conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Jogos dos Servidores chegam a final no domingo com almoço de confraternização

Publicado

Após semanas de disputas os Jogos de Confraternização dos Servidores da Prefeitura de Cuiabá chegam à última rodada neste domingo (11), na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB. Pelas quartas de final jogam os times das secretarias de Obras (financeiro), Educação, Saúde (Daf), Vice-Prefeitura, Gestão, Habitação, Saúde (Obras) e Semob (Alfa).  

Na ocasião também haverá partidas de truco e bozó, além de uma grande confraternização entre os competidores e seus familiares. O encontro tem início previsto para 8h e faz alusão ao Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro.

De acordo com o secretário adjunto de Esportes, Edilson Odilon, esta é uma maneira de estimular a prática esportiva entre os colaboradores. “Desde o primeiro ano da gestão realizamos essa encontro, mas antes acontecia em um dia só. Temos espaços esportivos em vários pontos da cidade, então queremos levar as pessoas para a atividade física”, diz.

Além de promover a interação, o torneio premiará os dois primeiros colocados com uniformes completos, troféus e medalhas. Diferente das equipes de futebol, que se cadastraram previamente em setembro, os competidores do bozó e do truco deverão fazer suas matrículas na hora do evento.

Nesta edição, nos casos em que não houve quantidade suficiente de servidores para a composição times, jogadores de diferentes pastas puderam se unir para formar equipes. Além disso, foram aceitas inscrições de servidores terceirizados.

Veja Mais:  ALTERAÇÃO DA DATA – Prefeito oficializa gabinete na sede do novo HPSMC e assina decreto de implantação da Comissão Técnica

Data: 11/11/18

Hora: A partir das 8h

Local: Associação Atlética Banco do Brasil – AABB, situado na Rua Alexandre de Barros, n° 67- Chácara dos Pinheiros ( Coxipó), Próximo ao Colégio Santo Antônio.  

Comentários Facebook

Na Capital

Da temperatura a embalagem: confira dicas do SIM para consumo seguro de alimentos

Publicado

Ao comprar qualquer tipo de alimento, consumidores devem estar atentos à qualidade e aparência dos produtos, quesitos que ajudam a garantir a segurança de sua ingestão. O rótulo é um importante aliado nesta missão. É nele que são encontradas informações nutricionais, datas de fabricação e validade por exemplo.  Outro aspecto fundamental neste contexto é o registro de inspeção sanitária, concedido pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM).

O órgão, subordinado à Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, também é responsável pela proteção do meio ambiente e a regularização das agroindústrias para comercialização e transporte deste tipo de mercadoria. Ou seja, o Serviço certifica, inspeciona e monitora o funcionamento de estabelecimentos do tipo de abatedouro de suínos, caprinos, ovinos, aves, coelho e de outras espécies devidamente aprovadas para o abate.

A titular da Pasta, Débora Marques, explica que as ações se estendem a fábricas de conservas, de embutidos, charqueadas, entrepostos de carnes e derivados e fábrica de produtos de origem animal. Também são inspecionadas as indústrias que recebem leite, pescado, mel, cera de abelha para beneficiamento ou industrialização, e os ovos in natura ou para industrialização.

Sendo assim, de acordo com ela, a inspeção higiênico-sanitária garante acesso a alimentos seguros, reduzindo os riscos de transmissão de zoonoses e de toxinfecções alimentares. “Por meio do SIM a Prefeitura estabelece este controle de qualidade com análises laboratoriais. Além disso, também é nossa atribuição combater o comércio clandestino de produtos de origem animal por meio de parcerias com o Ministério Público e Vigilância Sanitária Municipal, por exemplo”, diz.

Veja Mais:  ALTERAÇÃO DA DATA – Prefeito oficializa gabinete na sede do novo HPSMC e assina decreto de implantação da Comissão Técnica

Somado as precauções que antecedem a venda, é imprescindível que, antes de levar esses itens para casa os munícipes prestem atenção em outras características, como modo de conservação, temperatura e aparência do alimento. Para facilitar esta avaliação o SIM elaborou uma lista com os principais fatores que garantem a boa procedência dos produtos.  Confira:

1) EMBALAGENS E RÓTULOS  

Escolha sempre o que possuir embalagem com rótulo indicando endereço do fabricante, telefone, data de fabricação e prazo de validade. Para alimentos resfriados, verifique as temperaturas de conservação. Alimentos de origem animal, como carnes, ovos, leite, queijos e embutidos em geral, devem possuir o carimbo de inspeção, seja municipal, estadual ou federal, garantindo a sua qualidade.

2) TEMPERATURAS IDEAIS DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS

Alimentos refrigerados (geladeira): até 7º C

Alimentos congelados : – 18º C

Alimentos reaquecidos: acima de 75º C

Conservação de alimentos quentes: acima de 65º C

3) A IMPORTÂNCIA DO FRIO NA QUALIDADE DA CARNE

O resfriamento da carcaça antes de seu envio para o consumo é muito importante tanto do ponto de vista sanitário como do ponto de vista da garantia de qualidade e do prazo de validade. A “frigorificação” ou tratamento pelo frio industrial ou artificial constitui a técnica mais utilizada na conservação de carnes, preservando-as como recurso estacional, quer garantindo seu transporte a distância, quer possibilitando seu uso na industrialização ou consumo.

Veja Mais:  Servidores municipais recebem salários referentes a agosto nesta sexta-feira

4) COMO DEVO DESCONGELAR CARNE CRUA?

A carne deve ser descongelada lentamente, com o objetivo de garantir a suculência após o processo de cozimento, e em temperatura de geladeira garantindo a qualidade microbiológica. Na sequencia é importância cozinha-la bem e, de preferência, consumi-la logo após o preparo.

Se for necessário reaquecer, todas as partes do alimento devem ter contato com o calor, atingindo a temperatura de 70ºC.

5) COMO SABER SE A CARNE É INSPECIONADA?

Quando a carne se apresenta em cortes e embalada, a rotulagem deve conter todas as informações necessárias para que se saiba que estabelecimento processou aquele produto, como a logomarca do serviço de inspeção, que contém um número que identifica o estabelecimento, a data do processamento, a data de validade, a temperatura de conservação etc. Quando está em grandes peças, é possível observar os carimbos de inspeção (de cor azul/roxa, feitos com tinta atóxica) em cujo interior existe um número que identifica o estabelecimento produtor.

Se as peças estiverem em cortes e se não houver nenhuma identificação do estabelecimento produtor, o consumidor deverá exigir do estabelecimento varejista a nota fiscal de compra do produto, o que lhe permitirá constatar se a carne veio de estabelecimento registrado ou não.

FALE CONOSCO

Caso não se comprove a origem da carne, o consumidor deve denunciar o estabelecimento às autoridades de saúde pública para que seja feita a verificação da qualidade do produto oferecido.

Veja Mais:  Novos Rumos

Para tirar dúvidas ou mesmo realizar denúncias, os cidadãos podem encaminhar suas mensagens para endereço eletrônico sim@cuiaba.mt.gov.br, ou entrar em contato  por meio dos número (65) 3645-7206 ou 3645-7250.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Secretarias de Saúde de Cuiabá e VG fazem acordo com SES para evitarem retenção de macas do SAMU

Publicado

O Pronto Socorro de Cuiabá é historicamente a unidade hospitalar mais demandada do estado de Mato Grosso, pois recebe pacientes de várias cidades do interior e até mesmo de outros estados e países. Com 263 leitos, a unidade constantemente funciona com um quantitativo maior de pacientes, que chegam diariamente nas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU.

Como as unidades de saúde de Cuiabá não negam atendimento a nenhum cidadão, a alta procura no Pronto Socorro tem ocasionado frequentemente retenção das macas do SAMU, para que o paciente fique devidamente acomodado quando não há leitos disponíveis.

Para discutir essa questão e chegar a uma solução viável para todos, o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho reuniu-se na semana passada com o secretário de estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, além do secretário municipal de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes e a equipe técnica das 3 secretarias.

Tanto o secretário de Cuiabá quanto o de Várzea Grande explicaram que a única razão para a retenção das macas é a superlotação das unidades e durante a reunião as gestões do estado e dos dois municípios chegaram a um acordo para evitar a sobrecarga dos prontos socorros. “Sempre que as ambulâncias do SAMU socorrem alguém já levam diretamente para o Pronto Socorro de Cuiabá ou de Várzea Grande. Ficou decidido que o SAMU deverá melhorar o protocolo dos pacientes, para não sobrecarregar o Pronto Socorro. Neste caso eles deverão ser levados para UPAs e Policlínicas também, caso realmente tenham o perfil para serem atendidos lá. Desta maneira conseguiremos evitar que as unidades fiquem lotadas”, explicou o secretário Luiz Antonio Pôssas de Carvalho.

Veja Mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Prefeitura comemora Dia do Meio Ambiente com encerramento de Gincana Ecológica e curso de Monitor Ambiental

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Saúde de Cuiabá inova com palestra lúdica e desmistifica crenças históricas sobre amamentação

Publicado

Gustavo Duarte

Neste mês de agosto, cujo calendário nacional de Saúde é marcado pela intensificação das ações de conscientização e esclarecimento à população sobre a amamentação, as unidades de saúde de Cuiabá vêm inovando com abordagens lúdicas e, com isso, desmistificando crenças e mitos populares históricos acerca do tema.

Nesta quarta-feira (21), mais de 100 pacientes entre gestantes, lactantes e puérperas, atendidas nos Programas de Saúde de Família (PSFs) Serra Dourada I e II puderam atestar este novo método por meio de palestra ministrada pela enfermeira municipal, Izadora Ribeiro. Com apetrechos representativos, a profissional ressaltou a importância do aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida, e ainda orientou sobre diversas formas de realizar a amamentação visando o bem estar dos recém-nascidos e das mães.

“Embora o leite materno seja o melhor alimento que a criança pode receber em seus primeiros meses de vida, muitas mães deixam de ofertá-lo por dor, ou medos que vêm sendo disseminado historicamente, como o de que o leite materno é fraco e insuficiente para sustentar o bebê. Então, além de desmistificar esses e outros mitos, nosso papel nessas palestras e rodas de conversa é apoiar incondicionalmente essas mães para que compreendam que o gesto de amamentar é fundamental para o crescimento saudável do bebê e fortalecimento do vínculo mãe e filho”, destacou Ribeiro.

Veja Mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Prefeitura comemora Dia do Meio Ambiente com encerramento de Gincana Ecológica e curso de Monitor Ambiental

Mãe de quatro filhos, Luana Campos de 23 anos, ressaltou que estes mitos sempre estiveram presentes em sua vida e, inclusive, foram os motivos dela não ter amamentado corretamente seus três primeiros filhos. “Essa palestra foi emocionante esclarecedora para mim. Os meus três primeiros filhos não foram amamentados corretamente porque me diziam que meu leite não sustentava. E só agora, no meu quarto bebê é que eu compreendi que tudo isso era mentira. Graças a esse evento, poderei fazer diferente dessa vez”, frisou.

Além das palestras, o evento que foi promovido com a ajuda de toda a equipe técnica da unidade, em parceria com o Núcleo de Atenção à Saúde da Família – NASF Norte, também orientou sobre a estrutura dos bancos de leite em Cuiabá. Dentre eles, estão o Hospital Geral Universitário (HGU), que recebeu pelo quinto ano consecutivo o certificado ouro de excelência em Bancos de Leite Humano e o Hospital Júlio Müller. Nesses dois locais são feitos a captação, processamento, pasteurização e armazenamento do leite materno, que é disponibilizado para o aleitamento de recém-nascidos e bebês prematuros que não podem ser amamentados pela mãe.

De acordo com a diretora de Atenção Básica, Mirian Naschenveg, até o fim do mês as ações de conscientização intensificadas continuarão nas unidades de saúde, sendo que o encerramento será na Regional Sul, na próxima sexta-feira (26) na zona urbana e no sábado (27) no Distrito da Guia.  “Durante toda essa semana, daremos sequência às ações em unidades, e para fechar com chave de ouro vamos fazer um grande evento na sexta, no Sesc no bairro São João Del Rey, com a presença de toda a comunidade. E no sábado estaremos na Guia com a população rural”, finalizou.  

Veja Mais:  Previsão de arrecadação do IPTU 2019 é de R$ 168 milhões

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana