conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policia Federal

Operação Fim de Festa prende jovem por tráfico de drogas na Paraíba

Publicado

Cabedelo/PB – A Polícia Federal deflagrou na quarta-feira (10/7) a Operação Fim de Festa, com objetivo de combater o tráfico de entorpecentes sintéticos. A operação contou com a participação de 10 policiais federais, sendo realizada a prisão de um jovem que portava 994 comprimidos da droga conhecida comercialmente como ecstasy.

O entorpecente tinha origem no Estado do Paraná/PR e era comercializado pelo jovem em festas, especialmente no Estado de Pernambuco/PE. O envolvido, de 20 anos, classe média, morava do bairro do Bessa, em João Pessoa/PB.

O investigado responderá pelos crimes de tráfico interestadual e associação para o tráfico de drogas, previsto no artigo 33 e 35 da Lei 11.3434/06, cuja pena poderá chegar a 20 anos de reclusão.

 

 

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Mais:  PF reprime crimes praticados contra os Correios

Policia Federal

Operação Especialista combate grupo criminoso agia contra agências bancárias e estabelecimentos

Publicado

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16/7) a Operação Especialista, para desarticular grupo criminoso que praticou crimes de furto qualificado contra as agências da Caixa Econômica Federal em Goianinha/RN e Banco do Brasil em João Pessoa/PB.

Cerca de 40 policiais federais estão cumprindo 6 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão expedidos pela 2ª. Vara da Justiça Federal/RN, nas cidades de Natal, Parnamirim/RN e Cuiabá/MT.

Além das agências bancárias, a quadrilha ora investigada também agia contra estabelecimentos comerciais, tais como: lojas, supermercados e casas de câmbio, sendo registrada nos últimos 11 meses pelo menos 10 ocorrências delituosas. 

Os suspeitos responderão pelos crimes de furto multiplamente qualificado, associação criminosa, receptação majorada, uso de documento falso e organização criminosa.

 

 

***“Especialista” – O nome da operação deriva do fato de que os furtos eram realizados mediante o emprego de ferramentas e técnicas especializadas na abertura de cofres.

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Mais:  Operação Ate investiga esquema de desvios de encomendas dos Correios na Paraíba
Continue lendo

Policia Federal

PF combate o tráfico internacional de opioide

Publicado

Florianópolis/SC – A Polícia Federal, em cooperação com a agência norte americana de combate a drogas (DEA), deflagrou nesta terça-feira (16/7) a Operação Ampulla, cuja finalidade foi desarticular quadrilha que traficava o opioide Fentanil para os Estados Unidos.

Esse potente anestésico, de alta letalidade quando em uso indevido, era desviado por funcionários da Santa Casa de Misericórdia em São Paulo ou importado da China, sendo posteriormente revendido para diversos compradores no Brasil e nos Estados Unidos, país onde o fármaco costuma ser misturado à cocaína e à heroína para potencialização, o que tem provocado várias mortes.

Cerca de 40 policiais federais cumprem 8 mandados de prisão (3 temporárias e 5 preventivas) e 9 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo/SP, Itanhaém/SP, São José/SC, Tijucas/SC e Florianópolis/SC. Uma das prisões preventivas tem como alvo um morador do bairro Campeche, em Florianópolis/SC, recentemente preso nos Estados Unidos por suspeita de tráfico de fentanil. Visando a descapitalização do grupo criminoso, estão sendo arrestados um imóvel comercial, avaliado em mais de R$ 1,2 milhão, e alguns veículos.

As investigações foram iniciadas a partir da troca de informações entre a agência norte americana DEA e a PF sobre três encomendas, contendo ampolas de Fentanil diluído, enviadas de Florianópolis/SC à cidade de Miami/Estados Unidos, entre os meses de setembro e outubro do ano passado.

Essa cooperação policial internacional possibilitou rastrear outras encomendas e negociações de um indivíduo morador do bairro Campeche, em Florianópolis/SC, que culminaram na apreensão – no começo do ano – de 2.622 ampolas de Fentanil em Balneário Camboriú/SC. Tal suspeito, posteriormente, acabou sendo preso nos Estados Unidos e lá se encontra encarcerado para cumprir pena mínima de 15 anos de prisão.

Veja Mais:  Operação Singular desarticula grupo responsável por fraudes bancárias por meio da internet

A análise da origem das ampolas apreendidas permitiu identificar que algumas pertenciam à Santa Casa de Misericórdia em São Paulo, sendo que o aprofundamento da investigação demonstrou que três funcionários daquele estabelecimento hospitalar estariam envolvidos no desvio de Fentanil, bem como de diversos outros medicamentos de uso controlado que, posteriormente, eram comercializados em sites de vendas na internet.

A investigação também possibilitou identificar e apreender Fentanil e Fenacetina importados ilegalmente da China por um dos investigados, o qual contava com o apoio de um funcionário de uma empresa de logística para receber as encomendas, que eram endereçadas em nome de terceiros. 

Por suas condutas, os investigados responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas e de associação para o tráfico, cujas penas máximas somadas podem superar 30 anos de prisão.

O nome da operação, Ampulla, faz referência às ampolas de Fentanil apreendidas.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h, no auditório da Superintendência Regional da Polícia Federal em Santa Catarina, situada à Rua Paschoal Apóstolo Pítsica, 4744, Florianópolis/SC.

 

 

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PF combate crimes ambientais em São Sebastião

Publicado

São Sebastião/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (12/7) a Operação Detectoristas Detectados, para apurar denúncia de que alguns integrantes de um grupo estavam realizando escavações ilegais (sem autorização) no subsolo dos Sítios Arqueológicos da Lagoinha, em Ubatuba/SP; São Francisco e Morro do Abrigo, ambos em São Sebastião/SP. O primeiro sítio arqueológico é tombado pelo CONDEPHAAT – CONSELHO DE DEFESA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ARQUEOLÓGICO, ARTÍSTICO E TURÍSTICO DO ESTADO  DE SÃO PAULO – e os dois últimos estão acautelados ao IPHAN – INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL, cadastrados no cadastro nacional de sítios Arqueológicos.

Policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão domiciliar na cidade de Caraguatatuba, expedidos pela 1ª Vara Federal de Caraguatatuba. Foram encontrados e apreendidos diversos itens pertencentes a tais sítios arqueológicos, inclusive três equipamentos destinados à prospecção desses vestígios no subsolo (detectores).

Os infratores identificados serão indiciados por incorrerem, em tese, nas sanções do art. 62, inciso I, da Lei nº 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais) e ainda estarão sujeitos à aplicação de pesadas multas pelos órgãos encarregados da preservação e guarda de tais sítios arqueológicos.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Mais:  PF reprime a pesca de camarão no período do defeso
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana