conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Parceria entre a Prefeitura de Cuiabá e o Instituto Reação vai oferecer aulas de judô

Publicado

Jorge Pinho

Cuiabá irá ganhar a primeira unidade de treinamento, fora do Rio de Janeiro, do Instituto Reação, do medalhista olímpico e ex-judoca, Flávio Canto. Nesta terça-feira (14), o vice-prefeito, Niuan Ribeiro, o secretário de Educação, Alex Vieira Passos e o campeão de Judô, o cuiabano David Moura, assinaram um termo de cooperação que irá permitir a construção do centro de treinamento na EMEB Prof. Firmo José Rodrigues, no Três Barras, para atender alunos no contra turno escolar.

A unidade do Instituto Reação em Cuiabá irá desenvolver o projeto Reação Faixa Preta, que oferece aulas de judô para crianças e adolescentes, trabalhando os princípios e valores do esporte.

A nova unidade terá uma estrutura de 250 m2 de área coberta, com banheiros masculino e feminino, sala de administração, depósito, tatame olímpico, e mezanino para duas salas de aula além de equipamentos, um investimento de mais de meio milhões de reais. “Será uma estrutura de primeiro mundo com tatame olímpico e apoio educacional, seguindo o padrão do Instituto Reação, graças ao apoio da Prefeitura de Cuiabá. Nossa expectativa é de que ainda este ano já estejamos com as crianças na nova unidade e, talvez, daqui desta escola, possa sair um grande campeão. Nosso grande objetivo é o desenvolvimento social, é apoiar a educação, o Instituto Reação não é só esporte, é uma oportunidade para as crianças”, disse o campeão David Moura.

Veja Mais:  Alteração na linha 109 atenderá público do Shopping Estação; confira

O vice-prefeito Niuan Ribeiro disse que a construção do centro de treinamento na unidade educacional é uma mostra da responsabilidade social do esporte e, é o reflexo do que um campeão como Davi Moura pode significar para uma cidade e para a comunidade.  “Nosso sentimento é de gratidão por tudo que está acontecendo em Cuiabá. Este é o resultado de uma gestão humanizada, que preza pelas pessoas e tem um olhar diferenciado para as crianças. Todos nós sabemos o quanto o Esporte significa da formação do caráter das pessoas. Parabéns a todos os servidores, que são guerreiros incansáveis pela Educação do Município de Cuiabá e pelas nossas crianças”, salientou o vice-prefeito.

O secretário de Educação, Alex Vieira Passos destacou que este é mais um programa da gestão Emanuel Pinheiro, em busca de uma Educação de qualidade. “Não basta ter uma sala de aula, mas precisamos oferecer às crianças, atividades extraclasse que contribuam para sua formação. Esta é mais uma meta que estamos cumprindo, ampliando a qualidade da Educação que oferecemos à comunidade. É a Educação fazendo história em Cuiabá com vários programas, visando à formação integral das nossas crianças”, destacou Alex Vieira Passos.

De acordo com o secretário, a unidade funcionará como um projeto piloto, atendendo as crianças da escola e também de outras unidades educacionais e da região do Três Barras. A proposta é de que a iniciativa possa ser levada para outras regiões da cidade. “Este é mais um programa da Secretaria de Educação, de incentivo ao esporte, mas trazendo atividades complementares à Educação como o Bom de Bola, Bom de Escola que começou pequeno e hoje já atende a 800 alunos da rede pública municipal, nas quatro Regionais da Cidade”, ressaltou.

Veja Mais:  Combate a pirataria é alvo de operação em comércio da Capital

O diretor da EMEB Prof. Firmo José Rodrigues, Keitel Jorge Moreira Junior, bastante emocionado, destacou a importância do esporte na vida das crianças e agradeceu a parceria com o Instituto Reação. “Trazer a prática do judô para dentro da escola vai impactar positivamente toda a comunidade”, disse.  Hoje, 70 alunos da unidade educacional já praticam o esporte e, segundo o diretor, com a construção do novo espaço, será possível atender mais crianças e jovens.

Participaram do evento o judoca mato-grossense Fenelon Oscar Muller, pai de David Moura, o presidente do Conselho Municipal de Educação, Luiz Jorge, o vereador Adevair Cabral, a secretaria-adjunta de Educação, Edilene de Souza Machado, lideranças comunitárias da região e profissionais da Educação.   

Comentários Facebook

Na Capital

TCE atende representação de Bussiki e prefeitura não poderá mais guinchar veículos

Publicado

Marcelo Bussiki

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Moises Maciel determinou que a Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) suspenda imediatamente a execução do contrato  firmado com a empresa Rodando Legal Serviços e Transporte Rodoviário, por indício de irregularidade e sobrepreço nos valores cobrados nos serviços de  recolhimento, custódia e gestão informatizada de veículos guinchados.

A decisão atende a uma representação protocolada pelo vereador Marcelo Bussiki (PSB) e está publicada no Diário Oficial de Contas que circula nesta sexta-feira (16). Com essa decisão fica suspenso o serviço de guincho em Cuiabá e mantidos apenas os serviços necessários para executar a liberação dos veículos que já se encontravam retidos no pátio da empresa.

Na representação, Bussiki apontou a existência de superfaturamento nos preços praticados pela empresa, bem como sobrepreço nos valores de referência constantes em atas de registro de preços para execução dos serviços. Os preços praticados para os serviços de remoção e diárias dos veículos no pátio estariam de 28% a 1.329% mais caros do que os praticados por órgãos como Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e a Polícia Rodoviária  Federal PRF).

Ainda segundo a representação, a Semob estaria cobrando os valores de R$ 110 (motos), R$ 140 (veículos de passeio e utilitários) e R$ 400 (caminhões). Enquanto isso, o Detran-MT cobra, respectivamente, os valores de R$ 63,30, R$ 109,67 e R$ 226,90 para os mesmos serviços.

Veja Mais:  Poda de árvores evita transtornos e contribui para o paisagismo de Cuiabá

 Já os valores praticados pelo contrato da Semob para tais serviços, ainda segundo a representação, variam entre 8% e 74% acima do que consta nas atas de registros de preços de cidades como Dourados (MS) e Campo Grande (MS), por exemplo.

Ao analisar a representação, o conselheiro Moisés Maciel reconheceu a existência de indícios de irregularidade e ineficiência na realização de pesquisa para a definição de valores estimados na licitação. “Nessa mesma senda, há indícios de superfaturamento no valor dos itens adquiridos, o que justifica nesse aspecto específico concessão da medida cautelar pleiteada”, disse.

O conselheiro apontou ainda a existência de cobrança indevida de taxa de serviço sobre o pagamento realizado com cartão de crédito e débito das despesas decorrentes da remoção e custódia de veículos efetivada pela empresa.

“Note-se que a cobrança de referida taxa dissociada de qualquer justificativa indica, ao menos aparentemente, uma cobrança indevida e abusiva, visto que o contrato firmado é taxativo ao isentar o proprietário de veículo de quaisquer outras despesas que não as previamente definidas e detalhadas contratualmente, isto é, despesas com remoção e custódia do veículo”.

Por todo o exposto, o conselheiro determinou a suspensão do contrato sob pena de multa diária de 100 UPFs à Semob, bem como a suspensão do pagamento das taxas de serviço. Além disso, intimou a secretaria a encaminhar os estudos técnicos prévios que fundamentaram os valores que constam no Termo de Referência.

Veja Mais:  Programa Escola da Inteligência realiza formação com professores de Cuiabá

 Já a empresa Rodando Legal Serviços deverá encaminhar, no prazo de 10 dias, todos os relatórios dos serviços executados desde 20 de setembro de 2018, da assinatura do contrato, até a suspensão do mesmo, bem como cópia de todas as notas fiscais dos serviços prestados.

Para o vereador Marcelo Bussiki, a decisão é um ganho importante à população. “Claramente os cuiabanos tem sido explorados com a cobrança de valores com sobrepreço, que tem o aval da Secretaria de Mobilidade Urbana. Não sou contra a remoção de veículos que estejam contra a lei, mas não dá para admitir abuso e desrespeito com a população”, encerrou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Mulheres vítimas de violência ganham dia de Beleza

Publicado

Vicente Aquino

Resgatar a autoestima e devolver a autoconfiança. Esse foi o objetivo do dia de beleza realizado essa semana às mulheres vítimas de violência que são assistidas pela Casa de Amparo, em Cuiabá. A ação foi realizada em um salão de beleza que já mantém parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (Smasdh).

Amparada pela Casa há pouco mais de quinze dias, S.A.S, 37 anos foi uma das beneficiadas com os cuidados no visual. Além de fazer as unhas, recebeu tratamento de hidratação e corte de cabelo, pois segundo ela queria mudar de forma radical. “Há tempos não me via tão bonita como hoje. Nem lembrava como eu era de tanto sofrimento. Estou muito feliz e realizada. Com muito mais forças para prosseguir nessa longa caminhada que tenho pela frente”, disse ela. Além dela, os seus filhos que também estão na Casa também receberam atenção e cuidados especiais.

Para a proprietária do estabelecimento que fica no CPA III, Solange Milhomen, fazer o bem ajuda a torna-la mais humana. “Fazer o bem e ver o resultado que é imediato é maravilhoso. Ver o sorriso no rosto dessas mulheres tão fragilizadas é maravilhoso. Me faz voltar a sentir a verdadeira essência do que é o amor”, declarou.

Prova disso foi o caso da Dona E.P.D, 67 anos. O semblante triste ao chegar no salão perdeu espaço para a alegria pelo acolhimento recebido. “Estou me sentindo renovada. Me fez perceber que eu ainda tenho valor, apesar de estar passando por esse momento turbulento, mas que com toda certeza vai passar. O meu muito obrigado”, frisou.

Veja Mais:  Prefeitura inicia festividades em comemoração ao Dia das Crianças

De acordo com a coordenadora da Casa de Amparo, Fabiana Soares, esse tipo de serviço ofertado tem como proposta elevar a autoconfiança dessas mulheres que estão com o coração recheado de mágoas e muito sofrimento. “A proposta é oferecer um afago a essas mulheres que estão em fase de resgate do projeto de vida. A maioria delas que atendemos na Casa de Amparo chegam com baixa estima, muitas são dependentes financeiramente dos agressores e se encontram perdidas. Nossa intenção foi levar um pouco de alegria, de amor e mostrar para elas que é possível superar o medo, a violência e acima de tudo, a se amarem”, ponderou.

Dentre os colaboradores esteve Rafael, dono de uma barbearia próxima que ajudou com os cortes feitos nos meninos. “Isso é muito bom para nós enquanto profissional e como ser humano. Isso demonstra que temos muito mais a agradecer do que reclamar quando deparamos com histórias tão difíceis e tristes iguais a essas. Estarei sempre à disposição para colaborar”, comentou Rafael.

CASA DE AMPARO – A Casa de Amparo é considerada referência por prestar um importante auxílio de reabilitação e resgate da integridade física e psicológica de pessoas que sofreram agressões dos seus parceiros. Nesse primeiro semestre de 2019, foram realizados 81 atendimentos, sendo de 31 mulheres e 50 crianças.

No total, a casa disponibiliza 20 vagas para acolhimento, incluindo mulheres e crianças. No momento, duas mulheres acompanhadas dos filhos estão amparados na Casa.

Veja Mais:  Combate a pirataria é alvo de operação em comércio da Capital

O trabalho realizado pela Prefeitura é por meio de uma parceria com o Poder Judiciário, Defensoria Pública, Promotorias e Delegacias Especializadas no combate aos crimes contra Mulheres.

Além das casas de amparo, os Cras fazem o atendimento inicial às mulheres dando orientações.

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Prefeitura entrega selo de transparência para 122 unidades educacionais

Publicado

Jorge Pinho

A Prefeitura de Cuiabá realizou nesta sexta-feira (16), a solenidade de entrega para 122 unidades da rede municipal de educação, do Selo Escola Transparente 2018. Neste ano, 10 unidades também foram presenteadas com uma impressora multifuncionais que ajudará na rotina e economia nas unidades.

O Selo Escola Transparente foi desenvolvido pela Controladoria Geral do Município em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

O selo é uma marca de credibilidade e responsabilidade fiscal que o município instituiu no decreto nº 5.503/2014 que estabelece a premiação às escolas, creches e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI), que dentro do prazo estabelecido, fizeram a publicação de suas prestações de contas no Portal da Transparência.

“Cada ano que passa, o número de escola aumenta, o engajamento é muito maior. E com isso, percebemos a necessidade desses projetos que simplesmente são a inclusão e o controle social. Cada selo representa na cabeça de cada munícipe a semente que irá despertar o senso crítico, um exemplo prático disso foi o Concurso de Desenho e Redação que concluímos recentemente com os alunos da rede municipal de ensino”, explicou o controlador-geral, Marcus Brito.

Nesta edição, além da prestação de conta, os gestores tiveram também que preencher os pré-requisitos na área de gestão pedagógica e informações do Conselho Deliberativo da Unidade Educacional (CDUE) como exemplo o plano de ensino, calendário de atividades, os recursos repassados pela SME e a forma como estes valores são utilizados pelos gestores, de forma detalhada.

Veja Mais:  Programa Escola da Inteligência realiza formação com professores de Cuiabá

“É um reconhecimento recebermos o selo pelo nosso trabalho à frente de uma unidade educacional. É uma satisfação para toda a equipe gestora estampar este selo na nossa unidade, porque nos confere a efetividade na execução dos recursos públicos e ainda transparecem para a comunidade e a família de nossos alunos a confiança de que estamos dentro das possibilidades, fazendo o melhor para desenvolvimento da educação na nossa unidade”, disse a diretora da unidade educacional Helenita Paes de Assunção, Maria Lúcia da Costa Leite Dias, que foi de uma das escolas ganhadoras da impressora multifuncional.

Outras nove unidades que atenderam os critérios e também o prazo do Fundo Único Municipal de Educação (Funed) na publicação dos documentos, ganharam o direito de participar do sorteio.

Com acesso livre para os pais, eles são encorajados a monitorar o andamento das escolas, tomando ciência das despesas da unidade em que seu filho estuda e da forma como as ações estão sendo conduzidas.

De maneira geral o Selo Escola Transparente valoriza os esforços e dedicação dos coordenadores e diretores de ensino, a iniciativa na prestação de contas das atividades e dos recursos utilizados por todas as instituições, a fim de que os pais possam participar ativamente da formação escolar de seus filhos, fiscalizando o uso responsável dos repasses.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana