conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mulher

Horóscopo do dia: previsões para 14 de julho de 2019

Publicado

Terapeuta Integrativa, Masumi Suguinoshita usa a astrologia e a meditação como ferramentas principais de trabalho e traz ao Delas as previsões do horóscopo do dia.

Leia também: Como ler mapa astral? Entenda o que os astros dizem sobre a sua personalidade

signos arrow-options
shutterstock

Confira o que os astros reservam para o seu signo neste horóscopo do dia

Confira o que diz o horóscopo do dia  14 de julho e veja a melhor forma de aproveitar o seu domingo.

Áries

O domingo vibra energias tranquilas. A tendência é de humores constantes, sem muitas surpresas. Empolgação e alegria não faltam com a Lua em Sagitário, assim com a criatividade de Mercúrio em Leão e o magnetismo de suas ações por conta de Marte. Apenas tome cuidado para não ferir os sentimentos alheios com atitudes invasivas. 

Touro

Marte e Mercúrio em Leão, em quadratura com Urano, estão te desafiando continuamente a questionar as suas escolhas do passado. Perguntas como “Será que estou realmente vivendo algo novo, ou estou apenar reconstruindo cenários antigos com novos figurinos?”, por exemplo, podem surgir. Não se deixe levar por pensamentos negativos, combinado?

Gêmeos

A vontade de aprender e explorar novos assuntos e ambientes é típica do arquétipo geminiano, mas nem sempre ele vai a fundo em suas pesquisas, o que pode trazer uma sensação de estar um pouco perdido, sem sentido, e às vezes até um pouco de tédio. A Lua em Sagitário nos lembra da importância de nos aprofundarmos nos nossos interesses para encontrar novos horizontes. 

Veja Mais:  Saiba como diminuir a cólica menstrual seguindo apenas métodos naturais

Câncer

Hoje à noite a Lua entra em Capricórnio, o seu signo complementar, iniciando um breve período de faxina emocional. A percepção do seu estado emocional e físico aumenta em dias assim, justamente para que você possa enxergar o que existe de bom e também para resolver os desequilíbrios. 

Leão

Planos feitos anteriormente estão pedindo uma revisão e olhar com mais calma com a retrogradação de Mercúrio em seu signo. Não se desanime se tiver que cortar uma ou outra atividade do planejamento inicial, ok? O uso da flexibilidade e a criatividade são fundamentais durante esta fase. 

Virgem

Durante o dia, a Lua em Sagitário , continua te desafiando a abrir a mente para novas perspectivas e ideais. Sair da zona de conforto traz avanços consideráveis! Fique tranquilo, pois a tendência é que o fim do domingo seja mais calmo. A Lua entrará em Capricórnio, auxiliando na digestão dos conteúdos mexidos durante o fim de semana. 

Libra

Aquilo que você idealizava para o seu futuro, pode não ser mais o mesmo, até mesmo por conta das mudanças pelas quais você passou durante as últimas semanas. Situações fora do seu controle acabaram trazendo modificações no percurso e até em si mesmo, como indivíduo. Permita que a transformação aconteça e deixe a vida fluir. 

Escorpião

Aprender a equilibrar a vida pessoal e profissional fica muito mais fácil quando a gente realmente entende a importância que cada uma tem em sua vida. Eles não são concorrentes, mas sim complementares. Os planetas em Câncer e em Capricórnio trazem esse desafio. Que tal descansar hoje a mente para começar a semana bem?

Veja Mais:  Incêndio: criança ateia fogo e dá perda total em casa ao brincar com fogão

Sagitário

Toda inquietação é como uma equação que a gente resolve. A solução que criamos para ela é como um pacote de conteúdo que agregamos ao nosso repertório de vida. Compreendendo isso, fica mais fácil de encarar o futuro com maior otimismo, mesmo não sabendo no que ele dará. Tudo é aprendizado. 

Capricórnio

Hoje à noite a Lua entra no seu signo, te aproximando daquilo que é essencial para você. É como se você conseguisse sentir o que realmente se passa pelo seu coração. Aproveite os próximos dias para se observar e lembrar-se do que é importante e tem real relevância em sua vida. Talvez você perceba que tenha deixado algumas prioridades de lado. 

Aquário

Urano em quadratura com a conjunção de planetas em Leão pede um desapego de máscaras que cobrem a sua real identidade, ou a face que está surgindo através das experiências vividas nos últimos meses. Talvez você perceba que ainda não está tão livre e desperta como achava. E tudo bem! Aceite, se acolha e bola pra frente.

Peixes

A tendência é que haja durante esses dias uma confiança maior em relação ao seu futuro, por conta do trígono de Netuno em Peixes com o Sol em Câncer. Se tudo deu certo, você foi construindo circunstâncias e plantando sementes aos longo das semanas, além de ter descoberto mais talentos e qualidades, te deixando mais otimista em relação ao que está por vir. 

Veja Mais:  Sexo do bebê não é o que mãe esperava e pai pede ajuda para lidar com a decepção

Para além do horóscopo do dia:

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Isabel Hickmann sobre cirurgia do lábio leporino do filho: “Difícil aceitar”

Publicado

Desde o nascimento do seu primeiro filho, Francisco, Isabel Hickmann usa as redes sociais para falar e conscientizar sobre lábio leporino. No domingo (14), a modelo publicou uma foto no Instagram comentando sobre a cirurgia de correção da deformidade que o pequeno passou.

Leia também: Irmã de Ana Hickmann luta para ressignificar o lábio leporino

Isabel Hickmann e filho com lábio leporino arrow-options
Reprodução/Instagram

Desde que o primeiro filho nasceu, Isabel Hickmann usa as redes sociais para conscientizar sobre lábio leporino

Segundo Isabel, Francisco ainda deve passar por mais três procedimentos para corrigir o lábio leporino . “O começo do quebra-cabeça, afinal temos um pálato, uma fenda completa do lado esquerdo e surpresa quando os dentinhos nascerem. Mas uma coisa de cada vez, ele segura a minha mão, eu seguro a mão dele e a gente segue juntos”, explica a mãe.

A cirurgia aconteceu há pouco mais de dez dias e, de acordo com a mãe, as melhorias na qualidade de vida do filho já podem ser observadas. “Já vemos inúmeras diferenças principalmente na hora de comer e mamar. Estética? Por alguns foi notado, outros passou despercebido nos últimos stories da mamãe. O que eu sei é que meu filho continua LINDO!!!”, diz.

Apesar de ser uma porta-voz da deformidade, Isabel revela que não foi fácil aceitar a cirurgia e a mudança na aparência do filho. “Ele nasceu perfeito, ele viva bem assim. Algumas dificuldades, mas nenhuma limitação. Sou daquelas q nem o cabelo branco eu faço questão de pintar. E meu sorriso… ele se vai. Foi muito, mas MUITO difícil aceitar isso”, fala.

Veja Mais:  Incêndio: criança ateia fogo e dá perda total em casa ao brincar com fogão

“Até que tive um momento de lucidez e entendi q esse sentimento era egoísmo meu. Francisco ganha qualidade de vida com essa mudança”, completa.

Leia também: Mãe de criança autista é criticada após postar fotos: “Para chamar atenção”


Entenda o que é, as causas e o tratamento do lábio leporino

De acordo com a Associação Brasileira de Fissuras Lábio Palatinas (ABFLP), o lábio leporino é uma deformidade congênita , ou seja, a criança já nasce com ela. “É caracteriza pela abertura no lábio superior de um ou dos dois lados, com uma abertura no palato (céu da boca). Ocorre entre a 4ª e a 12ª semanas de gravidez”, explicam no site da organização.

As causas costumam ter origem genética e podem ser intensificadas por fatores ambientais. “Os fatores ambientais são nutricionais (carência de minerais e vitaminas), químicos (drogas, fumo e álcool utilizados pela gestante), endócrino (alterações hormonais), atômicos (radiações) e infecciosos (contato com doenças infecciosas no primeiro trimestre de gestação)”.

Leia também: O recém-nascido chegou em casa: como cuidar do bebê nos primeiros meses

Mas, como saber que meu filho nascerá assim? A deformidade pode ser identificada a partir da 22ª semana de gestação (cinco meses e meio) através de um exame de ultrassom morfológico. Segundo a ABFLP, crianças com fissuras lábio palatinas podem ter dificuldade de alimentação e desenvolvimento da fala.

O tratamento é feito por uma equipe interdisciplinar após o nascimento do bebê para acompanhar os procedimentos cirúrgicos e o desenvolvimento da fala e facial da criança. Geralmente, cirurgia plástica do lábio leporino é feita aos três meses de vida e a do palato até os 12 meses

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mãe comemora evolução da filha com tumor raro após médico ter sugerido aborto

Publicado

Durante a gestação, Wendy Wong, de 41 anos, da cidade de Newcastle upon Tyne, na Inglaterra, foi aconselhada pelos médicos a abortar após a filha, Savannah, ser diagnosticada com um tumor raro no rosto. A mãe, no entanto, decidiu ignorar e seguiu com a gravidez. Hoje, a pequena, de cinco anos, é feliz e saudável.

Leia também: Mãe faz alerta após filha desenvolver doença grave e ficar com manchas na pele

filha de Wendy Wong arrow-options
Reprodução/Facebook/Alex Wong

Wendy Wong conta que, durante a gravidez, um médico sugeriu que ela abortasse por conta de uma condição rara da filha

“Quando eu estava grávida de 22 semanas, um médico que me disse que havia um caroço no pescoço do meu bebê e que ele precisaria de algumas semanas para fazer uma pesquisa sobre o que poderia ser”, conta a mãe para a agência Caters News Agency , de acordo com informações do The Sun

No entanto, duas semanas depois, ela e o marido, Alex, voltaram no médico, que sugeriu para Wendy abortar e disse que eles poderiam “começar de novo”. O profissional ainda informou que o bebê iria morrer dentro dela ou logo após o nascimento. 

Depois disso, o casal, que agora vive em Nevada, nos Estados Unidos, decidiu buscar uma segunda opinião. O outro médico disse que já viu muitos casos piores, o que os deixou animados para seguir com a gravidez. Savannah veio ao mundo com higroma cístico, uma malformação do sistema linfático.

Veja Mais:  Mulher descobretraição e namorado desaparece deixando 7 mil libras em dívidas

Leia também: Mãe faz alerta após filho de sete meses ter reação alérgica grave e quase morrer

“Há muitas mães solteiras e famílias que pensam que não podem ter um bebê com essa condição e eu quero dizer a elas que é possível administrar isso e que olho para a minha filha como prova”, aponta Wendy. 

“Estamos contente que não fizemos o aborto”

Assim que nasceu, a menina precisou ficar dois meses no hospital. Em seguida, ela foi liberada e está em um tratamento experimental. No mês passado, completou cinco anos. O pai explica que a filha está bem e que assisti-la brincar é a melhor parte de tudo isso. “Vê-la fazer qualquer coisa nos proporciona muita alegria”, diz. 

Wendy relata que muitas mães lhe enviam mensagem perguntando sobre sua filha e a realidade da sua condição. “Eu apenas digo a eles que não há nada que impeça um filho de ter uma vida completamente plena, e Savannah é uma prova disso”, aponta.

Leia também: Mãe leva bebê para balada, fica bêbada e acaba matando filho ao dormir sobre ele

“Se eu pudesse voltar no momento em que o médico me disse para eu me livrar dela, eu o chamaria de um monte de nomes desagradáveis. Estamos contente que não fizemos o aborto e agora temos nossa filha maravilhosa em nossas vidas”, finaliza a mãe

Veja Mais:  Parto surpresa! Mãe dá à luz em posto de gasolina no meio da estrada

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Você está mesmo passando tempo com seu filho ou só está perto dele fisicamente?

Publicado

Quem não queria passar mais tempo com seu filho, ter todo o tempo do mundo para estar mais perto dele? Bem, independentemente do quanto a gente se dedica, sempre é bom poder estar mais presente, né não? Mas uma coisa é importante saber, anota aí, mamãe: uma coisa é estar verdadeiramente com o filho, e outra – bem diferente – é estar ao lado dele apenas fisicamente. Já parou pra pensar nisso?

Leia também: “Nem na ausência e nem diante de nossos ‘erros’ podemos compensar com presentes”

mãe e filho brincando na grama arrow-options
Arquivo pessoal

Como você passa o tempo com seu filho? Que tal aproveitar de fato e deixar o celular e os problemas de lado?

Lembro quando, falando sobre passar tempo com seu filho , uma mãe me disse: “Meu Deus, eu nunca havia pensado assim… Eu não trabalho e passo o dia todo com minha bebê, mas estou sempre estressada fazendo as coisas da casa e, quando estou perto dela, fico no celular… Eu realmente achei que estava com ela o dia inteiro. E, na verdade, não estou nem por um minuto”.

Bingo! Era isso que eu estava fazendo essa mãe entender. Não estava com a filho nem por um minuto, não tinha verdadeiramente tempo com o filho, mas dizia aos quatro ventos – e a ela própria – que estava com a menina 24h por dia.

Mas, vamos lá, uma coisa temos que entender: ter filho hoje em dia não é como no tempo da nossa avó, quando as mães não trabalhavam fora de casa e se dedicavam quase que exclusivamente aos filhos.

Veja Mais:  Treino diferente de crossfit propõe socar e jogar bolas na cara de políticos

A psicóloga Macira Sotero, especializada em terapia familiar, lembra que a pós-modernidade trouxe, junto com as tecnologias de informação e do conhecimento, várias atividades que não faziam parte do nosso repertório cotidiano. “Precisamos aprender línguas, praticar esportes, fazer ginástica, cuidar da nossa imagem estética, nos divertir, manter um relacionamento social com parentes e amigos e, claro, trabalhar”, diz.

Agora ficou difícil, né? Se a gente tem todo o direito – e tem mesmo! – de ter tantas atividades assim e tempo para nós mesmas, quando é que vamos cuidar desses meninos, curtir os filhos ? A resposta é simples, e a gente já falou nisso por aqui: não é quantidade de tempo que conta, e ,sim, a qualidade.

E a gente ainda pode ir além nessa questão de estar ao não com a criança, viu? Até porque podemos passar muito tempo cuidando das necessidades físicas do filho, como banho, troca de fraldas, papinhas… e nada disso significa estar atenta às necessidade emocionais, onde realmente a conexão materna é significativa.

E aí, ficou pensativa? Será que você está com seus filhos no dia a dia ou cuida só das obrigações? Sim, sim, eu sei que a rotina muitas vezes é cansativa. Eu sei mesmo, pode apostar! Isso de fazer bolsa da escola todo dia, separar a roupa do judô, colocar pra lavar o que voltou sujo, conferir a tarefa de casa, preparar o jantarzinho,… ai, a fralda acabou! E tem que comprar remédio porque ele tá tossindo à noite… Vixe, já cansei só de escrever.

Veja Mais:  Sexo do bebê não é o que mãe esperava e pai pede ajuda para lidar com a decepção

E o pior, quando a gente chega em casa, e tem aquele tempinho para brincar no chão com o filho, o cansaço já está no limite. Melhor dar um tablet para a criança, porque ainda tenho um monte de coisa pra fazer em casa… Não é assim?

Então não, você NÃO está com seu filho no dia a dia. Não está tendo tempo com o filho. Ainda mais se, quando você consegue aqueles minutinhos preciosos para ficar coladinha com ele, o celular está junto, aí você dá aquela conferida nas redes sociais ou… “Ah, é a única hora que tenho para responder aos grupos de mensagens”. Sim, mamãe, mas é também a única hora que você separou para seu filho. E não é para tomar banho que ele está chamando sua atenção. É porque ele quer você, a sua atenção.

Para dedicar tempo aos filhos , não tem jeito, tem que deixar outras coisas de lado. “É preciso aprender a priorizar o tempo juntos e qualificar esse tempo com sensibilidade às necessidades físicas e emocionais da criança. Portanto, o essencial não depende só das horas passadas juntos, mas da segurança e confiança estabelecida nesse laço materno, na construção desse vínculo estruturador que lastreará todas as futuras relações dessa criança. No entanto, como em qualquer tarefa, para alcançar qualidade é preciso administrar o tempo, assumir compromisso, e ter dedicação”, explica Macira Sotero.

Veja Mais:  Saiba como diminuir a cólica menstrual seguindo apenas métodos naturais

Aí, quando a gente fala em ser mãe ou pai, a gente está falando em fazer escolhas. Isso mesmo: escolhas! Se você tem coisa demais no seu dia a dia, vai ter que aprender a reorganizar essa rotina para inserir o item “filho” nela. Se existem demandas demais no seu dia a dia atual, a questão crucial é questionar se todas essas atividades são necessárias. É saber diferenciar o essencial do supérfluo. O urgente do fundamental. Se for o caso, questione se você – e, se for o caso, o pais da criança também – pode trabalhar menos enquanto os filhos são pequenos. Dá para os pais revezarem o tempo com os filhos?

Leia também: “Não podemos e nem devemos privar nossos filhos da frustração”

Psicólogos lembram que é importante dar todas as condições emocionais para que a criança possa lidar, lá na frente, com os embates da vida. Viu o poder da sua presença e do tempo com seu filho ? De sentar no chão, de dar carinho, de brincar, de dar atenção? Então, se organize, não se preocupe com a “quantidade de tempo”, mas comece a perceber a qualidade do tempo que estão junto. Sim, e deixa esse celular de lado e vai curtir esse filhote!

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana