conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Saúde

Exija um implante dentário de qualidade

Publicado


s
Shutterstock/Divulgação

Implante zigomático é a solução para repor os dentes sem enxerto ósseo

No Brasil, o setor de implantes dentários vem crescendo, em média, 15% ao ano, sendo que cerca de 3 milhões de unidades são colocadas anualmente no País. Não é pouco: somos o segundo mercado no mundo da implantodontia, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Leia também: Perder um dente pode mudar o seu rosto

Só que é importante alertar a população para uma questão importante. Do total de implantes dentários utilizados pelos dentistas brasileiros hoje, 30% têm origem ilegal, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Médica, Odontológica e Hospitalar (Abimo).

Geralmente os produtos ilegais são vendidos por valores até 60% mais baixos. E vêm acompanhados do enorme risco de o implante ser rejeitado pelo organismo ou da prótese não se adaptar perfeitamente, deixando espaços onde as bactérias se reproduzem e causam doenças. E isso representa um problema sério pois a implantação de um parafuso ilegal pode colocar em risco a saúde do paciente e provocar desde infecções até inflamações e danos aos ossos do paciente.

Ou seja: é muito importante saber reconhecer um implante de qualidade e exigir as melhores práticas do seu dentista. 

Leia também: O beijo pode ser perigoso?

Mas como fazer isso?

Vale saber que empresas idôneas, que fabricam implantes dentários de boa procedência, têm selos de certificação que atestam a sua qualidade e empregam grande quantidade de recursos anualmente em pesquisa e desenvolvimento, antes de colocar qualquer produto no mercado.

Veja Mais:  Cidades de São Paulo recebem “Dia D” de vacinação contra o sarampo neste sábado

Para cada novo tipo de implante dentário lançado, grandes empresas realizam pesquisas junto às principais faculdades de odontologia do mundo, tais como: Universidade de Gotemburgo (Suécia), Universidade do Michigan (EUA), New York University (EUA) e Universidade de São Paulo (USP). “Esses estudos podem durar até oito anos, como aconteceu com o Unitite, um dos nossos implantes premium”, explica o CEO da S.I.N., Felipe Leonard.

Leia também: Dentes em um dia. O que são os implantes com carga imediata

Dr. Bruno Puglisi diz que, para evitar o uso de implante ilegal , é preciso ficar atento a alguns detalhes impressos na embalagem do produto. Em primeiro lugar, a caixa do implante deve ter o registro da Anvisa e o nome do responsável técnico do produto, assim como dados de fabricação, número do lote, data de validade e a técnica de esterilização aplicada.

As embalagens também não podem estar violadas, o que seria um sinal suspeito. Vale a pena, então, pedir para o seu dentista abrir a embalagem na sua frente.

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook

Saúde

Comer tomate realmente ajuda a aumentar o tamanho do pênis?

Publicado

Há muitas teorias de que alguns alimentos, quando ingeridos com certa regularidade, ajudam a aumentar o tamanho do pênis – e isso inclui um fruto que aparece com certa frequência: o tomate. Recentemente, um homem questionou em um fórum chamado Quora se o item em questão funciona como um “remédio caseiro” para o crescimento do membro. 

Leia também: Tomate previne câncer de próstata, diz estudo; veja outros alimentos eficazes

tomate arrow-options
shutterstock

Um homem perguntou em um fórum: comer tomate ajuda a aumentar o tamanho do pênis? Saiba a resposta

Mas, afinal, consumir tomate ajuda nessa finalidade? De acordo com o portal metro.co.uk , não há pesquisas que sustentam que passar os dias comendo pratos à base do alimento vai mudar o tamanho do pênis. Por outro lado, não há necessidade de ficar triste. Afinal, o alimento possui outros benefícios à saúde. 

É importante destacar que vegetais e frutas vermelhas como tomates, melancias e morangos contêm licopeno, um antioxidante que pode ter efeitos positivos no organismo, incluindo na saúde do órgão masculino. É o que explica um estudo publicado no jornal Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention. 

Leia também: Comer três maçãs ou dois tomates ajuda a restaurar pulmões de ex-fumantes

Segundo a pesquisa, homens que comem tomate ou que fazem refeições que contenham o alimento, 10 vezes por semana, são 18% menos propensos a desenvolver câncer de próstata, devido ao licopeno que afasta as toxinas que podem causas danos às células. Além disso, o consumo do fruto pode ser útil para aqueles que sofrem de infertilidade. 

Veja Mais:  Cidades de São Paulo recebem “Dia D” de vacinação contra o sarampo neste sábado

Outro estudo ressalta que comer tomate em grande quantidade pode ajudar a melhorar o esperma. Também foi constatado que o alimento pode contribuir para a melhora do fluxo sanguíneo e, como consequência, dar ao público masculino ereções mais fortes. “O licopeno é um dos antioxidantes mais poderosos”, diz o urologista Paul Turek à Health.com

Leia também: 10 alimentos que protegem do câncer de próstata

Diante dos fatos, podemos concluir: o tomate é ótimo para diversas coisas, mas não funciona para o crescimento do pênis . Vale ainda ressaltar que é essencial não procurar medidas caseiras para aumentar o membro. Em caso de dúvidas, procure um médico, que poderá lhe passar as informações corretas. 

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Menino de nove anos morre de meningite quatro dias após ter alta de hospital

Publicado

O estudante Austin O’Dowd, de nove anos, morreu de meningite quatro dias após os médicos de um hospital na Inglaterra o mandarem para casa com antibióticos para tratar sua dor de estômago. Na ocasião, o menino também estava com um olho inchado e lhe foi receitado um colírio.

Leia também: Conhece a doença mão-pé-boca? Saiba quais os sintomas e os tratamentos

criança arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Menino morreu de meningite após ir ao hospital com fortes dores de estômago e ser liberado com antibióticos

“Ele era um menino tão saudável e feliz. Nós simplesmente não podemos acreditar. Eu não entendo porque eles não conseguiam ver que ele tinha meningite ”, diz Vince O’Dowd, pai do garoto, segundo informações do Daily Mail . “Eu sinto repulsa que isso tenha acontecido”, completa o homem, de 64 anos.

A morte do garoto aconteceu em 2 de junho deste ano. Conforme conta o pai, ele começou a ficar preocupado com o filho quando o menino passou a sentir fortes dores de estômago em outubro de 2018. Austin passou quatro dias no hospital para fazer exames, mas a família afirma  que não recebeu respostas sobre o que havia de errado com ele.

Em maio de 2019, as dores ficaram ainda mais fortes e intensas. “Era como se ele estivesse sendo socado no estômago”, diz o pai. Os olhos do garoto ainda começaram a inchar. De acordo com o Instituição Meningitis Now, o inchaço nessa região não é um sintoma comum de meningite. 

Veja Mais:  STF começa a julgar fornecimento de remédios de alto custo pelo SUS; assista

Leia também: Entenda por quais motivos é importante ter a vacina contra meningite em dia

Vince O’Dowd ressalta que a família não foi informada sobre a causa da morte do menino até semana passada, quando a doença foi confirmada. Um porta-voz do hospital informou que, como uma investigação está em andamento, não é possível dar mais detalhes. “Oferecemos nossas sinceras condolências à família de Austin neste momento extremamente difícil”, diz.

Com todo o acontecimento, a família está de coração partido com a sua perda repentina e diz que o menino era uma criança brilhante com um futuro pela frente. Para arcar com as despesas do funeral, a família fez uma vaquinha online. Até o momento, os familiares já arrecadaram 4 mil libras – aproximadamente R$ 19,4 mil.

Quais os sintomas da meningite? 

Bactérias, vírus e fungos podem causar meningite. Não está claro foi o tipo que afetou Austin. A meningite bacteriana é a forma mais séria e os pacientes, muitas vezes, adquirem uma complicação ao mesmo tempo, o que pode levar à sepse. Dores de estômago e olhos inchados não são sintomas que geralmente estão associados à doença.

As dores de estômago podem se apresentar nos estágios iniciais, de acordo com Meningitis Now, mas os sinais são normalmente repentinos e não estão presentes há meses. Às vezes, um olho inchado pode ocorrer, mas sem outros sintomas, pode ser diagnosticado como uma infecção ocular leve, por exemplo.

Veja Mais:  Terapia online: entenda como funciona e qual o papel dela no tratamento

Leia também: Já ouviu falar em molusco contagioso? Conheça a infecção viral que atinge a pele

Os sintomas marcantes da meningite bacteriana são febre alta, rigidez do pescoço e dor de cabeça severa, semelhante à gripe. Os pacientes também podem desenvolver náuseas, vômitos, sensibilidade à luz intensa e confusão. Não está claro se Austin teve algum desses problemas no período que antecedeu sua morte. 

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Menino de nove anos morre de meningite quatro dias após ter alta de hospital

Publicado

O estudante Austin O’Dowd, de nove anos, morreu de meningite quatro dias após os médicos de um hospital na Inglaterra o mandarem para casa com antibióticos para tratar sua dor de estômago. Na ocasião, o menino também estava com um olho inchado e lhe foi receitado um colírio.

criança arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Menino morreu de meningite após ir ao hospital com fortes dores de estômago e ser liberado com antibióticos

“Ele era um menino tão saudável e feliz. Nós simplesmente não podemos acreditar. Eu não entendo porque eles não conseguiam ver que ele tinha meningite ”, diz Vince O’Dowd, pai do garoto, segundo informações do Daily Mail . “Eu sinto repulsa que isso tenha acontecido”, completa o homem, de 64 anos.

A morte do garoto aconteceu em 2 de junho deste ano. Conforme conta o pai, ele começou a ficar preocupado com o filho quando o menino passou a sentir fortes dores de estômago em outubro de 2018. Austin passou quatro dias no hospital para fazer exames, mas a família afirma  que não recebeu respostas sobre o que havia de errado com ele.

Em maio de 2019, as dores ficaram ainda mais fortes e intensas. “Era como se ele estivesse sendo socado no estômago”, diz o pai. Os olhos do garoto ainda começaram a inchar. De acordo com o Instituição Meningitis Now, o inchaço nessa região não é um sintoma comum de meningite. 

Veja Mais:  Idoso sul-coreano contrai infecção e tem braço amputado após comer peixe cru

Vince O’Dowd ressalta que a família não foi informada sobre a causa da morte do menino até semana passada, quando a doença foi confirmada. Um porta-voz do hospital informou que, como uma investigação está em andamento, não é possível dar mais detalhes. “Oferecemos nossas sinceras condolências à família de Austin neste momento extremamente difícil”, diz.

Com todo o acontecimento, a família está de coração partido com a sua perda repentina e diz que o menino era uma criança brilhante com um futuro pela frente. Para arcar com as despesas do funeral, a família fez uma vaquinha online. Até o momento, os familiares já arrecadaram 4 mil libras – aproximadamente R$ 19,4 mil.

Quais os sintomas da meningite? 

Bactérias, vírus e fungos podem causar meningite. Não está claro foi o tipo que afetou Austin. A meningite bacteriana é a forma mais séria e os pacientes, muitas vezes, adquirem uma complicação ao mesmo tempo, o que pode levar à sepse. Dores de estômago e olhos inchados não são sintomas que geralmente estão associados à doença.

As dores de estômago podem se apresentar nos estágios iniciais, de acordo com Meningitis Now, mas os sinais são normalmente repentinos e não estão presentes há meses. Às vezes, um olho inchado pode ocorrer, mas sem outros sintomas, pode ser diagnosticado como uma infecção ocular leve, por exemplo.

Veja Mais:  96% das vagas dos Mais Médicos já foram preenchidas, diz Ministério da Saúde

Os sintomas marcantes da meningite bacteriana são febre alta, rigidez do pescoço e dor de cabeça severa, semelhante à gripe. Os pacientes também podem desenvolver náuseas, vômitos, sensibilidade à luz intensa e confusão. Não está claro se Austin teve algum desses problemas no período que antecedeu sua morte. 

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana