conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Ex-jogador Roni é preso em Brasília durante o jogo Botafogo x Palmeiras

Publicado


Ex-jogador Roni%2C que passou por vários clubes no Brasil
Reprodução

Ex-jogador Roni, que passou por vários clubes no Brasil

O ex-jogador Roni, que foi atacante de clubes como Fluminense, Flamengo, Cruzeiro, Santos e Atlético-MG, que está com 42 anos, acabou sendo preso pela polícia do Distrito Federal durante o jogo entre Botafogo e Palmeiras, neste sábado, no Mané Garricha.

Roniéliton Pereira Santos, o nome real de Roni , é um dos alvos de uma operação deflagrada pela Polícia Civil do DF na tarde deste sábado.

Ele é o principal operador das partidas de futebol dos clubes cariocas fora do estado do Rio de Janeiro e, na operação, também foi detido o presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal, Daniel Vasconcelos.

A ação das autoridades ocorreu durante a partida em Brasília. Foram cumpridos sete mandados de prisão e 19 de busca e apreensão expedidos pela 15ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Distrito Federal. A operação é coordenada pela Divisão de Crimes contra a Ordem Tributária (Dicot).


Ex-jogador Roni é levado pela polícia do Distrito Federal
MICHAEL MELO/METRÓPOLES

Ex-jogador Roni é levado pela polícia do Distrito Federal

Depois de se aposentar dos gramados, Roni virou empresário e abriu a empresa “Roni7” para levar jogos para outras praças do país – principalmente dos cariocas. O ex-atacante é suspeito de fraude financeira em partidas realizadas no Mané Garrincha.

Roni estava em um camarote do estádio e a polícia o levou para delegacia com o jogo ainda em andamento. No final, o Palmeiras venceu o Botafoto por 1 a 0.

Veja Mais:  Grêmio vai à Conmebol reclamar e tentar classificação para final da Libertadores

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook

Esportes

Uruguai goleia Equador no Mineirão na estreia na Copa América

Publicado

Lance

Deu a lógica no Mineirão. O Uruguai confirmou o favoritismo na estreia na Copa América ao vencer o Equador, por 4 a 0, neste domingo, em Belo Horizonte, de forma incontestável. Lodeiro, Cavani e Suárez, no primeiro tempo e Mina, contra, no segundo tempo, marcaram os gols da Celeste, que teve domínio das ações do início ao fim da partida e jogou com um homem a mais desde os 23 do primeiro tempo.

Leia também: Após sair perdendo, Catar busca empate com o Paraguai na Copa América

l. suárez
GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/Agência O Globo

L. Suárez fez o terceiro gol do Uruguai no jogo contra Equador na estreia da Copa América

Com o resultado, os uruguaios assumiram a liderança do Grupo C, com três pontos. Japão e Chile fecham a rodada, nesta segunda-feira, no Morumbi. A equipe comandada por Óscar Tabárez volta a campo na próxima quinta-feira, para encarar o Japão, na Arena do Grêmio, às 20h. O Equador viaja até Salvador para jogar com o Chile, na Fonte Nova, sexta-feira, no mesmo horário. 

Poder ofensivo celeste

Dono de um dos ataques mais temidos da Copa América, o Uruguai fez valer a fama e foi para cima do Equador no nos primeiros minutos de jogo. Aos cinco minutos, Nicolás Lodeiro, opção do “Maestro” Tabárez no time titular no lugar de Arrascaeta, recebeu a bola na entrada da área, driblou dois adversários e fuzilou no canto de Alex Domínguez para abrir o placar.

Veja Mais:  Grêmio vai à Conmebol reclamar e tentar classificação para final da Libertadores

Leia também: Nas oitavas! Lloyd brilha e Estados Unidos vence o Chile no Mundial feminino

Show de Cavani

A situação da seleção equatoriana, que já era ruim, piorou quando Quintero deu uma cotovelada no rosto de Lodeiro e foi expulso pelo árbitro brasileiro Anderson Daronco, após revisão no vídeo. Com mais espaços, Cavani entrou em ação e deu um verdadeiro show no Mineirão.

Depois de quase marcar de letra, o atacante do PSG ampliou com um golaço de voleio, em bola escorada por Godín para o meio da área. A Celeste ditava o ritmo da partida e tinha domínio completo das ações. O terceiro gol era apenas questão de tempo e saiu no final da primeira etapa com Luis Suárez. Em bola alçada na área, Cáceres desviou para a segunda trave e o “El Pistolero” apareceu livre para finalizar.

Em ritmo de treino

Com o resultado construído e um homem a mais, o Uruguai voltou do intervalo com um jogo bem menos intenso. O time rodava a bola, sem ser ameaçado pelos equatorianos, incapazes de reagir. A falta de ação em campo chegou a originar vaias das arquibancadas.

Jogo de um só time

A dinâmica da partida não se alterou até o apito final. E para completar uma noite desastrosa para o Equador , Mina marcou um gol contra, depois de jogada articulada entre Suárez, Cavani e Pereiro, aos 34. O lance precisou ser confirmado no monitor do VAR, por dúvidas sobre impedimento. Do outro lado, Muslera deixou o campo com o uniforme intacto. Estreia com pé direito e festa uruguaia nas arquibancadas.

Veja Mais:  Torcida do Palmeiras está no Top 10 das melhores do mundo em votação espanhola

Leia também: Torcedor colombiano é esfaqueado na Bahia após jogo da Copa América

FICHA TÉCNICA
URUGUAI 4 x 0 EQUADOR

Data/Hora: 16/06/2019, às 19h (de Brasília)
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Gramado: Bom
Público/Renda: 13.611 torcedores/R$ 1.534.535,00
Árbitro: Anderson Daronco (BRA) Nota L! – 6,5 Teve com controle e acertou na expulsão de Quintero
Auxiliares: Marcelo Van Gasse (BRA) e Kleber Lúcio Gil (BRA)
VAR: Wilton Sampaio (BRA)
Assistentes de VAR: Fernando Ripalini (ARG) e Rodrigo Correa (BRA)
Cartões amarelos: Lodeiro, Giménez (URU); (EQU)
Cartão vermelho: Quintero, 23’/1ºT (EQU)

Gols: Lodeiro (5’/1ºT, 1-0), Cavani (32’/1ºT, 2-0), Luis Suárez (43’/1ºT, 3-0) Mina – contra (34’/2ºT, 4-0)

URUGUAI: Muslera; Cáceres, Giménez, Godín e Laxalt; Bentancur, Vecino (Valverde, 37’/2ºT) Nández (Pereiro, 18’/2ºT) e Lodeiro (Torreira, 28’/2ºT); Luis Suárez e Cavani Técnico: Óscar Tabárez

EQUADOR: Alex Domínguez; Quintero, Mina, Achilier e Caicedo; Orejuela, Intriago, Antonio Valencia e Mena (Velasco, 27’/1ºT); Enner Valencia e Preciado (Romario Ibarra, intervalo). T écnico: Hernán Gomez

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Após sair perdendo, Catar busca empate com o Paraguai na Copa América

Publicado

catar
Nayra Halm/Fotoarena/Agência O Globo

A seleção do Catar buscou o empate no segundo tempo e conquistou a torcida no Maracanã

Uma das seleções convidadas para participar da Copa América 2019 estreou neste domingo na competição. O Catar, anfitrião da Copa do Mundo de futebol masculino de 2022, enfrentou o Paraguai, no Maracanã, na tarde deste domingo.

Leia também:  Torcedor colombiano é esfaqueado em assalto no Centro Histórico de Salvador

O jogo começou azedo para o  Catar . Logo aos dois minutos, o árbitro marcou pênalti para o Paraguai depois de a bola bater na mão do zagueiro Pedro. Óscar Cardozo converteu a penalidade e abriu o placar.

Apesar do revés, a seleção do Catar não se intimidou e aos 15 minutos, Al-Rawi perdeu um gol feito. Depois de cruzamento na área, a bola passou direto pelo goleiro Fernández e o capitão não conseguiu empurrar para as redes.

A primeira etapa foi quase toda do Catar. A seleção treinada por Félix Sánchez teve maior posse de bola, mas pecou nas finalizações. Em contra partida, o Paraguai finalizou mais vezes ao gol de Al Sheeb.

catar x paraguai
Marcelo Goncalves/Photo Premium/Agencia O Globo

Jogo entre Catar x Paraguai foi o melhor da Copa América até aqui

Na volta do intervalo, Cardozo voltou a balançar as redes aos cinco minutos. O lance foi anulado após consulta ao VAR – houve impedido na origem da jogada. Aos 10 minutos, Dérliz González chutou de fora da área e ampliou o placar para o Paraguai.

Veja Mais:  De ‘Jurassic Park’ ao topo da NBA: Conheça a história do Toronto Raptors

Aos 22 minutos o Catar começou a reação. Almoez Ali anotou o primeiro gol de sua participação na Copa América (e que golaço) O atacante chutou de fora da área e acertou a ‘gaveta’ do goleiro Fernández. Dez minutos depois, Khoukhi empatou a partida.

O resultado deixa Paraguai e Catar com um ponto cada no Grupo B. Quem lidera é a Colômbia.

Leia também:  Sem paciência, presidente do PSG diz: “Quem não quiser estar aqui, adeus”

Na segunda rodada do Grupo B, o Catar enfrenta a Colômbia na quarta-feira (19) as 18h30. Pelo mesmo grupo, a Argentina tenta se recuperar da derrota da primeira rodada contra o Paraguai, no mesmo dia, as 21h30.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Sem paciência, presidente do PSG diz: “Quem não quiser estar aqui, adeus”

Publicado

presidente do PSG
Divulgação

Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG

Lance

Nasser Al Khelaifi, dono e presidente do Paris Saint-Germain (PSG), deu uma entrevista com duras palavras para a revista francesa France Football . O mandatário do time parisiense não mediu os termos ao comentar sobre o comportamentos dos jogadores no clube.

Leia também:  Torcedor colombiano é esfaqueado em assalto após jogo da Copa América

“Os jogadores terão que assumir as responsabilidades muito maiores do que antes na próxima temporada. Tem que ser completamente diferente. Terão que fazer mais, trabalhar mais. Não estão aqui para se divertirem. E se não concordarem com este ponto de vista, as portas estão abertas. Adeus! Não quero continuar a ter jogadores comportamentos de popstars”, disparou o presidente do PSG .

O Paris Saint-Germain viveu um final de temporada conturbado nos últimos meses. Além da eliminação traumática novamente nas oitavas de finais da Liga dos Campeões, foi eliminado da Copa da Liga Francesa, e foi vice-campeão da Copa da França.

Leia também:  Juventus oficializa Maurizio Sarri no comando da equipe para 2019/20

Episódios envolvendo Neymar e Mbappé , onde o brasileiro agrediu um torcedor e o francês admitiu a possibilidade de deixar o clube publicamente em um evento da equipe, também desestabilizaram o ambiente do PSG .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Mais:  Com projeto voltado aos jovens pilotos, Ferrari assina com filho de Schumacher
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana