conecte-se conosco


Mulher

Pantone divulga a cor do ano para 2019; conheça a “Living Coral”

Publicado

Desde 2000, a Pantone, instituto considerado autoridade mundial em cores, divulga um cor para simbolizar o ano, escolha que tem forte influência na moda e na decoração de diversos ambientes. Para 2018, a cor  escolhida foi a “Ultra Violet ”, considerada “dramaticamente provocativa e reflexiva”.


A Pantone divulgou a cor do ano para 2019 e, diferente da escolhida para este ano, ela é mais vibrante e suave; confira
Divulgação/Pantone

A Pantone divulgou a cor do ano para 2019 e, diferente da escolhida para este ano, ela é mais vibrante e suave; confira

Para 2019, entretanto, a Pantone muda de forma radical a proposta e apresenta a “Living Coral” (identificada pelo código 16-1546), que é descrita no site do instituto como “vibrante e suave, que proporciona conforto e traz a sensação de flutuar em nosso ambiente de constante transformação”.

Ainda de acordo com a empresa, a cor “emite os aspectos desejados, familiares e energizantes das cores encontradas na natureza. Esta cor vivificante e efervescente hipnotiza o olhar e a mente. Deitada no centro do nosso ecossistema naturalmente vívido e cromático, ‘Living Coral’ é evocativa de como recifes de corais abrigam um caleidoscópio diversificado de cores.”

Inspirações que a Pantone oferece com “Living Coral”


A cor do ano divulgada pela Pantone influencia não só na moda, como também no mundo da decoração e dos itens da casa
Divulgação/Pantone

A cor do ano divulgada pela Pantone influencia não só na moda, como também no mundo da decoração e dos itens da casa

A cor do ano  pode ser usada em diversos cenários e objetos de decoração . A escolhida para 2019 promete promover experiências imersivas, ligadas a um espírito lúdico.

Veja Mais:  Saiba as causas, como evitar e amenizar as cólicas no bebê

Por ser uma tonalidade ligada à conexão humana, ela pode ser aplicada em  tapetes felpudos, cobertores aconchegantes e estofados, criando uma sensação calorosa, reconfortante e estimulante em casa.

A “Living Coral” pode ser usada em qualquer ambiente, seja em acessórios decorativos, nos móveis e até mesmo na parede.


Além de usar na decoração de casa, a cor do ano de 2019 divulgada pela Pantone pode estar em itens do dia a dia
Divulgação/Pantone

Além de usar na decoração de casa, a cor do ano de 2019 divulgada pela Pantone pode estar em itens do dia a dia

Além de contribuir para o décor, a cor divulgada pela Pantone pode ser usada em produtos do dia a dia e por pessoas de todas as idades e sexos – ou seja, não há limitações. Materiais com texturas e cores aconchegantes são sempre bem-vindos. Se tiver interesse em aproveitar a cor de 2019 , você pode optar por diversos itens com a “Living Coral”, como capa de celular, relógio e, ainda, ousar na maquiagem, com batons, sombras e esmaltes.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Dicas de quatro livros sobre tecnologia lançados por Hacker ético

Publicado

Fernando Azevedo, hacker ético e sócio da Silicon-minds.com, empresa especializada em reputação online e marketing digital, lança quatro livros sobre tecnologia na Web. Ele explica que “todos os dias, milhões de pessoas no mundo inteiro acessam a Internet. Seja para pesquisar, conversar com alguém, postar e interagir nas redes sociais, fazer compras, acessar a conta bancária ou até pedir refeições. Entre tantas possibilidades que a rede permite, pessoas de todas as idades vão deixando os seus registros na Web. A fim de desvendar os bastidores da Internet e ajudar a população a navegar com segurança pela rede”.

O especialista, considerando  esse cenário, escreveu muitas dicas e as reniu em quatro  livros sobre tecnologia , que alertam e ensinam dicas seguras. 

Segredos de Gerenciamento de Reputação Online


Segredos de Gerenciamento de Reputação Online
Divulgação

Segredos de Gerenciamento de Reputação Online

É o primeiro livro da coleção. Na publicação, o autor explica o que significa reputação online e revela estratégias e ferramentas legais e técnicas para o gerenciamento de reputação online para os casos de cyberbullying, imagens na mídia social de executivos, celebridades, políticos e empresas.

Notícias, posts em blogs, postagens em mídias sociais, e até imagens, podem influenciar a reputação online de pessoas e empresas em mecanismos de busca e tópicos de mídia social. Esse é um novo problema que pais e gerentes de relações públicas podem não estar totalmente preparados para enfrentar.  O autor descreve, com detalhes, quais os procedimentos que devem ser feitos para manter uma boa reputação online.

Veja Mais:  Primavera/verão 2019: o que vai fazer sucesso nesta temporada de moda?

‘Segredos de Gerenciamento de Reputação Online’ é vendido exclusivamente na Amazon(https://www.amazon.com/ Online-Reputation-Management- Secrets-Fernando-ebook-dp- B07BWDDN13/dp/B07BWDDN13/ref= mt_kindle?_encoding=UTF8&me=& qid=) em formatos Kindle e papel impresso. 

O Negócio Sujo das Fakenews


O negócio sujo das Fake News, por Fernando Azevedo
Divulgação

O negócio sujo das Fake News, por Fernando Azevedo

Segundo da série, no livro, o autor expõe as técnicas de empresas especializadas em criar notícias falsas, revelando como elas promovem anúncios, criam conteúdo viral e usam big data e inteligência artificial para melhor segmentar e influenciar o público. A informação maciça gerada sobre nossas vidas na Internet pode ser usada para manipular nossas ações e até mesmo para influenciar uma próxima eleição e nossos valores e morais. “O objetivo desta publicação não é apenas conscientizar as pessoas sobre o que os hackers podem fazer, mas também defender leis que possam proibir e punir quaisquer ações manipuladoras e ilegais na Internet”, explica Azevedo.

‘O negócio sujo das fakenews’ é vendido exclusivamente na Amazon(https://www.amazon.com/ gp/product/B07DP7TQ6D/ref=dbs_ a_def_rwt_hsch_vapi_taft_p1_i5 ) em formatos Kindle e papel impresso. 

Hackers Expostos: Descubra o Mundo Secreto dos Crimes Virtuais


Hackers Expostos: Descubra o Mundo Secreto dos Crimes Virtuais
Divulgação

Hackers Expostos: Descubra o Mundo Secreto dos Crimes Virtuais

No terceiro livro da coleção, o autor aborda diversos tipos de crimes cibernéticos, explica como funciona cada um deles e conta alguns casos famosos. Ele revela como os hackers trabalham, os motivos pelos quais fazem isso e como ganham dinheiro. Também dá dicas de como a população pode se precaver a fim de evitar cair nesses tipos de cibercrime.

Veja Mais:  Mulheres tiram a roupa para mostrar que são mais que rótulos e padrões de beleza

Com o objetivo de levar informações necessárias para promover uma Internet mais segura e cidadãos mais conscientes, o livro traz temas como hacking de site, hackers de servidores, ferramentas de engenharia social, tráfico de drogas, conteúdo ilegal, fakenews, cyberstalking, malwa re, vírus, spyware, bots, negação de serviço, phishing, roubo de identidade, ransomware, salame attack, spam, fraudes online, cyber terrorismo, malvertising, roubo de cartão de crédito e fraude, roubo de dados e invasão de domínio.

‘Hackers Expostos: Descubra o mundo secreto dos crimes virtuais’ é vendido exclusivamente na Amazon(https://www.amazon.com/ dp/B07GWJGJBK), em formatos Kindle e papel impresso.  

Como se Defender de Cyberbullies e Trolls


Como se Defender de Cyberbullies e Trolls
Divulgação

Como se Defender de Cyberbullies e Trolls

De maneira clara e objetiva, o quarto livro da série revela aos pais como trolls e cyberbullies  agem abrigados na impunidade, na ilusão do anonimato, na falta de responsabilidade e no desejo de aborrecer as pessoas. Embora a Internet tenha possibilitado que as pessoas se conectem umas com as outras e obtenham informações rapidamente, ela também possibilita muitos riscos. Assim como no mundo real, há um lado da Internet do qual é preciso proteger as crianças e os adolescentes. Mesmo que existam diversas medidas de segurança e ferramentas online que possam ser empregadas para garantir que a garotada esteja segura online, é muito fácil para mentes jovens se envolverem em golpes de phishing e conteúdo inadequado com apenas alguns cliques do mouse.

Sob seu olhar de cientista da computação, desenvolvedor web e gerente de uma empresa de reputação online, o autor ensina como prevenir, mitigar, relatar, limpar e gerenciar uma situação como o cyberbullying. “No livro ensino como defender a si mesmo, assim como a reputação de seus filhos e de sua família, sempre dentro da lei e administrando todos os efeitos colaterais”, explica Azevedo.

Veja Mais:  Melhores posições sexuais para explorar a casa: até a privada pode ajudar

‘Como se defender contra cyberBullying e trolls: O que os pais devem saber sobre o funcionamento da Internet’ é vendido exclusivamente na Amazon(https://www.amazon.com. br/Como-defender-contra- CyberBullying-Trolls-ebook/dp/ B07JMLSDYS) em formatos Kindle e papel impresso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Em mais um caso, beijo mata recém-nascida de 14 dias de vida e reforça alerta

Publicado

No início de novembro, noticiamos o  caso de uma recém-nascida que morreu com 12 dias de após contrair o vírus “herpes simplex” pelo beijo de um adulto. Mais um caso como esse aconteceu recentemente com Kiara, filha de Kelly Ineson e Thomas Cummis, da Inglaterra, que morreu com 14 dias de vida após ser beijada e contrair o vírus.


Recém-nascida é beijada por adulto, contrai o vírus
shutterstock

Recém-nascida é beijada por adulto, contrai o vírus “herpes simplex” que causa complicações e morre com 14 dias de vida

O caso, mais uma vez, vem como um alerta aos pais sobre os cuidados com recém-nascidos. Inclusive, após da morte da  recém-nascida , a mãe se comprometeu a trabalhar para aumentar a conscientização sobre o vírus. Com o apoio da  “Herpes Viruses Association ”, Kelly está incentivando os pais a perceberem os perigos de permitir que outras pessoas beijem seus bebês.

A morte da recém-nascida


O vírus responsável pela morte da recém nascida foi fatal pois ela ainda não tinha o sistema imunológico desenvolvido
shutterstock

O vírus responsável pela morte da recém nascida foi fatal pois ela ainda não tinha o sistema imunológico desenvolvido

Dez dias após o nascimento, os pais descobriram em um exame de rotina que a filha estava perdendo peso rapidamente e precisaria ser levada para um hospital especializado. Segundo os médicos, ela estava com uma infecção que começou a afetar os rins, exigindo que ela fizesse diálise urgente para remover os resíduos.

“Foi horrível! Eu não pude deixar de pensar no pior cenário. Toda vez que tínhamos um pouco de esperança, algo mais acontecia. Eu me lembro de uma vez sair da enfermaria para tomar uma xícara de chá e um pouco de ar fresco, e os níveis de oxigênio de Kiara diminuíram enquanto eu estava fora. Eu voltei para ver todos esses médicos correndo para a cama dela e acabei de desmoronar. Eu acho que, no fundo, eu sabia que ela não iria sobreviver”, diz a mãe ao site “Daily Mail”.

Veja Mais:  “Não manda nudes!” Veja respostas geniais de mulheres ao receber fotos de pênis

Leia também: Oito regras de etiqueta para visitar o recém-nascido

Foi então que os médicos descobriram que Kiara tinha contraído o vírus “ herpes simplex ”, provavelmente após o beijo de um adulto. Após 14 dias de vida, a bebê faleceu. Os pais da criança foram informados de que o vírus foi responsável por desenvolver sépsis mortal – quando o corpo se ataca em resposta a uma infecção. Por conta disso, Kiara foi colocada em coma induzido. 

“Nós imploramos aos médicos que fizessem o que pudessem, mas não adiantou. Disseram para nós que estaríamos esperando que ela morresse. Eu não pude ouvir mais nada. Eu acabei de desabar, correndo pelo corredor gritando até desmaiar”, lembra Kelly.

Segundo Marian Nicholson, diretora da “Herpes Viruses Association” , o vírus “herpes simplex” é altamente contagioso. Conhecido como causa da herpes labial, pode ser fatal para bebês, já que ainda não possuem o sistema imunológico totalmente desenvolvido. Por isso, é tão perigoso que adultos beijem recém-nascidos. 

Além do cuidado com o beijo, outros pontos de atenção são necessários nas primeiras semanas de vida do bebê para evitar que casos como o da recém-nascida se repitam. Especialistas indicam evitar pegar o bebê com as mãos sujas, agasalhar muito, soprar a papinha e chacoalhar. Veja os principais cuidados com o recém-nascido .

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Em mais um caso, beijo mata recém-nascida de 14 dias de vida e reforça alerta

Publicado

No início de novembro, noticiamos o  caso de uma recém-nascida que morreu com 12 dias de após contrair o vírus “herpes simplex” pelo beijo de um adulto. Mais um caso como esse aconteceu recentemente com Kiara, filha de Kelly Ineson e Thomas Cummis, que morreu com 14 dias de vida após ser beijada e contrair o vírus.

Recém-nascida é beijada por adulto, contrai o vírus
shutterstock

Recém-nascida é beijada por adulto, contrai o vírus “herpes simplex” que causa complicações e morre com 14 dias de vida.

O caso, mais uma vez, vem como um alerta aos pais sobre os cuidados com recém-nascidos. Inclusive, após da morte da  recém-nascida , a mãe se comprometeu a trabalhar para aumentar a conscientização sobre o vírus. Com o apoio da  “Herpes Viruses Association”, Kelly está incentivando os pais a perceberem os perigos de permitir que outras pessoas beijem seus bebês.

A morte da recém-nascida

O vírus responsável pela morte da recém nascida foi fatal pois ela ainda não tinha o sistema imunológico desenvolvido
shutterstock

O vírus responsável pela morte da recém nascida foi fatal pois ela ainda não tinha o sistema imunológico desenvolvido

Dez dias após o nascimento, os pais descobriram em um exame de rotina que a filha estava perdendo peso rapidamente e precisaria ser levada para um hospital especializado. Segundo os médicos, ela estava com uma infecção que começou a afetar os rins, exigindo que ela fizesse diálise urgente para remover os resíduos.

“Foi horrível! Eu não pude deixar de pensar no pior cenário. Toda vez que tínhamos um pouco de esperança, algo mais acontecia. Eu me lembro de uma vez sair da enfermaria para tomar uma xícara de chá e um pouco de ar fresco, e os níveis de oxigênio de Kiara diminuíram enquanto eu estava fora. Eu voltei para ver todos esses médicos correndo para a cama dela e acabei de desmoronar. Eu acho que, no fundo, eu sabia que ela não iria sobreviver”, diz a mãe ao site “Daily Mail”.

Veja Mais:  Melhores posições sexuais para explorar a casa: até a privada pode ajudar

Foi então que os médicos descobriram que Kiara tinha contraído o vírus “ herpes simplex”, provavelmente após o beijo de um adulto. Após 14 dias de vida, a bebê faleceu. Os pais da criança foram informados de que o vírus foi responsável por desenvolver sépsis mortal – quando o corpo se ataca em resposta a uma infecção. Por conta disso, Kiara foi colocada em coma induzido.

“Nós imploramos aos médicos que fizessem o que pudessem, mas não adiantou. Disseram para nós que estaríamos esperando que ela morresse. Eu não pude ouvir mais nada. Eu acabei de desabar, correndo pelo corredor gritando até desmaiar”, lembra Kelly.

Segundo Marian Nicholson, diretora da “Herpes Viruses Association”, o vírus “herpes simplex” é altamente contagioso. Conhecido como causa da herpes labial, pode ser fatal para bebês, já que ainda não possuem o sistema imunológico totalmente desenvolvido. Por isso, é tão perigoso que adultos beijem recém-nascidos.

Além do cuidado com o beijo, outros pontos de atenção são necessários nas primeiras semanas de vida do bebê para evitar que casos como o da recém-nascida se repitam. Especialistas indicam evitar pegar o bebê com as mãos sujas, agasalhar muito, soprar a papinha e chacoalhar. Veja os principais cuidados com o recém-nascido.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana