conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Parceria qualifica 45 pessoas para mercado de trabalho

Publicado

Foto: Assessoria

Uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Instituto Matogrossense do Algodão (IMAmt), Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, Caritas Diocesanas, Sindicato Rural de Rondonópolis e Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) em três cursos ministrados qualificou 45 pessoas, em operadores de empilhadeira, colheitadeira e relação interpessoal.

Na última qualificação realizada pela parceria foi o a de operador de colhedeira, com 40 horas divididas em teoria e prática, onde os alunos receberam instruções sobre manutenção, regulagem e a colheita de grãos. O instrutor do Senar MT, Gilmar José da Silva elogiou o empenho dos participantes do curso e a rápida aprendizagem no decorrer das orientações. “O balanço é muito proveitoso, todos os participantes nesta fase do curso já conseguiram trabalhar com a máquina, onde eles entenderam o funcionamento da colhedeira e praticaram no campo, ou seja, eles já estão aptos a desenvolver a parte operacional, de manutenção e regulagem do equipamento”, disse.

O aluno Mauro Sergio Pereira Torres, 45 anos, que é eletricista viu no curso a oportunidade de aumentar sua qualificação. “Para mim foi muito bom este curso de operador de colhedeira, porque pude melhorar meu currículo com mais essa qualificação, porque minha área é elétrica residencial, por isso agarrei a oportunidade que recebi e estou muito feliz com o curso”, concluiu.

Segundo o mobilizador do Senar MT, Fábio Borges as parcerias são as soluções para disponibilizar estes cursos para pessoas que não tem condições de arcar os custos. “Poder oferecer qualificação para estas pessoas que vieram em busca de uma oportunidade de trabalho e puderam melhorar seu currículo com um dos cursos disponibilizados. Só temos agradecer as entidades que participaram deste projeto muito bonito que tem a tendência de continuar no próximo ano”.

Veja Mais:  Prefeitura realiza reunião para regularização fundiária no Carlos Bezerra I

A responsabilidade social do projeto também é destacada pelo presidente da Aprosmat, Gutemberg Silveira que avaliou de forma positiva esta primeira etapa de cursos. “A  Aprosmat não poderia ficar de fora desta ação, onde entidades se uniram para poder qualificar pessoas que não tem condições financeiras de pagar cursos deste nível. Desta forma exercemos cidadania e ajudamos a melhorar a vida dos participantes dos cursos”, finalizou. Os cursos também contaram com o apoio do Sindicato Rural de Rondonópolis.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Teatro para bebês é atração do Sesc neste final de semana em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Sucesso junto ao público infantil, o espetáculo Achadouros – Teatro para bebês, concebido especialmente para crianças de 6 meses a 3 anos de idade, circulará nas cidades de Primavera do Leste, Alta Floresta e Rondonópolis no estado do Mato Grosso. Serão doze apresentações gratuitas entre os meses de maio e junho de 2019, com patrocínio da Petrobrás Distribuidora S.A.

Sob a direção de José Regino, o espetáculo traz para a cena as atrizes Caísa Tibúrcio e Nara Faria, que convidam o público a se aventurar com elas em seu “quintal imaginário”. Num pequeno cercado de madeira, envoltas em mais de 4 mil sacolas plásticas que compõem o cenário, as atrizes conduzem os espectadores a uma arqueologia das memórias da infância e apresentam a cada um a possibilidade de escrever sua própria história. Por meio de encenação poético-teatral e da exploração da linguagem não verbal, a peça propõe uma reflexão sobre a chegada do ser humano ao mundo e sobre sua capacidade transformadora e criativa.

Livremente inspirado no livro Memórias inventadas – para crianças, do renomado poeta Manoel de Barros, Achadouros – Teatro para bebês é resultado de um trabalho autoral desenvolvido em Brasília, em agosto de 2015, num processo de criação colaborativa entre Regino, Caísa e Nara. Em cena, as descobertas acontecem dentro de um universo que é a própria metáfora da vida, com o nascimento, encontros e frustrações. Ao mesmo tempo, a dramaturgia traz à tona o mundo invisível e mágico, que extrapola a consciência cotidiana e ingressa no campo das sensações e emoções comuns à humanidade.

Veja Mais:  Operação da polícia vai contar com bafômetro durante a 46ª Exposul

Durante o processo de criação, os idealizadores estudaram e mergulharam no universo infantil em visitas a uma creche. O resultado desse aprendizado foi essencial para a montagem. “A primeira infância é um lugar onde o jogo poético surge de brincadeira. Nela, encontramos fecundo material para o ‘fazer artístico’, pois, nessa fase, o espanto com as coisas ‘óbvias’ da vida é evidente. As crianças estão em ‘estado de poesia’, a linguagem e o corpo estão ainda brincando na sua formação”, afirma José Regino. O diretor traz, em sua bagagem, a experiência de outros projetos teatrais para crianças da primeira infância e bebês, como Panapanã e Alma de Peixe.

Desde a sua estreia em Brasília, em agosto de 2015, a peça integrou a programação de diversos festivais brasileiros e encenou em teatros e creches do Distrito Federal e outros estados, como São Paulo, Paraná, Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso e Pernambuco. Foi contemplado com o Prêmio SESC do Teatro Candango 2015 como Melhor Espetáculo Infantil, além de ter recebido Menção Honrosa do 4º Prêmio CBTIJ de Teatro para Infância 2017.

Em cada sessão do espetáculo haverá uma ação de formação de plateia com o público presente, desde a entrada, apreciação do espetáculo e bate-papo com a equipe no final. Além das apresentações o projeto oferecerá, em cada cidade, a oficina Desmontagem artística ministrada pelo diretor José Regino, com o objetivo de abordar os princípios e condutas utilizados para a construção teatral dirigida à primeira infância, tendo como referência básica o processo de montagem do espetáculo. O projeto ainda prevê um intercâmbio cultural com um grupo local de cada cidade: Teatro Faces de Primavera do Leste, Teatro Experimental de Alta Floresta e Cia Art’Arteiros de Rondonópolis. Todas as atividades serão gratuitas graças ao Programa Petrobras Distribuidora de Cultura.

Veja Mais:  Rondonópolis terá novo Cras para atender população dentro do CEU

O Programa Petrobras Distribuidora de Cultura é uma seleção pública que  tem como  objetivo  contemplar  projetos  de  circulação  de  espetáculos  teatrais  não  inéditos, em  parceria do Ministério da Cultura. No último edital foram investidos 15 milhões de reais. Ao todo, foram escolhidos 57 espetáculos, representantes de todas as regiões do país, com apresentações em todos os estados.

Toda apresentação disponibilizará equipamentos e profissional de tradução simultânea em audiodescrição para 10 deficientes visuais. O trabalho de audiodescrição transforma imagens em palavras, possibilitando que cenários, figurinos, personagens e ações sejam conhecidos pelas pessoas com deficiência visual.

Ficha técnica:

Elenco: Caísa Tibúrcio e Nara Faria

Direção e Figurino: José Regino

Dramaturgia: Criação coletiva

Criação musical: Caísa Tibúrcio e Nara Faria

Cenografia: Chico Sassi

Iluminação: Marcelo Augusto

Produção Executiva: Pedro Caroca

Produção local: Ana Dorst, Ronaldo Adriano e Marcos Leque

Audiodescrição: Clarissa Barros

Designer gráfico: Jana Ferreira

Fotografia: Diego Bresani e Débora Amorim

Registro Videográfico e Edição: Fabiano Morari – Cachecol Filmes

Patrocínio: Petrobrás Distribuidora S.A.

Rondonópolis

Espetáculo Achadouros – Teatro para bebês

21, 22 e 23 de junho de 2019

Sexta às 19h, sábado às 15h e 19h e domingo às 15h

Oficina Desmontagem artística

22 de junho de 2019

Sábado das 08h às 12h

Sesc Rondonópolis

Entrada franca

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Sanear informa interrupção no abastecimento de água na região do Residencial Rosa Bororo

Publicado

O Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear informa que nesta terça-feira (18) a equipe estará trabalhando na troca da bomba do poço do Rosa Bororo com o intuito de melhoria no setor de abastecimento. Com isso, teremos desabastecimento de água nos residenciais Rosa Bororo e parte do Parque Universitário e Vila Olinda. A equipe vai levar o

A equipe do Sanear pede que, durante este período, os moradores racionem água, bem como, não realizem atividades que possam aumentar o consumo em suas casas, pois apesar da solução vir de forma rápida, a distribuição é gradativa, levando um pouco mais de tempo para que todas as residências sejam abastecidas normalmente.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Zaeli solicita à Coder revitalização de rua no bairro Vila Lourdes
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeito recebe ministro de Infraestrutura para visita ao terminal ferroviário e a obra da BR-364

Publicado

Foto: Assessoria

O prefeito de Rondonópolis Zé Carlos do Pátio recepcionou nesta sexta-feira (14) o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas e o governador do Estado de Mato Grosso Mauro Mendes, ambos em sua primeira visita oficial ao município. A agenda foi marcada pela visita ao terminal ferroviário e a obra de travessia urbana da BR-364.

“É um orgulho ter a presença do ministro, é uma pessoa técnica extremamente qualificada, tem uma visão ampla sobre Mato Grosso, é muito importante porque Rondonópolis está se tornando uma referência nacional. É a cidade que mais exporta em Mato Grosso e está entre as 40 que mais exportam no país e a que mais importa no estado também. Quero parabenizar o governo federal pela vinda do ministro e por este objetivo de olhar mais pela região Centro-Oeste”, destacou o prefeito.

Pátio ainda falou da importância da visita do governador e da necessidade de olhar mais pelo município.

“É uma satisfação ter a primeira visita do governador a Rondonópolis e espero que assim possamos buscar caminhos e aproximar. Rondonópolis precisa ser retribuído pelo que oferece para o estado de Mato Grosso. Então é muito importante fazermos uma discussão sobre os problemas que a cidade passa e construir uma parceria para resolvermos os problemas como é do Anel Viário, a ponte da W-11, vou ajudar o estado a fazer a drenagem quero ser parceiro,” frisou o gestor.

Veja Mais:  Zaeli solicita à Coder revitalização de rua no bairro Vila Lourdes

Em sua primeira visita oficial a Rondonópolis Mauro Mendes falou a visita do ministro Tarcísio Gomes de Freitas e sobre as obras do Estado no município.

“É uma importante visita do ministro para falarmos sobre logística e falarmos desta importante ferrovia que já chegou a Rondonópolis e gostaríamos para que ela possa prosseguir Mato Grosso adentro. Sobre o anel viário nós tínhamos marcado para dia 17 a abertura de licitação, mas tivemos que fazer um novo projeto. A W-11 é uma ponte importante, não só ela, mas todo o encabeçamento,” explicou o governador.

O ministro Tarcísio Gomes de Freitas frisou que Mato Grosso será o estado que mais receberá investimentos do governo federal. “Mato Grosso é uma prioridade para o governo federal, pela pujança, pelo potencial, é o estado que seguramente vai receber a maior quantidade de investimentos. Já existem benefícios que vão beneficiar o Estado diretamente e indiretamente”, informou o ministro.

Ainda participaram da agenda, os senadores Wellington Fagundes – que fez o convite ao ministro Tarcísio Gomes de Freitas – e Jayme Campos, a presidente da Assembleia Legislativa Janaína Riva, deputados federais e estaduais, vereadores, secretários municipais, entre outros.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana