conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Juventus confirma título italiano e Cristiano Ronaldo garante permanência

Publicado


ogadores da Juventus comemoram
Reprodução/Twitter/juventusfc

Jogadores da Juventus comemoram oitavo título italiano consecutivo

A Juventus sofreu, mas conseguiu vencer de virada a Fiorentina neste sábado (20) por 2 a 1, em Turim, e conquistar pela oitava vez consecutiva o título do Campeonato Italiano.
Apesar da traumática eliminação na Liga dos Campeões, o 35º Scudetto da história da Velha Senhora foi muito celebrado. Após a partida, Cristiano Ronaldo também garantiu sua
permanência.

O clube de Turim chegou aos 87 pontos e agora não pode ser mais alcançado pelo segundo colocado Napoli, que possui 67. Em 33 partidas, a Juventus somou 28 vitórias, três empates
e apenas duas derrotas, para a Spal e o Genoa.

Em campo, a Fiorentina deu um susto nos torcedores da Velha Senhora ao abrir o placar com Nicola Milenkovic, logo aos cinco minutos da etapa inicial. A Viola ainda teve um gol
de Giovanni Simeone corretamente anulado, além do atacante Federico Chiesa ter acertado a trave suas vezes.

A reação da equipe de Turim começou aos 36 minutos, com Alex Sandro. O brasileiro aproveitou o cruzamento no primeiro pau de Miralem Pjanic e meteu um peixinho no cantinho do goleiro Alban Lafont.

Mesmo com uma atuação abaixo do esperado, a Juve virou aos sete minutos do segundo tempo. O português Cristiano Ronaldo fez boa jogada individual e cruzou rasteiro para dentro
da área, mas o zagueiro Germán Pezella desviou contra o próprio patrimônio.

Veja Mais:  Presidente da Conmebol admite erros da entidade na Libertadores 2018

Com o 2 a 1 a favor, os donos da casa apenas precisaram esperar o juiz dar o apito final para celebrar o título.

Leia também: Juventus vence Verona e conquista o Campeonato Italiano feminino

Festa da Juventus


Cristiano Ronaldo
Reprodução/Twitter/juventusfc

Cristiano Ronaldo comemora mais um título na carreira, o primeiro com a Juventus

Logo após o fim do confronto, os jogadores bianconeri celebraram o título no círculo central do Juventus Stadium. Cristiano Ronaldo , por sua vez, cantou o hino da sua equipe e teve seu cabelo pintado com uma espuma branca, assim como o técnico Massimiliano Allegri.

Após a eliminação da Champions League diante do Ajax, a imprensa italiana cogitou uma possível saída de CR7. No entanto, o atacante tranquilizou os torcedores da Juventus ao
garantir sua permanência no clube em “1000%”. “Foi uma ótima temporada, não fomos bem na Liga dos Campeões, mas no próximo ano será melhor. Se eu vou ficar? Mil por cento!”,
garantiu o português em entrevista à DAZN .

O zagueiro Leonardo Bonucci, por sua vez, pediu desculpas aos torcedores pela eliminação na Champions League e declarou que conquistar o oitavo Scudetto consecutivo é “único”.

“Desculpe pela terça-feira, foi um evento negativo. Hoje nós colocamos a raiva da decepção em jogo e a transformamos em energia para conquistar o objetivo. Tem sido um ano
difícil, mas o oitavo Scudetto consecutivo é algo realmente único. Vamos olhar para frente, vamos crescer novamente”, afirmou Bonucci.

Veja Mais:  Floyd Maywheater cancela luta contra Nasukawa e alega ter sido enganado

Já Allegri afirmou que o título possui “um valor importante” e pediu para a equipe “melhorar do ponto de vista psicológico”.

Outro que celebrou a conquista da Juventus foi o goleiro Gianluigi Buffon, do Paris Saint-Germain. O ex-goleiro bianconero escreveu em suas redes sociais para seus antigos
companheiros “festejarem”, já que eles estão “continuando a escrever uma história fantástica”.

Octacampeonato


Jogadores da Juventus comemoram
Reprodução/Twitter/juventusfc

Jogadores da Juventus comemoram título no vestiário

O título da Juventus é um feito inédito nas seis principais ligas da Europa. Até então, a melhor marca de conquistas consecutivas era da própria Velha Senhora e do Lyon, que foi
heptacampeão francês entre 2002 e 2008.

Além disso, o clube de Turim venceu todos os Scudettos que disputou desde a inauguração do seu novo estádio, em 2011.

Apesar da Juventus sair de Turim com o 35º título do Campeonato Italiano da sua história garantido, os torcedores bianconeri contabilizam 37 conquistas, já que dois foram
revogados pela Federação Italiana de Futebol (Figc) em função do “Calciopoli”, o escândalo de manipulação de resultados que envolveu dirigentes e clubes do país.

A Velha Senhora chegou aos 87 pontos, 20 a mais do que o segundo colocado Napoli, que possui somente 18 para disputar. A Fiorentina, por sua vez, está no meio da tabela, com 40
pontos.

Em má fase, a Viola não vence há nove jogos no Campeonato Italiano. Na próxima rodada, a Juventus irá visitar a Inter de Milão, no próximo sábado (27). Já a Viola irá receber em
casa no dia 29 o Sassuolo.

Veja Mais:  Torcedor que agrediu jogador inglês é preso e afastado de estádio por dez anos

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook

Esportes

Pedrinho marca no começo e Corinthians impõe primeira derrota ao São Paulo

Publicado

Lance


Pedrinho marcou o gol da vitória do Corinthians no clássico contra o São Paulo
Marcelo Machado de Melo/Fotoarena/Agência O Globo

Pedrinho marcou o gol da vitória do Corinthians no clássico contra o São Paulo

Rotina mantida. Assim pode ser definida mais uma vitória do Corinthians sobre o São Paulo na Arena, em Itaquera. Neste domingo, com gol de Pedrinho, o Timão fez 1 a 0 no Tricolor, que segue sem vencer na casa do rival. Assim, o Corinthians chegou a três vitórias seguidas – duas pelo Brasileiro e uma pela Sul-Americana. Já o Tricolor completou o terceiro jogo seguido sem vitórias – um empate e duas derrotas. Primeira derrota no Brasileirão .

Na próxima rodada do Brasileiro, no domingo, o São Paulo recebe o Cruzeiro no Pacaembu. Antes disso, na quarta, visita o Bahia precisando de uma vitória para se manter na Copa do Brasil. O Corinthians volta a campo na quinta, pela Sul-Americana, contra o Deportivo Lara, na Venezuela. A partida do Timão pela sétima rodada do Brasileirão, contra o Goiás, ainda não tem data definida. 

Pedrinho confirma boa fase 

O começo do jogo deixou a impressão de que seria fácil para o Corinthians. Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, o Timão abriu o placar na Arena. Fagner tentou um cruzamento para Vagner Love, mas a zaga afastou. No rebote, a bola voltou para o lateral-direito, que passou para Pedrinho, na entrada da área. O meia-atacante finalizou, a bola desviou em Arboleda e enganou Volpi. Foi o segundo gol de Pedrinho nos últimos três jogos – ele também marcou contra o Athletico Paranaense, pelo Brasileiro. 

Veja Mais:  Floyd Maywheater cancela luta contra Nasukawa e alega ter sido enganado

Muita disputa, pouco futebol 

Com o placar aberto, o Corinthians deixou a posse de bola com o São Paulo. Mas a equipe tricolor teve muita dificuldade em criar jogadas ofensivas – tanto pela boa marcação do Timão como pela falta de criatividade da própria equipe. O time do técnico Cuca até conseguia chegar perto da área trocando passes, mas não levava perigo ao goleiro Cássio. Enquanto isso, o Timão também não conseguia ser efetivo ao recuperar as bolas. 

Aos 23 minutos, o São Paulo chegou a marcar um gol, mas foi acertadamente anulado por impedimento de Arboleda, que finalizou para o gol após rebote de Cássio em uma cobrança de falta bem batida por Reinaldo. Depois, o Tricolor só voltou a assustar aos 38, numa cabeçada de Bruno Alves que passou perto da meta corintiana. 

Já o Timão só voltou a ter uma chance clara de gol aos 43, após boa troca de passes entre Pedrinho e Fagner. O lateral-direito recebeu na frente e cruzou para a entrada da área. Júnior Urso pegou forte, de primeira, mas no meio do gol, e Volpi fez a defesa. 

Pato vaiado 

Sem muitas boas lembranças da passagem de Pato pelo Corinthians, os torcedores do Timão vaiavam o atacante do São Paulo sempre que ele pegava na bola. Numa dividida de bola na segunda etapa, entre Pedrinho e Pato, o jogador do time da casa levou a melhor, com direito a drible sobre o Pato depois, e a torcida comemorou quase como se fosse um gol. 

Veja Mais:  Premier League anuncia campanha em apoio ao público LGBTI nas próximas rodadas

Nada mudou 

O panorama do segundo tempo foi muito parecido com o primeiro. Mesmo com as mexidas de Cuca, o São Paulo não conseguiu ser mais objetivo. Trocava passes perto da área do Corinthians, mas não conseguia infiltrar. A melhor chance do Tricolor só aconteceu aos 40, num chute forte de fora da área de Helinho, que passou perto do gol de Cássio. Enquanto isso, o time de Carille seguia apostando nos contra-ataques, principalmente com Love, Pedrinho e Fagner. Num desses lances, nos acréscimos, Gustagol perdeu um gol cara a cara com Volpi. 

Confusão no final 

No fim da partida, Sornoza segurou Hernanes no meio e o juíz marcou a falta. Com o jogo já parado, o braço do são-paulino atingiu peito do equatoriano, que caiu no chão. O juiz Flávio Rodrigues de Souza mostrou o cartão vermelho para Hernanes, o que gerou muita reclamação dos jogadores do Tricolor. Mas, após consulta ao VAR, o árbitro retirou o cartão vermelho e mostrou apenas o amarelo. 

FICHA TÉCNICA 
CORINTHIANS 1 x 0 SÃO PAULO 

Data/Hora : 26/05/2019, às 19h. 
Local : Arena Corinthians, em São Paulo (SP) 
Árbitro : Flávio Rodrigues de Souza (SP) 
Assistentes : Marcelo Van Gasse e Daniel Luis Marques (ambos de SP) 
Quarto Árbitro : Ilbert Estevam da Silva (SP) 
VAR : Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP) 
Assistentes do VAR : Vinicius Furlan e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP) 
Público/Renda : 39.378 pagantes e 39.670 presentes/R$ 1.916.228,30 
Gramado : Bom 
Cartões amarelos : Júnior Urso, Danilo Avelar e Sornoza (COR), Antony, Igor Vinícius, Igor Gomes e Hernanes (SAO) 
Cartão vermelho : – 

Veja Mais:  Tite elogia desempenho da seleção brasileira em vitória magra contra Uruguai

GOLS : Pedrinho, 6’/1ºT (1-0) 

CORINTHIANS 
​Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Sornoza; Pedrinho (Mateus Vital, 27’/2ºT), Vagner Love (Gustagol, 36’/2ºT) e Clayson (Ramiro, 41’/2º). Técnico : Fábio Carille 

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes, 24’/2ºT), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Helinho, 34’/2ºT); Antony, Everton (Hernanes, 13’/2ºT) e Pato. Técnico : Cuca

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

No duelo Ceni x Luxa, tudo igual! Fortaleza busca empate com o Vasco no fim

Publicado


Rogério Ceni e Vanderlei Luxemburgo no duelo entre Fortaleza e Vasco
Ronaldo Oliveira/Photo Premium/Agencia O Globo

Rogério Ceni e Vanderlei Luxemburgo no duelo entre Fortaleza e Vasco

O Vasco segue a sua Via Crucis particular neste começo de Campeonato Brasileiro . Na noite deste domingo, na Arena Castelão, o time até saiu na frente do Fortaleza , mas, assim como aconteceu contra o Avaí na rodada passada, levou o empate com um gol já no fim do jogo: 1 a 1. Yago Pikachu, de pênalti, e Romarinho, ambos no segundo tempo, marcaram.

O jogo marcou o encontro do experiente Vanderlei Luxenburgo, do Vasco , contra o ainda iniciante Rogério Ceni, do Fortaleza.

Agora com três pontos em seis rodadas, a equipe cruzmaltina segue ‘segurando’ a lanterna. O próximo compromisso será diante do Botafogo, no domingo, às 11h, no Estádio Nilton Santos.

Muito concentrado e cheio de disposição, o Vasco mudou de postura com relação às apresentações anteriores. Adiantou a sua marcação no meio e abusou da velocidade de Rossi pelos dois lados do campo. Sem um atacante de referência — Maxi López pediu para deixar o clube na sexta passada —, o time sentiu falta do centroavante.

O volante Lucas Mineiro, duas vezes seguidas, perdeu oportunidades para abrir o marcador, numa delas depois de arrancar sozinho do meio-campo.


Fortaleza x Vasco no Castelão%2C pela sexta rodada do Brasileirão
LC Moreira / FramePhoto / Agência O Globo

Fortaleza x Vasco no Castelão, pela sexta rodada do Brasileirão

Na etapa complementar, os donos da casa saíram mais para o jogo, o que causou problemas para o setor defensivo do Vasco. O travessão e o zagueiro Ricardo Graça evitaram o pior no começo do segundo tempo. Só que aos 23 minutos veio o lance determinante: Rossi foi lançado em velocidade, tirou do goleiro Felipe Alves e acabou derrubado. Pênalti, que, aos 25, Yago Pikachu não vacilou: 1 a 0.

Veja Mais:  Após visita, arcebispo sugere estado vegetativo de Michael Schumacher

Mas, como a vida do  Vasco não anda nada fácil, aos 43 Romarinho recebeu de Osvaldo na meia-lua, ajeitou e acertou o canto direito do gol de Sidão.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Chapecoense surpreende o Cruzeiro em Minas e vence a primeira no Brasileirão

Publicado

Lance


Cruzeiro e Chapecoense duelaram pela sexta rodada do Brasileirão%2C em Belo Horizonte
Rodrigo Coelho/DiaEsportivo/Agência O Globo

Cruzeiro e Chapecoense duelaram pela sexta rodada do Brasileirão, em Belo Horizonte

O Cruzeiro perdeu mais uma no Campeonato Brasileiro , desta vez para a Chapecoense, por 2 a 1, gols de Rildo e Diego Torres, com Thiago Neves marcando para a Raposa. Foi a quarta derrota da equipe mineira. O resultado, levou o time mineiro para a 16ª posição, uma apenas acima da zona de rebaixamento. 

A Chapecoense venceu seu primeiro jogo fora de casa na competição e demonstrou muita competência para explorar os erros cruzeirenses, que se iniciaram bem antes da partida começar com a escalação de uma equipe desequilibrada entre defesa e ataque. O time catarinense subiu para a 12ª posição na tabela de classificação. 

Ousadia que não deu certo.Chape leva perigo

Mano Menezes surpreendeu a todos, saindo totalmente de suas características ao escalar um Cruzeiro muito ofensivo com apenas com Henrique como homem de proteção à zaga. Começaram jogando Marquinhos Gabriel, Robinho, Rodriguinho e Thiago Neves, além de Lucas Romero na lateral-direita após Edílson sentir um problema na panturrilha minutos antes do início do jogo. 

A ousadia do treinador não teve o efeito esperado, deixando o Cruzeiro muito exposto, o que gerou vários ataques perigosos no primeiro tempo, incluindo uma bola na trave de Rildo. Faltava melhor saída de bola e Henrique tinha um espaço muito grande para cobrir, quando havia subida de todos os homens de frente. 

Veja Mais:  Presidente da Conmebol admite erros da entidade na Libertadores 2018

Fábio falha no gol e Mano corrige formação

Logo no início do segundo tempo, o técnico da Raposa viu que sua formação ultra ofensiva não deu certo e tirou Rodriguinho para a entrada de Pedro Rocha, mudando o posicionamento de Thiago Neves, que ficou mais na armação de jogadas. 

O time melhorou o toque de bola, mas teve sua estratégia colocada à perigo, pois em um chute de Elicarlos, Fábio rebateu mal, com a bola sobrando para Rildo abrir o placar no Independência. Com o gol sofrido, Mano Menezes concluiu o acerto do time ao colocar Lucas Silva em campo no lugar de Marquinhos Gabriel. 

A equipe ficou mais organizada, segura na defesa e com melhor saída de bola. O resultado das mudanças veio pouco tempo depois. 

TN10 marca golaço

Com a mudança de posicionamento de Thiago Neves, ficando mais perto do gol, com Robinho vindo de trás, melhorando a saída de bola, o Cruzeiro conseguiu ficar com a bola, trabalhar melhor e num passe de Robinho, TN10 recebeu, girou e marcou um golaço, o empate da Raposa no jogo. 

O time comandado por Ney Franco não teve receio do Cruzeiro em nenhum momento. Mesmo se defendendo na maior parte do jogo, a equipe catarinense conseguia contra-atacar o time mineiro e aos 39 minutos do segundo tempo selou a vitória sobre um dos elencos mais badalados do Brasil, mas que não vence a cinco jogos. Foi o primeiro triunfo da Chape fora de casa no Brasileiro, aumentando a crise cruzeirense. 

Veja Mais:  Torcedor que agrediu jogador inglês é preso e afastado de estádio por dez anos

Pior defesa do Brasileiro

Os gols anotados pela Chape aumentaram o péssimo indicador do Cruzeiro defensivamente nesta edição do Brasileiro. Já são 13 gols tomados em seis jogos, média superior a dois gols, se tornando a pior defesa da competição até aqui. Um contra senso, em se tratando da fama de montador de defesas sólidas que Mano Menezes possui. 

A defesa celeste falhou nos dois tentos marcados pela Chape, demonstrando que a fase não está boa tecnicamente, 

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Cruzeiro encara o São Paulo no domingo, 2 de junho, às 16h, no Morumbi. Já a Chape recebe o Palmeiras, no mesmo dia e horário da Raposa, só que na Arena Condá, em Chapecó. 

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 2 CHAPECOENSE

Data/Hora : 26/05/2019, às 19h (de Brasília)
Local : Independência, Belo Horizonte (MG)
Árbitro : Dewson Fernando Freitas da Silva (PA/Fifa) 
Auxiliares : Alessandro Alvaro Rocha de Matos(BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)
Árbitro de Vídeo : Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões Amarelos : Dedé(CRU), Rildo, Bruno Pacheco (CHA)
Público e Renda : não divulgados

Gols : Rildo, aos 6’-2ºT(0-1), Thiago Neves, aos 11’-2ºT), Diego Torres,aos 39’-2ºT(1-2)

CRUZEIRO (Técnico: Mano Menezes)

Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo, Egídio; Henrique, Robinho, Rodriguinho(Pedro Rocha-intervalo), Marquinhos Gabriel(Lucas Silva, aos 9’-2ºT), Thiago Neves(David, aos 36’-2ºT) e Fred.

CHAPECOENSE (Técnico: Ney Franco)

Tiepo; Caíque Sá(Bryan, aos 9’-2ºT), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Campanharo(Diego Torres, aos 18’-2ºT); Arthur Gomes, Rildo(Aylon, aos 37’-2ºT) e Everaldo.

Veja Mais:  Após visita, arcebispo sugere estado vegetativo de Michael Schumacher

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana