conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Flamengo vence Botafogo e garante vantagem de 8 pontos no Brasileiro

Publicado

source

O líder Flamengo derrotou o Botafogo por 1 a 0 nesta quinta (7) e manteve a vantagem de 8 pontos sobre o vice-líder Palmeiras. Com este resultado, o time de General Severiano entra na zona do rebaixamento na 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe da Gávea não teve vida fácil na partida, pois enfrentou um Botafogo que se esforçou para não dar espaços para o líder do Brasileiro.

Com isso, o gol da vitória saiu apenas aos 43 minutos do segundo tempo, quando o atacante Lincoln aproveitou boa jogada de Bruno Henrique para escorar para o fundo do gol de Gatito Fernández.

Com o resultado o Flamengo se mantém na ponta da classificação com 8 pontos de vantagem sobre o Palmeiras e chega a uma sequência de 18 partidas sem derrotas no Brasileiro.

Vitória para sair do Z4

Outro carioca a vencer na rodada foi o Fluminense. Mesmo jogando no estádio do Morumbi, o tricolor carioca derrotou o São Paulo por 2 a 0 e saiu da zona do rebaixamento.

A vitória tricolor começou a ser construída aos 36 minutos do primeiro tempo, com gol de cabeça do zagueiro Digão após o meia Daniel levantar a bola na área.

E o 2 a 0 veio ainda no primeiro tempo, aos 39 minutos. Caio Henrique puxa rápido contra-ataque e toca para Marcos Paulo, que toca na saída de Tiago Volpi.

Com a vitória de 2 a 0, a equipe comandada pelo técnico Marcão termina a rodada fora da zona do rebaixamento.

Veja Mais:  Palmeiras inicia manutenção de elenco e diretoria para 2019

Triunfo em casa

Quem triunfou jogando em casa foi o Ceará, que recebeu o Internacional no estádio Castelão.

Aos 41 minutos do primeiro tempo Felipe Silva lança Samuel Xavier, que, de primeira, cruza para Thiago Galhardo mergulhar de cabeça e marcar um golaço. 1 a 0 para o Ceará.

O segundo gol do time cearense saiu aos 41 minutos da etapa final. Mateus Gonçalves aproveita saída errada do colorado para recuperar a bola e acertar chute colocado para dar números finais ao confronto.

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Paralimpíada Escolar prega inclusão da criança com deficiência

Publicado

source

Terminou nesta sexta-feira (22) a 13ª edição da Paralimpíada Escolar. O evento, que é considerado o maior do mundo para jovens com deficiência em idade escolar, reuniu 1.220 atletas de todo o país (de 12 e 17 anos) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Foram disputadas 12 modalidades voltadas a estudantes com deficiências físico-motoras, visuais e intelectuais. Nessa última categoria houve uma novidade, uma subdivisão para jovens com síndrome de Down no atletismo e na natação.

“Essa iniciativa fisiologicamente foi necessária porque é uma classe que leva uma desvantagem muito grande (em relação a outros atletas com deficiência intelectual). O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) ainda não reconheceu, mas aqui é um palco para experimentar”, afirmou o coordenador de Desporto Escolar do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Ramon Pereira.

paralimpiada escolar

Paralimpiada escolar serve como porta de entrada para jovens atletas – Douglas Magno

Cinquenta e cinco crianças e adolescentes com Down participaram do evento esportivo e puderam experimentar provas diferentes. “Fiz salto em distância e arremesso do peso, mas preferi a corrida”, disse a gaúcha Emanuela Formaggionni, de 14 anos, exausta após a disputa dos 250 metros na pista de atletismo.

A prova foi vencida pela paranaense Karina Kamily, também de 14 anos, para satisfação da dona de casa Roseli Pereira, que acompanhava a jovem e outras duas atletas com Down no evento: “É para eles sentirem que podem participar de qualquer coisa, que não podem ser excluídos. Acho isso muito importante. Ficamos emocionados”.

Veja Mais:  Acordo bizarro “obriga” clube espanhol a contratar jogador chinês

Inspirações

A Paralimpíada Escolar é uma porta de entrada para jovens que sonham com uma carreira no paradesporto. “Em janeiro vamos pegar 117 atletas das modalidades que oferecemos para uma vivência de alto-rendimento, que é o camping escolar. O objetivo do CPB é incentivar desde cedo o alto-rendimento para que essas crianças defendam o Brasil em Mundiais e Paralimpíadas”, afirmou Ramon Pereira.

E não faltam exemplos para a garotada seguir. Medalhistas paralímpicos nos Jogos do Rio, em 2016, o nadador Talisson Glock, o jogador de goalball Leomon Moreno e a velocista Verônica Hipólito também passaram pela disputa escolar.

Verônica, aliás, é a inspiração da mineira Emilly Camilly, de 15 anos, que ganhou sua bateria nos 250 metros na classe T11 (deficiência visual total) sub-16. “Ela é humilde, tem garra e isso serve de inspiração. Mostra que, apesar da deficiência, você é alguém na vida”, declarou Emilly.

paralimpiada escolar

Centro de Treinamento Paralímpico recebeu evento que promoveu a inclusão – Douglas Magno

Já a sergipana Kelianny dos Santos (vencedora na mesma classe e faixa etária de Emilly) corre ao lado de um espelho para seguir. Atleta-guia na Paralimpíada Escolar, Jadson Santos Souza está na briga por índice para representar o Brasil na Paralimpíada de Tóquio, no ano que vem, na classe T20 (deficiência intelectual).

“Se abaixar meu tempo, talvez consiga a vaga em 2020. Então, estou dando inspiração para que ela chegue junto comigo em Tóquio”, disse.

Veja Mais:  Fluminense tem seis decisões para escapar do rebaixamento

Além do esporte

João Vitor, de 15 anos, nasceu com má formação nas duas pernas. Apesar de também jogar basquete em cadeira de rodas, prefere o vôlei sentado. Na Paralimpíada Escolar, o paulista foi, inclusive, treinado pelo técnico da seleção masculina da modalidade, Célio Mediato.

O jovem quer seguir carreira e tem o apoio da mãe adotiva, Maria do Carmo. Caso não dê certo, ela não tem dúvidas de que o contato com o esporte já valeu a pena. “Ele está desenvolvendo não só o corpo, mas também a cabeça. Está mais solto, comunicativo. Ainda tem um pouco da timidez, que é natural dele. Mas sinto ele muito melhor”, disse emocionada.

paralimpiada escolar

Jovens tiveram a oportunidade de experimentar modalidades como o basquete em cadeira de rodas – Douglas Magno

De fato, entre mais de 1.200 crianças e adolescentes, talvez nem todos se tornem atletas. Mas, para Ramon Pereira, do CPB, o legado da Paralimpíada Escolar vai além do resultado esportivo.

“Infelizmente, em muitos estados, um aluno com deficiência acaba dispensado da educação física porque o professor ou instrutor não tem informação de como planejar uma atividade inclusiva. Certamente, uma criança que sai daqui vai até ensinar esse professor a como ela pode ser incluída nas atividades. Isso é muito importante, pois dá voz e ação à criança com deficiência”, concluiu.

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Libertadores: Flamengo e River protagonizam final inédita e histórica

Publicado

source

No próximo sábado (23), a partir das 17h (horário de Brasília), Flamengo e River Plate, da Argentina, escreverão mais uma página da longa história de conquistas e glórias do futebol sul-americano, pois protagonizam uma final inédita de Copa Libertadores da América no Estádio Monumental de Lima (Peru).

O ineditismo do jogo está no fato de as duas equipes se enfrentarem pela primeira vez na decisão da competição. E a importância histórica se dá porque esta é a final de número 60 da Libertadores, torneio que pela primeira vez terá uma final em partida única.

Finais entre Brasil e Argentina

Uma decisão de Libertadores entre um time do Brasil e outro da Argentina não é uma novidade na história da competição. Elas já aconteceram em 14 oportunidades, com cinco vitórias brasileiras e nove argentinas. O Flamengo nunca esteve nesta situação, enquanto o River já encontrou um time brasileiro em confrontos decisivos, foi no ano de 1976, quando o Cruzeiro acabou campeão.

Soccer Football - Brasileiro Championship - Flamengo v Bahia - Maracana Stadium, Rio de Janeiro, Brazil - November 10, 2019   Flamengo's Gabriel celebrates scoring their third goal   REUTERS/Sergio Moraes

O atacante Gabriel Barbosa é uma das esperanças de gol do Flamengo – Reuters/Sergio Moraes/Direitos Reservados

Na única final que alcançou até então, no ano de 1981, o Flamengo teve como adversário o Cobreloa (Chile). Naquela ocasião o título ficou com os rubro-negros.

Já o atual campeão River chega a sua sétima decisão. Além da final deste ano e da derrota para o Cruzeiro em 1976, os millonarios (alcunha pela qual a equipe argentina é conhecida) já conquistaram quatro Libertadores: 1986 e 1996 sobre America de Cali (Colômbia), 2015 sobre o Tigres (México) e 2018 sobre o Boca Juniors (Argentina). Em 1966 estiveram na sua primeira decisão, na qual acabaram derrotados pelo Peñarol (Uruguai).

Veja Mais:  Recuo, mão na bola, cartões… Brasileirão começa já com as novas regras da Fifa

Flamengo x River

O rubro-negro carioca e os millonarios já se enfrentaram em quatro oportunidades na história da Libertadores. No ano de 1982, em uma semifinal em formato triangular que também contava com o Peñarol, o Flamengo derrotou o River Plate em duas oportunidades, por 3 a 0 jogando em Buenos Aires, e por 4 a 2 atuando no Rio de Janeiro.

As duas outras partidas aconteceram em 2018 pela fase de grupos da competição. Elas terminaram empatadas, 2 a 2 no Rio de Janeiro e 0 a 0 em Buenos Aires.

60 anos de Libertadores

A Libertadores teve sua primeira edição em 1960, com título ficando com o Peñarol. Em 59 decisões já realizadas a Argentina tem o maior número de títulos, com 25. O segundo país com mais conquistas é o Brasil, com 18. E a terceira posição no ranking é do Uruguai, com 8 vitórias.

Entre os brasileiros os maiores vencedores são: São Paulo, Grêmio e Santos (com 3 conquistas cada). Internacional e Cruzeiro aparecem com 2 títulos cada um, enquanto Flamengo, Palmeiras, Vasco da Gama, Atlético Mineiro e Corinthians conseguiram vencer uma final cada.

Soccer Football - Copa Libertadores - Quarter Final - Second Leg - Cerro Porteno v River Plate - General Pablo Rojas Stadium, Asuncion, Paraguay - August 29, 2019   River Plate players applaud fans after the match   REUTERS/Jorge Adorno

O River Plate busca o seu quinto título da Copa Libertadores – JORGE ADORNO

Jogo único

Pela primeira vez na história a final será disputada em um jogo único realizado em sede escolhida de forma antecipada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Esta mudança causou muita polêmica, em especial após o anúncio da troca do local do jogo por causa de protestos que tomam conta da cidade de Santiago do Chile, sede escolhida inicialmente para receber a final.

Veja Mais:  Campeão do mundo com a França critica Neymar: “Tem ridicularizado o mundo”

Agora, Lima recebe a final entre Flamengo e River com a expectativa de um jogo que entre para o panteão de grandes momentos da história do futebol sul-americano.

Você acompanha Flamengo e River Plate, na Rádio Nacional (1330 AM), no próximo sábado a partir das 17h (horário de Brasília).

Edição: Verônica Dalcanal

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Torcedores que vão ao Peru devem ficar atentos às regras do país

Publicado

source

Os torcedores que vão viajar por via terrestre para o Peru, para acompanhar a final entre Flamengo e River Plate pela Copa Libertadores, têm que ficar atentos.

Brasileiros não precisam de visto ou passaporte para entrar no país vizinho, mas o documento de identidade (RG) deve ter data de expedição de até 10 anos. Carteira de motorista não é válida para ingresso no Peru.

Por via terrestre, é possível entrar no país pela fronteira localizada no Acre. O governo peruano recomenda que os visitantes ingressem no país pelos postos de controle fronteiriço de Iñapari, em Madre de Dios; Kasani e Desaguadero, em Puno; e Santa Rosa, em Tacna.

Quem for de carro próprio, deve seguir algumas regras para trafegar no país vizinho. O governo peruano exige a contratação do Seguro Obrigatório contra Acidentes de Trânsito, que deve ser apresentado às autoridades em caso de abordagens. Caso o condutor não seja o proprietário do veículo, é preciso ter uma procuração pública autenticada em cartório dando autorização para que outra pessoa conduza o carro. É necessário ainda apresentar a carteira nacional de habilitação.  

Para assistir o Flamengo da arquibancada do Estádio Monumental de Lima, tem torcedor fazendo uma verdadeira peregrinação.

O carioca Edgard Melonio começou sua viagem na terça-feira (19) de avião até a capital acreana, Rio Branco. De lá, já pegou táxi, van e ônibus para conseguir chegar a Lima no sábado.

Veja Mais:  Fluminense tem seis decisões para escapar do rebaixamento

“Rio de Janeiro, com escala em Brasília, a Rio Branco, na terça-feira. Pegamos um táxi, que rodou cerca de 220 km até a cidade acreana de Assis Brasil, na fronteira com a cidade peruana de Iñapari. Passei pela migração, segui de van para Puerto Maldonado. Em seguida, um ônibus para Cusco”.

O torcedor passará a quinta-feira dentro de outro ônibus rumo à capital, e só deve chegar a Lima no início da manhã de sexta- feira.

Edgar, que é diretor da Torcida Jovem do Flamengo, afirma que a migração peruana abriu um atendimento extra para agilizar a entrada da torcida brasileira.

O governo peruano disponibiliza aos viajantes o serviço de assistência turística iPerú, através do número (+511) 574-8000, o e-mail iperu@promperu.gob.pe e o WhatsApp (+51) 944492314 (somente para mensagens de texto).

A final da Copa Libertadores da América será no próximo sábado (23), no Estádio Monumental de Lima, às 15h (horário local) – às 17h no horário de Brasília. A partida terá transmissão da Rádio Nacional.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana