conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

Pezão determina exoneração de servidores do Rio presos ontem em operação da PF

Publicado


Pezão diz que “é absolutamente natural a solicitação da prorrogação da calamidade financeira” pelo governo do Rio
Antonio Cruz/Agência Brasil – 30.3.2017

Pezão diz que “é absolutamente natural a solicitação da prorrogação da calamidade financeira” pelo governo do Rio

Assinada pelo governador Luiz Fernando Pezão, a exoneração do secretário estadual de Governo do Rio de Janeiro, Affonso Monnerat, foi publicada na edição desta sexta-feira (9) do Diário Oficial do Estado. Ele é um dos 22 presos na Operação Furna da Onça, deflagrada nesta quinta-feira (8). 

Leia também: Deputados receberam R$ 54 mi em mensalinho e fizeram “propinolândia” na Alerj

Desdobramento da Lava Jato, essa operação investiga a participação de deputados estaduais em um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro, loteamento de cargos públicos e mão de obra terceirizada em órgãos do governo do estado. Apesar da prisão, Pezão afirmou, por meio de nota, que confia na inocência do ex-secretário.

Além de Monnerat, outros três servidores estaduais foram exonerados nesta sexta: Carla Adriana Pereira, Shirley Aparecida Martins da Silva e o presidente do Detran, Leonardo Jacob. As exonerações foram feita a pedido e aceitas pelo governador do Rio de Janeiro

A operação Furna da Onça, que foi deflagrada nesta quinta, revelou a existência de um esquema de compra e venda de votos na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). As investigações apontam que os envolvidos recebiam uma espécie de ‘mensalinho’, propinas mensais que variavam de R$ 20 mil a R$ 100 mil, para atuar de acordo com os interesses do grupo chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral, em votações na Alerj .

Veja Mais:  “Lugar da Funai é nos Direitos Humanos”, diz Damares

Leia também: Lava Jato prende dez deputados estaduais do Rio acusados de receber ‘mensalinho’

Ainda segundo o Ministério Público, o esquema movimentou pelo menos R$ 54 milhões e o dinheiro da propina vinha do sobrepreço de contratos para obras no Rio, com recursos estaduais e federais. Dos 22 presos na operação, dez são deputados estaduais.

A operação é ainda um desdobramento da Operação Cadeia Velha, que levou à prisão os deputados Paulo Melo, Jorge Picciani e Edson Albertassi, todos do MDB. Ontem, o deputado estadual Chiquinho da Mangueira (PSC) também foi preso, assim com o seu colega da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj ), André Corrêa (DEM). 

Além deles, foram presos os deputados estaduais Coronel Jairo (MDB), Luiz Martins (PDT), Marcelo Simão (PP), Marcos Abrahão (Avante) e Marcus Vinícius “Neskau” (PTB). 

Leia também: PF faz buscas em investigação sobre pagamento de R$ 4 milhões em propina a Jucá

Na mesma nota divulgada por Pezão nesta sexta-feira, o governador afirmou ainda que não tem conhecimento dos fatos e tampouco do teor das acusações imputadas a esses servidores pelos procuradores da Lava Jato.

* Com informações da Agência Brasil.

Comentários Facebook

Nacional

Bolsonaro volta a acusar ONGs por queimadas na Amazônia: “Maior suspeita”

Publicado

source
Bolsonaro arrow-options
Leonardo Prado/Agência Câmara

Bolsonaro volta a acusar ONGs por queimadas na Amazônia: “Maior suspeita”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar ONGsnesta quinta-feira, repetindo que elas são as principais suspeitas de estarem por trás de queimadas naAmazônia . Bolsonaro admitiu que não tem provas disso e ressaltou que “todo mundo é suspeito”.

Leia também: Moro autoriza uso da Força Nacional em cinco estados

“Pode, pode ser fazendeiro, pode. Todo mundo é suspeito, mas a maior suspeita vem de ONGs”, disse Bolsonaro , na saída do Palácio da Alvorada, ao ser questionado se fazendeiros também podiam ser responsáveis.

Segundo o presidente, “não se tem prova disso”, porque é preciso prender os responsáveis em flagrante.

“Não se tem prova disso, meu Deus do céu. Ninguém escreve isso, vou queimar lá, não existe isso. Se você não pegar em flagrante quem está queimando e buscar quem mandou fazer isso”, explicou Bolsonaro.

Para o presidente, um “indício fortíssimo” de que ONGs são as responsáveis é que elas perderam financiamento.

“As ONGs perderam o dinheiro que vinha da Noruega e da Alemanha. Estão desempregados. Tem que fazer o quê? Tentar me derrubar. É o que sobra (para eles) . Nada além disso”, disse, acrescentando mais tarde: “É, no meu entender, um indício fortíssimo que esse pessoal da ONG perdeu a teta deles. É simples.”

O presidente considera que as imagens indicam que a mesma pessoa que colocou fogo filmou a cena, mas não explicou a relação com ONGs:

Veja Mais:  Decreto sobre posse de armas será divulgado na terça-feira, informa Casa Civil

“Vocês querem prova que estão queimando a Amazônia ? Vou falar uma prova aqui para vocês, que vai sair completamente distorcida amanhã na imprensa. Em uma das imagens, a pessoa de carro, está queimando a rodovia de carro todinha. O fogo exatamente da mesma altura. Típico de queimadas feitas como? O cara com a bicicleta, ou motocicleta, uma vara e uma câmera, queimando, pingando aquilo na beira da pista”, afirmou.

Leia também: ACM Neto nega conversas sobre possível fusão entre DEM e PSDB

Bolsonaro mostrou preocupação com a possibilidade de países estrangeiros imporem barreiras comerciais ao Brasil: “Se o mundo lá fora começar a impor barreiras comerciais, o nosso agronegócio começa a dar para dar trás, a economia começa a piorar.”

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Moro autoriza uso da Força Nacional em cinco estados

Publicado

source
Moro arrow-options
Isaac Amorim/MJSP – 8.8.19

Sergio Moro assinou portaria nesta segunda-feira

O Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta (projeto Em Frente Brasil) terá o apoio da Força Nacional de Segurança Pública nas ações de combate ao crime nos estados de Goiás, Pernambuco, do Pará, Espírito Santo e Paraná.

Leia também: Justiça arquiva ação para impedir que Eduardo Bolsonaro seja nomeado embaixador

As portarias assinadas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , autorizando a medida estão publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira (22). As equipes deverão atuar nas capitais e cidades da região metropolitana.

Por um período de 120 dias, a contar do dia 30 de agosto e podendo ser prorrogado, os militares da Força Nacional vão apoiar as ações de policiamento ostensivo, preservação da ordem pública e da segurança do cidadão e do patrimônio.

De acordo com a portaria, o contingente de militares a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, cabendo aos estados e municípios dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Veja Mais:  Ministério da Comunicação do Afeganistão é alvo de atentado
Continue lendo

Nacional

Peixe de duas bocas é fotografado e divide opiniões na internet

Publicado

source
Peixe com duas bocas arrow-options
Knotty Boys Fishing / Facebook

Peixe com duas bocas foi pescado em lago nos Estados Unidos

Um peixe com duas bocas foi capturado no Lago Champlain, em Nova York, e dividiu a internet ao longo da semana. Debbie Geddes estava pescando com o marido quando teve uma grande surpresa ao se deparar com o animal. 

“Quando esse peixe pegou a isca eu senti que tinha capturado um bom peixe. Quando o coloquei no barco eu não acreditei no que estava acontecendo! Duas bocas! E mesmo com duas bocas ele estava saudável. Foi incrível”, afirmou a mulher em entrevista ao canal norte-americano Fox News. 

Leia também: Cachorro alado? Conheça o morcego gigante que parece com um cão 

Segundo ela, eles só registraram algumas imagens e colocaram o peixe de volta na água. As fotos foram rapidamente publicadas em redes sociais de um grupo de pesca do amigo de Debbie e receberam mais de seis mil compartilhamentos em alguns dias. 

Especulação e opiniões diversas sobre qual espécie de peixe era aquela dividiram a internet, gerando palpites sobre o que teria causado a “ mutação ” no animal. Não há resposta oficial sobre o assunto. “As teorias do público são interessantes. Eu, pessoalmente, acredito que isso pode ter sido causado por algum ferimento”, afirmou Debbie. 

Adam Facteau, amigo responsável pela publicação nas redes, porém, não está convencido dessa ideia. “Eu acho que todos têm uma opinião, o que deixa a discussão ainda mais interessante”, disse 

Veja Mais:  Ministério da Comunicação do Afeganistão é alvo de atentado

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana