conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Mil famílias dos Residenciais Mathias Neves I, II e III vão receber escrituras de suas casas

Publicado


As cerca de mil famílias que compõem os residenciais Mathias Neves I, II e III vão receber escrituras de suas casas nos próximos 90 dias, foi o que assegurou ontem (12), durante uma reunião com a comunidade, o prefeito municipal Zé Carlos do Pátio. A reunião aconteceu em frente a obra da futura creche do bairro que está em construção, e deverá abrigar depois de pronta, cerca de 580 crianças de seis (06) meses a três (03) anos e onze meses de idade, se tornando, portanto, a maior creche da cidade.

O Secretário Municipal de Habitação Paulo José, que também se fazia presente na reunião, junto aos demais secretários e vereadores, anunciou aos presentes que a partir da próxima segunda-feira (17), a sua equipe vai estar no bairro, colhendo a documentação necessária com os moradores, para a confecção da escritura. Paulo adiantou que para facilitar a ação, os servidores vão estar atuando nos horários de almoço e a partir das 17h ate as 19h, para facilitar o contato com quem trabalha o dia todo e só retorna pra casa a noite.

O secretário externou ainda aos moradores que eles não terão nenhuma despesa com a confecção do título de propriedade, pois os mesmos serão totalmente gratuitos, e bancados pela administração municipal.

MUITAS MELHORIAS – O prefeito repassou aos presentes, as inúmeras melhorias que a prefeitura tem feito na região, como pavimentação asfáltica, construção de creche, reforma e construção de PSFs; instalação do ‘3º Turno na Saúde’ na região, e a própria regularização fundiária, e, o projeto de construção de um complexo esportivo para a região, que já está bastante adensada e comporta uma estrutura de entretenimento, esportes e lazer para a população. Ele repassou ainda que já assinou a ordem para aquisição de uma academia popular e cuja licitação deverá acontecer na próxima quinta-feira (20), na prefeitura.

Veja Mais:  Começa a obra da quadra coberta da Escola Rural da Cascata

Pátio lembrou aos presentes que recentemente, esteve juntamente à presidente do bairro, Cibele Araújo, cobrando do Governador Mauro Mendes, quando de sua visita à cidade, a construção de uma escola estadual na região, pois a unidade escolar mais próxima fica a mais de seis (06) quilômetros de distância, e muitos pais não têm condições de levar os filhos, e muito menos permitir que eles sigam sozinhos para estudar, sem que fiquem preocupados. O prefeito inclusive, externou que já fez a doação de uma área do município para a construção da futura escola. Por fim, ele comunicou que o departamento de iluminação pública da Coder, estará a partir de hoje (13), realizando a substituição das lâmpadas e relês fotovoltaicos queimados, em toda a região.

Fonte:

Comentários Facebook

Rondonópolis

Sonho antigo dos moradores do Jardim Europa, praça de lazer caminha para se tornar realidade

Publicado

 

Antigo sonho dos moradores do Jardim Europa irá se tornar realidade.  A praça, que a Prefeitura de Rondonópolis está construindo, com recursos próprios, no terreno onde por muitos anos era um ecoponto, na rua Dinamarca, Lotes 1 e 10, caminha para a transformação em mais um completo espaço de lazer e de integração social à população da região. Iniciada em dezembro do ano passado, a obra estimada em R$ 769.853,16 avança a cada dia e está com o seu cronograma de trabalho adiantado.

“É a realização de um antigo dos moradores do bairro, que não conta com uma área de lazer. A praça de lazer, construída no espaço que por muitos anos funcionou um ecoponto, que foi desativado por não atender mais as necessidades, vai proporcionar aos moradores do Jardim Europa e região mais qualidade de vida”, salientou a secretária Municipal de Infraestrutura, Claudine Logrado.

Com 8.537, 30 metros quadrados de área construída, a praça no Jardim Europa contará com pista de caminhada, campo de futebol com alambrado, iluminação, bancos, estacionamento e calçadas com acessibilidade. Também será implantada uma academia popular para a prática de exercícios físicos e playground para as crianças, além de um projeto de jardinagem e paisagismo, onde está previsto o plantio de palmeiras e espécies de árvores nativas, tais como ipês, flamboyants e oitis.

“A obra está com o cronograma de trabalho adiantado, com a construtora contratada, após concluir a preparação do terreno, trabalhando, no momento, na parte de fundação do campo de futebol”, contou a fiscal da obra, a engenheira da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), Ednailma Lopes.

Veja Mais:  World Cleanup Day limpa Rio Vermelho acontece amanhã (15) em Rondonópolis

A criação de novas áreas de recreação faz parte do pacote de medidas adotadas pela Prefeitura de Rondonópolis com o objetivo de promover o embelezamento da cidade e mais qualidade de vida para o cidadão rondonopolitano, com a construção de espaços verdes voltados para a preservação, o lazer, a convivência, a pratica de esportes e exercícios físicos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Saúde entrega carteirinha a portadores de fibromialgia em palestra motivada pelo Fevereiro Roxo

Publicado

Inspirada pelo slogan “Se não houver cura que, no mínimo, haja conforto” do Fevereiro Roxo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) embarcou na campanha nacional, que salienta os cuidados com a fibromialgia. Dessa forma, com o escopo de divulgar as providências necessárias para reduzir as mazelas desencadeadas por essa doença e chamar a atenção do público em geral sobre a relevância do diagnóstico precoce para que se possa aplacar ao máximo seu impacto na qualidade de vida das suas vítimas e, ainda, de apontar os sintomas para que a patologia seja identificada o mais cedo possível e difundir os tratamentos disponíveis, a SMS desenvolveu o projeto FibroRondonópolis.

Culminando com a entrega de carteirinhas produzidas pela Saúde aos portadores de fibromialgia, o FibroRondonópolis realizou, na tarde desta quinta-feira (20), no auditório do Paço Municipal, um encontro que contou também com a palestra do reumatologista do Centro de Especialidades, Apoio e Diagnóstico Albert Sabin (Ceadas) Maurício Raposo, que falou sobre o tema traçando os distúrbios que a fibromialgia acarreta e as medidas de que se pode lançar mão para administrá-la.

Expedida pela SMS, a carteira de identificação para os pacientes de fibromialgia tem como fundamento a lei municipal 10.303/2019, que estabelece que empresas privadas e públicas, órgãos e concessionárias de serviços públicos e, ainda, aquelas que executam atividades comerciais devem conceder atendimento preferencial aos que sofrem de fibromialgia assim como o dispensam a idosos, gestantes, lactantes, pessoas com crianças de colo e portadores de deficiência.

Veja Mais:  World Cleanup Day limpa Rio Vermelho acontece amanhã (15) em Rondonópolis

Unidos na campanha e somando forças para ofertar um tratamento adequado e específico em sociedade aos portadores de fibromialgia, estiveram no seminário o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio, o vereador Silvio Negri – que é o autor da lei -, a secretária de Saúde, Izalba Albuquerque, e a gerente do Departamento de Ações Programáticas da SMS, Mariúva Valentim.

Zé do Pátio ressaltou que a lei 10.303/2019 é providencial ao momento que o município vive. “O que está acontecendo em Rondonópolis é um aprimoramento das políticas públicas na área da saúde. Nós estamos ampliando os serviços prestados nesse setor e não medimos esforços para ofertá-los com qualidade”, afirmou o prefeito e completou: “Essa lei vem a calhar com nosso governo e eu peço rigor no seu cumprimento”.

Izalba mostrou-se solidária às vítimas dessa enfermidade que, mesmo não apresentando marcas visíveis no corpo, causa dores físicas, emocionais e psicológicas àqueles que são acometidos pela síndrome. “Só sabe o que é conviver com fibromialgia quem tem a doença. Nossa intenção, ao entregar as carteirinhas, é facilitar as condições de vida dessas pessoas”, compartilhou.

Patologia cujo maior número de vítimas são mulheres, a fibromialgia tem como principal sinal indicativo dor crônica no corpo e percepção exacerbada a um estímulo físico. Para dar uma ideia o quadro clínico e explicar a hipersensibilidade que toma conta dos fibromiálgicos, Maurício fez analogias: “Na fibromialgia falta produção de determinadas substâncias químicas em estruturas específicas do cérebro. Com isso, a sensação de dor é potencializada. Podemos comparar a um diabético que não tem insulina”, observa o médico ao fazer um paralelo com a falta de elementos necessários no organismo.

Veja Mais:  Sicredi lança plataforma ‘Como Fazer Juntos’

Ele ainda cita outra situação para demostrar a dimensão da resposta do organismo a um simples toque ou pressão muscular nos que são afetados por essa enfermidade: “Podemos imaginar um microfone com o botão de volume no nível mais alto. Ele, certamente, vai captar o som ambiente que está em um tom normal e reproduzi-lo de maneira superamplificada. Essa situação se assemelha à reação dos fibromiálgicos aos estímulos recebidos em seu corpo”.

Esses e outros fatores ensejam um tratamento específico aos portadores de fibromialgia que, não apenas merecem receber atendimento preferencial, mas, principalmente, atenção e diálogo, já que, como enfatizou o reumatologista, como a doença não se manifesta com marcas concretas, é comum que, ao relatar seus sintomas ele seja desacreditado.

“O paciente fibromiálgico, muitas vezes, vai sendo isolado e cai no descrédito pelos que convivem com ele por causa da falta de evidências. Então, até receber o diagnóstico, ele já foi desamparado e frustrado. E, de acordo com seu quadro clínico, ele fica extremamente vulnerável”, alertou o doutor.

Além da exposição do reumatologista, na ocasião também estiveram presentes a equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), profissionais de psicologia e fisioterapia prestando atendimento e ofertando auriculoterapia e massoterapia aos participantes do evento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Mais de 600 pessoas se divertiram no Baile Carnavalesco da 3ª Idade

Publicado

 

Mais de 600 pessoas integrantes dos Grupos de Convivência dos sete Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) da cidade, participaram na tarde desta quinta-feira (20), do Baile Carnavalesco da 3ª idade promovido pela Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, nas dependências da Vila Olímpica.

Músicos da Banda Musical de Rondonópolis, animaram a festa que começou por volta das 13h e se estendeu até por volta das 17h, quando então os foliões foram transportados para casa.

Durante o Baile de Carnaval, a banda animou a festa tocando sambas e marchinhas antigas que animaram os velhos carnavais de salões; e que para muitos foliões, proporcionou uma viagem no tempo, despertando velhas reminiscências de outrora, na trilha sonora de suas juventudes.

Durante a festa, os participantes degustaram deliciosos caldos de feijão e de frango, com refrigerantes, que reanimaram as baterias e os ânimos de cada um, completando a festa.

De acordo com a secretária Iriana Aparecida Cardoso, equipes da secretaria, da própria Vila Olímpica e, dos sete CRAS da cidade trabalharam durante 15 dias organizando a festa, que foi um sucesso!

A confirmação, podia ser vista facilmente através da alegria estampada nos rostos das pessoas que se divertiram a valer durante o baile de carnaval.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Sanear informa interrupção no abastecimento de água na região do Sagrada Família
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana