conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Participantes do Seminário Educação Étnico-racial defendem a Escola Inclusiva

Publicado

Jorge Pinho

As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e a Interculturalidade e as Implicações Curriculares para a parte Diversificada na Perspectiva da Base Nacional foram os temas do Seminário Educação Étnico-racial – Perspectiva Inclusiva, Diversificada e Intercultural na manhã desta quinta-feira (22). O evento, uma iniciativa do Ministério da Educação, promovido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, reúne até sexta-feira (23), no Hotel Fazenda Mato Grosso, profissionais da Educação de 40 municípios do interior do Estado e da capital para discutir temas ligados aos direitos humanos e educação inclusiva.

Na noite de ontem (21), durante a abertura da formação, a secretária-adjunta, Edilene Machado, representando o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos falou sobre o evento, que tem como objetivo discutir a Educação Inclusiva como direito de todas as pessoas, com respeito a individualidade, que flexibilizem as práticas pedagógicas eliminando as barreiras, arquitetônicas, digitais, metodológicas e atitudinais.

“A escola inclusiva é aquela que discute todas as diferenças. Nós precisamos conhecer e trazer essas diferenças para as nossas unidades. Todos têm direito à Educação. Hoje em Cuiabá atendemos de zero a 14 anos e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), que não tem uma limitação de idade. Por isso que na nossa política educacional, a Escola Cuiabana, trabalhamos com ciclos de vida começando na primeira infância, de zero a três anos até o adulto e idoso. A importância maior dessa formação é que reconhecemos a questão étnico-racial com todas as suas etnias e diversidades. Esse seminário vem enriquecer a parte diversificada do nosso currículo, dentro da Escola Cuiabana, com a participação dos profissionais de toda a rede, consolidando essa proposta  e, acredito que os profissionais vão levar várias experiências que poderão ser implantas nos seus municípios”, disse.

Veja Mais:  Ouvidoria Geral de Cuiabá tem novo titular para os próximos dois anos

No período da tarde, a palestra será ministrada pelo Prof. Me. Felix Adugoenau, que falará sobre o tema Inclusão, Diversidade e Pluralidade Cultural: novos olhares, novas práticas e narrativas indígenas.

Logo depois acontece a conferência Educação das Relações Étnico-raciais e a Formação do Professor, com o Prof. Me. Carlos Alberto Caetano, e a mesa redonda sobre Memória e Esquecimento Social no Contexto da Educação Inclusiva, com a Profª. Drª. Karen Welmer e o Prof. Me. Rogério da Silva Melo.

Participaram da solenidade de abertura do seminário, o presidente do Conselho Municipal de Educação de Cuiabá, Luiz Jorge, a secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer do município de Nova Olímpia, Debora Ferreira, o conselheiro Escolar Indígena, Filadelfio de Oliveira, do Povo Umutima, representando as instituições étnico-raciais e culturais, a presidente do Conselho Municipal dos Idosos,  Ayr Guimaraes, a diretora geral de Gestão Educacional, Mabel Strobel e a diretora de Ensino da Secretaria de Educação, Zileide Lucinda dos Santos.

 

Comentários Facebook
publicidade

Na Capital

“Cuiabá 300 Cores” abre exposição na Casa Cuiabana com siriri e cururu

Publicado

A partir desta quinta-feira (14), a Casa Cuiabana recebe a exposição coletiva “Cuiabá 300 Cores”. Pensado para aumentar a visibilidade e o debate da arte regional, o projeto, que foi aprovado em edital FUNDO/2019 da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, expõe obras em diferentes linguagens artísticas, como artesanato, pintura em tela, música e audiovisual. A abertura acontece a partir das 19h30, com entrada gratuita e conta com apresentações de siriri e cururu de escolas e instituições parceiras.

Incorporadas ao projeto estão oficinas de artes plásticas com artistas convidados como Meire Pinheiro, Régis Gomes e Victor Hugo. Algumas delas já foram realizadas no Complexo Pomeri e na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Idealizadora do projeto, Grasiela Pereira Pinheiro, mais conhecida como Bia Pinheiro é “pau-rodada” e apaixonada pela arte e cultura cuiabana. A ideia do projeto surgiu do desejo de disseminar essa paixão por Cuiabá fomentando os artistas locais nos mais diversos cenários da Capital. Além disso, a exposição leva as cores da chita, do siriri, do cururu, da vida na beira do rio e também da cidade cosmopolita que Cuiabá vem se tornando para todos os cantos da cidade.

“É um presente para a cidade e seus 300 anos. Um dos grandes objetivos do projeto é a democratização da arte e da cultura por meio da inclusão social. É uma explosão de cores que exalta, apresenta e incentiva as nossas manifestações culturais, além de retratar a nossa fauna, flora, danças, religiosidade, etnias, sons e folclores, estampadas de maneira latente pelos nossos artistas”, explica Bia Pinheiro.

Veja Mais:  Incêndio em Ecoponto é controlado e Secretaria vai registrar B.O para investigar causas

As oficinas serão ofertadas até o próximo dia 15 de dezembro e qualquer pessoa e/ou instituição pode participar. Os interessados podem entrar em contato com a idealizadora do projeto Bia Pinheiro pelo telefone (65) 99643-3001.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Inscrições para o Qualifica 300 nos Cras do Planalto e Tijucal continuam abertas

Publicado

José Ferreira

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano informa que ainda existem vagas disponíveis para a 3ª Etapa do Qualifica Cuiabá 300. As oportunidades são para as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros Planalto e Tijucal. Os cursos, ofertados nos três turnos (manhã, tarde e noite), serão de confeccionador de bolsas em tecido e padeiro.

Os interessados devem comparecer nas unidades munidos de alguns documentos necessários para acesso ao ensino como: Número de Inscrição Social (NIS), Carteira de Identidade (RG), comprovante de endereço ou autodeclararão de endereço, comprovante de escolaridade, além de possuir registro no Cadastro Único, porta de entrada para os programas sociais.

Essa é a 2ª edição do programa, idealizado pela primeira-dama Márcia Pinheiro e coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, sendo realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

“As pessoas interessadas em fazer um desses cursos devem procurar os Cras o mais breve, pois as vagas são limitadas. Vale lembrar que dezembro é um mês comemorativo e a tendência é diminuir um pouco a procura por cursos. Por isso, não podemos deixar para última hora”, declarou a secretária-adjunta de Assistência Social, Hellen Ferreira.

As unidades contempladas para a última etapa dessa edição foram os Cras dos bairros Pedregal (curso de confeiteiro), Praieiro (confeiteiro), Tijucal (padeiro), Dom Aquino (padeiro), Nova Esperança (salgadeiro), Novo Colorado (salgadeiro), e no Cras do bairro Planalto (confeccionador de bolsas em tecido).

Veja Mais:  Prefeitura intensifica distribuição de kits de uniformes escolares

As atividades serão ministradas nos três turnos (manhã, tarde e noite), com uma média de 20 participantes em cada turma. “As vagas disponíveis para as demais unidades contempladas com essa última etapa já foram encerradas, tendo as turmas de todos os períodos fechadas”, informou a secretária.  

Os cursos oferecidos foram divididos em três etapas, sendo que a primeira encerrou as atividades no dia 13 de setembro e a segunda encerrarão na próxima segunda-feira, 18 de novembro. Agora, serão capacitadas cerca de 300 pessoas, com início das atividades previsto para o dia 20 de janeiro e término em 17 de março de 2020. 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Aprovados no seletivo da Saúde participam de Seminário de Integração ao SUS

Publicado

Gustavo Duarte

Nesta quinta-feira (14), será realizado o I Seminário de Integração ao Sistema Único de Saúde (SUS) para os cerca de 200 aprovados no processo seletivo da Secretaria Municipal de Saúde que foram convocados na primeira lista. O Seminário acontecerá no auditório da UNIC Beira Rio, das 7h às 17h30, com intervalo para o almoço.

Após a cerimônia de abertura, que terá a presença do secretário de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho, secretários-adjuntos, membros da assessoria de Planejamento e Gestão e do Conselho Municipal de Saúde, os convocados terão palestras sobre o SUS, Redes de Atenção à Saúde, o SUS em Cuiabá e Informação em Saúde.

A primeira lista de convocação foi publicada no Diário Oficial do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE) nº 1763, de 31/10/19, na página 53. No dia 06 deste mês, foi publicado um novo edital de convocação, desta vez para os cotistas aprovados. A relação está no Diário Oficial nº 1767 de 06/11/19, na página 57.

De acordo com o secretário Luiz Antonio Pôssas de Carvalho, a cada mês será lançado um edital de convocação, até que todas as vagas imediatas sejam completadas. “Serão convocadas cerca de 190 pessoas a cada mês. Após a contratação de cada bloco de aprovados, serão realizados seminários de integração para estes profissionais”, explicou o secretário.

Veja Mais:  Ouvidoria Geral de Cuiabá tem novo titular para os próximos dois anos

O certame terá vigência de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período para atender excepcional interesse público, certificado pela autoridade competente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana