conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Organização da Fórmula Indy desmente prefeito e nega etapa no Rio em 2020

Publicado


Trajeto da Fórmula Indy anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella e que foi negado pela IndyCar
Reprodução

Trajeto da Fórmula Indy anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella e que foi negado pela IndyCar

A revista de automobilismo dos Estados Unidos, RACER , publicou nesta sexta-feira que não haverá nenhuma etapa da Fórmula Indy no Rio de Janeiro em 2020. Na última quarta-feira, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, publicou um vídeo em seu Twitter anunciando um circuito no Sambódromo da Marquês de Sapucaí .

De acordo com a publicação, um funcionário da IndyCar comunicou que o interesse da cidade de receber uma prova da Fórmula Indy foi bem recebido pela cúpula da modalidade, porém não é algo concreto e não existem planos para realizar o evento daqui dois anos.

O problema para trazer uma etapa da categoria para o Brasil seria econômico. A Racer explica que a IndyCar não tem recebido apoio financeiro para realizar a prova em solo verde e amarelo. A organização até tem pesquisado várias cidades pelo país, mas sem acertar com nenhuma.

Leia também:  Neymar ganha bônus no PSG para acenar aos torcedores e não criticar árbitros

Hoje são três os pilotos brasileiros que correm na Fórmula Indy: Tony Kanaan, Matheus Leist e Pietro Fittipaldi. O Brasil é considerado a maior base de fãs da modalidade fora dos Estados Unidos.

Assista abaixo ao vídeo que o prefeito Crivella publicou em seu Twitter para anunciar a corrida. De acordo com as palavras do político, o trajeto que os pilotos percorreriam teria início no Sambódromo da Marquês de Sapucaí e passaria pela Avenida Presidente Vargas.

Veja Mais:  Programa do SporTV causa polêmica ao ‘retirar’ clubes da lista de grandes

Leia também: Antes de acidente, Ayrton Senna está infeliz e chateado com Schumacher

A cidade do Rio de Janeiro recebeu etapas da Fórmula Indy entre os anos de 1996 e 200. São Paulo também já recebeu provas da Indy 300 entre os anos de 2010 e 2013. A última edição do evento foi realizada em Brasília, no ano de 2015.

Comentários Facebook

Esportes

Meme da Liberta! Vestido de árbitro, torcedor imita VAR e bomba na internet

Publicado

Lance

Torcedor do Flamengo simulou árbitro consultando o VAR e bombou na web arrow-options
Reprodução / TV Globo

Torcedor do Flamengo simulou árbitro consultando o VAR e bombou na web

Quando o assunto é diversão, o brasileiro dá uma aula de criatividade. Na noite desta quarta-feira tivemos mais um exemplo disso no duelo entre Flamengo e Internacional pelas quartas de final da Copa Libertadores – o jogo de ida no Maracanã terminou 2 a 0 para o rubro-negro .

Leia também: VAR em ação! Confira os melhores memes sobre árbitro de vídeo na web

Ainda na metade do primeiro tempo, um torcedor caracterizado de árbitro foi flagrado pelas câmeras responsáveis pela transmissão do jogo e, usando um headfone, com apito preso no dedo, portando os cartões amarelo e vermelho, ele imitou com muito bom humor uma análise do VAR .

Leia também: No Brasil, até o VAR “rouba”; confira principais polêmicas do árbitro de vídeo

Como o próprio Galvão Bueno adiantou na transmissão, o torcedor bombou nas redes sociais e acabou virando meme. 

Confira o torcedor no vídeo abaixo:


Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Mais:  Ricardo Goulart não joga mais pelo Palmeiras e está de volta ao futebol chinês
Continue lendo

Esportes

Bruno Henrique brilha e Flamengo sai na frente do Inter nas quartas da Liberta

Publicado

Bruno Henrique marcou os dois gols do Flamengo arrow-options
Libertadores / Twitter / Reprodução

Bruno Henrique marcou os dois gols do Flamengo

Convocado pelo técnico Tite para seleção brasileira, Bruno Henrique brilhou mais uma vez com a camisa do Flamengo. Nesta quarta-feira, no Maracanã lotado, o atacante fez os dois gols da vitória rubro-negra por 2 a 0 sobre o Internacional no jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

Leia também: Em português, Mario Balotelli manda mensagem aos torcedores do Flamengo

Flamengo e Inter voltam a se enfrentar na quarta-feira que vem, dia 28, no Beira-Rio, e o time carioca pode ate perder por um gol para avançar à semifinal. Os gaúchos precisam vencer por três gols de diferença ou por 2 a 0 para levar a decisão para prorrogação e, se necessário, penalidades.

Antes desse duelo decisivo, as equipes entram em campo pelo Brasileirão no domingo: o rubro-negro encara o Ceará, em Fortaleza, enquanto o Colorado viaja até Goiânia para enfrentar o Goiás.

O jogo no Maracanã foi bastante equilibrado, truncado e com poucas chances de gol. No segundo tempo, Bruno Henrique entrou em cena e marcou duas vezes, aos 29 e 33 minutos, decretando o triunfo do Fla diante de seus torcedores.

Clima de Libertadores 

Guerrero contra Rodrigo Caio em Flamengo x Inter arrow-options
Delmiro Junior / Photo Premium / Agencia O Globo

Guerrero contra Rodrigo Caio em Flamengo x Inter

O começo da partida entre Flamengo e Inter foi muito brigado no Maracanã. Os jogadores de ambas as equipes reclamavam com o árbitro Roberto Tobar na maioria das marcações, além de se desentenderem entre si em alguns momentos. Gabigol e Rafael Sóbis chegaram a se encarar brevemente após o colorado estourar uma bola em cima do flamenguista e comemorar o lance na frente de atacante rubro-negro. Jorge Jesus entrou em campo para tirar Gabigol da confusão.

Veja Mais:  Veja quais foram os piores times da última divisão brasileira

Pelo alto e de longe

Apesar de ter mais posse de bola e ter dominando parte do primeiro tempo, o Flamengo encontrou dificuldade de entrar na área do Inter, que estava bem postado no setor defensivo. Assim, as melhores chances dos donos da casa no começo do jogo surgiram em um cruzamento na área e em chutes de longe. Everton Ribeiro e Bruno Henrique obrigaram Marcelo Lomba a fazer boas defesas em finalizações de fora da área, enquanto Rodrigo Caio cabeceou para o gol após cruzamento cobrança de escanteio e o goleiro colorado defendeu sem muita dificuldade.

Lomba salva o Inter

Flamengo x Internacional no Maracanã%2C pela Libertadores arrow-options
Libertadores / Twitter / Reprodução

Flamengo x Internacional no Maracanã, pela Libertadores

Depois de um bom começo do Flamengo, a partida ficou morna em boa parte da primeira etapa. Até que, aos 45 minutos, o Rubro-Negro finalmente conseguiu infiltrar na área colorada. Felipe Luís passou para Everton Ribeiro na entrada da área. O meia tocou para Gabigol, que, quase na marca do pênalti, deu um corte em Patrick, mas o volante conseguiu esticar a perna e desviou o chute do atacante. Ainda assim, Lomba precisou fazer uma grande defesa. O Flamengo terminou o primeiro tempo com 59% de posse de bola e seis finalizações no gol, enquanto o Inter finalizou apenas duas vezes.

Bruno Henrique decide

Sob os olhares de Tite, presente no Maracanã, Bruno Henrique, recém-convocado para Seleção Brasileira, decidiu mais um jogo para o Flamengo em mais um grande atuação. Em um segundo tempo quase sonolento, o atacante rubro-negro marcou os gols que deram a ótima vantagem para o Fla. Aos 29, após dividida entre Bruno Henrique e Cuesta, a bola sobrou para Gerson, que deu um belo toque para o atacante finalizar para o gol vazio.

Veja Mais:  Pai de Neymar liga para o Real e insiste em levá-lo pra Madrid

Quatro minutos depois, Gabigol tocou para Bruno Henrique na entrada da área. O camisa 27 girou sobre Cuesta e finalizou no canto, sem chances para Lomba, e fez o segundo.

Gabigol e Nico López derperciçam

​Antes do fim da partida, ainda deu tempo para Gabigol furar uma bola dentro da pequena área, após bela jogada de Bruno Henrique, aos 39 minutos. Aos 45, Nico López fez boa jogada pela direita e quase descontou o placar, ao finalizar uma bola perto da trave.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 0 INTERNACIONAL

Estádio : Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora : 21 de agosto de 2019, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro : Roberto Tobar (CHI)
Assistentes : Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Árbitro de vídeo : Julio Bascuñan (CHI)
Público/Renda : 60.797 pagantes/R$ 4.758.998,75
Gramado : Bom.
Cartão amarelo : Willian Arão e Rafinha (FLA), Guerrero e Patrick (INT)
Cartão vermelho : –

GOLS : Bruno Henrique, 29’/2ºT (1-0); Bruno Henrique, 33’/2ºT (2-0)

FLAMENGO : Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Cuéllar e Arrascaeta (Gerson, Intervalo); Everton Ribeiro (Berrío, 44’/2ºT), Bruno Henrique (Piris da Mota, 51’/2ºT) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus

INTERNACIONAL : Marcelo Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenílson (Guilherme Parede, 42’/2ºT), Patrick, D’Alessandro (Nico López, 21’/2ºT) e Rafael Sóbis (Wellington Silva, 15′,2ºT); Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

São Paulo segura pressão, bate Athletico-PR fora e cola na ponta  do Brasileirão

Publicado

Vitor Bueno marcou para o São Paulo diante do Athletico-PR arrow-options
Heuler Andrey / DiaEsportivo / Agência O Globo

Vitor Bueno marcou para o São Paulo diante do Athletico-PR

Em jogo atrasado da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro , o São Paulo foi até a Arena da Baixada, em Curitiba, e venceu o Athletico-PR por 1 a 0, gol marcado pelo meio-campista Vitor Bueno, no fim do primeiro tempo.

Leia também: Ceará pede anulação de jogo contra o São Paulo no STJD por lance com Volpi

Com o triunfo fora de casa, o São Paulo subiu aos 30 pontos na tabela de classificação do Brasileirão, na quarta colocação, mesma pontuação de Flamengo e Palmeiras, vice-líder e terceiro colocados, respectivamente. O líder Santos tem 32.

Já o Furacão ficou com 22 pontos, no oitavo lugar.

No domingo que vem, a equipe paulista vai até o Rio de Janeiro encarar o Vasco, em São Januário. O Athletico-PR , por sua vez, mede forças contra o Grêmio, em Porto Alegre, no sábado.

Mesmo desfalcado de alguns dos seus principais nomes, como Alexandre Pato, Everton, Toró, Hernanes e Bruno Alves, além de Juanfran, que foi reserva, o São Paulo conquistou a vitória após bela jogada ofensiva e tento de Vitor Bueno, aos 39 da etapa inicial. Daniel Alves atuou novamente no meio de campo.

Leia também: Camisa do São Paulo agrada e uruguaios fazem campanha para retribuir homenagem

O time da casa pressionou demais no segundo tempo em busca do empate, mas parou na excelente atuação da defesa são-paulina e na segurança do goleiro Tiago Volpi, que garantiram o triunfo.

Veja Mais:  Confira a agenda do futebol deste sábado, dia 25 de maio de 2019

Na roda do Furacão 

Em seus domínios, o Athletico-PR começou trocando passes no campo de ataque, deixando o Tricolor acuado. Nos primeiros 20 minutos, os mandantes chegaram a ter 72% de posse de bola – que foi mais incisiva pela direita, com Madson e Cirino. O camisa 10 rubro-negro teve a primeira boa chance após receber bola rasteira na risca da pequena área, mas foi travado por Arboleda. 

Com o dedo do professor

Perceptivo, Cuca abriu Liziero pela esquerda, reforçando a marcação no setor mais forte do Furacão no jogo. Assim, o tricolor não só equilibrou a partida, como abriu o placar. Ex-companheiro de Alves no Barcelona, Adriano perdeu para Igor, que avançou pela direita e entregou para Bueno. O meia abriu para Liziero, na canhota, e recebeu de volta na pequena área, completando para o gol o contra-ataque de manual do São Paulo em Curitiba. 

O que é isso, Volpi?

Vitinho, ainda fresco no jogo, foi lançado na esquerda e cabeceou no gol do São Paulo. Volpi escolhe socar, mas acerta Marco Ruben, que quase marca por acaso. Por pouco, o empate paranaense não sai na trapalhada do goleiro. 

Tricolor se segura!

​Precisando vencer para colar no G6 do Brasileiro, a equipe paranaense partiu com tudo para o ataque. Madson, invadindo a área, e Ruben, em uma linda bicicleta, ficaram muito perto de marcar. Trancado na defesa, com Farias na vaga de Bueno, e Juanfran no lugar de Antony, o São Paulo se defendeu com unhas e dentes e alcançou a quinta vitória seguida no Brasileirão. 

Veja Mais:  Veja quais foram os piores times da última divisão brasileira

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 0 X 1 SÃO PAULO

Local : Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data/Horário : 21/8/2019, às 19h15 
Árbitro : Daniel Nobre Bins (RS) 
Assistentes : José Eduardo Calza (RS0 e Lucio Beiersdorf Flor (RS) 
Árbitro de vídeo : Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ) 
Assistentes do VAR : Elmo Alves Resende Cunha (GO) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA) 
Público e renda : 21.526 torcedores e R$ 765.475,00 
Cartões amarelos : Tonny Anderson, Bruno Guimarães, Wellington (CAP); Reinaldo, Arboleda (SAO) 
Cartão vermelho : não houve. 

GOL : Vitor Bueno 39’/1ºT (0-1) 

ATHLETICO-PR : Santos; Madson, Pedro Henrique, Léo Pereira e Adriano; Wellington (Tomás Andrade, 34’/2ºT), Bruno Guimarães e Nikão; Marcelo Cirino, Rony (Marco Ruben, 13’/2ºT) e Tonny Anderson (Vitinho, 17’/2ºT). Técnico: Tiago Nunes. 

SÃO PAULO : Tiago Volpi, Igor Vinícius, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero (Léo, 39’/2ºT) e Daniel Alves; Antony (Juanfran, 42/2ºT), Vitor Bueno (Willian Farias, 29’/2ºT) e Raniel. Técnico: Cuca.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana