conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Economia

Mega-Sena suspensa? Nada disso! Caixa define programação de loterias

Publicado


source

Agência Brasil

loteria arrow-options
Reprodução/Shutterstock

Loterias da Caixa seguirão normalmente em meio a epidemia de coronavírus no Brasil

A Caixa Econômica Federal continua a realizar normalmente os sorteios da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, entre outros. Apenas os sorteios da Loteria Federal e da Loteca foram suspensos, devido a “restrições adotadas em todo o país por conta da pandemia do novo coronavírus”. Outra alteração foi na data do sorteio da Dupla de Páscoa, que passou do dia 11 para o dia 25 de abril.

Leia também: Empresários cutucam Guedes e cobram ação para ajudar com o pagamento de salários

No caso da Loteria Federal, a suspensão é por 3 meses, a partir da extração 5478-0. O novo calendário de sorteios será divulgado em julho. Segundo a Caixa , os bilhetes já distribuídos e vendidos continuam válidos e serão considerados nos sorteios futuros.

A Loteria Federal é uma modalidade em que o apostador escolhe o bilhete exposto na casa lotérica ou adquire com um ambulante lotérico credenciado. O apostador escolhe o número impresso no bilhete que quer concorrer, conforme disponibilização no momento da compra. Cada bilhete contém 10 frações e pode ser adquirido inteiro ou em partes. O valor do prêmio é proporcional à quantidade de frações adquiridas.

Ao apostar na Loteca , o apostador marca palpites para cada um dos 14 jogos de futebol do concurso, assinalando uma das três colunas, duas delas (duplo) ou três (triplo). Os clubes participantes estão impressos nos bilhetes emitidos pelo terminal. As apostas na Loteca foram suspensas devido à paralisação dos campeonatos de futebol.

Veja Mais:  Conheça a proposta de reforma da Previdência que motivou confusão na Alesp

Há várias cidades em que as lotéricas estão fechadas por conta da pandemia do coronavírus. O apostador tem a opção de fazer os jogos no site de loterias da Caixa. O valor mínimo de aposta no site é R$ 30.

Comentários Facebook

Economia

Desafios: Brasil tem 31,3 milhões de pessoas sem água encanada e casas lotadas

Publicado


source

A pobreza extrema, a falta de saneamento básico e a precariedade das moradias são desafios para conter a expansão no Brasil da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Todos devem  lavar bem as mãos com água e sabão, manter a higiene pessoal e da casa. Quem está com suspeita de infecção deve se isolar, num cômodo separado de outras pessoas, como indica o Ministério da Saúde. Com o quadro social e econômico do país, como fazer isso em larga escala?

Leia também: É hoje! Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões neste sábado 

Lavar as mão arrow-options
Pexels / Creative Commons

Lavar as mãos é uma das melhores armas contra o novo coronavírus, mas falta água e sabão para bilhões de pessoas no mundo

Leia também: Por coronavírus, Disney só garante salários de seus funcionários até abril 

A realidade do Brasil é a seguinte: 31,1 milhões de brasileiros (16% da população) não têm acesso a água fornecida por meio da rede geral de abastecimento; 74,2 milhões (37% da população) vivem em áreas sem coleta de esgoto e outros 5,8 milhões não têm banheiro em casa, de acordo com informações do G1.  São ainda 11,6 milhões de brasileiros (5,6% da população) que vivem em imóveis com mais de 3 moradores por dormitório, considerado de grande adensamento.

Os números sobre condições de habitação são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Já os números sobre o saneamento são de 2018 do Instituto Trata Brasil, formado por empresas que atuam no setor de saneamento e proteção de recursos hídricos. Segundo o presidente-executivo do instituto, Édison Carlos, é possível afirmar que a situação continua a mesma da época em que os dados foram coletados.

Veja Mais:  Conheça a proposta de reforma da Previdência que motivou confusão na Alesp

“Temos tido um avanço [no saneamento básico], mas é muito pequeno, principalmente em relação à água tratada, cuja oferta está estagnada há mais ou menos dez anos. O que o país tem investido em água tem coberto apenas o avanço demográfico, a expansão das cidades – mas não consegue atacar o déficit”, afirma ele.

Leia também: Maia alerta empresários para risco de crise ao patamar de Itália e Espanha

Já há transmissão comunitária do novo coronavírus em todos os estados brasileiros. O vírus circula entre os moradores do Brasil e não somente com quem teve contato com pessoas que viajaram para o exterior.

“Como é que vai lavar as mãos se não tem água em casa?”, questiona o presidente do Trata Brasil. Édison Carlos destaca que mesmo em lugares com abastecimento de água tratada muitas vezes recebem fornecimento é intermitente, ou seja, a população não conta com água tratada em tempo integral. Segundo ele, faltam dados precisos para informar exatamente quantos domicílios brasileiros recebem água tratada 24 horas por dia, sete dias da semana, sem interrupção.

Raio-X

De acordo com informações do IBGE, o Nordeste – que até terça-feira (24) tinha 16% dos casos confirmados de coronavírus do país – tem a maior quantidade de gente sem fornecimento de água: são mais de 11 milhões de pessoas (37% de toda a população que não tem acesso à água).
Já o Sudeste – que tem 58% dos casos de Covid-19 – tem índices melhores de saneamento básico, mas, ainda assim, são perto de 7 milhões de pessoas sem água (21% de toda a população brasileira sem fornecimento de água) e mais de 10 milhões sem coleta de esgoto (14%).

Veja Mais:  Procurando emprego? Conheça as 20 cidades que mais contrataram em 2019

Édison Carlos, do Instituto Trata Brasil, destaca ainda o fato de que a população mais vulnerável social e economicamente é, também, a que enfrenta maior escassez de saneamento. “São pessoas que moram nas periferias das grandes cidades, em favelas, áreas de invasão, áreas rurais, no semiárido”, disse. Diante deste cenário, todos os esforços de lavar bem as mãos com água e sabão, manter a higiene pessoal e da casa devem ser redobrados na medida do possível.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

É hoje! Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões neste sábado

Publicado


source
mega-sena arrow-options
Foto: Reprodução

Saiba como apostar na mega sem sair de casa

O sorteio da Mega-Sena 2247 acontece neste sábado (28) e já tem prêmio acumulado em R$ 2,5 milhões esperando ganhadores na primeira faixa do concurso.

Para apostar, é preciso escolher de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa, ou no site especial de loterias do banco. Participam do próximo concurso todas as apostas registradas até 19h de sábado.

Bolsonaro defende que governadores e prefeitos paguem encargos trabalhistas

O prêmio da Mega-Sena está acumulado há somente uma extração, um alívio para os brasileiros que passaram um longo período de jejum em relação aos montantes principais da loteria mais famosa do país.

Isso porque a Mega-Sena ficou 16 concursos sem vencedores na primeira faixa, desde que 2020 começou. Após esse período, a Mega teve apenas quatro sorteios com ganhadores, o que representa 15,3% dos 26 das extrações já realizadas este ano.

Como apostar de casa

Para concorrer ao prêmio sem sair de casa, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa , o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.

Uma aposta com 7 números, e não 6, que te dá mais chance de ganhar, custa R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões são uma boa opção.

Veja Mais:  Bolsonaro rebate Doria sobre combustíveis: "não é populismo, é vergonha na cara"

Como funciona a Mega-Sena

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e pode pagar milhões ao sortudo que acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem ao menos duas vezes por semana – normalmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, as chamadas Quadra e Quina , respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha – nesse modelo, o sistema escolhe automaticamente as dezenas que serão jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, a chamada Teimosinha.

Premiação

Os prêmios iniciais costumam ser de aproximadamente R$ 3 milhões para quem acerta as seis dezenas. O valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor. Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio bruto da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos de final zero ou cinco; e
5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Veja Mais:  Os melhores sites para comprar eletrônicos com as ofertas da Black Friday 2018

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Doria anuncia R$ 50 milhões para erguer hospitais de campanha em São Paulo

Publicado


source
Doria anunciou, nesta sexta-feira (27), novas medidas de enfrentamento ao coronavírus arrow-options
Reprodução

Doria anunciou, nesta sexta-feira (27), novas medidas de enfrentamento ao coronavírus

Doria anunciou, na tarde desta sexta-feira (27), o repasse de R$ 50 milhões à Prefeitura de São Paulo para cofinanciar a estruturação dos hospitais de campanha de São Paulo, que servirão para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus .

O governo estadual já havia repassado R$ 319 milhões para mais de 500 municípios de São Paulo investirem em estruturas de saúde.

“Todos os valores deverão ser investidos para o custeio, compra de insumos, montagem e operação de hospitais de campanha, como este, estádio do pacaembu”, afirmou Doria.

De acordo com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) , a prefeitura utilizará o dinheiro na criação de mais 725 leitos de UTI na cidade.

“É um trabalho conjunto, não apenas dos dois governos, mas também ao lado da ciência. Estamos fazendo o que é recomendação da OMS e das principais autoridades sanitárias”, destacou.

Localizado no estádio do Pacaembu, hospital será inaugurado na próxima quarta-feira (01) arrow-options
Prefeitura de São Paulo/Reprodução

Localizado no estádio do Pacaembu, hospital será inaugurado na próxima quarta-feira (01)

Veja também: Doria anuncia repasse de R$ 218 milhões a 80 municípios de São Paulo

Caminhoneiros

A partir de hoje, os espaços dos postos de pesagem das rodovias de São Paulo ficarão disponíveis para apoio e descanso de caminhoneiros. A medida é válida até o dia 30 de junho. Foi liberado, também, o acesso de caminhões aos domingos à tarde na chegada pelas rodovias de São Paulo.

Veja Mais:  Reforma tributária: arrecadação acima de tudo, simplificação acima de todos

“Até ontem isso era restrito devido ao grande fluxo de veículos que retornam à capital paulista nos finais de semana”, explicou o governador.

Dois canais de denúncia também foram criados. Segundo Dória, os sistemas servem para que motoristas denunciem o fechamento de serviços essenciais nas estradas ou qualquer outro tipo de bloqueio nas rodovias que possam prejudicar os trabalhos dos caminhoneiros.

As Denúncias poderão ser feitas pelo telefone  0800 055 5510 ou através do endereço de e-mail abastecimentoseguro@sp.gov.br . Ambos os canais funcionarão 24 horas por dia.

Leia mais: “Não tenho medo de Bolsonaro”, diz Doria sobre ameaças de morte 

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana