conecte-se conosco


Esportes

Equipes feminina e masculina do Brasil levam ouro no Mundial Militar de Judô

Publicado


Equipe feminina do Brasil levou medalha de ouro no Mundial Militar
Reprodução/ Twitter @RededoEsportebr

Equipe feminina do Brasil levou medalha de ouro no Mundial Militar

Na tarde desta quinta-feira (08), os grupos feminino e masculino do Brasil conquistaram a medalha de ouro no 38º Mundial Militar de Judô na disputa por equipes. O evento iniciou-se no dia 06 de novembro e vai até o dia 12, no Rio de Janeiro.

A primeira decisão do dia foi da equipe feminina. A equipe composta por Maria Suelen Altheman, a campeã olímpica Rafaela Silva, Jéssica Pereira, Ellen Santana e Aléxia Castilhos passou pela Sérvia, China e Rússia até chegar a disputa da medalha de ouro .

O adversário da decisão feminina foi a seleção da França. Em cinco lutas (vitórias de Rafaela e Jéssica), as brasileiras se saíram melhor e fecharam o placar em 3 a 2 com Maria Suelen forçando três penalidades da oponente francesa.

Poucos minutos depois, foi a vez dos homens pisarem no tatame para disputar o ouro contra os Russos. David Moura da categoria acima de 90 kg foi o primeiro a disputar a luta e perdeu de Tamerlan Bashaev. O segundo confronto foi na categoria 66 kg e o brasileiro Alim empatou a disputa.

Veja Mais:  Ataque do São Paulo marca pouco e desempenho preocupa técnico Diego Aguirre

Na terceira luta, Marcelo Contini perdeu para Georgii Elbakiev e a Rússia ficou a frente. Em seguida, Eduardo Yudy voltou a empatar o placar e, repetindo as lutas femininas, o embate da decisão foi definido pela quantidade de punições aos lutadores. Eduardo Bettoni conseguiu que Mikhail fosse punido três vezes e o ouro foi garantido.

O Mundial Militar de Judô está sendo organizado pela Marinha do Brasil e realizado no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), construído para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

São 200 atletas de 20 países disputando o evento que faz parte do calendário do Conselho Internacional do Esporte Militar – CISM. Além da medalha de ouro do Brasil na disputa por equipes, 18 atletas do país participarão das competições individuais entre sexta-feira e sábado.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Neymar se lesiona, mas seleção brasileira fecha 2018 com vitória sobre Camarões

Publicado

A seleção brasileira enfrentou a camaronesa, nesta terça-feira, no estádio de Milton Keynes, em Buckinghamshire, na Inglaterra, no último amistoso do ano e venceu por 1 a 0, com gol de Richarlison, aos 44 minutos do primeiro tempo, completando seis vitórias seguidas após a eliminação na Copa do Mundo para a Bélgica.

Richarlison comemora o seu gol pela seleção brasileira diante de Camarões, no último amistoso de 2018
Divulgação/CBF

Richarlison comemora o seu gol pela seleção brasileira diante de Camarões, no último amistoso de 2018

Curiosamente, o autor do gol da vitória  da seleção brasileira entrou no lugar de Neymar, que se lesionou logo aos sete e precisou ser substituído. Desta forma, o Brasil fecha 2018 com 13 vitórias, um empate e uma derrota – para a Bélgica, que custou a classificação na Copa. Foram 29 gols marcados e somente três sofridos – todos eles no Mundial jogado na Rússia.

A primeira etapa foi bem abaixo do esperado tendo em vista que se tratava de Brasil. A saída de Neymar pareceu ter desestabilizado a equipe verde e amarela, que em certo momento foi dominada pela seleção de Camarões. Em jogada de bola parada, no entanto, o Brasil conseguiu marcar e ir para os vestiários com leve vantagem.

Já no tempo complementar, os comandados de Tite começaram mais atentos e criaram chances logo nos primeiros minutos. A partida ficou mais aberta e a seleção camaronesa teve sua melhor oportunidade ainda antes dos dez minutos, com resposta rápida brasileira. No geral, o escrete pentacampeão do mundo foi superior e conseguiu controlar para vencer mais uma partida em 2018.

Veja Mais:  Bicicleta de Cristiano Ronaldo leva prêmio de gol mais bonito da Uefa; assista

O jogo em detalhes

Neymar se lesionou ainda no início da partida entre a seleção brasileira e Camarões
Pedro Martins / MoWA Press

Neymar se lesionou ainda no início da partida entre a seleção brasileira e Camarões

O Brasil começou bem e logo aos quatro minutos marcou o primeiro em grande jogada de Allan, que deixou zagueiro no chão e bateu forte para defesa de Onana. Aos sete, no entanto, um susto. Neymar em sua primeira finalização sentiu dores no músculo adutor e foi substituído por Richarlison.

A partida ficou muito travada e somente aos 20 a seleção canarinho chegou novamente. Willian recebeu na direita e cruzou, encontrando Roberto Firmino. O atacante dominou e bateu da pequena área, mas em cima do goleiro camaronês. A seleção africana passou a ficar mais com a bola e não permitiu que o Brasil criasse.

Somente aos 43 minutos, após cruzamento de Allan, foi que Firmino cabeceou e obrigou o arqueiro de Camarões a fazer nova boa defesa. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio de Willian, Richarlison se adiantou da marcação e subiu bonito para cabecear com força, no canto, e abrir o placar para a seleção brasileira.

Logo no primeiro lance do segundo tempo, Gabriel Jesus, que entrou no intervalo, quase roubou a bola da defesa camaronesa e conseguiu escanteio. Na cobrança de Willian, o goleiro Ondoa, que também entrou no intervalo, defendeu de forma estranha e cedeu novo escanteio. Willian fez novo bom cruzamento aos quatro minutos, mas nem Richarlison e nem Jesus alcançaram a bola e ela cruzou toda a área.

Veja Mais:  Federação Italiana arquiva processo e mantém Chievo na primeira divisão

Aos sete minutos, Camarões perdeu a melhor chance que teve até então. Ekambi levou até a linha de fundo e cruzou para desvio de Bahoken, livre, desviar, mas mandar para fora. Na sequência da jogada, Ederson repôs rapidamente, o goleiro Ondoa saiu do gol, bateu cabeça com defensor camaronês e a bola sobrou para Gabriel Jesus, que bateu sem ângulo, mas viu a bola bater no pé da trave. Na sequência, a defesa africana afastou.

Aos 14 minutos, Danilo recebeu de Willian, dominou já tirando do marcador e bateu de perna esquerda e viu a bola raspar a trave. Aos 22, após boa troca de passes da seleção brasileira, a bola chegou em Arthur, que fora da área, mas de frente pro gol, resolveu bater firme e acertou o travessão. A nova chance do Brasil foi aos 27. Douglas Costa fez boa jogada, limpou a marcação e tocou para Alex Sandro que entrava pela esquerda, mas o lateral chutou por cima.

Em chute frontal de Allan aos 31 minutos, a seleção voltou a assustar, mas o goleiro Ondoa conseguiu defender em dois tempos. Quem deu o passe foi Gabriel Jesus, que aproveitou roubada de bola no ataque. Aos 39, outra boa chance da seleção brasileira. Alex Sandro cruzou rasteiro e encontrou Allan, que finalizou praticamente da marca do pênalti e acabou batendo em cima do goleiro, que conseguiu encaixar.

Veja Mais:  Ataque do São Paulo marca pouco e desempenho preocupa técnico Diego Aguirre

Aos 42 minutos, o goleiro Ondoa resolveu se redimir do erro cometido ainda no início do segundo tempo e fez duas defesas incríveis. A primeira foi em chute de Gabriel Jesus após cruzamento de Allan e a segunda foi no rebote em que Richarlison chegou batendo. Aos 47, o árbitro inglês Michael Oliver encerrou o último amistoso do ano da seleção brasileira.

Richarlison subiu mais que todo mundo e cabeceou bem para fazer o gol da vitória da seleção brasileira sobre Camarões
Pedro Martins / MoWA Press

Richarlison subiu mais que todo mundo e cabeceou bem para fazer o gol da vitória da seleção brasileira sobre Camarões

Ficha técnica

Data:
20 de novembro de 2018, terça-feira, às 17h30 (horário de Brasília).
Local:
Estádio de Milton Keynes, em Buckinghamshire, na Inglaterra.
Público:
29.669 torcedores.
Árbitro:
Michael Oliver (ING).
Assistentes:
Stuart Burt e Constantine Hatzidakis (ambos ING).
Brasil:
Ederson, Danilo, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Arthur, Allan e Paulinho (Walace, aos 23’/2ºT); Willian (Douglas Costa, aos 23’/2ºT), Neymar (Richarlison, aos 7’/1ºT) e Roberto Firmino (Gabriel Jesus, no intervalo).
Técnico:
Tite.
Camarões:
Onana (Ondoa, no intervalo), Fuchs, Banana, Kana-Biyik e Bong; Mandjeck, Malong (Olinga, aos 30’/2ºT) e Djoum; Ekambi (Zoua, aos 44’/2ºT), Bahoken (Tchakonte, aos 23’/2ºT) e Choupo-Moting (N’Jie, aos 19’/2ºT).
Técnico:
Clarence Seedorf.
Gol:
Richarlison, aos 44’/1ºT (1×0)

Os próximos compromissos da seleção brasileira devem acontecer em março de 2019. Antes de disputar a Copa América, em casa, entre 14 de junho e 7 de julho, a equipe comandada por Tite deve fazer dois amistosos. Com mais uma vitória, o escrete canarinho fecha o ano com somente um revés em 15 jogos, mas no mais importante, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo, diante da Bélgica.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Uefa deve implementar árbitro de vídeo a partir das oitavas da Liga dos Campeões

Publicado

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e o da Associação de Clubes Europeus (ECA), Andrea Agnelli, concederam entrevista coletiva nesta terça-feira em Bruxelas, na Bélgica, e deram novidades sobre a implementação do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) nas competições organizadas pela entidade, como a Liga dos Campeões , além de descartarem a criação de uma Superliga europeia.

Leia também: Antes de final, Conmebol já registra recorde de público na Libertadores 2018


Árbitro de vídeo foi muito utilizado durante a última Copa do Mundo e a Uefa deve implementar tecnologia já nas oitavas de final da Champions 2018/19
DIVULGAÇÃO/UEFA

Árbitro de vídeo foi muito utilizado durante a última Copa do Mundo e a Uefa deve implementar tecnologia já nas oitavas de final da Champions 2018/19

Oficialmente, o VAR será utilizado a partir da temporada 2019/2020 da Liga dos Campeões, mas ao ser questionado sobre o assunto, o mandatário da Uefa deixou a questão aberta. “O mais tardar, na próxima temporada”, afirmou. “Espero um relatório em uma semana ou mais. Depois, veremos quando poderemos implementar”, acrescentou Ceferin.

Agnelli também comentou sobre o assunto e destacou trecho da resposta de Ceferin. “[A frase] ‘O mais tardar, na próxima temporada’ quer dizer que há espaço para fazer isso antes”, ponderou.

Leia também: Diretor do Barcelona não descarta o retorno de Neymar ao clube em 2019

Apesar de não confirmar oficialmente, o jornal britânico The Times revelou nesta terça que o martelo já foi batido para que o árbitro de vídeo seja implementado já nesta edição da Liga dos Campeões. A confirmação deve acontecer na reunião que a Uefa fará em Dublin, no dia 3 de dezembro.

Veja Mais:  Técnica de Pogba em pênalti contra o Everton vira piada nas redes sociais

Possível criação de Superliga europeia


O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e o da Associação de Clubes Europeus (ECA), Andrea Agnelli, que também preside a Juventus
DIVULGAÇÃO/UEFA

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e o da Associação de Clubes Europeus (ECA), Andrea Agnelli, que também preside a Juventus

“A Superliga está fora do debate. Quase ninguém discutiu isso em 2018”, afirmou o mandatário da entidade que rege o futebol europeu. Informações vazadas pelo Football Leaks recentemente mostraram que os principais clubes da Europa estudavam a possibilidade de criar uma competição a partir de 2021 para suprimir as competições continentais, como a Liga dos Campeões.

Leia também: Clubes europeus querem criar superliga a partir de 2021, revela Football Leaks

Agnelli, presidente da ECA e da Juventus, também descartou a possibilidade. “Estamos felizes como estamos”. Ele ainda complementou afirmando que não se conversa sobre a superliga desde 2015 e definiu a Uefa como o “centro do futebol europeu”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Pilota alemã passa por cirurgia de 11 horas após acidente na F3 e agradece fãs

Publicado

A pilota alemã Sophia Floersch, 17 anos, passou por uma cirurgia que durou 11 horas por conta de uma fratura na sétima vértebra cervical, após se acidentar durante o GP de Macau de Fórmula 3 , e passa bem. Em seu perfil no Instagram, ela agradeceu as mensagens de apoio que recebeu nos últimos dias.


A pilota alemã Sophia Floersch agradeceu o apoio dos fãs após 11 horas de cirurgia
Reprodução

A pilota alemã Sophia Floersch agradeceu o apoio dos fãs após 11 horas de cirurgia

“Eu sobrevivi à operação, que levou 11 horas. Tomara que de agora em diante as coisas melhorem, mas ainda preciso ficar alguns dias em Macau até que esteja pronta para ser transportada. Gostaria de agradecer a todos os fãs por cada desejo de melhoras, os quais estou lendo agora. Eles me motivam e me encorajam. Meus pensamentos também estão com todos aqueles envolvidos no acidente”, escreveu a pilota .

“Torço para que todos estejam bem. Tive ajuda de muitas pessoas boas no acidente, que ainda seguem na minha mente. Obrigado pelas palavras tranquilizantes e encorajadoras naqueles minutos tensos dentro do carro. Obrigado à equipe médica de Macau pelo tratamento amigável e profissional, e pelo time de resgate da FIA, ao meu time e à FIA. Também gostaria fazer um agradecimento especial ao doutor Riccardo Ceccarelli”, acrescentou.

Leia também: Organizadores planejam mudanças para o calendário da Fórmula 1. Saiba quais

Veja Mais:  Bicicleta de Cristiano Ronaldo leva prêmio de gol mais bonito da Uefa; assista

Visualizar esta foto no Instagram.

I survived the operation which took 11 hours well. Hope from now on it only gets better. I have to stay a few more days in Macau until i am transportable. I want to thank all of my fans for every single get-well wishes, which I now start reading. This really motivates me and gives me courage. My thoughts are also with everyone who was involved in the accident. I hope everybody is healthy. At the accident were really nice people, which I still have in my mind. Thank you for all the encouraging, calming words in these tough minutes in my car. A real big thanks to the medical staff here in Macau for the friendly and professional treatment. A huge thank you to the local FIA rescue-team, @mercedesamgf1 , @hwaag_official, the @fia.official and their medical team in the background and the Macau GP organisation, who support me in the best way. Also a special thank to Dr. Riccardo Ceccarelli and last but not least my Team @vanamersfoortracing, @facuregaliaoficial and @fhabsburg62 , who all suffer with me – you are phenomenal. 🤜🏻I’m going to come back!🤛🏻btw… @dallaragroup has build a very stabil chassis. #poweredbypassion #racegirl #onefamily /ad

Uma publicação compartilhada por Sophia 👑 (@sophiafloersch) em 20 de Nov, 2018 às 3:21 PST

Durante o Grande Prêmio de Macau de F3 , a jovem pilota não desviou do carro de Jehan Deravula, que freou antes do normal por conta de uma bandeira amarela, e perdeu o controle do carro, decolando sobre o de Sho Tsuboi e batendo em um alambrado e um posto de fotógrafos (assista ao momento no vídeo mais abaixo).

Sophia Floersch fraturou a espinha e Tsuboi foi internado com dor lombar. O fiscal Chan Cha In teve uma laceração do rosto, abrasão da parede do abdome superior e mandíbula fraturada. O fotógrafo Chan Weng Wang sofreu uma laceração do fígado e o também fotógrafo Hiroyuki Minami sofreu uma concussão. Todos passam bem.

Leia também: Em carta, esposa de Schumacher diz que ex-piloto é lutador e não desistirá

De acordo com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), a alemã estava consciente quando foi socorrida. “A pilota está consciente e foi levada para o hospital para melhor avaliação”, informou a entidade em nota.

Comentários Facebook
Continue lendo

Colunista

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana