conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Mau tempo causou a queda de avião em MT dizem pilotos

Publicado

Piloto sendo resgatado- Foto: Assessoria

O piloto Marcelo Balestrin e o co-piloto John Cleiton Venera, que ficaram quatro dias desaparecidos após a queda da aeronave em que estavam, relataram a familiares e amigos, após serem resgatados na última terça-feira (04), que o mau tempo causou a colisão do avião contra a copa de uma árvore, na região do Vale do Rio Cuiabá.

Edson Ribeiro, que é amigo de Marcelo há 12 anos, contou ao Olhar Direto que os pilotos disseram que “o mau tempo ocasionou o acidente. Estava muito ruim e a aeronave não é de navegação por instrumento, é de voo visual. Chegando aqui, estava muito fechado o tempo, eles não conseguiram ultrapassar e colidiram contra a copa de uma árvore”.

Os dois tripulantes ficaram desde sexta-feira (30) no local, até serem resgatados na última terça-feira (04), por equipes da Força Aérea Brasileira (FAB), que estava com duas aeronaves na região. Antes, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também deu apoio nas buscas.

O mau tempo, apontado como o principal fator para a colisão da aeronave, também foi o que atrapalhou os trabalhos de resgate. As buscas tiveram que ser interrompidas diversas vezes por conta da forte chuva e densa neblina na região.

Avião na Copa de uma árvore- Foto: Assessoria

Edson também aproveitou para, em nome da família dos pilotos, agradecer o apoio de toda a população: “Nós tivemos um retorno muito bom. Quero agradecer a todos que nos ajudaram. As informações que nos repassaram, municiaram a FAB na procura pela aeronave. Foi bastante positivo”.

Veja Mais:  Em mais de 85% das ocorrências em agências bancárias, bandidos não levaram dinheiro

Os dois pilotos passaram por cirurgias, por conta das fraturas que sofreram com a queda da aeronave. Imagens disponibilizadas pela FAB mostram o avião preso na copa da árvore contra a qual bateu.

Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram a chegada dos pilotos Marcelo Balestrin e John Cleiton Venera a Cuiabá, quatro dias após os dois terem desaparecido após a queda de uma aeronave de pequeno porte. Eles foram resgatados com vida por equipes da Força Aérea Brasileira (FAB).

Em uma das imagens é possível ver um dos pilotos, não identificado, sendo trazido pelos militares da Força Aérea Brasileira (FAB) até uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A aeronave teria decolado de Pimenta Bueno (RO) e teria como destino Santo Antônio do Leverger, na sexta-feira (30).

Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o avião é um modelo 182P, Cessna Aircraft, fabricado em 1972, pertencente a Wilson Cheris Vera e que está com o certificado de aeronavegabilidade cancelado, em situação irregular.

Da redação com Olhar Direto

Comentários Facebook

Policial

Novos comandantes tomam posse no interior do Estado de MT

Publicado

O 8º Comando Regional passou a ser comandando pelo tenente-coronel Wendel Soares Sodré, em substituição ao tenente-coronel Clevison Pinheiro de Miranda. A troca ocorreu nesta quarta-feira (20), em Juína (a 735 quilômetros de Cuiabá), com a presença do comandante geral da PM coronel, Jonildo José Assis, que frisou a responsabilidade no trabalho da polícia militar no combate à criminalidade.

A troca de comando foi realizada no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), com a participação de oficiais e representante da sociedade civil organizada. Já em Tangará da Serra, a troca de comando do 19º BPM, ocorreu na terça-feira (19), quando assumiu o tenente-coronel Vanilson da Silva Moraes, no lugar do tenente-coronel Wendel Soares Sodré. Esse Batalhão pertence ao 7º Comando Regional, sob o comando do coronel Heverton Moretti.

Vanilson destacou que será um desafio em sua carreira, sendo que o foco do trabalho será contribuir para a melhor prestação de serviço à sociedade.

Auditório lotado do Instituto Federal onde ocorreu a troca do comando do 19º BPM, em Tangará da Serra Foto: PMMT

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícias Civil e Militar apreendem mais de 20 quilos drogas em Lucas do Rio Verde
Continue lendo

Policial

Em menos de 24 horas, mais quatro veículos são recuperados

Publicado

Quatro veículos foram recuperados em menos de 24 horas, por policiais militares e de unidades especializadas em Várzea Grande, Cáceres e Porto Esperidião. Foram recuperados uma S-10, Renaut Logan, Fiat Strada e um HB20. Em uma das ocorrências cinco pessoas foram presas.

Na manhã desta quarta-feira, (20), policiais da 15ª Companhia da Força Tática, no bairro Hélio Ponce, Várzea Grande, recuperaram uma S-10 que havia sido roubada horas antes, no Cristo Rei. O veículo possuía rastreador e estava estacionado em uma residência. Dentro da casa os policiais encontraram um bloqueador de sinal. O suspeito E.F.S., (25), que faz uso de tornozeleira e passagem criminal por roubo, foi preso no local e encaminhado à Central de Flagrante.

Veículo S-10 possuia rastreador que ajudou na identificação do local em Várzea Grande. Foto: PMMT

Em Cáceres, na madrugada desta quarta-feira (20), policiais militares, durante patrulhamento, observaram o abandono de um Renaut Logan, na lateral da Avenida Castelo Branco. Durante consulta, foi identificado que havia adulteração e o identificador não condizia com o veículo que também não possuía emplacamento via Centro Integrado de Segurança Pública (Ciosp). Dentro do carro foi encontrado um molho de chave e um papelote de substância análoga à maconha.

Em Várzea Grande, nesta terça-feira (19), no Residencial Portal dos Imigrantes, foi localizado o Fiat Strada estacionado em uma casa abandonada. O veículo havia sido roubado horas antes na comunidade de Capão Grande. A proprietária foi contactada e levou a chave reserva para remover o carro até a Delegacia Especializada e Roubos e Furtos de Veículos, conforme os trâmites legais.

Veja Mais:  Cinema Rodoviário da PRF leva orientações de trânsito a pessoas de norte a sul do MT

Policiais do 9º BPM, com auxílio do Centro Integrado de Operações Aérea (Ciopaer), recuperam na tarde desta terça-feira (19), um HB20 que havia sido roubado na segunda (18), em um lava jato, em Cuiabá.

A prisão de A.S. F.B., (21), H.D.M.D., (19), J.P.C., (16), R.S.B., (17) e J.V.C.S., (17), aconteceu no bairro Jardim Passaredo, após denúncia. A vítima, proprietário do lava jato, esteve na delegacia e reconheceu um dos suspeitos e disse que estava armado com uma pistola e seria o mais violento do bando. Os suspeitos e o veículo foram entregues na Central de Flagrante para as devidas providências.

Na manhã desta terça-feira (19), Policiais do 1º Pelotão de Porto Esperidião, junto com equipe do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), recuperaram um Peugeot 308. A identificação de que o veículo havia sido roubado surgiu durante abordagem. O motorista não possuía CNH e em consulta via Gefron, constatou-se que o veículo foi roubado dia 28 de novembro de 2018, em Várzea Grande. Foram presos J.C.B., (20) e P. A. S. F., (20).

Este Peugeot 308 foi apreendido por policiais de Porto Espiridião, com apoio do Gefron, região que faz fronteira com a Bolívia

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Provas no 1º Batalhão de Bombeiro Militar chegam na etapa mais difícil da competição

Publicado

Foto: Assessoria

As Olimpíadas do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar começaram, nesta terça-feira (20), com três provas que exigem habilidade dos bombeiros. Essa competição integra as comemorações dos 44 anos do 1º BBM, o mais antigo e maior da corporação.

Um dos desafios se trata do “Bomba armar”, que é uma prova em que é medido o tempo da montagem de uma mangueira e suas junções ao caminhão tanque. A segunda é a puxada do ABT, em que os militares precisam deslocar o caminhão auto bomba-tanque a partir de uma corda. Já a terceira é o cabo de guerra, prova tradicional do CBM que também é praticada em gincanas escolares.

Na tarde desta quarta (20), a competição segue com modalidades convencionais: futebol e voleibol. Mas nesta quinta (21), será realizada a prova Bombeiro de Aço que incluiu a subida de uma torre, de 21 metros, carregando uma mangueira de operações. E ao chegar ao topo, o militar iça uma outra mangueira pela janela. Com um malho de 10 kg deve deslocar, por 2 metros, um peso de madeira de 75kg.

Em seguida, o competidor percorre uma pista de 40 metros, em zigue-zague e desviando de cones. Ainda arrasta uma mangueira pressurizada e com o jato derruba um alvo. Por último, é preciso arrastar um boneco de 80 kg para simular a retirada de uma vítima inconsciente de uma área perigosa. Tudo isso com Equipamento de Proteção Individual (EPI) completo de combate a incêndio, o que aumenta significativamente a dificuldade.

Veja Mais:  Presidente e diretor do Sintep-MT morrem em acidente na BR-163

Na sexta (dia 22), às 17h,  será realizada a entrega da reforma da sede do 1º BBM, com descerramento da placa da obra concluída. A cerimônia contará com autoridades militares e civis.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana