conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Mato Grosso registra 38 mortes de vítimas femininas de janeiro a maio

Publicado

Nara Assis | Sesp-MT

O número de homicídios envolvendo vítimas femininas em Mato Grosso, entre janeiro e maio de 2019, manteve-se igual ao mesmo período do ano passado, com 38 casos em cada ano. O levantamento, feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), é referente às mortes de mulheres, incluindo todas as motivações, e não apenas feminicídios.

O dia da semana que mais apresentou registros foi a sexta-feira, com oito casos, seguido de quarta-feira, com sete. No domingo, quinta-feira e sábado foram registrados cinco homicídios em cada dia, enquanto na segunda-feira e terça-feira foram quatro cada.

A arma de fogo foi o meio mais empregado, conforme o levantamento, com 39% dos casos. Arma cortante ou perfurante foi utilizada em 32% das mortes, seguida por “outros”, com 18%; arma contundente, com 8%, e força muscular, responsável por 3% dos casos.

Já quanto a motivação, a maioria dos casos foi identificada como passional (37%), enquanto em 29% as circunstâncias ainda serão apuradas. Envolvimento com drogas corresponde a 16% das motivações, vingança a 10%, rixa a 5% e álcool a 3% dos casos.

Os dados

A fonte dos dados é o Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP), que congrega todos os Boletins de Ocorrências da Polícia Militar (PM-MT) e Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

É importante reforçar que os números são referentes a homicídios envolvendo vítimas femininas, e nem todos os casos são identificados como feminicídios. Este levantamento específico será feito semestralmente pela Coordenadoria de Estatística da Sesp, pois trata-se de uma qualificadora que é averiguada ao longo da investigação criminal.

Veja Mais:  Morador encontra homem desconhecido dormindo na sala da sua residência em Rondonópolis

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

PC de MT sede 5º encontro nacional dos coordenadores de operações especiais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Coordenadores de dezessete unidades operacionais do Brasil estarão reunidos no 5º Encontro Nacional dos Coordenadores de Operações Policiais Especiais (CNCOPE), que ocorrerá nos dias 25, 26 e 27 de junho, no Estado de Mato Grosso. A abertura será no dia 25 de junho (terça-feira), às 9 horas, na sede da Gerência de Operações Especiais (GOE), em Cuiabá.

O delegado chefe da Gerência de Operações Especiais, Ramiro Mathias Ribeiro Queiroz, falou da realização do evento no Estado, que busca a padronização do conhecimento técnico e também compartilhar as boas práticas entre os grupos das Polícias Civis do País.

“É de suma importância, tendo em vista ser este o 5º Encontro. O primeiro encontro foi na Bahia, seguido depois dos estados: Parana, Rio de Janeiro e o quarto no estado de Goiás, todas unidades táticas tradicionais. O quinto encontro em Mato Grosso, mostra a importância da nossa Gerência. Esse encontro agrega muito valor e conhecimento para toda a polícia”, disse.

O CNCOPE é vinculado ao Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis do Brasil (CONCPC), que trata das questões administrativas e diretrizes das unidades táticas do Brasil, como um todo, que faz os apontamentos das diretrizes que devem ser usadas nas policiais civis de todo o país.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Morador encontra homem desconhecido dormindo na sala da sua residência em Rondonópolis
Continue lendo

Policial

Índice de roubos e furtos reduzem em Mato Grosso no primeiro semestre

Publicado

O número de roubos e furtos caíram nos primeiros seis meses deste ano em Mato Grosso no comparativo com o mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a redução de roubo foi de 24% (12.019 para 9.137) e furto de 16% (28.435 para 23.756). Os dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) são prévios e podem sofrer alterações quando forem consolidados.

Das 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp), 10 apresentaram redução de furto e sete de roubo. A Risp de Várzea Grande que contempla cinco municípios (Nobres, Jangada, Rosário Oeste, Nossa Senhora do Livramento e Poconé), foi a que mais apresentou queda de roubo, de 2.673 para 1.653 (-38%), seguida pela Risp de Tangará da Serra (Porto Estrela, Barra Do Bugres, Denise, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Sapezal e Nova Olímpia), 526 em 2017 para 333 em 2018 (-37%).

Em relação ao furto, a Região Integrada de Cuiabá (Acorizal, Chapada dos Guimarães, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço) apresentou a maior baixa nos índices, 34% (10.257 para 6.790), seguida pela Risp de Tangará da Serra que apresentou queda de 26%, registrando 1.447 casos no ano passado e 1.075 em 2018.

Municípios destaques

Dos 141 municípios do Estado, 12 são destaque na redução de roubo no primeiro semestre. São eles: Barra do Bugres (de 60 para 28), Alta Floresta (de 101 para 52), Juína (90 para 46), Tangará da Serra (de 310 para 189), Campo Novo do Parecis (de 71 para 45), Rondonópolis (de 963 para 608), Nova Mutum (de 143 para 89), Sorriso (de 523 para 322), Cuiabá (de 4618 para 3040), Primavera do Leste (de 165 para 124), Poconé (de 85 para 70) e Sinop (de 562 para 456).

Veja Mais:  Quadrilha que roubou fazenda em Dom Aquino é presa com 10 armas em Campo Verde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Força Tática prende assaltantes dos Correios de Campinápolis

Publicado

Uma ação conjunta do Pelotão de Força Tática da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) de Água Boa e da Polícia Civil levou à prisão três suspeitos do roubo aos Correios de Campinápolis e à recuperação do dinheiro roubado. O assalto ocorreu por volta das 16 horas de quarta-feira (04.07).

Vagno Evangelista Damasceno, 31, Lívio de Andrade Oliveira, 37, e Douglas Pereira de Souza, 22, foram presos horas depois. Com eles a polícia apreendeu pouco mais de R$ 2,5 mil.

Depois de horas ininterruptas de buscas, por volta das 22h, a guarnição recebeu a informação de que uma das vítimas teria reconhecido, em fotografia, o suspeito Vágno como um dos autores do roubo.

Vágno foi o primeiro a ser capturado, perto de um hotel de Água Boa quando entrava em um veículo Gol, o mesmo que teria sido usado em apoio ao assalto. Revistado, com ele os policiais da Força Tática apreenderam R$ 2 mil. Além de confessar participação, o suspeito apontou os outros dois comparsas.

No bairro Cristalino, ocorreu a prisão do segundo, Lívio, com quem havia R$ 185. No quintal da casa estava motocicleta (CG 125 Fan) vermelha usada na prática do crime. A moto, conforme registro, é produto de roubo ocorrido na cidade de Mozarlândia, estado de Goiás.

Em outro endereço ocorreu a terceira e última prisão, de Douglas, que carregava consigo R$ 400. Ele também confessou ter feito parte do assalto a agência dos Correios. A PM levantou que Vagno e Douglas entraram na agência, enquanto Lívio ficou do lado de fora dando apoio. Depois, retornaram na moto e no carro para Água Boa usando como caminho estradas vicinais de chão batido.

Veja Mais:  PM esclarece furto de armas no Núcleo de Policiamento de Alto Paraguai e prende envolvidos

Durante esse percurso, esconderam as armas na mata de uma fazenda a 90 km de Água Boa. O carro e a moto foram apreendidos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana