conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Curiosidades

Mãe faz sucesso ao criar contrato com regras para filho adolescente usar celular

Publicado

No mundo digital atual é praticamente impossível deixar os filhos longe dos aparelhos eletrônicos. Quando crescem, logo pedem um celular para si. Para evitar problemas com o filho de 12 anos, essa mãe australiana até cedeu aos pedidos do menino, mas arrumou um jeito de impor regras no uso do aparelho.

Como impor regras para os filhos usarem o celular? Mãe escreve contrato e faz sucesso com a ideia
shutterstock

Como impor regras para os filhos usarem o celular? Mãe escreve contrato e faz sucesso com a ideia

Mel Watts é uma blogueira e influenciadora digital com mais de 308 mil seguidores no Instagram. Ela é mãe de quatro filhos e está fazendo sucesso ao compartilhar o contrato que impôs ao mais velho para que ele pudesse ganhar um celular .

Contrato para o uso do celular

Mel ao lado do filho, que teve de assinar o contrato para ganhar o celular

Reprodução/Instagram/@melwatts

Mel ao lado do filho, que teve de assinar o contrato para ganhar o celular

A mãe compartilhou o contrato em seu blog, The Modern Mumma (A mãe moderna, em português), e foi parar nas páginas de jornais internacionais, como o tabloide The Sun. Ela diz que decidiu divulgar esse acordo como uma forma de ajudar outras mãe a lidar com os filhos adolescente .

O contrato tem, ao todo, 17 cláusuras que incluem atos de diversas categorias. Para começar, a mãe deixa claro que a responsabilidade do aparelho é do filho. Se ele quebrar ou perder o celular, terá que arcar com os custos do reparo ou de um aparelho novo.

Veja Mais:  Mulher paga por limpeza, mas acaba com faxineira bêbada dormindo em sua cozinha

Sobre o uso, Mel impõe horários no contrato. O garoto deve entregar o aparelho aos pais todos os dias antes de dormir. E também nada de “madrugar”. “Nada de mandar mensagens antes das 7h30 da manhã. As pessoas geralmente estão dormindo. Estranho, não”, escreve a mãe.

Algumas regras de conduta também fazem parte do documento, como não tirar fotos ou fazer vídeos de pessoas que não tenham dado permissão para isso e não fazer trolagem nas redes sociais, ou elas serão excluidas imediatamente. As contas também serão apagadas se os pais perceberam que o menino apagou itens propositalmente do aparelho. 

Ela ressalta ainda que o filho não poderá usar o aparelho na escola, a não ser quando isso for permitido, e alerta para outros cuidados, como ao afirmar que o que for postado nas redes sociais ficará lá para sempre e, se sofrer algum tipo de bullying online, deve reportá-lo aos pais imediatamente.

Para finalizar, Mel afirma que o contrato é válido até o filho completar 15 anos.

Ao The Sun, a mãe diz que decidiu dar o celular ao filho porque quando era jovem não teve esse privilégio – seus pais proibiam o uso de aparelhos – e ela se sentia isolada por conta disso. E o contrato foi uma boa ideia. “Esse pedaço de papel nos permite colocar regras e também nos permite que a gente monitore o que ele está fazendo”, completa Mel. Nas redes sociais da mãe, os seguidores também aprovaram a ideia.

Veja Mais:  Farinha de grilo e besouros: brasileiros apostam em insetos como alimento

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Curiosidades

Empresa anuncia licença paternidade de seis meses com salário integral

Publicado

Pai e filho
iStock

Diageo anunciou licença paternidade de seis meses com salário integral

A Diageo, empresa líder mundial em bebidas alcoólicas premium e proprietária de marcas como Johnnie Walker, Ypióca e Smirnoff anunciou nesta quarta-feira (22) a implementação de uma nova política global de licença familiar, que traz como novidade a licença paternidade remunerada de 26 semanas (seis meses).

Leia também: Fim de semana mais longo? Unilever testa jornada de trabalho de apenas três dias

Com a política, a companhia diz buscar ajudar os funcionários a focar na construção de suas famílias ao mesmo tempo em que prosperem na vida profissional, além de garantir tanto às mulheres quanto aos homens a oportunidade de cuidarem de seus bebês independentemente de onde morem ou trabalhem.

“Estamos comprometidos em criar uma força de trabalho verdadeiramente inclusiva e diversa. Nós acreditamos que as empresas têm um papel importante na formação do futuro da sociedade. Companhias globais como a Diageo devem fazer mudanças ousadas em suas políticas e nos ambientes em que seus funcionários atuam para garantir que o progresso aconteça verdadeiramente”, afirma Gregório Gutiérrez, presidente da empresa para a região PUB (Paraguai, Uruguai e Brasil).

A nova política global, que oferecerá a licença de seis meses para homens e mulheres com salário integral, afetará o Brasil, onde a Diageo iguala as condições da licença paternidade às das mães, que já gozavam das 26 semanas de licença. A nova política será aplicada a partir do dia 1º de julho, quando a companhia inicia seu novo ano fiscal.

Veja Mais:  Mulher assiste filme pornográfico quando jovem e reconhece os pais no vídeo

“É com grande orgulho que anunciamos a nova política de licença familiar da Diageo para todos os funcionários dos mercados Paraguai, Uruguai e Brasil. Estenderemos a licença para os homens para seis meses, com a manutenção de salários e benefícios, assim como já acontece com as mulheres. A nova política abrange todos os tipos de casais que temos na companhia”, comenta Tatiana Sereno, diretora de Recursos Humanos da Diageo para PUB.

Leia também: Brasileiro tem primeiro emprego com carteira assinada, em média, após os 28 anos

Os esforços da empresa para criar um ambiente de trabalho inclusivo e diverso já foram premiados ao menos quatro vezes nos últimos meses. Em janeiro de 2019, a Diageo foi reconhecida globalmente pela Bloomberg , em seu Índice de Igualdade de Gênero, e em 2018, pela Thomson Reuters como a quarta empresa mais inclusiva e diversa. No Brasil, foi congratulada pela Prefeitura de São Paulo, com o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade, e pelo Guia Exame de Diversidade na categoria Bens de Consumo. Atualmente, a empresa emprega cerca de 1.000 funcionários no Brasil.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Bebê ou E.T? Imagem de tomografia deixa todo mundo confuso

Publicado

Você se lembra do bebê que parecia um anel no ultrassom? Agora, há um novo bebê deixando todo mundo confuso. Dessa vez, o resultado de uma tomografia fez muita gente acreditar que o feto se parece com um E.T.

Leia também: É um bebê ou ela engoliu um anel? Ultrassom de futura mamãe chama a atenção

Imagem de tomografia bebê
Reprodução/Youtube/Inside Edition

Grávida faz tomografia e resultado surpreende pais pelo fato de a imagem se parecer com um E.T. e não com um bebê

Os médicos que estavam acompanhando a gravidez dessa mãe, Laura, identificaram uma quantidade preocupante de liquido no cérebro do bebê, Lucas, e pediram que ela fizesse uma tomografia para que pudessem analisar melhor o caso.

Leia também: Bebê abre “sorrisão” em ultrassom e pais revelam como conseguiram isso

O responsável pelo exame avisou Laura e seu marido que eles não veriam a criança como nas tradicionais imagens 2D de outros exames. No entanto, eles não esperavam que veriam dessa forma. De acordo com o canal do YouTube Inside Edition, os pais ficaram em estado de choque, mas, depois, se divertiram com o que viram.

Leia também: Gêmeas são flagradas “brigando” dentro do útero em ultrassom

Para os pais, o filho mais se parecia com um E.T do que um feto. Apesar do susto, a imagem da tomografia trouxe uma notícia boa a eles: estava tudo bem com o menino. Laura e o marido contam que a imagem trouxe o alívio e a calma que estavam precisando naquele momento.

Veja Mais:  Mulher assiste filme pornográfico quando jovem e reconhece os pais no vídeo

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Mulher tem casa apedrejada por vizinhos após trocar senha do Wi-fi

Publicado

Um caso pra lá de inusitado foi registrado na Colômbia. Uma mulher teve a casa apedrejada após trocar a senha do Wi-Fi da residência

onde mora. Segundo a proprietária da casa, ela nunca recebeu o valor acordado com a vizinha para que ela pudesse usufruir do Wi-Fi.

Após a troca da senha, a vizinha foi tirar satisfação e deu início a uma grande confusão. A polícia foi chamada e a mulher que começou a confusão foi reconhecida por já cumprir prisão domiciliar.

Uma mulher grávida de seis meses, que estava na rua no momento da briga, foi atingida por uma pedra e levada para o hospital.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Exagero? Mãe compra inúmeros presentes de Natal para os filhos e divide opiniões
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana