conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policia Federal

PF apreende quase 20 kg de cocaína no Aeroporto Internacional de SP

Publicado

Guarulhos/SP – A PF prendeu, em ações distintas, entre os dias 5 e 6/12, no Aeroporto Internacional de São Paulo, cinco passageiros de voos internacionais com drogas ocultas nas bagagens.

Na tarde de ontem (5), na fila do check-in de voo com destino a Lisboa, em Portugal, policiais federais, que atuam na fiscalização dos passageiros, abordaram um brasileiro, de 30 anos, que veio a São Paulo procedente de Porto Velho, em Rondônia, para entrevista. Os policiais suspeitaram das respostas dadas pelo homem no decorrer da entrevista e o conduziram para uma sala reservada, onde foi realizada busca pessoal e revista das bagagens. Nada suspeito foi localizado, mas os policiais fizeram um pequeno corte na lateral interna de uma das malas e passaram um lenço embebido com reagente químico, que adquiriu a cor azul indicando a presença de substância ilícita. Na delegacia os peritos federais identificaram que os forros das duas malas e de uma jaqueta estavam impregnados com cocaína. O suspeito confessou que levaria a droga mediante a promessa de um pagamento em dinheiro.

Outra equipe de policiais, que fiscalizava as bagagens despachadas, encontrou indícios de substância suspeita na bagagem de um passageiro que pretendia embarcar para Madri, na Espanha. O homem, um brasileiro, de 27 anos, foi localizado no portão de embarque e conduzido à delegacia para acompanhar a perícia em seus pertences. O homem levava, ocultos em fundos falsos de uma mala, 6 volumes contendo quase cinco quilos de cocaína.

Veja Mais:  Polícia Federal deflagra Operação Refúgio contra o tráfico de drogas

Já na fila do check-in de voo com destino a Addis Ababa, na Etiópia, um casal de brasileiros, de 43 e 24 anos, proveniente de Tabatinga, no Amazonas, foi abordado pelos policiais federais e conduzido à sede policial, onde foram realizados exames periciais nos pertences do casal, resultando na apreensão de dez quilos de cocaína. A droga foi encontrada em fundos falsos existentes nas malas de ambos passageiros.

Na madrugada de hoje (6/12), uma mulher, nacional da Malásia, de 51 anos, foi presa com 2 volumes, contendo três quilos de cocaína, encontrados pelos policiais, com o auxílio do raio-x, ocultos nas estruturas da mala da passageira. A suspeita, abordada pelos policiais federais na fila do check-in, havia dito, quando entrevistada, que era professora e que havia vindo ao país para estudar a economia local. Ela pretendia levar a droga para o Mali, país do continente africano.

Os presos serão encaminhados aos presídios estaduais, onde permanecerão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo

Contato: (11) 2445-2212

Comentários Facebook

Policia Federal

PF cumpre mandados em investigação de desvios na Eletronuclear

Publicado

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou hoje (21/03) a Operação Descontaminação e cumpre 8 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária e 26 mandados de busca e apreensão, nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná e no DF. Os mandados foram expedidos pela 7° Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

A investigação decorre de elementos colhidos nas Operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade, deflagradas pela PF anteriormente e, notadamente, em razão de colaboração premiada firmada pela Polícia Federal.

Será concedida entrevista coletiva hoje, às 16 hs, na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, situada na Av. Rodrigues Alves 01, na Praça Mauá.              

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Mais:  PF e PRF desarticulam quadrilha de furto de carga em Feira de Santana
Continue lendo

Policia Federal

PF investiga irregularidades em convênio firmado entre universidade e entidades em RS

Publicado

Porto Alegre/RS – A Polícia Federal deflagrou, nesta manhã (21/3), a Operação Alforje, para apurar desvios de recursos públicos relacionados a convênio firmado entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), através da Superintendência de Infraestrutura (SUINFRA), e a Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS).

Cerca de 40 policiais federais cumprem 11 mandados de busca e apreensão, em Porto Alegre (9), Viamão (1) e Gravataí (1). A Justiça Federal determinou o afastamento cautelar de 05 (cinco) servidores públicos e medidas de bloqueio de contas e de veículos de pessoas investigadas.

De acordo com as investigações, o convênio estabeleceu o repasse de 11,4 milhões de reais à FAURGS, para elaboração conjunta de projetos nas áreas de engenharia e arquitetura, com vigência nos anos de 2015 a 2017. O inquérito apura pagamentos, com indicativo de irregularidades, em favor de beneficiários selecionados sem critérios técnicos e que, muitas vezes, já são vinculados à UFRGS ou à FAURGS. O esquema também funcionava para complementar a renda dos servidores da Universidade investigados, por meio do recebimento das bolsas. Há casos de profissionais com formação diversa da área objeto do convênio indicados como bolsistas do projeto. Os dados da execução e da prestação de contas também são mínimos ou inexistentes.

A suspeita é que mais de uma centena de pessoas pode ter sido indevidamente favorecida pela aplicação irregular dos recursos do convênio. Os investigados poderão responder por crimes como peculato, falsidade ideológica e associação criminosa.

Veja Mais:  PF apreende 1,2 tonelada de cocaína escondida em máquinas em Santos

Será concedida entrevista coletiva às 10 horas de hoje (23), na Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul (Av. Ipiranga, 1365 – Porto Alegre).

 

 

 

*** Alforje é um tipo de bolsa composta por dois compartimentos, distribuídos de forma que o peso de um seja contrabalanceado pelo do outro.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

Operação Skunk combate tráfico de drogas no Rio Grande do Norte

Publicado

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou, hoje, 21/3, na Região Metropolitana de Natal, a Operação Skunk com o objetivo de desarticular uma quadrilha envolvida no tráfico da substância entorpecente conhecida pelo mesmo nome. O Skunk é uma versão da maconha resultante da manipulação que aumenta o nível de concentração do seu princípio ativo (THC).

Cerca de 25 policiais federais participam do cumprimento das ordens judiciais (5 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão temporária) requeridas e deferidas pela 1ª Vara Criminal de Parnamirim/RN.

As investigações da PF tiveram início logo após uma prisão de um traficante ocorrida no final de 2018, na cidade de Parnamirim. Naquela oportunidade, um suspeito foi surpreendido quando recebia, via Correios, uma encomenda de Skunk, postada noutro estado. Após o fato, as investigações continuaram e mais envolvidos no crime de tráfico de drogas foram identificados.

Os presos serão conduzidos para a sede da Polícia Federal, onde permanecerão à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Mais:  Operação Vintena reprime esquema de contrabando de cigarros
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana