conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Nova fábrica vai ampliar produção de etanol de milho para um bilhão de litros em MT

Publicado

Os investidores internacionais que inauguraram a primeira fábrica de etanol de milho do Brasil, a FS Bioenergia, apresentaram ao Governo do Estado nesta quinta-feira (08.10) a segunda planta, que será instalada em Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá). Com a ampliação, a produção anual de etanol de milho pode chegar a um bilhão de litros no Estado, até 2020.

A empresa lançou na quarta-feira (07.10) a pedra fundamental da nova indústria, que terá capacidade de produção de 530 milhões de litros de etanol de milho. A primeira planta foi instalada em Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), em 2017, e já está em finalização de duplicação da capacidade, segundo o CEO da FS Bioenergia, Rafael Abud.

“Inauguramos a planta de Lucas com capacidade de produção de 265 milhões de litros, mas a unidade está em processo de duplicação e devemos dobrar a capacidade para 530 milhões de litros, a partir de 2019. Sorriso vai adicionar a mesma capacidade, a partir de fevereiro de 2020”, asseverou Abud, destacando que a FS Bioenergia não descarta a expansão para outros municípios de Mato Grosso.

“Mato Grosso produz muito milho. Ano passado foram cerca de 30 milhões de toneladas e grande parte ainda tem que sair do Estado”, pontuou.

O ex-prefeito de Lucas do Rio Verde e sócio da FS Bioenergia, Marino Franz, apontou que nos próximos dez anos, Mato Grosso deve alcançar a produção de 50 milhões de toneladas de milho, que deve ser transformado para agregar valor.

Veja Mais:  Alunos e profissionais discutem tecnologias na aprendizagem

“Se o Estado exportasse apenas o milho, haveria uma receita de R$ 1 bilhão, até 2020. Mas com as duas plantas, quando ambas estiverem em sua capacidade de funcionamento total, transformando esse milho em etanol, teremos R$ 4 bilhões gerando divisas para Mato Grosso e emprego e renda para as futuras gerações”, explicou Franz.

O titular da Sedec, Leopoldo Mendonça, informou que a nova indústria em Sorriso deve gerar em torno de 250 a 300 empregos diretos, além dos indiretos, pois uma empresa de grande porte traz impactos em outros setores, como a pecuária e o setor madeireiro.

“Empresas desse porte, quando instaladas em um município, geram um efeito de multiplicação do investimento, porque outras empresas relacionadas, que fornecem alimento, uniforme, transporte, diversos serviços, vão ser instaladas no entorno para dar suporte. Isso vai gerar mais arrecadação para o Estado e município”, afirmou.

O governador Pedro Taques destacou o trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) na promoção de parcerias entre empresas nacionais e internacionais, promovendo o crescimento econômico do Estado e a geração de emprego.

“Mato Grosso já é referência na produção agrícola e agora estamos verticalizando a produção e agregando valor ao produto, que fica muito mais economicamente viável à exportação”, disse.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governador recebe apoio de presidente da Câmara dos Deputados para liberação do FEX

Publicado

O governador Mauro Mendes recebeu nesta sexta-feira (18.01), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, a visita do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. 

Mendes aproveitou a oportunidade para pedir apoio na liberação do recurso do Fundo de Auxílio às Exportações (FEX), no valor de aproximadamente R$ 500 milhões. 

O recurso era aguardado em dezembro de 2018, mas não foi liberado e não há previsão de recebimento do valor por parte do Governo Federal.

“No ano passado, o Senado votou e não chegou à Câmara, mas certamente no mês de fevereiro vamos dar uma solução para esse projeto, que veio do Senado para a Câmara e o Governo Federal terá que se ajustar conosco para organizar o orçamento e cobrir o FEX, como aconteceu nos anos anteriores. A gente constrói a solução de forma negociada”, salientou Rodrigo Maia. 

De acordo com o governador Mauro Mendes, a articulação da bancada federal presente é bem-vinda, principalmente na busca por recursos financeiros diante da crise econômica que assola o Estado. Atualmente o governo acumula restos a pagar na ordem de R$ 3,9 bilhões.

Maia apoiou as medidas econômicas tomadas pela nova gestão estadual                                                        Mayke Toscano/Gcom-MT

“Tenho absoluta convicção que ele [Rodrigo Maia] poderá ser um grande parceiro não só de Mato Grosso, como do Brasil. Acredito muito no potencial e nas ideias que tem”, afirmou o governador.

Veja Mais:  Alunos e profissionais discutem tecnologias na aprendizagem

Durante a reunião também foram discutidas adequações na Lei Kandir, reforma das despesas do Estado e o decreto de calamidade financeira anunciado em Mato Grosso nesta semana. O documento foi protocolado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso como medida emergencial para buscar o reequilíbrio das contas do Estado.

“Concordo com as decisões corajosas do governador, pois se há uma crise, as medidas devem ser tomadas no início do governo para que se possa organizar o Estado o mais rápido possível”, concluiu Rodrigo Maia.

Também participaram da visita a deputada Sheridan, deputada Laura Carneiro, deputado Marcos Pereira e deputado Fernando Monteiro. Além dos deputados federais eleitos Emanuelzinho, Neri Geller, Juarez Costa, Rosa Neide e Dr. Leonardo; deputados federais Adilton Sachetti e Victorio Galli; senador José Medeiros; senador eleito Jayme Campos; e pelo ex-governador Julio Campos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Monitoramento de estradas estaduais por câmeras pode ser realidade com Fethab

Publicado

O monitoramento das estradas estaduais pela polícia por meio de “câmeras inteligentes” pode se tornar uma realidade com os investimentos do novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). O secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Alexandre Bustamante, afirma que o serviço está na lista de prioridades da pasta.

A intenção é barrar quadrilhas que atuam no roubo de defensivos agrícolas a partir da intensificação do trabalho de inteligência. “É importante para Secretaria de Segurança Pública saber quem trafega e que hora trafega pelas rodovias estaduais. Com isso, conseguimos medir o fluxo de veículos que muitas vezes são usados para roubo”, exemplificou ele.

Fiscalização realizada pela equipe da segurança pública e a Prefeitura de Cuiabá na MT-010 – Foto: Lenine Martins/Sesp-MT

Bustamante acrescenta que novos aportes ajudarão a melhorar o trabalho de investigação de cargas roubadas, com ênfase nos produtos agropecuários, ainda recorrentes em Mato Grosso. “Se nós tivermos aqui a instalação de câmeras com tecnologia OCR (monitoramento inteligente) vai facilitar a investigação”, disse o secretário. 

Novo Fethab

A Segurança Pública está entre os setores contemplados com parte do recolhimento do Fethab. Do total de contribuições, 65% serão destinadas ao Tesouro estadual, para ações nas áreas de segurança pública, educação e assistência social. O projeto de lei encaminhado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa altera a lei atual do Funda e amplia a base de arrecadação, incidente sobre as operações de commodities, incluindo as exportações.

Veja Mais:  Ações em 59 unidades penitenciárias de MT visam redução de reincidência

O Fethab não se trata de um imposto e a contribuição é facultativa. No entanto, o contribuinte que aderir ao Fundo continua a ter acesso ao regime especial na apuração e recolhimento mensal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) tributado nas operações interestaduais e exportação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

‘Serviços Essenciais’ lideram ranking de reclamações de dezembro

Publicado

O Procon Estadual registrou no mês de dezembro 2.247 reclamações. No Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), foram 1.350 registros e no atendimento online, por meio da plataforma www.consumidor.gov.br, foram 897 reclamações. 

No Sindec, a categoria de “Serviços Essenciais” lidera o ranking com 846 registros. “Energia Elétrica”, com 446 atendimentos, lidera o setor, seguido por “Água e Esgoto”, com 202 registros e “Telefonia Celular”, com 117 reclamações.

O segundo lugar do ranking é ocupado pelo setor “Produtos”, com 179 reclamações, registrando 32 procedimentos para a categoria “Artigo Para Festa”,  29 para “Telefone” e 10 para “Carro Nacional Zero”. Assuntos Financeiros” ficou em terceiro lugar, com 162 registros, 54 envolvendo “Cartão de Crédito”, 34 “Banco comercial” e 23 para as categorias “Cartão de Loja” e “Financeira”, que estão empatadas.

Na quarta posição ficou “Serviços Privados”, com 126 registros, sendo 30 procedimentos para “TV por Assinatura (Cabo, Satélite, Etc.)”, 25 para “Estabelecimento Comercial (supermercado, loja, padaria, locadora, frutaria, Etc.)” e 15 para “Escola (Pré, 1º, 2º Graus e Superior)”. 

O setor “Saúde” ocupa o quinto lugar do ranking com 24 reclamações, seguido pela categoria de “Alimentos” que, com nove registros, está na sexta posição do ranking do Sindec. A sexta e última posição do ranking de dezembro é ocupada pela área “Habitação”, com três registros. 

 Atendimento Online

Veja Mais:  Trabalhos de reeducandos de Pontes e Lacerda é exposto em evento do IFMT

Por meio da plataforma www.consumidor.gov.br, o Procon registrou 897 reclamações em Mato Grosso. A área ”Telecomunicações” lidera o ranking, com 361 registros; em segundo lugar estão ”Serviços Financeiros”, com 242 reclamações; e em terceiro, ”Produtos de Telefonia e Informática”, com 108 registros. 

Na quarta posição está a categoria “Transportes”, com 53 reclamações e, em quinto lugar, aparece “Demais Produtos”, com 43 registros. O sexto lugar é ocupado pela área “Demais Serviços”, com 31 registros, e o sétimo pela categoria “Turismo/Viagens”, que teve oito reclamações. Em oitavo lugar, com sete reclamações, está a área “Saúde”, seguida por “Água Energia e Gás”, com apenas 1 registro cada. “Alimentos”, “Educação” e “Habitação” não tiveram registro no mês de dezembro na plataforma www.consumidor.gov.br

 

 

Serviço

 

O Procon-MT atende atualmente na Arena Pantanal, entrada pelo portão J, na avenida Agrícola Paes de Barros, no bairro Verdão, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos. A entrega de senhas para atendimento é das 8h às 17h30min.

 

No posto do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, o atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30 min, no Várzea Grande Shopping, das 10h às 19h, e no posto do Ganha Tempo do CPA, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. No posto da Assembleia Legislativa, o atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 151 ou (65) 98472-3548 – (65) 98435-5949. 

Veja Mais:  Unemat instala totem "Criação da Unemat" às margens do Rio Paraguai

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana