conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

Imagens flagraram o momento em que segurança do Carrefour agride cachorro; veja

Publicado

Momento em que cachorro foi agredido por segurança do Carrefour foi registrado
Reprodução Facebook

Momento em que cachorro foi agredido por segurança do Carrefour foi registrado

Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que um segurança da rede de hipermercados Carrefour agride o cachorro que faleceu após ser resgatado. O caso aconteceu em uma unidade da loja em Osasco, na Grande São Paulo, na quarta-feira da semana passada (28).

No vídeo,  é possível ver o segurança do Carrefour correndo atrás do animal com o que parece ser uma barra de alumínio. As imagens foram divulgadas nas redes sociais pela ativista e protetora dos animais, Luisa Mell, e pelo vereador de Osasco, Ralfi Silva, que acompanham o caso.

Confira o momento da agressão:

Os dois ativistas estiveram na Delegacia do Meio Ambiente e compartilharam a fala da delegada sobre o caso. “A agressão, com essas imagens que conseguimos agora, ficou comprovada. Não tem mais dúvidas que esse segurança realmente agrediu o cachorro ”, afirmou a delegada no stories do Instagram de Luisa Mell.

De acordo com declarações do vereador Silva, o agressor já foi identificado e as investigações continuam.

Em nova nota oficial emitida pela rede de hipermercados, o Carrefour disse que “reconhece que um grave problema ocorreu” na loja de Osasco e que “não vai se eximir de sua responsabilidade”. A empresa afirmou que está triste com o ocorrido e que o funcionário foi afastado desde o início das investigações.

Veja Mais:  Relatório aponta violação de direitos e tortura em presídios do Ceará

O Carrefour também se comprometeu a criar uma nova política para a proteção e defesa dos animais. Veja a nota na íntegra:

Entenda o caso

Cachorro morreu após sofrer maus tratos de funcionário do Carrefour

Reprodução Twitter

Cachorro morreu após sofrer maus tratos de funcionário do Carrefour

Um relato publicado no Facebook no dia 28 de novembro relatou que um funcionário da rede de hipermercados teria envenenado e espancado um cachorro, causando sua morte.

 De acordo com a versão de Isabela Marcelino, que fez a denúncia em suas redes sociais, o animal estava pelos arredores da unidade do Carrefour há cerca de uma semana, quando foi espancado por um dos seguranças do local a pedido de um superior.

O cachorro foi quase morto a pauladas por um segurança da loja a mando de seu superior responsável, só porque pessoas importantes e diretores da matriz da empresa visitariam a loja. Para fazer “bonito”, não queriam o cachorro abandonado rodando por lá. Mandaram eliminar o animal como se não fosse nada e da pior forma possível!”, escreveu Isabela no Facebook, em um post que já reúne mais de 25 mil compartilhamentos.

O vira-lata chegou a ser socorrido pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mas não resistiu ao ferimentos e morreu.

Segundo a Prefeitura de Osasco, o Departamento de Fauna e Bem-Estar Animal foi acionado no dia 28 para prestar socorro a um cachorro ” ferido e sangrando”, possível vítima de atropelamento. Somente no sábado (1) o departamento recebeu a denúncia de que ” se tratava de um caso de maus tratos”.

Veja Mais:  Bolsonaro ganha escultura de cartuchos que formam seu rosto

Carrefour acusou Centro de Zoonoses pela morte

Em nota emitida na terça-feira (4), o Carrefour disse que o CCZ foi acionado diversas vezes para retirar o animal do local, mas não compareceu, e culpa o Centro pela morte. “No momento da abordagem dos profissionais do órgão para imobilização, o cachorro desfaleceu em razão do uso de um ‘enforcador’, tipo de equipamento de contenção”.

Na segunda-feira, ativistas e defensores dos direitos do animais realizaram um protesto na unidade do Carrefour que protagonizou a história.

Comentários Facebook

Nacional

“Povo está indo às ruas defender o futuro dessa nação”, diz Bolsonaro sobre atos

Publicado


presidente Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro também disse que pela “primeira vez na história” um presidente está cumprindo promessas de campanha


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, neste domingo (26), que o povo está nas ruas nos  atos pró-governo para “defender o futuro da nação” e dar um recado para à velha política. A declaração foi dada durante uma vista a Igreja Batista Atitude da Barra, no Rio de Janeiro.

“Hoje é dia que o povo está indo às ruas para defender o futuro dessa nação. Com firme propósito de dar recado para aqueles que teimam, com velhas práticas, não deixar que esse povo se liberte. Agradeço mais uma vez a consideração e a simpatia de todos”, disse Bolsonaro

Ele disse, ainda, que “pela primeira vez na história do Brasil” um presidente está cumprindo o que prometeu durante a campanha. “Os problemas se avolumam. Se fosse só eu a sofrer, estava feliz. Mas quem está ao meu lado, seja parente ou não, também sofre. São 208 milhões de pessoas às quais eu devo obediência, lealdade e o norte que tem que ser dado para o futuro do nosso país Não há um dia sequer que eu não agradeça a Deus pela minha vida. Somente com a força de vocês, nós poderemos governar”.

Pelo Twitter,  o presidente também apoiou o comparecimento nos atos . Na semana passada, Bolsonaro afirmou que  não participaria das  manifestações  convocadas em apoio ao seu mandato. O presidente teria dito que não iria aos atos para demonstrar “respeito pelo cargo e por suas resposabilidades”.

Veja Mais:  Juiz vê “crítica ácida”, mas libera propaganda de Doria que mostra França obeso

“Idiotas úteis”

No último dia 15, manifestantes contrários ao governo de Bolsonaro também realizaram protestos por todo o Brasil contra os cortes de gastos com Educação. Na data, o presidente chamou os protestantes da oposição de “militantes”, “idiotas úteis” e “massa de manobra”

“É natural, é natural, mas a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil”, disse  Bolsonaro .

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Defesa Civil monitora movimento de barragem em mina de Barão de Cocais

Publicado


Barão de Cocais
Divulgação/Vale

Por risco de rompimento em barragem da Vale em Barão de Cocais, 500 pessoas foram evacuadas da cidade

A Defesa Civil continua monitorando a movimentação do talude norte da mina de Gongo Soco, da mineradora Vale, em Barão de Cocais (MG), a 100 quilômetros de Belo Horizonte. A previsão da Agência Nacional de Mineração (ANM) era de que o rompimento da barragem ocorreria até ontem, sábado, dia 25.

Leia também: Forte terremoto atinge Peru e tremores chegam a cidades brasileiras; assista

De acordo com Juvenal Caldeira, secretário municipal do Desenvolvimento Econômico da cidade e membro efetivo da Defesa Civil municipal, o risco de rompimento do talude, que funciona como uma parede de contenção para a barragem , segue no nível 3, o mais alto.

“O receio de toda a cidade é que o talude venha descer”. Segundo ele, o temor é que isso “cause vibração e afete a montanha”, o que pode impactar a barragem Sul Superior, 1,5 quilômetro abaixo da contenção. A movimentação do talude chegou a 20 centímetros em alguns pontos, um centímetro acima do observado anteriormente.

Caldeira assinala que 400 pessoas que vivem nas comunidades de Socorro, Tabuleiro, Piteira e Vila do Congo, que eventualmente podem ser afetadas, já foram retiradas. A população da Barão de Cocais participou de dois simulados para emergência. Os 16 postos de saúde da cidade estão equipados com geradores de energia, em caso de suspensão do fornecimento de luz, e há sete caminhões pipa com água potável à disposição da população de Barão de Cocais .

Veja Mais:  Suzane von Richthofen perde direito a saídas temporárias após flagrante em festa

Leia também: “Não aceito mortes”, diz prefeito de Barão de Cocais, ameaçada por barragem

Abaixo da barragem Sul Superior, a cerca de um quilômetro, estão sendo montados blocos de granito dentro de telas. Além disso, teve início o trabalho de terraplanagem para erguer um novo muro de contenção de 35 metros de altura, 400 metros de extensão na parte superior, com 10 metros de espessura e aterrado cinco metros abaixo do nível do solo. A construção deverá levar até um ano. Esse novo muro é um ponto anterior às comunidades cujos moradores foram removidos.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Manifestação pelo governo em Brasília tem boneco de “Super-Moro”

Publicado


moro
Reprodução

Boneco inflável do Super-Homem com o rosto do ministro Sérgio Moro

Os atos em apoio ao governo Bolsonaro pelo Brasil estão levando milhares de pessoas às ruas. Muitos estão encontrando maneiras criativas de críticar ou exaltar políticos brasileiros. Após um boneco representando o  presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) , caracterizando o parlamentar com “traídor” e “171” no Rio de Janeiro, os manifestantes de Brasília também abusaram da imaginação para homenagar o ministro Sergio Moro.

Leia também: Brasília tem oração para “abrir coração de políticos” e fantasias de lagosta

Os organizadores da marcha inflaram um enorme boneco do Super-Homem com o rosto do ministro da Justiça e Segurança Pública em frente à Praça dos Três Poderes. Na plataforma que leva o boneco, estão os dizeres: “Moro, herói brasileiro”.

A figura do ministro fez sucesso e centenas de manifestantes foram até o local para tirar fotos com o “Super-Moro”. Apesar dos recentes rachas entre apoiadores do governo, o ministro, que foi o responsável pela condenação em primeira instância do ex-presidente Lula na Lava Jato, se mantém como unanimidade entre os apoiadores de Bolsonaro.

Veja Mais:  Bolsonaro critica órgãos de fiscalização e controle: “Tudo o MP se mete”

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana