conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Na última década, órgão desvendou diversos casos de corrupção contra o Estado

Publicado

Embora a Controladoria Geral do Estado de Mato Grosso (CGE-MT), que neste mês de julho completou 40 anos de serviços prestados à administração estadual, tenha como principal vertente a prevenção, na última década o órgão desvendou vários casos de desvios de dinheiro público. “Não dá para coadunar com erros grosseiros, dolo ou má-fé”, diz o controlador-geral, Emerson Hideki Hayashida.

Um deles foi o caso conhecido como Rombo na Conta Única, que detectou um desvio de R$ 101 milhões, por meio do sistema BB PAG, do Banco do Brasil, entre 2003 e 2014. O esquema, em que servidores e terceirizados da Secretaria de Fazenda (Sefaz) forjavam pagamentos a funcionários e empresas fantasma embolsando o dinheiro, foi desarticulado pela Operação Vespeiro. No total, 41 pessoas físicas e 12 pessoas jurídicas receberam pagamentos irregulares.

Outro caso desvendado foi o escândalo das Cartas de Crédito, deflagrado, em 2011, com a Operação Cartas Marcadas, que causou um rombo aos cofres estaduais de quase R$ 500 milhões, por meio de pagamentos superfaturados. Na época, foram expedidos 14 mandados de busca e apreensão e seis de prisão temporária, em Mato Grosso e São Paulo.

A fraude originou no pagamento em certidões de créditos a um grupo de agentes da Administração Fazendária (AAFs), resultado de um acordo trabalhista entre Governo do Estado e a categoria, em 2008. Deveriam ser expedidas duas certidões de créditos, mas foram emitidas sete, das quais apenas três foram destinadas aos servidores. As quatro restantes foram retiradas na antiga Secretaria de Estado de Administração (SAD) por representantes legais constituídos pela categoria, sem que os verdadeiros beneficiários soubessem.

Veja Mais:  Polícia Militar lamenta morte de sargento vítima de acidente doméstico

Já o “Escândalo dos Maquinários”, se refere a irregularidades em licitações realizadas em 2009. Foram feitos pregões para a compra de 705 máquinas pesadas, num total de R$ 241 milhões, que seriam distribuídas aos 141 municípios do Estado, pelo Programa “MT 100% Equipado”. O desvio foi de R$ 44 milhões, resultado de cobrança indevida do ICMS. Além disso, o Governo do Estado pagou à vista por uma compra a prazo, com juros. Onze pessoas foram indiciadas, entre elas dois ex-secretários de Estado.

Em novembro do ano passado, o juiz Marcos Faleiros, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, condenou 12 pessoas processadas no caso. A soma das penas imposta aos réus ultrapassa 70 anos de prisão. Os agentes públicos distribuíram a aquisição entre todas as concessionárias de caminhões/máquinas e revendedores instalados na grande Cuiabá para evitar resistências aos certames e garantir o pagamento da propina.

Entre 2008 e 2013, o Governo de Mato Grosso fez 1.205 depósitos referentes a salários para servidores inativos, aposentados ou mortos, num total de R$ 14,71 milhões. A auditoria, feita entre maio e junho de 2013, detectou que, em algumas situações, o salário continuou sendo pago até 20 meses após a morte do servidor ou beneficiário

Os valores eram transferidos indevidamente para as contas bancárias destes servidores que já tinham morrido, conforme levantamento da Auditoria-Geral do Estado (AGE).

Veja Mais:  Programa prevê oferecer mais de R$ 5 milhões em prêmios este ano

Por outro lado, nos últimos dois anos, ao menos R$ 900 milhões, entre ressarcimento e multas, foram recuperados de empresas envolvidas em atos de corrupção. A ação foi possível graças a celebração de acordos de leniência, em parceria com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e o Ministério Público Estadual (MPE). Além disso, cerca de 180 empresas respondem a processos por violações à Lei Anticorrupção (Lei Federal 12.846), de 2013.

Segundo o titular da CGE-MT, o enquadramento de pessoas jurídicas é uma das principais frentes de trabalho do órgão. A atuação da CGE nesta área já rendeu, inclusive, acordos de leniência, em parceria com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e o Ministério Público Estadual (MPE). Emerson Hayashida destaca que a Lei Anticorrupção fomentou a implementação de procedimentos internos como forma de prevenção, detecção e repressão à corrupção.

 “É uma excepcional ferramenta de gestão e controle interno, cujos benefícios são capazes de revolucionar a cultura organizacional de determinada empresa e, ao mesmo tempo, instituir um novo paradigma de relacionamento entre os setores público e privado, pautado pela ética, transparência e no prevalecimento do interesse público”, concluiu.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Museu de História Natural Casa Dom Aquino dobrou número de visitantes em 2019

Publicado


Na era digital, ir ao museu até parece ser coisa do passado, mas será que é? O Museu de História Natural Casa Dom Aquino é um patrimônio histórico de 177 anos localizado em Cuiabá, que conta a pré-história de Mato Grosso por meio de fósseis e artefatos arqueológicos e vem mostrar que os museus ainda fazem parte do cotidiano da população. Em 2019, o equipamento cultural recebeu 5.607 visitantes de Mato Grosso, outros estados e países.  O número representa um aumento de 102% em relação ao ano de 2018, em que o Museu recebeu 2.778 visitantes.

Os museus têm um importante papel para a sociedade. Eles são capazes de informar e educar com exposições, oficinas, atividades recreativas e até mesmo usando os meios digitais como vídeos e outras opções interativas. São espaços ideais para despertar a curiosidade, estimular a reflexão e o debate, e criar uma conexão entre passado, presente e futuro.

Para a arqueóloga e presidente do Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (ECOSS) – que faz o gerenciamento do museu, Suzana Hirooka, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino tem conquistado a preferência das pessoas, em especial da comunidade escolar. Isso porque, ela explica, a visita é uma atividade extra classe que contribui muito para a fixação de conteúdos didáticos como dinossauros, evolução, biologia e meio ambiente, e os professores já colocam dentro das suas atividades anuais essa visita, auxiliando para a formação dos alunos.

Veja Mais:  Licenciamento de veículos com placa final 9 vence em 30 de setembro

Em 2019, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino recebeu 3.654 estudantes vindos de 94 instituições de Ensino, de várias cidades de Mato Grosso. Entre elas estão Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Rosário Oeste, Campo Novo dos Parecis, Araputanga, Diamantino e Rondonópolis, além de estudantes de outros estados.

O museu também recebeu a visita de 1.953 turistas de Cuiabá e municípios do interior de Mato Grosso, além de cidades de outros estados, como Maceió (AL), Porto Velho (RO), Recife (PE), Salvador (BA), Dourados (MS), João Pessoa (PB), São Paulo (SP), Goiânia (GO), Brasília (DF). Outro público são os visitantes norte-americanos e canadenses, totalizando 5.607 pessoas durante todo o ano.

Para 2020, o museu está preparando grandes eventos, como o Encontro Indígena, a Primavera dos Museus, oficinas e visitas escolares guiadas que podem ser agendadas pelos telefones (65) 3634-4858 e 3052-8062 ou pelo e-mail casadomaquinomuseu@gmail.com .

Serviço:

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino é um equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Está aberto ao público de quarta a domingo, das 8h às 18h, com ingressos a R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia). Endereço: Avenida Beira Rio, nº 2000, bairro Dom Aquino, Cuiabá.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Militar realiza o 1º Curso de Sobrevivência Policial em Cuiabá

Publicado


Na tarde de segunda-feira (27.01), as 15h30, no auditório do Comando Geral (QCG), em Cuiabá, o comandante geral da Polícia Militar coronel Jonildo José de Assis, abre o 1º Curso de Sobrevivência Policial.

A capacitação se estenderá por cinco dias, com 60 horas/aulas, e será voltada principalmente ao comportamento e procedimentos a serem adotados pelos policiais quando precisarem entrar em ação durante o horário de folga.

Dados nacionais mostram que morrem mais policiais militares quando estão de folga que durante o exercício das atividades operacionais. De acordo com o Anuário da Segurança Pública, edição de 2016, dos 393 homicídios que vitimaram policiais em 2015, 290 ocorreram quando estavam de folga.

Esse curso será ministrado pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) de Mato Grosso e terá como conteúdos teóricos e treinamentos de práticas operacionais, atitudes e comportamentos visando à segurança do policial.

Na abertura os policiais assistiram a palestra do capitão Rafael Araújo do Batalhão de Operações Especiais(POPE) da Polícia Militar do Distrito Federal.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Seaf divulga cotação de preços dos produtos hortifrúti em Cuiabá
Continue lendo

Mato Grosso

Centro Olímpico de Treinamento da UFMT inaugura nesta terça-feira (28) com intensa programação esportiva

Publicado


O Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT) será entregue oficialmente à Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) nesta terça-feira (28.01). Para a programação de lançamento do complexo esportivo, a Federação de Atletismo de Mato Grosso em parceria com a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel-MT) e a UFMT, promove o Primeiro Camping de Atletismo do Estado.

Ministram as atividades esportivas, os principais atletas de Mato Grosso em cada modalidade. Além dos atletas, estudantes e professores da rede pública de ensino participam da programação de caráter didático. 

“Com a chegada do COT UFMT a possibilidade de melhora na qualidade técnica do atletismo em Mato Grosso aumenta consideravelmente. Hoje, Mato Grosso revela grandes campeões que treinaram a vida toda em pistas de brita e terra batida, imagine agora com um complexo esportivo de padrão internacional. Quem sabe até um Campeonato Brasileiro de Atletismo realizado em Cuiabá”, adianta Tomires Campos Lopes, presidente da Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT).

Com arquitetura moderna, o COT UFMT conta com uma área construída de 5,4 mil metros quadrados. Os múltiplos espaços do complexo estão divididos em três pisos e a área externa engloba arquibancada para o público, pista de atletismo seguindo padrões internacionais e campo de futebol.

“Será um evento voltado a exposições de novas técnicas das provas de pista e campo e será desenvolvido por atletas de renome nacional e internacional. São atletas que muito contribuíram e ainda contribuem para o atletismo em Mato Grosso”, ressalta Tomires.

Programação do Camping de Atletismo

Veja Mais:  Fazenda orienta servidores em casos de não recebimento do salário

Marcada para o fim da tarde, às 18h30, a cerimônia de lançamento do COT UFMT, que contará com a presença do governador Mauro Mendes, do presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Warlindo Carneiro Filho e de outras autoridades políticas e do esporte, vai homenagear importantes nomes do atletismo, pessoas que mudaram a história do esporte em Mato Grosso. Porém, durante todo o dia, uma extensa programação dedicada ao atletismo está confirmada. 

– Logo no início da manhã, às 8h, ocorrem as provas de corridas de meio-fundo e fundo. A atividade será ministrada pelo professor Sivirino Souza dos Santos, de Barra do Garças, o mais consagrados treinador da modalidade no Centro-Oeste brasileiro. Foi treinador-chefe da delegação brasileira para o sul-americano de Cross Country, em Guayaquil, no Equador, em 2019 e campeão da Copa Brasil de Cross Country, em 2020.

– Às 8h10 é a vez das provas de campo de arremesso e lançamento, com os professores Nelson Ramos de Andrade e Gilson Cassemiro de Lima. Nelson, ou Nelsinho, é especialista em provas de campo. Treinador da equipe da Associação de Pais e Amigos dos Desportos de Araputanga, é ex-atleta de provas de corridas de rua e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Araputanga, em Mato Grosso.

Gilson, especialista no treinamento em provas de campo, principalmente nos arremessos e lançamentos, é professor da Secretaria de Esportes de Várzea Grande, presidente da Associação Várzea-grandense de Atletismo (AVA), além de professor no projeto “Pé no Futuro”, que há cinco anos proporciona treinamento gratuito em atletismo.

Veja Mais:  A história dos negros contada através das Igrejas do Rosário e da Boa Morte

– Também às 8h10, provas de corridas de velocidade com o professor Emerson Rodrigues dos Santos. Emerson é treinador credenciado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Atualmente é chefe do Departamento de Esportes do Município de Vera, em Mato Grosso e treinador de Atletismo pelo Clube ASA Sorriso-MT. Especialista em provas de pista de velocidade, é treinador do atleta Arielton, campeão pan-americano nos revezamentos 4x100m.

– Na parte da tarde, a partir das 14h, ocorrem as provas de corridas com barreiras, com o professor Marcos Flademir Vieira. Marquinhos é treinador pela Federação Internacional de Atletismo e coordenador do Projeto Social “Semente de Ouro”, na cidade de Sorriso. É especialista em provas de corridas com barreiras pela Consuldatle e treinador da Seleção Brasileira de Atletismo em diversas competições sul-americanas e mundial.

– Também às 14h, prova de salto horizontal com os professores Nelson Carlos Ferreira Junior e Maria Aparecida Souza de Lima. Aparecida é ex-atleta de provas de salto triplo. É a única atleta cuiabana a participar de uma olimpíada. Maria Aparecida competiu na Olimpíada de Atlanta, em 1996 e no Mundial de Atenas, na Grécia, em 1997, na prova do salto triplo. Atualmente é treinadora de atletismo em Cuiabá.

De São José dos Quatro Marcos, Mato Grosso, Nelson, ou Nelsão, é atleta brasileiro aposentado, especialista em salto em distância. Representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão de 1996 e 2000. Além disso, competiu em três campeonatos mundiais consecutivos a partir de 1993. Seu melhor resultado foi o quinto lugar na edição de 1997. Atualmente é treinador de atletismo em Tangará da Serra, Mato Grosso.

Veja Mais:  Programa prevê oferecer mais de R$ 5 milhões em prêmios este ano

– Às 15h, prova de salto em altura com o professor Jose Elias de Souza. Elias é técnico na Rondonópolis Associação de Atletismo e Esporte Inclusivo, promove a integração social de jovens na cidade do Sul do Estado de Mato Grosso e é especialista nas provas de salto em altura, tendo como principal expoente a atleta Arielly, campeã brasileira e sul-americana no salto em altura.

– Entre 16h30 e 18h, as atenções se voltam para o campo de futebol. Com a turma do Cuiabá Arsenal, os participantes experimentarão uma prova do cada vez mais popular Futebol Americano.  

Provas de atletismo

Ainda, após a cerimônia de inauguração do Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso, marcada para começar às 16h30, uma série de provas de atletismo serão realizadas por importantes esportistas vindos de várias cidades de Mato Grosso.

A partir das 19h, atletas de diversas categorias farão uma demonstração para, de maneira simbólica, inaugurar o complexo esportivo. Entre as atividades estão o revezamento 4×100, salto triplo, salto em distância e lançamento de dardos.

Serviço

Programação de inauguração do COT MT

Terça-feira (28.01)

No Centro Olímpico de Treinamento da UFMT, Campus Cuiabá 

– Camping de Atletismo: entre 8h e 18h 

– Cerimônia de lançamento: às 18h30

– Atividades esportivas: a partir das 19h

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana