e sustentabilidade, que serão desenvolvidos para os três dias de festa. O evento faz parte das comemorações do tricentenário da Capital.  

Conduzindo a visita técnica, o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, frisou que uma das determinações do prefeito Emanuel Pinheiro, para a realização da virada dos 300 anos, foi que a equipe desenhasse um projeto completo, com os planos de ações de todos os envolvidos e que esses funcionassem de forma unificada. 

“Nosso prefeito tem a preocupação em oferecer uma bela festa. Mas antes disso, ele prioriza que todos os serviços tenham qualidade, para que as famílias possam festejar a chegada do ano novo com o que há de melhor. Para isso, é de suma importância que os envolvidos nessa força-tarefa, conheçam, com detalhes, essa região. Isso facilita o desdobramento do projeto da parte estrutural, auxiliando para que todos tenham tempo de fazer os ajustes necessários antes da largada para 2019”, explicou Vuolo.

Veja Mais:  Vigilância sanitária realiza mais de 19 mil ações de fiscalização em 2018

A festa seguirá o formato das edições anteriores e acontecerá durante os dias 29, 30 e 31 de dezembro, na Orla do Porto, com entrada gratuita. Na programação, shows nacionais – rock, samba e sertanejo -, e as tradicionais apresentações de artistas locais, valorizando as raízes da ‘cuiabania’, além da grande queima de fogos, que vem como novidade para este ano. O lançamento oficial da programação acontece no dia 18 (terça-feira), às 14h, no auditório do Palácio Alencastro.

“Fizemos vários ajustes, principalmente na questão de segurança, pois sem ela, as famílias ficariam vulneráveis e não conseguiram usufruir do evento. Todo esse trabalho será apresentado pelo prefeito na próxima semana.  Podemos garantir à população que a festa vai ser maravilhosa e ficará na história dos 300 anos de Cuiabá”, completou o secretário.

Para montagem desses planos, o reconhecimento da região foi realizada por representantes da Marinha, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Permissionários da região, Samu, das secretarias de Mobilidade Urbana, Ordem Pública, Serviços Urbanos, Saúde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Humano, Sec 300 e também a equipe da defesa animal. O evento também conta com a parceria da bancada federal, que destinou emenda de R$ 800 mil ao projeto. 

 

Mais parcerias – Nesta semana, a equipe também se reuniu com o grupo de permissionários da região da Orla do Porto. Durante o encontro, foi apresentado todo o projeto do Réveillon e anunciado que as vias de entrada da região, não serão fechadas como nos outros anos. O secretário Vuolo esclareceu que essas entradas só serão interditadas próximo ao horário de início dos shows e não durante os três dias de festa.

Veja Mais:  Prefeitura de Cuiabá publica editais de retificação para as funções de Auxiliar de Serviços Gerais e Professor de Educação Física

“Optamos por essa logística, após analisarmos as dificuldades que os comerciantes tiveram nos anos anteriores. Com o trancamento das vias o dia todo, eles perdiam em rentabilidade e isso, trazia queda em vários setores. Então, por exemplo, se o show for começar às 20h, as vias de acesso serão fechadas a partir das 17h”, disse Francisco Vuolo.

A nova logística abre a opção para que os comerciantes também organizem seu próprio Réveillon. Nisso, eles vão empregar mais investimentos na região, ampliando a festa. A novidade agradou o grupo de comerciantes que avaliaram como ótima a disposição da gestão em redefinir o plano e atender os anseios da classe.

 

 

 

 

Comentários Facebook

Na Capital

Ministro fala sobre sistema de integridade e secretária é homenageada em Congresso

Publicado

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler, falou sobre a criação de um sistema de integridade nas empresas privadas e no seu relacionamento com a administração pública durante a abertura do Congresso Brasileiro de Boas Práticas em Contratos e Compras Públicas, nesta segunda-feira (17), no Centro de Eventos do Pantanal.

No evento, que chega a sua terceira edição, a secretária de Gestão de Cuiabá, Ozenira Félix, foi homenageada por sua atuação no setor.

De acordo com Ozenira o encontro é de fundamental importância, uma vez que, se não há capacitação, a gestão está fadada a perder na maioria dos processos licitatórios. “Nós, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, temos investido muito na nossa equipe. Em decorrência disso, nosso último levantamento mostrou que temos um número reduzido de problemas nesse sentido. Há, claro, situações pontuais, mas elas tem diminuído muito”, explica.

Premiada também na última edição do Congresso, em 2018, ela avalia que tanto gestores quanto a população têm presenciado um momento histórico. “Temos que aproveitar isso para mudar o cenário nacional. Hoje temos os meios de comunicação, as mídias sociais e a informação a nosso favor. Isso ajuda a coibir práticas corruptas. Temos que pensar primeiro na população.”

A fala vai ao encontro do discurso do ministro, que palestrou sobre Os Impactos da Lei Anticorrupção nas Contratações Públicas e a Responsabilização dos Agentes Públicos nas Esferas Administrativa, Controladora e Judicial segundo a nova Lei 13.655/2018. Ele explica que a norma foi criada em 2013, antes da operação Lava-Jato, e que seus efeitos podem ser observados a médio prazo.

Veja Mais:  PSF Jardim Florianópolis e União é entregue reformado e com equipe de Odontologia

“É uma lei dura, que prevê sansões graves às empresas e o objetivo é punir às empresas e não as pessoas físicas. Também foi a partir disso que a ideia de acordo de leniência, que deu efeitos extraordinários no âmbito penal. Assim, pessoas físicas e jurídicas trazem informações para melhorar a investigação e claro ganham uma leniência nas sanções que seriam aplicadas a elas”, afirma.

Segundo ele, o efeito final não é apenas a punição, mas a criação de um sistema de integridade nas empresas privadas no seu relacionamento com o Estado. Ou seja, que se desenvolvam sistemas de compliance, regras éticas de conduta, controles internos e possiblidades de autorias independentes, para evitar que os empreendimentos possam pressionar a administração pública para prática de corrupção.

O Congresso é realizado pela Academia de Treinamento e Ensino Avançado (Atrea), e reuniu cerca de 400 pessoas nesta manhã, no Centro de Eventos do Pantanal. As palestras e oficinas, segundo a organização, são ministradas por aqueles que estão no topo da cadeia das compras públicas. A programação se estende até a quarta-feira (18) e oferece ainda talk show, painéis e workshops. Os temas e horários podem ser conferidos por meio do link: http://congresso.atrea.com.br/

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Prefeitura de Cuiabá publica edital de retificação para função de CAD

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá publicou retificação no Edital de convocação desta segunda-feira (3), para a função de Cuidador de Aluno com Deficiencia (CAD).

A diretoria de Recursos Humanos da Secretaria de Educação explicou que houve um erro no edital de convocação, a candidata classificada de nº 60 já foi convocada. O edital foi retificado publicando a ordem correta.

Todos os candidatos que estão sendo convocados por esses editais devem comparecer a Secretaria Municipal de Educação, localizada na Rua Diogo Domingos Ferreira, 292, bairro Bandeirantes, nesta terça-feira (4), às 14 horas.

Confira edital de retificação e os demais editais publicados nesta segunda-feira (17), em anexo. 

Comentários Facebook
Veja Mais:  Prefeitura promove dia de lazer para agentes de saúde da regional Sul
Continue lendo

Na Capital

O sonho realizado: beneficiados contam com felicidade sobre a emoção de receber as chaves da casa própria

Publicado

Davi Valle

Uma chave pra cada desfecho. 360 possibilidades de futuro se abriram num girar de fechadura neste 17 de junho de 2019. A espera terminou, hoje foi dia de viver o futuro para as famílias beneficiadas com a entrega das 360 unidades do Residencial Nico Baracat I.

A fechadura do sonho foi destrancada. Pra uns, o sonho de uma vida começando, como da jovem Evanuze Beatriz da Silva, de 24 anos. Após três anos de espera, ela recebe as chaves do novo lar com a esperança de construir um futuro para seu filho de 4 anos.  “É bom demais, só de pensar que não vou mais pagar aluguel, um dinheiro que iria ser jogado fora. Agora eu tenho uma coisa minha, que eu vou ter como deixar para o meu filho. Só de pensar nisso, já é uma alegria muito grande”, disse a jovem, que ainda comemora a localização do bairro, por ser mais próximo da casa da mãe.

Chave assume também o significado de solução. Dona Ivonete Simão da Silva, de 58 anos mora na casa da filha, mas sempre sonhou com a própria casa. “Eu sempre morei em casa, mas nunca foi minha. Essa tá no meu nome. Agora eu posso deixar que minha filha alugue a casa dela e tenha mais um dinheirinho. E eu vou terminar a vida na minha casinha. Vamos morar eu e meu amado”, explicou Dona Ivonete, enquanto segurava as mãos de Seu João Basílio que acrescentou com bom humor: ela ganhou a casa e eu vim no pacote!  

Veja Mais:  Fundação do Reino Unido articula com prefeito soluções sustentáveis para o centro histórico da Capital

Pra alguns a casa chega feito presente de Deus, com anúncio e tudo. “Um pregador me disse que Deus estava assinando um documento pra mim e eu fiquei sem saber o que era, porque eu não tenho problema na justiça nem nada, ai veio a notícia da casa”, contou Giselma da Silva Cruz de Jesus. Ela e o marido, seu Pedro de Jesus sonham há 18 anos com a casa própria. “Tem 18 anos que eu moro de aluguel, tempo do meu filho mais velho. Nossa, você não tem noção da felicidade de sair do aluguel”, explicou Giselma.

Ela do lar, ele lanterneiro, os dois eram só felicidade posando para foto em frente da nova casa. “Vem Gi! Espera ai, moça é que ela é mais fotogênica”, brincou o marido que, além de tudo, estava empolgado com o frescor do bairro. “Aqui é uma benção esse lugar. A temperatura é até melhor, mais tarde deve cair. Tem muita gente feliz aqui hoje”, comentou seu Pedro.

Felicidade era quase que o nome de dona Maria Jose da Silva, de 65 anos. Paciente, ela esperava a sobrinha chegar com seus documentos. Depois de uma vida morando de favor em casa de parentes e amigos, sem dinheiro para pagar nem o aluguel, ela enfim conseguiu o seu cantinho. “As minhas plantas já estão tudo lá, no jeito. Tenho rosa e bastante remédio pra plantar. Na minha casa eu quero tudo novinho, bem arrumadinho”, completou ela animada para reunir os novos vizinhos e organizar uma feira do residencial.

Veja Mais:  Ações de infraestrutura e zeladoria podem ser solicitadas pelo telefone

Na primeira fase, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro e o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Moacyr do Espírito Santo, entregaram 360 casas do Residencial Nico Baracat I, nesta segunda-feira (17). Durante a solenidade, foi anunciada a entrega das chaves da segunda etapa, com 443 casas, para o mês de setembro. 

Participaram da solenidade de entrega das chaves o prefeito Emanuel Pinheiro, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Air Praeiro, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Moacyr do Espírito Santo, o vice-prefeito Niuan Ribeiro, o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, o secretário-adjunto de Cidades, Werner Santos, os vereadores Adevair Cabral, Toninho de Souza, Adilson Levante, Orivaldo da Farmácia e Luis Cláudio e secretários municipais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana