conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Mundial Sub-17: Espanha se garante nas quartas de final

Publicado

source

A Espanha se garantiu nas quartas de final da Copa do Mundo de futebol sub-17 após derrotar o Senegal por 2 a 1 nesta quarta (6) em jogo realizado no Estádio Olímpico de Goiânia.

Desta forma a equipe europeia continua em busca de seu primeiro título na competição.

O primeiro gol da Espanha saiu aos 26 minutos do primeiro tempo. Moreno toca para Navarro, que chuta na saída do goleiro Dione.

O 2 a 0 veio aos 13 minutos da etapa final. O meia Valera faz bela jogada individual para deixar o seu.

Aos 39 minutos o Senegal chegou a ensaiar uma pressão com o gol de Faye, mas o placar terminou em 2 a 1 para a fúria.

Próxima fase

Nas quartas de final a Espanha enfrenta o vencedor do jogo entre França e Austrália.

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Mais:  Vagner Love iguala Gustagol como artilheiro do Corinthians em 2019
publicidade

Esportes

Paralimpíada Escolar prega inclusão da criança com deficiência

Publicado

source

Terminou nesta sexta-feira (22) a 13ª edição da Paralimpíada Escolar. O evento, que é considerado o maior do mundo para jovens com deficiência em idade escolar, reuniu 1.220 atletas de todo o país (de 12 e 17 anos) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Foram disputadas 12 modalidades voltadas a estudantes com deficiências físico-motoras, visuais e intelectuais. Nessa última categoria houve uma novidade, uma subdivisão para jovens com síndrome de Down no atletismo e na natação.

“Essa iniciativa fisiologicamente foi necessária porque é uma classe que leva uma desvantagem muito grande (em relação a outros atletas com deficiência intelectual). O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) ainda não reconheceu, mas aqui é um palco para experimentar”, afirmou o coordenador de Desporto Escolar do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Ramon Pereira.

paralimpiada escolar

Paralimpiada escolar serve como porta de entrada para jovens atletas – Douglas Magno

Cinquenta e cinco crianças e adolescentes com Down participaram do evento esportivo e puderam experimentar provas diferentes. “Fiz salto em distância e arremesso do peso, mas preferi a corrida”, disse a gaúcha Emanuela Formaggionni, de 14 anos, exausta após a disputa dos 250 metros na pista de atletismo.

A prova foi vencida pela paranaense Karina Kamily, também de 14 anos, para satisfação da dona de casa Roseli Pereira, que acompanhava a jovem e outras duas atletas com Down no evento: “É para eles sentirem que podem participar de qualquer coisa, que não podem ser excluídos. Acho isso muito importante. Ficamos emocionados”.

Veja Mais:  Botafogo vence Avaí e deixa zona do rebaixamento

Inspirações

A Paralimpíada Escolar é uma porta de entrada para jovens que sonham com uma carreira no paradesporto. “Em janeiro vamos pegar 117 atletas das modalidades que oferecemos para uma vivência de alto-rendimento, que é o camping escolar. O objetivo do CPB é incentivar desde cedo o alto-rendimento para que essas crianças defendam o Brasil em Mundiais e Paralimpíadas”, afirmou Ramon Pereira.

E não faltam exemplos para a garotada seguir. Medalhistas paralímpicos nos Jogos do Rio, em 2016, o nadador Talisson Glock, o jogador de goalball Leomon Moreno e a velocista Verônica Hipólito também passaram pela disputa escolar.

Verônica, aliás, é a inspiração da mineira Emilly Camilly, de 15 anos, que ganhou sua bateria nos 250 metros na classe T11 (deficiência visual total) sub-16. “Ela é humilde, tem garra e isso serve de inspiração. Mostra que, apesar da deficiência, você é alguém na vida”, declarou Emilly.

paralimpiada escolar

Centro de Treinamento Paralímpico recebeu evento que promoveu a inclusão – Douglas Magno

Já a sergipana Kelianny dos Santos (vencedora na mesma classe e faixa etária de Emilly) corre ao lado de um espelho para seguir. Atleta-guia na Paralimpíada Escolar, Jadson Santos Souza está na briga por índice para representar o Brasil na Paralimpíada de Tóquio, no ano que vem, na classe T20 (deficiência intelectual).

“Se abaixar meu tempo, talvez consiga a vaga em 2020. Então, estou dando inspiração para que ela chegue junto comigo em Tóquio”, disse.

Veja Mais:  Com 36 anos, Fábio Quagliarella volta a ser convocado para a seleção italiana

Além do esporte

João Vitor, de 15 anos, nasceu com má formação nas duas pernas. Apesar de também jogar basquete em cadeira de rodas, prefere o vôlei sentado. Na Paralimpíada Escolar, o paulista foi, inclusive, treinado pelo técnico da seleção masculina da modalidade, Célio Mediato.

O jovem quer seguir carreira e tem o apoio da mãe adotiva, Maria do Carmo. Caso não dê certo, ela não tem dúvidas de que o contato com o esporte já valeu a pena. “Ele está desenvolvendo não só o corpo, mas também a cabeça. Está mais solto, comunicativo. Ainda tem um pouco da timidez, que é natural dele. Mas sinto ele muito melhor”, disse emocionada.

paralimpiada escolar

Jovens tiveram a oportunidade de experimentar modalidades como o basquete em cadeira de rodas – Douglas Magno

De fato, entre mais de 1.200 crianças e adolescentes, talvez nem todos se tornem atletas. Mas, para Ramon Pereira, do CPB, o legado da Paralimpíada Escolar vai além do resultado esportivo.

“Infelizmente, em muitos estados, um aluno com deficiência acaba dispensado da educação física porque o professor ou instrutor não tem informação de como planejar uma atividade inclusiva. Certamente, uma criança que sai daqui vai até ensinar esse professor a como ela pode ser incluída nas atividades. Isso é muito importante, pois dá voz e ação à criança com deficiência”, concluiu.

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Libertadores: Flamengo e River protagonizam final inédita e histórica

Publicado

source

No próximo sábado (23), a partir das 17h (horário de Brasília), Flamengo e River Plate, da Argentina, escreverão mais uma página da longa história de conquistas e glórias do futebol sul-americano, pois protagonizam uma final inédita de Copa Libertadores da América no Estádio Monumental de Lima (Peru).

O ineditismo do jogo está no fato de as duas equipes se enfrentarem pela primeira vez na decisão da competição. E a importância histórica se dá porque esta é a final de número 60 da Libertadores, torneio que pela primeira vez terá uma final em partida única.

Finais entre Brasil e Argentina

Uma decisão de Libertadores entre um time do Brasil e outro da Argentina não é uma novidade na história da competição. Elas já aconteceram em 14 oportunidades, com cinco vitórias brasileiras e nove argentinas. O Flamengo nunca esteve nesta situação, enquanto o River já encontrou um time brasileiro em confrontos decisivos, foi no ano de 1976, quando o Cruzeiro acabou campeão.

Soccer Football - Brasileiro Championship - Flamengo v Bahia - Maracana Stadium, Rio de Janeiro, Brazil - November 10, 2019   Flamengo's Gabriel celebrates scoring their third goal   REUTERS/Sergio Moraes

O atacante Gabriel Barbosa é uma das esperanças de gol do Flamengo – Reuters/Sergio Moraes/Direitos Reservados

Na única final que alcançou até então, no ano de 1981, o Flamengo teve como adversário o Cobreloa (Chile). Naquela ocasião o título ficou com os rubro-negros.

Já o atual campeão River chega a sua sétima decisão. Além da final deste ano e da derrota para o Cruzeiro em 1976, os millonarios (alcunha pela qual a equipe argentina é conhecida) já conquistaram quatro Libertadores: 1986 e 1996 sobre America de Cali (Colômbia), 2015 sobre o Tigres (México) e 2018 sobre o Boca Juniors (Argentina). Em 1966 estiveram na sua primeira decisão, na qual acabaram derrotados pelo Peñarol (Uruguai).

Veja Mais:  Após Wimbledon, Marcelo Melo e Lukasz Kubot são 3ª melhor dupla do mundo

Flamengo x River

O rubro-negro carioca e os millonarios já se enfrentaram em quatro oportunidades na história da Libertadores. No ano de 1982, em uma semifinal em formato triangular que também contava com o Peñarol, o Flamengo derrotou o River Plate em duas oportunidades, por 3 a 0 jogando em Buenos Aires, e por 4 a 2 atuando no Rio de Janeiro.

As duas outras partidas aconteceram em 2018 pela fase de grupos da competição. Elas terminaram empatadas, 2 a 2 no Rio de Janeiro e 0 a 0 em Buenos Aires.

60 anos de Libertadores

A Libertadores teve sua primeira edição em 1960, com título ficando com o Peñarol. Em 59 decisões já realizadas a Argentina tem o maior número de títulos, com 25. O segundo país com mais conquistas é o Brasil, com 18. E a terceira posição no ranking é do Uruguai, com 8 vitórias.

Entre os brasileiros os maiores vencedores são: São Paulo, Grêmio e Santos (com 3 conquistas cada). Internacional e Cruzeiro aparecem com 2 títulos cada um, enquanto Flamengo, Palmeiras, Vasco da Gama, Atlético Mineiro e Corinthians conseguiram vencer uma final cada.

Soccer Football - Copa Libertadores - Quarter Final - Second Leg - Cerro Porteno v River Plate - General Pablo Rojas Stadium, Asuncion, Paraguay - August 29, 2019   River Plate players applaud fans after the match   REUTERS/Jorge Adorno

O River Plate busca o seu quinto título da Copa Libertadores – JORGE ADORNO

Jogo único

Pela primeira vez na história a final será disputada em um jogo único realizado em sede escolhida de forma antecipada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Esta mudança causou muita polêmica, em especial após o anúncio da troca do local do jogo por causa de protestos que tomam conta da cidade de Santiago do Chile, sede escolhida inicialmente para receber a final.

Veja Mais:  Com 36 anos, Fábio Quagliarella volta a ser convocado para a seleção italiana

Agora, Lima recebe a final entre Flamengo e River com a expectativa de um jogo que entre para o panteão de grandes momentos da história do futebol sul-americano.

Você acompanha Flamengo e River Plate, na Rádio Nacional (1330 AM), no próximo sábado a partir das 17h (horário de Brasília).

Edição: Verônica Dalcanal

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Torcedores que vão ao Peru devem ficar atentos às regras do país

Publicado

source

Os torcedores que vão viajar por via terrestre para o Peru, para acompanhar a final entre Flamengo e River Plate pela Copa Libertadores, têm que ficar atentos.

Brasileiros não precisam de visto ou passaporte para entrar no país vizinho, mas o documento de identidade (RG) deve ter data de expedição de até 10 anos. Carteira de motorista não é válida para ingresso no Peru.

Por via terrestre, é possível entrar no país pela fronteira localizada no Acre. O governo peruano recomenda que os visitantes ingressem no país pelos postos de controle fronteiriço de Iñapari, em Madre de Dios; Kasani e Desaguadero, em Puno; e Santa Rosa, em Tacna.

Quem for de carro próprio, deve seguir algumas regras para trafegar no país vizinho. O governo peruano exige a contratação do Seguro Obrigatório contra Acidentes de Trânsito, que deve ser apresentado às autoridades em caso de abordagens. Caso o condutor não seja o proprietário do veículo, é preciso ter uma procuração pública autenticada em cartório dando autorização para que outra pessoa conduza o carro. É necessário ainda apresentar a carteira nacional de habilitação.  

Para assistir o Flamengo da arquibancada do Estádio Monumental de Lima, tem torcedor fazendo uma verdadeira peregrinação.

O carioca Edgard Melonio começou sua viagem na terça-feira (19) de avião até a capital acreana, Rio Branco. De lá, já pegou táxi, van e ônibus para conseguir chegar a Lima no sábado.

Veja Mais:  Após Wimbledon, Marcelo Melo e Lukasz Kubot são 3ª melhor dupla do mundo

“Rio de Janeiro, com escala em Brasília, a Rio Branco, na terça-feira. Pegamos um táxi, que rodou cerca de 220 km até a cidade acreana de Assis Brasil, na fronteira com a cidade peruana de Iñapari. Passei pela migração, segui de van para Puerto Maldonado. Em seguida, um ônibus para Cusco”.

O torcedor passará a quinta-feira dentro de outro ônibus rumo à capital, e só deve chegar a Lima no início da manhã de sexta- feira.

Edgar, que é diretor da Torcida Jovem do Flamengo, afirma que a migração peruana abriu um atendimento extra para agilizar a entrada da torcida brasileira.

O governo peruano disponibiliza aos viajantes o serviço de assistência turística iPerú, através do número (+511) 574-8000, o e-mail iperu@promperu.gob.pe e o WhatsApp (+51) 944492314 (somente para mensagens de texto).

A final da Copa Libertadores da América será no próximo sábado (23), no Estádio Monumental de Lima, às 15h (horário local) – às 17h no horário de Brasília. A partida terá transmissão da Rádio Nacional.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana