conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mulher

Mulher encontra pela casa bilhetes de amor deixados pelo marido antes de morrer

Publicado

Lucy Kelsall perdeu o grande amor da sua vida, David, para um câncer, ela passou semanas chorando e quando finalmente conseguiu se arrastar para fora da cama percebeu que o marido tinha deixado diversos bilhetes de amor para ela espalhados pela casa. Além disso, ele deixou o sêmen congelado e, agora, ela tenta engravidar por vertilização in vitro.

Leia também: Com doença terminal, mãe escreve cartas para surpreender filha no futuro


Assim como no filme
Reprodução

Assim como no filme “P.S. Eu Te Amo”, antes de morrer Devid deixou bilhetes de amor para a esposa escondidos


A história dos bilhetes de amor , que lembra a do filme “P.S. Eu Te Amo”, foi relatada pela própria Lucy e divulgada pelo portal britânico “The Sun”. Ela conta que conheceu David em um centro de reabilitação, no qual foi encaminhada por problemas com drogas e, ao conseguir ficar bem, acabou virando gerente do local. Já o marido foi para a reabilitação por ser alcoólatra.  

“Nós dois sentimos uma faísca instantânea, mas havia regras rígidas sobre se relacionar com pacientes, então nada aconteceu até David terminar seu processo de recuperação”, conta. Assim que ele finalizou o tratamento, o casal engatou em um relacionamento e Lucy diz que eles se tornamos inseparáveis

“Em dois anos, passamos a morar juntos, nos casamos e começamos a tentar ter um bebê. Mas um dia, no início de 2014, David, que trabalhava como assistente de apoio no centro de reabilitação, começou a reclamar de dor de garganta”, lembra Lucy. A princípio, ele foi diagnosticado com refluxo ácido silencioso, mas um tempo depois foi internado e os exames detectaram um caroço no pescoço dele.

Veja Mais:  Um fetiche por dia: Delas te ajuda a realizar suas fantasias; veja primeira

Leia também: Mãe com câncer terminal deixa carta para filhos após um deles descobrir tumor

Duas semanas depois, ele foi diagnosticado com câncer de garganta. “Eu me senti paralisada de medo ao pensar que poderia perder meu marido, e posso dizer que David também estava com medo. Na época, descobri que estava esperando um bebê, então tentamos nos concentrar nessa notícia incrível, mas duas semanas após o diagnóstico de David, eu abortei. Parecia que tudo estava desmoronando.”

Apesar de passar por diversas sessões de quimioterapia e várias rodadas de radioterapia e outros procedimentos para remover os gânglios linfáticos, mas mais caroços apareciam. No total, ele desenvolveu cinco tumores na garganta em quatro anos.

A voz foi substituída pelos bilhetes de amor


Como David não conseguia mais falar, ele passou a escrever bilhetes de amor para Lucy
shutterstock

Como David não conseguia mais falar, ele passou a escrever bilhetes de amor para Lucy

Em uma tentativa desesperada de vencer a doença de vez, David teve sua caixa de voz e laringe removidas e perder a capacidade de falar foi um golpe devastador. “Sem voz, ele começou a escrever bilhetes de amor para expressar como se sentia. Eles apareceriam em lugares inesperados: no carro, espalhados pela sala de estar ou debaixo do travesseiro. Toda vez que eu encontrava um, meu coração dava um pulo.”

Durante alguns meses, o casal tentou esquecer o câncer de David, mas meses depois ele voltou agressivamente. O tumor foi enrolado em torno de uma artéria e os cirurgiões não puderam removê-lo. Os médicos nos disseram que o câncer tinha se espalhado para os pulmões e não havia mais nada que eles pudessem fazer. “Eu comecei a chorar quando David me abraçou com força”, conta Lucy.

Veja Mais:  Fortalecimento muscular é o segredo de Kim Kardashian para corpo mais seco

Durante os dias que seguiram, o casal aproveitou o tempo junto, assistiram a filmes e ficaram abraçamos em silêncio. “Ele não tinha força para escrever mais, mas a última coisa que ele fez conscientemente foi tocar ‘Can’t Help Falling in Love’, do Elvis Presley, no celular dele.”

Depois desses dias juntos, David faleceu. “Meu coração se partiu e passei semanas em casa soluçando. Amigos e familiares foram uma ajuda incrível, mas fiquei arrasada. Na primeira manhã em que consegui me arrastar para fora da cama, encontrei o bilhete de David em minha tigela de cereal.”

Lucy continua: “Lendo suas palavras amorosas, senti que ele ainda estava perto de mim. Eu estava evitando separar seus pertences, mas desesperada para descobrir se ele deixou mais notas, corri para a gaveta de sua escrivaninha. Ao abrir, meus olhos se encheram de lágrimas ao ver cartões endereçados a mim para o dia dos namorados, nosso aniversário e meu aniversário”.

Leia também: Jovem encontra bilhete de 38 anos atrás com recado de amor e procura dono

Nas semanas seguintes, ela se deparou com diversos bilhetes de amor e poemas de David. “Mesmo agora, sempre que leio uma das anotações de David, lembro-me de que ele sempre estará comigo de alguma forma. Congelamos o esperma dele antes do tratamento, então estou passando por fertilização in vitro para tentar ter um bebê. Eu já mudei de casa e eu não sei se vou encontrar outro bilhete dele, mas quem sabe? Eu nunca vou parar de procurar.”

Veja Mais:  Corpo definido desta DJ é resultado de apenas duas mudanças na rotina

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

“Por que devemos esconder nossos corpos?”, questiona influenciadora australiana

Publicado

A influenciadora Ariella Nyssa, de 21 anos, já é conhecida por postar mensagens em que inspira mulheres ao falar sobre aceitação do corpo . Neste domingo (17), ela postou, em seu Instagram, que conta com 252 mil seguidores, duas imagens em que aparece de biquíni. Na legenda, a australiana escreveu sobre se mostrar ao mundo da forma como você é.


A influenciadora Ariella Nyssa publicou duas imagens de biquíni e, desta vez, falou sobre não esconder o corpo; confira
Reprodução/Instagram/ariellanyssa

A influenciadora Ariella Nyssa publicou duas imagens de biquíni e, desta vez, falou sobre não esconder o corpo; confira

“Eu sou forte. Meu corpo é forte. Minha mente é forte. Eu acredito em mim. Eu acredito que sou boa o suficiente para perseguir meus sonhos. Amar cada centímetro de mim mesma. Abraçar e mostrar minhas inseguranças ao mundo. Normalizá-las. Para deixá-las afastar-se de você. Não se esconda. Qualquer parte de você. Você merece muito mais que isso. Por que devemos esconder nossos corpos por causa do que a sociedade diz?”, questiona a influenciadora

Nos comentários, diversos elogios vieram à tona. “Você é uma inspiração e uma beleza”, diz um. “Você é perfeita em todos os sentidos: mente, corpo e alma. Continue manifestando grandeza”, pede outro. “Amo você e seu corpo . Não há nada como ver uma mulher de verdade”, afirma mais um. “Amo suas imagens e suas mensagens”, expõe outra.

Veja Mais:  4 erros na decoração de casa que você comete sem perceber e como evitá-los

Influenciadora também fala sobre estrias e celulite


Em publicação anterior, a influenciadora australiana falou sobre a relação com o corpo e cita as estrias e celulite
Reprodução/Instagram/ariellanyssa

Em publicação anterior, a influenciadora australiana falou sobre a relação com o corpo e cita as estrias e celulite

No fim de janeiro, Ariella postou outra mensagem inspiradora . Desta vez, a australiana diz que as pessoas não devem ter medo de seus corpos. “Sua  celulite , seu tamanho, suas estrias  não devem causar medo. Celebre seu corpo e use o que você quer. Não esconda a insegurança!”, começa. 

A jovem ainda escreve que, há alguns anos, essas fotos teriam sido assustadoras de publicar. “Mas, agora, amo o corpo que me foi dado. Eu amo as marcas em mim e adoro abraçar as partes de mim que eu nunca pensei que jamais seria capaz também. Celulite é parte da minha vida agora e isso ainda é tão bonito”, finaliza.

Na publicação, muitas mulheres elogiaram a postura da influenciadora . “Amo a mensagem que você está enviando e amo esse biquíni”, diz uma. “Obrigada por postar essas fotos. Você me faz sentir melhor sobre minhas pernas e meu bumbum”, comenta outra. “Se você soubesse quantas vezes eu não me sentia confortável em minha própria pele . Obrigado por compartilhar!”, agradece uma terceira. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Terapeuta de 90 anos cita os piores erros que estão atrapalhando sua vida sexual

Publicado


Depois de alguns anos o sexo caiu na rotina? Veja quais erros você está cometendo que podem estar acabando com sua vida sexual e dicas para recuperar agora toda a chama da relação
shutterstock

Depois de alguns anos o sexo caiu na rotina? Veja quais erros você está cometendo que podem estar acabando com sua vida sexual e dicas para recuperar agora toda a chama da relação

Se alguém tem experiência para falar sobre sexo, essa pessoa é Ruth Westheimer. Aos 90 anos, a terapeuta sexual segue dando conselhos para ajudar casais a melhorarem suas vidas debaixo dos lençois. Em entrevista recente ao programa americano “Today”, por exemplo, ela apontou quais os maiores erros que as pessoas em um longo relacionamento cometem e que atrapalham a vida sexual. Será que você se encaixa em algum dos casos?

Leia também: Apimente a relação com 30 posições sexuais

Segundo Dra Ruth, como é conhecida mundialmente, são três os erros que mais afastam os casais atualmente e prejudicam a vida sexual . A boa notícia é que com medidas simples é possível contornar a situação e recuperar toda aquela chama da relação. Veja os detalhes: 

Erro #1: quando a vida sexual fica em seguno plano


O maior erro, segundo a terapeuta, é colocar a vida sexual em segundo plano
shutterstock

O maior erro, segundo a terapeuta, é colocar a vida sexual em segundo plano

Esse é o maior erro de todos, de acordo com a especialista. E ela é bem direta ao dar uma solução para esse problema: “Tenha certeza de que você realmente quer fazer sexo com seu parceiro. Pare de dizer que  sexo não é tão interessante quanto há 20 anos. No lugar disso, fale o quanto você tem sorte por ter um parceiro”. 

Veja Mais:  Um fetiche por dia: Delas te ajuda a realizar suas fantasias; veja primeira

Erro #2:  celular é mais importante que o outro


Vocês passam mais tempo no celular do que conversando um com o outro? Está aí mais um erro que atrapalha a vida sexual
shutterstock

Vocês passam mais tempo no celular do que conversando um com o outro? Está aí mais um erro que atrapalha a vida sexual

Sim, estamos em um mundo conectado, mas isso pode ser um perigo para a vida a dois. Muitos casais ficam tanto tempo com seu celulares, seja em redes socias, troca de mensagens ou outros aplicativos, que esquecem dos parceiros. E aí voltamos ao primeiro erro da lista. O celular vem antes até do sexo, mesmo que muitos nem percebam isso. 

A dica de Dra Ruth é se desconectar dos aparelhos e buscar mais aproximação no mundo real. “Deixe o celular do lado de fora do quarto porque você precisa conversar de fato com seu parceiro. Se tivesse de escolher uma coisa que é a mais importante em um relacionamento é o diálogo. Vocês precisam conversar um com o outro “. 

Erro #3: falta de tempo


Não desanime com a falta de tempo e procure criar momentos a dois para apimentar a vida sexual
shutterstock

Não desanime com a falta de tempo e procure criar momentos a dois para apimentar a vida sexual

Esse é um problema geral e que também acaba influenciando no sexo e afastando os casais:  a falta de tempo. Se há filhos, então, a coisa fica ainda mais complicada. Entretanto, segundo Dra Ruth, isso não é motivo para desanimar e abandonar a relação a dois. 

Leia também: 10 hábitos que você deve evitar para salvar um relacionamento desgastado

Veja Mais:  Desconhecido dá seu lugar na primeira classe do avião para mãe com bebê doente

“Para ser realista, as pessoas mais velhas não têm a mesma resistência que as pessoas mais jovens”, reconhece a terapeuta sexual. “E os pais, principalmente, têm dificuldade de encontrar tempo para si”, continua. 

“Para eles eu falo em alto e bom tom: vão para um motel! Vocês não precisam passar a noite inteira lá, pode ser apenas algumas horas. Aproveitem para tomar um banho de banheira, beber champagne, jantar e fazer um bom sexo. Depois voltem para casa e paguem a babá”, aconselha a babá. Esse momento a dois já vai apimentar a vida sexual de vocês. 


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Professora “imita” aluna e corta cabelo depois de criança ser vítima de bullying

Publicado

Uma professora de educação infantil dos Estados Unidos chamou a atenção com uma bela atitude recentemente. Depois de ver uma aluna sofrer bullying porque tinha o cabelo curto, ela decidiu também cortar os fios para mostrar que todos podem usar os cabelos da forma que quiserem. 


Professora Shannon Grimm aparece com o cabelo curtinho ao lado da aluna que sofreu bullying na escola
Divulgação/Willis ISD

Professora Shannon Grimm aparece com o cabelo curtinho ao lado da aluna que sofreu bullying na escola

Leia também: Solidariedade: crianças raspam a cabeça para apoiar mãe e amigo

“Precisava mostrar que garotos podem ter cabelo comprido como as garotas e que as garotas podem ter cabelo curto como os garotos”, afirma Shannon Grimm, professora da escola Meador Elementary School,  em Willis, no Texas, em entrevista ao programa de TV “Today”. 

A história começou com a pequena Priscilla, de 5 anos. A garotinha era constantemente vítima de provocações dos colegas de escola por causa dos fios curtos. Depois das férias, a professora decidiu adotar um corte bem parecido com o da criança. 

Leia também: Como reverter e evitar o bullying entre crianças e adolescentes

Ela conta ao “Today” que os alunos ficaram chocados quando a viram com o novo visual, mas o resultado foi positivo. Segundo a professora, Priscilla ficou muito empolgada com a atitude dela. “Sua confiança aumentou”, completa Shannon. 

Decisão de cortar o cabelo


Shannon e a pequena Priscilla com o mesmo corte de cabelo e laços combinando
Divulgação/Willis ISD

Shannon e a pequena Priscilla com o mesmo corte de cabelo e laços combinando

Shannon diz também que não fácil decidir abanonar os longos fios, mas que não se arrepende. “Sabia no meu coração que era isso que eu precisava fazer”, diz a professora. 

Veja Mais:  10 alimentos essenciais para manter um bom funcionamento da pele

Ela espera que o gesto possa servir de exemplo no futuro e em outros casos de bullying. “Na vida sempre teremos alguém que não será legal com a gente. Mas tudo se resume a que você faz e como voê reage a isso”, analisa Shannon. 

Leia também: Como lidar com um filho que pratica bullying?

De acordo com a professora, a pequena Priscilla concorda com ela. “Ela me disse: ‘Quando for grande como você, terei amigos que serão maus comigo, mas eu serei boa com eles como você’”. 

Para completar, a professora ainda comprou laços iguais que ela e a aluna usam como adereço de  cabelo na escola. “Os laços representam força, família e que tem alguém olhando por ela”, detalha Shannon. “Vou continuar usando o laço. Estou aqui por ela”, finaliza. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana