conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Economia

Mais de R$ 4 bilhões foram recolhidos em sonegação do FGTS

Publicado


Mais de R$ 4,1 bilhões contra sonegações de empresas através do FGTS foram recolhidos
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Mais de R$ 4,1 bilhões contra sonegações de empresas através do FGTS foram recolhidos

O Ministério do Trabalho recolheu mais de R$ 4,1 bilhões contra sonegações de empresas através do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).  O valor, que pertenceria aos funcionários dessas instituições, foi pego por meio de autuações realizadas pela Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) durante os três primeiros trimestres de 2018. A informação foi divulgada na quarta-feira (8).

Leia também: FGTS como garantia para o crédito consignado: regras, requisitos e restrições 

O valor é 19% superior ao do número de recolhimentos realizados no mesmo período do ano passado, quando foram recolhidos R$ 3,43 bilhões de FGTS e de Contribuição Social. Na comparação com os três primeiros trimestres de 2016, quando o Ministério do Trabalho retirou R$ 2,67 bilhões, o resultado atual é 53% maior.

Durante o primeiro semestre deste ano, o Ministério do Trabalho anunciou o recolhimento de R$ 2,4 bilhões durante fiscalizações.

De acordo com o auditor-fiscal do Trabalho, Jefferson de Morais Toledo, cerca de R$ 242 milhões foram recuperados em 2018 só em valores de ação fiscal, que são os valores atrasados depositados pelas empresas após o início da fiscalização.

Toledo ressaltou que os bons resultados foram influenciados pelo empenho da SIT em melhorar seus sistemas de controle. “A SIT vem realizando esforços para a modernização dos sistemas informatizados de fiscalização e para a capacitação dos seus auditores, e isso se refletiu positivamente nos resultados alcançados”, disse.

Veja Mais:  Governo discute aumento médio de 25% em pedágios de estradas da gestão Lula

Assim, a Força-Tarefa de Fiscalização de Grandes Devedores de FGTS (FT-FGTS), criada em 2016 para fiscalizar os empregadores com maior indício de débito do país, tem contribuído para os valores alcançados. “A Força-Tarefa foi responsável por notificar e recolher cerca de R$ 1,4 bi de FGTS e Contribuição Sindical no período”, afirmou Toledo. Logo atrás da Força-Tarefa, vem o estado de São Paulo, que recolheu cerca de R$ 674,5 milhões, e o do Rio de Janeiro, que pegou mais de R$ 381,1 milhões.

Confira os recolhimentos por estado:

Acre: R$ 11.011.704,36

Alagoas: R$ 73.663.291,78

Amazonas: R$ 34.733.802,30

Amapá: R$ 2.806.568,84

Bahia: R$ 128.101.389,76

Ceará: R$ 53.606.414,18

Distrito Federal: R$ 64.973.211,39

Espírito Santo: R$ 55.571.814,42

Goiás: R$ 43.530.289,36

Maranhão: R$ 57.732.608,89

Minas Gerais: R$ 191.568.854,83

Mato Grosso: R$ 53.625.323,02

Mato Grosso do Sul: R$ 36.528.260,88

Pará: R$ 63.895.154,42

Paraíba: R$ 33.566.502,12

Pernambuco: R$ 69.578.031,22

Piauí: R$ 23.674.674,08

Paraná: R$ 183.629.779,51

Rio de Janeiro: R$ 381.103.435,05

Rio Grande do Norte: R$ 21.121.249,21

Rondônia: R$ 7.695.539,97

Roraima: R$ 2.343.298,59

Rio Grande do Sul: R$ 264.568.855,89

Santa Catarina: R$ 134.386.742,95

Sergipe: R$ 33.654.668,96

São Paulo: R$ 674.560.265,01

Tocantins: R$ 4.907.697,25

Cálculo do FGTS


Os empregadores devem depositar o FGTS no dia 7 de todo o mês
Divulgação

Os empregadores devem depositar o FGTS no dia 7 de todo o mês

Leia também: Consignado com garantia do FGTS já está disponível nas agências da Caixa

Veja Mais:  Preço dos imóveis fica estável em novembro e acumula queda de 3,94% em 2018

Todos os meses, os empregadores devem depositar o FGTS no dia 7. O valor do pagamento deve ser equivalente a 8% do salário do funcionário. Para aprendizes, a quantia a ser depositada é de 2% da remuneração, enquanto para trabalhadores domésticos é de 11,2%.

Comentários Facebook

Economia

Governo decide suspender tabela de frete após pressão de caminhoneiros

Publicado

Após reivindicações dos caminhoneiros, o governo federal decidiu suspender, nesta segunda-feira (22), a tabela com o preço mínimo para os fretes, publicada na semana passada. A resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres ( ANTT) com as regras para o cálculo do piso do frete rodoviário irritou a categoria , já que a maior parte dos valores ficou mais baixa que a versão anterior.

Homem com a bandeira do Brasil nas costas, de frente para um caminhão arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Tabela de frete foi criada pelo governo anterior, como uma exigência dos caminhoneiros após período de greve


No fim de semana, já circulava informação de que o governo federal pretendia cancelar a nova tabela de frete, que entrou em vigor no sábado (20). Os motoristas voltaram a pressionar o governo para que a regra tabela fosse suspensa e  marcaram reuniões em Brasília para esta semana.

A tabela de fretes foi criada no ano passado pelo governo do ex-presidente Michel Temer, após a greve dos caminhoneiros que bloqueou estradas e gerou uma crise de abastecimento no Brasil por mais de uma semana. A criação era uma das reivindicações da categoria.

A resolução foi publicada pela ANTT na última quinta-feira (18), após passar por consulta pública e entrou em vigor no sábado. A nova versão foi feita a partir de um estudo da área de logística da Escola de Agronomia da Universidade de São Paulo (USP). O objetivo foi adequar os preços aos diferentes tipos de carga, rotas e veículos.

Veja Mais:  Ações da Boeing caem após corte na produção de modelo envolvido em acidentes

A nova resolução prevê que 11 categorias de cargas serão usadas no cálculo do frete mínimo e amplia os itens considerados no cálculo. Além da distância percorrida, o cálculo do frete mínimo também considera o tempo de carga e descarga do caminhão, custo com depreciação do veículo, remuneração do caminhoneiro, impostos, entre outros.

Quando divulgou a nova tabela, a ANTT informou que a consulta pública sobre as novas regras recebeu 500 contribuições.

Leia também: Após 20 semanas em queda, mercado projeta crescimento para PIB

O Ministério da Infraestrutura, principal ponte do Executivo com os caminhoneiros , pediu à ANTT a suspensão cautelar da tabela em vigor. O órgão fará uma reunião extraordinária , nesta segunda-feira, para atender ao pedido governo e suspender a tabela de frete .

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Após 20 semanas em queda, mercado projeta crescimento para PIB

Publicado

Agência Brasil

Após 20 reduções consecutivas, a estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia subiu ligeiramente. É o que mostra o boletim Focus, resultado de pesquisa semanal a instituições financeiras, feita pelo Banco Central(BC) e divulgada às segundas-feiras, pela internet.

gráfico e calculadora arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Para 2020, a estimativa das instituições financeiras é de que a economia tenha o mesmo crescimento previsto na semana passada, 2,10%

A projeção publicada nesta segunda-feira (22) para a expansão do Produto Interno Bruto ( PIB ) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – desta vez passou de 0,81% para 0,82%.

A expectativa das instituições financeiras é que a economia tenha crescimento maior em 2020. A estimativa é 2,10%, a mesma da semana passada. A previsão para 2021 e 2022 permanece em 2,50%.

Inflação

A estimativa de inflação , calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 3,82% para 3,78% este ano.

A meta de inflação de 2019, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

A projeção para 2020 permanece em 3,90%. A meta para o próximo ano é 4%, com intervalo de tolerância 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. Para 2022, a meta é 3,5%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. A previsão do mercado financeiro para a inflação em 2021 segue em 3,75%. A estimativa para 2022 caiu de 3,75% para 3,65%.

Veja Mais:  Preço dos imóveis fica estável em novembro e acumula queda de 3,94% em 2018

Taxa básica de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano.

Ao final de 2019, as instituições financeiras esperam que a Selic esteja em 5,5% ao ano, a mesma perspectiva há 3 semanas.

Para o fim de 2020, a expectativa para a taxa básica caiu de 6% para 5,75% ao ano, e, no fim de 2021, permanece em 7% ao ano. Para 2022, a previsão caiu de 7,5% para 7% ao ano.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Dólar

A previsão para a cotação do dólar ao final deste ano caiu de R$ 3,80 para R$ 3,75% e para 2020, permanece em R$ 3,80.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Concursos públicos oferecem vagas com salários de até 31,9 mil

Publicado

IstoÉ Dinheiro

Homem fazendo prova de concurso público arrow-options
shutterstock

Para conseguir concorrer a uma vaga nos concursos públicos, é preciso fica atento ao período limite de inscrição

Associação Beneficente de Pirangi (SP)

Número de vagas: 20

Nível procurado: médio e superior

Salário: até R$ 13.916,04

Até quando e se inscrever: 22 de julho pelo site

Prefeitura de Santa Bárbara D’Oeste (SP)

Número de vagas: 6

Nível procurado: superior

Salário: até R$ 10.267,59

Até quando e se inscrever: 22 de julho pelo site

Prefeitura de Quevedos (RS)

Número de vagas: 8

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 12.496,56

Até quando e se inscrever: 23 de julho pelo site

Leia também: Saiba quando vale a pena antecipar a restituição do IR 2019

Prefeitura de Doutor Maurício Cardoso (RS)

Número de vagas: 10

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 10.547,71

Até quando e se inscrever: 24 de julho pelo site

Câmara Municipal de Mauá (SP)

Número de vagas: 46

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 7.575,93

Até quando e se inscrever: 24 de julho pelo site

Prefeitura de Aguaí (SP)

Nível procurado: médio e superior

Salário: até R$ 5.658,70

Até quando e se inscrever: 25 de julho pelo site

Prefeitura de Altinópolis (SP)

Número de vagas: 19

Nível procurado: fundamental, médio, técnico e superior

Salário: até R$ 10.587

Veja Mais:  Preço dos imóveis fica estável em novembro e acumula queda de 3,94% em 2018

Até quando e se inscrever: 26 de julho pelo site

Prefeitura de Mateus Leme (MG)

Número de vagas: 44

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 13.288,39

Até quando e se inscrever: 27 de julho pelo site

Banco de Brasília (DF)

Número de vagas: 1

Nível procurado: superior

Salário: até R$ 19.530

Até quando e onde se inscrever: 29 de julho pelo site

Prefeitura Municipal de Sapezal (MT)

Número de vagas: 56

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 17.650,63

Até quando e se inscrever: 30 de julho pelo site

Prefeitura de Campo Verde (MT)

Número de vagas: 52

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 13.862,31

Até quando e se inscrever: 30 de julho pelo site

Tribunal de Justiça (RO)

Número de vagas: 5

Nível procurado: superior

Salário: até R$ 28.884

Até quando e onde se inscrever: até 30 de julho pelo site

Prefeitura de Campinas (SP)

Número de vagas: 266

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 8.232,52

Até quando e se inscrever: 31 de julho pelo site

Prefeitura de Castilho (SP)

Número de vagas: 8

Nível procurado: fundamental, médio e superior

Salário: até R$ 12.256,38

Até quando e se inscrever: 2 de agosto pelo site

Prefeitura de Timbé do Sul (SC)

Número de vagas: 112

Nível procurado: fundamental, médio, técnico e superior

Veja Mais:  Com bandeira amarela, conta de luz ficará mais cara em maio

Salário: até R$ 12.039

Até quando e se inscrever: 7 de agosto pelo site

Instituto Rio Branco (nacional)

Número de vagas: 20

Nível procurado: superior

Salário: até R$ 10.199

Até quando e se inscrever: 12 de agosto pelo site

Prefeitura de Itapira (SP)

Número de vagas: 40

Nível procurado: fundamental, médio, técnico e superior

Salário: até R$ 12.879

Até quando e se inscrever: 12 de agosto pelo site

Tribunal de Justiça (AL)

Número de vagas: 20

Nível procurado: superior

Salário: até R$ 31.924,64

Até quando e se inscrever: 14 de agosto pelo site

Conselho Regional de Medicina (RJ)

Número de vagas: 1.001

Nível procurado: médio, técnico e superior

Salário: até R$ 15.223

Até quando e se inscrever: 18 de agosto pelo site

Leia também: Endividamento: saiba quais são as principais armadilhas de consumo do brasileiro

Tribunal de Justiça (AM)

Número de vagas: 160

Nível procurado: médio, técnico e superior

Salário: até R$ 11.110,50

Até quando e se inscrever: 23 de julho até 21 de agosto pelo site

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana