conecte-se conosco


Curiosidades

Mulher faz ritual com sangue menstrual para promover aceitação e amor

Publicado

Com 46 mil seguidores no Instagram, a sueca Maxinne Björk costuma usar as redes sociais para compartilhar as próprias experiências de autodescoberta através da  prática de ioga e do contato com a natureza na cidade onde vive, em Bali, Indonésia. Recentemente, ela mostrou que havia encontrado outra forma de amar a si mesma: fazendo um ritual com sangue menstrual.

Maxinne Björk publicou uma foto após fazer ritual com sangue menstrual, com o corpo coberto do líquido vermelho
Reprodução/Instagram/maxinnebjork

Maxinne Björk publicou uma foto após fazer ritual com sangue menstrual, com o corpo coberto do líquido vermelho

No Instagram, Maxinne explica como teve a ideia para o  ritual com sangue menstrual : “Hoje, após um dia muito produtivo e divertido, eu cheguei em casa muito emocional e com muitos pensamentos que precisei deixar de lado porque não conseguiria lidar agora. Sentei, respirei fundo e, de repente, senti uma vontade imensa de me cobrir com meus fluídos naturais enquanto mulher. Então, sem pensar no porquê, eu fiz isso”, disse na legenda da foto.

A influenciadora conta que cobriu ombros, seios e rosto com sangue e, depois, rolou pelada na grama do jardim que tem em casa. “Cheirei a terra e comecei a chorar intensamente. De felicidade e tristeza. Depois de chorar, comecei a rir”, diz. Segundo ela, que relata estar passando por problemas familiares, a vida se resume à aceitação e amor — e é exatamente isso que quis mostrar com o “ritual”.

A foto recebeu mais de 3 mil curtidas e milhares de comentários, muitos de pessoas criticando a prática de passar sangue mentrual na pele. Apesar de ter desativado os comentários da publicação, Maxinne chegou a responder os “haters”.

Veja Mais:  Casa sustentável: homem larga tudo para construir casa no meio da floresta

“É interessante como as pessoas não conseguem aceitar que somos diferentes e temos visões distintas do mundo. Não estou pedindo que pensem como eu, mas quero me expressar com as minhas ações para que as pessoas escutem seus corações e façam o que sintam que é certo para elas, mesmo que não fuja à regra. É por isso que eu uso as redes sociais, quero mostrar como vivo para que as pessoas se sintam inspiradas a viver como querem”, escreveu.

Ritual com sangue mentrual toma conta das redes sociais

Para Yazmina Jades, o ritual com sangue menstrual é uma forma de compreender melhor esse momento da mulher
Reprodução/Instagram/yazmina.jade

Para Yazmina Jades, o ritual com sangue menstrual é uma forma de compreender melhor esse momento da mulher

Apesar da postagem polêmica, Maxinne não é a única mulher a tentar rituais com sangue mentrual. No início do ano, a “coach” de empoderamento feminino Yazmina Jades publicou uma  foto no Instagram com o rosto pintado de sangue e, na legenda, contou que até os 20 anos de idade não gostava de quando estava menstruada.

“Não havia instruções sobre o que acontece quando você sangra e como me nutrir ou cuidar de mim mesma durante este tempo sagrado do mês. Levei anos para perceber que o sangramento é um ritual sagrado, para cada mulher se descobrir, se soltar, criar, e usar essa manifestação poderosa para honrar o poder do ventre e da mãe terra”, escreveu.

Veja Mais:  Noiva admite engordar madrinhas para ser “a mais bonita” nas fotos de casamento

Assim, usar o  sangue menstrual para cobrir o corpo, na visão de Yazmina, é uma forma de entender esse período e se conectar com o próprio corpo, se amando e se respeitando. “Foi uma jornada completa, só tocando na superfície do poder do sangue”, finalizou.

Recentemente, o Delas também abordou como as  máscaras faciais feitas da menstruação estão se popularizando entre as mulheres. Apesar de não ser exatamente um ritual com sangue menstrual , quem testou também afirma que a prática fez diferença.

Comentários Facebook
publicidade

Curiosidades

Noiva admite engordar madrinhas para ser “a mais bonita” nas fotos de casamento

Publicado

Os casos de “bridezillas” estão se tornando cada vez mais populares na internet. Depois de uma noiva que criou uma competição  entre os próprios amigos para escolher quem seriam os padrinhos e madrinhas de casamento, surgiu outra. Prestes a casar, a mulher decidiu fazer de tudo para sair “perfeita” nas fotos de casamento, incluindo sabotar a dieta das madrinhas .

O plano da noiva era engordar suas duas madrinhas para que ela fosse a 'mais bonita de todas' nas fotos de casamento
shutterstock

O plano da noiva era engordar suas duas madrinhas para que ela fosse a ‘mais bonita de todas’ nas fotos de casamento

A noiva, identificada apenas como Penny, admitiu ao portal australiano “Wihmn” que preparava smoothies “emagrecedores” para suas duas madrinhas (que também são suas irmãs) todas as manhãs. A questão é que a bebida era feita propositalmente com proteína em pó, o que fez com que as mulheres ganhassem peso em vez de perder. Tudo isso para que Penny pudesse ser “a mais bonita” nas fotos de casamento
.

Segundo o relato, a noiva e as irmãs sempre foram muito próximas. As três e Richie, noivo de Penny, moram juntos, mas ela nunca sentiu que pudesse ter destaque entre as duas. “Eu não era tão popular quando a minha irmã mais velha, Maggie, e nem tão bonita e divertida quanto a minha irmã mais nova, Charlie. Sempre fui apenas Penny, a irmã do meio”, conta.

Então, quando começou a planejar o casamento, ela ficou ainda mais competitiva com as irmãs e pensou em todas as possibilidades para ficar  “melhor do que elas” , pelo menos nesse dia. “Quando encontrei o fotógrafo e começamos a escolher os vestidos das madrinhas, comecei a pensar como as fotos do meu casamento seriam. Elas vão ficar na minha casa pra sempre e não quero ser lembrada todos os dias que eu era a irmã ‘simples’”.

Veja Mais:  Zoológico divulga imagens impressionantes do raio-x de animais e viraliza na web

Plano para sair bem nas fotos de casamento

Segundo relato da noiva, ela ficou satisfeita com os resultados das fotos de casamento, mas se sente 'ligeiramente culpada'
shutterstock

Segundo relato da noiva, ela ficou satisfeita com os resultados das fotos de casamento, mas se sente ‘ligeiramente culpada’

“Comecei a planejar meu casamento desde que soube o que era uma noiva e sabia que  me tornaria uma ‘bridezilla’ , mas realmente comecei a ficar obcecada com todos os detalhes e não conseguia falar sobre outro assunto além desse”, relata.

Aos poucos, essa “obssessão” se tornou um plano para engordar as irmãs. “Eu precisava ter certeza de que as minhas irmãs pareceriam o mais simples possível no meu grande dia de uma forma que não parecesse óbvia.”

Primeiro, ela escolheu um vestido amarelo neon que fez com que as madrinha parecessem “como se estivessem doentes”. Depois, ela começou a fazer os smoothies. “Todas as manhãs eu insistia em fazer minha receita para todos. Disse para elas que queria que todas estívessemos na nossa melhor forma para o casamento e isso nos ajudaria a emagrecer.”

Ela começou a comprar vitaminas para perder peso e encher os potes com um tipo de proteína em pó específico para ganhar massa. “No começo, colocava pouca quantidade, mas no mês anterior ao casamento eu estava acrescentando o triplo da quantidade recomendada para elas e fazendo o meu apenas com frutas e água de coco.”

Veja Mais:  Traição? Mulher flagra marido roubando calcinhas no varal e pede ajuda na web

Apesar de se sentir “ligeiramente culpada”, o plano rendeu boas  fotos de casamento  e Penny se sentiu “maravilhosa, enquanto Maggie e Charlie estavam apagadas e inchadas”. “Minhas irmãs perderam peso desde então e sempre tento mudar de assunto quando elas me pedem para fazer um dos meus smoothies”, finaliza.

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Homem vai ao hospital depois de chorar sangue e descobre condição rara; entenda

Publicado

Chorar sangue pode ser um sintoma de alguma condição grave, como câncer, pressão alta ou alguma lesão
Reprodução/New England Journal of Medicine

Chorar sangue pode ser um sintoma de alguma condição grave, como câncer, pressão alta ou alguma lesão

Médicos na Itália revelaram o caso de um homem que procurou um hospital depois de ter dito chorar sangue pelos dois olhos. Sem revelar a identidade do paciente, os médicos contaram que o homem não havia machucado o rosto e também não sentia nenhuma dor: o sangue simplesmente escorreu pelos seus olhos sem nenhum motivo aparente.

O paciente contou que começou chorar sangue duas horas antes de chegar ao hospital, localizado na cidade italiana de Messina, no nordeste da Sicília, e que o fenômeno durou apenas alguns minutos. No entanto, os especialistas puderam ver o líquido vazar dos olhos do homem, quando aconteceu novamente, enquanto ele estava na sala de espera.

Depois de realizar diversos exames minuciosos, os médicos descobriram que ele tinha hemolacria, uma condição rara que leva as pessoas a produzirem lágrimas contendo sangue.

Segundo os resultados dos exames, tumores não cancerosos estavam se desenvolvendo sob as pálpebras do paciente, conhecidos como hemangiomas, o que teria causado o sangramento. O caso foi relatado no New England Journal of Medicine .

Quando chegou ao hospital, o homem não conseguiu explicar o motivo do sangramento,  e afirmava não ter machucado nem o olho, nem o nariz ou qualquer outra parte da cabeça. A situação nunca havia acontecido com ele antes, e não havia indícios de hemorragias nasais, sangramento nas gengivas ou hematomas fáceis.

Veja Mais:  Traição? Mulher flagra marido roubando calcinhas no varal e pede ajuda na web

O que os médicos puderam constatar é que ele já estava tomando medicação para pressão alta e, apesar de sua pressão arterial ser normal no hospital, era alta em seus olhos, de acordo com o que os testes revelaram.

Para o tratamento, foi indicado o uso de colírio contendo uma substância ativa conhecida como Maleato de Timolol, usada ​​para tratar o glaucoma e reduzir a pressão intraocular elevada.

Depois que de usar o colírio, o paciente afirmou que não houve outro incidente com lágrimas de sangue por um ano, quando ele voltou ao hospital para realizar um check-up.

Segundo a publicação do caso, o sangue nas lágrimas tem sido relatado em revistas médicas no passado e várias podem ser as causas do sintoma. Pode ocorrer como resultado de infecção, lesão, inchaço, tumores ou até efeito colateral de hemorragias nasais.

Uma mulher de 56 anos sofreu o fenômeno depois de beliscar o nariz por duas horas para tentar conter o nariz sangrando, por exemplo. No caso relatado no British Journal of Opthamology, em 2003, a mulher que beliscou o nariz fez o sangue fluir para trás e vazar.

O sangue foi absorvido com uma esponja até o sangramento do nariz cessar e ela fez uma recuperação “sem incidentes”.

Hemolacria: condição que faz chorar sangue

Ao chorar sangue, a mulher afirmou aos médicos, em 2003, que havia beliscado o nariz antes, ocasionando a lesão
Reprodução/British Journal of Opthamology

Ao chorar sangue, a mulher afirmou aos médicos, em 2003, que havia beliscado o nariz antes, ocasionando a lesão

A hemolacria é uma condição rara em que o corpo mistura sangue com lágrimas, devido algum problema no aparelho lacrimal. Apesar de esse poder ser o sintoma para várias condições, não está claro quantas pessoas são afetadas pela condição, nem há explicações para todos os casos.

Veja Mais:  Mulher paga por limpeza, mas acaba com faxineira bêbada dormindo em sua cozinha

De acordo com a literatura médica, infecções oculares, lesões faciais, tumores nos olhos ou ao redor dos olhos, inchaço ou hemorragias nasais podem causar hemolacria.

O sangue pode vir de um ferimento que já está sangrando e se misturar com lágrimas, pode ser empurrado através dos tubos que conectam os olhos e o nariz, ou de vazar vasos sanguíneos dentro dos canais lacrimais.

Médicos relatam caso de mulher que suou sangue

Além de chorar sangue, também é possível suar: condição é extremamente rara, e afeta apenas uma pessoa a cada 10 milhões
Reprodução/Canada Medical Association Journal

Além de chorar sangue, também é possível suar: condição é extremamente rara, e afeta apenas uma pessoa a cada 10 milhões

Outro caso envolvendo sangue que também chamou a atenção de médicos de todo o mundo também aconteceu na Itália e envolveu uma mulher de 21 anos, que foi admitida em um hospital na cidade de Florença.

Suando sangue pelo rosto e pelas palmas das mãos, a italiana chocou os médicos responsáveis pelo seu caso.

Surpresos com a situação, os especialistas decidiram investigar os sintomas que, segundo a paciente, começaram há três anos e podem durar até cinco minutos, dependendo do fluxo do sangue . De acordo com o portal britânico Daily Mail , o caso foi divulgado no ano passado, no Jornal da Associação Médica Canadense (CMAJ).

Após relatar aos médicos que os episódios são mais frequentes quando fica estressada, a mulher foi submetida a uma série de exames. Assim, a italiana foi diagnosticada com hematidrose , uma doença que afeta apenas uma pessoa a cada dez milhões.

Veja Mais:  Casa sustentável: homem larga tudo para construir casa no meio da floresta

Tratada com propanolol – uma medicação que consegue reduzir os sintomas, mas não paralisa completamente o sangramento – a paciente foi liberada algumas horas depois.

Extremamente rara, a condição afeta apenas uma pessoas a cada dez milhões e ainda é desconhecida por muitos médicos. A hematidrose é conhecida como a “doença de Jesus”, já que poderia ser a explicação para a passagem bíblica em que supostamente apresenta sangramentos no suor antes de ser crucificado.

De acordo com o Daily Mail , um estudo publicado no Jornal Indiano de Dermatologia explica que a causa da doença ainda é desconhecida. Entretanto, acredita-se que ela é o resultado de episódios extremos de medo ou estresse, que fazem com que as veias ao redor das glândulas sudoríparas sejam dilatadas ao ponto de serem rompidas.

Dessa forma, passa-se a impressão de que a pessoa está suando sangue. Ainda não há cura para a condição, apenas tratamentos com os chamados bloqueadores beta-adrenérgicos, que ajudam a controlar os episódios de crise ao minimizar a ansiedade e estresse do paciente.

Assim como a hematidrose, a hemolacria – que faz a pessoa chorar sangue – parece pior do que é e, geralmente, pode ser tratada atacando a infecção subjacente ou outra causa, que pode ser pressão alta, câncer ou uma lesão grave – por isso deve ser examinado por um médico.

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Ex-BBB Dhomini vende cosméticos

Publicado

Um dos primeiros vencedores do “Big Brother Brasil”, Dhomini saiu milionário da terceira edição do reality, além de ter ficado famoso pelo romance com Sabrina Sato na casa. Quinze anos após o BBB, o brother está bem diferente. Lembra dele?

Completamente afastado dos holofotes, Dhomini já é pai de 5 filhos, frutos do casamento com sua sócia, Adriana Manata. Juntos, os dois são revendedores de uma marca de cosméticos.

Dez anos depois de vencer o BBB, o goiano entrou novamente no reality, na edição de 2013, que consagrou Fernanda Keulla – hoje apresentadora do “Video Show”, como vencedora.

No Instagram, o ex-participante compartilha diversos momentos em família.

Comentários Facebook
Veja Mais:  A invenção das lentes de contato
Continue lendo

Colunista

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana